THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

MARVEL LEGACY

Marvel une futuro em passado nesta sua nova fase

Nova Serie Mutante na FOX

Saiba as novidades de THE GIFTED

PLANETA HULK

A HISTÓRIA DO HULK QUE MARCOU OS ANOS 2000

Classicos do Wolverine

Relembre mais das melhores histórias do Logan

FUGITIVOS

Série de produção Marvel e Hulu começa a sair este ano

THOR: RAGNAROK

O Terceiro filme do Deus do Trovão e surpresa do ano é tema do nosso Podcast!

JUSTICEIRO

Saiba as novidades da série que sai em Novembro

FINALMENTE REUNIDOS

Escute o nosso podcast sobre os Defensores!

PANTERA NEGRA

Conheça Wakanda em 2018

sábado, 31 de março de 2007

O Aranha e seus uniformes: Uma Saga

Peter Parker, um dos heróis mais detonados da história da Marvel, que mais sofreu perdas, que nunca teve um emprego decente, e que mesmo assim é o terceiro herói em número de uniformes diferentes. Perdendo apenas para o multimilionário Homem de Ferro e a Vespa, que como ex-estilista, desenhava seus uniformes. É com prazer que eu lhes apresento todos os uniformes e encarnações do Homem Aranha. Afinal, na sua próxima edição ele vai ganhar mais um!

Aranhas


Comecemos pelos uniformes clássicos, que apesar de serem um básico vermelho e azul, tiveram leves variações com o passar dos anos. Ditko costumava desenhar esse uniforme com grandes teias sob os braços, ligando até a cintura, quase como um aerofólio. Erik Larsen e John Byrne, por sua vez, dispensavam as teias sob os braços. Ultimamente as teias meio que têm sumido e aparecido, depende de qual dos muitos artistas o desenham. Mark Bagley, quando desenhava no universo 616 e no universo Millenium, desenha pequenas teias só para efeito visual. A mesma coisa se dá em relação ao tamanho e forma da Aranha em seu uniforme.

Uniformes

As mudanças de uniforme começaram na década de 80, com as Guerras Secretas. Peter se viu em constante combate com vilões e seu uniforme, que nunca foi de moléculas instáveis, rasgou-se. Então, num laboratório do planeta do Beyonder, encontra uma máquina que iria criar um novo uniforme para ele. Nasce aí a era do Uniforme negro, um ser simbionte que se prende a Peter e é comandado pela mente dele. Mas logo Peter descobre que é um ser vivo e que este, durante seu sono, começa a controlar seu corpo, exaurindo-o. Logo, livra-se dele e começa a usar uma cópia feita de tecido comum.

Mecanizado

Ainda em relação a mudanças, temos o uniforme-armadura, usado apenas uma vez para lutar contra o Homem Dragão, Enguia e Homem Planta. Nunca mais foi usado. Numa luta contra Mary Typhoid, seu uniforme se rasgou a ponto dele ter de usar teia para remendá-lo, ficando com um visual meio que de Ninja. Besta, mas existiu. Quando um novo e mais potente Electro surgiu, ele teve de criar um uniforme isolado, feito basicamente de borracha de alto impacto para poder lutar contra este vilão.

O Aranha também teve suas versões mecanizadas, uma com um braço de Ciborgue e outro com os tentáculos de Otto Octavius

Os originais

Mas Peter, mostrando sua originalidade, é especialista em fazer uniformes praticamente do nada. Seu primeiro uniforme, que usa na luta contra o Esmagador Hogan é um desses, bem como o do Homem Vergonha, que é basicamente o Aranha usando um saco de supermercado na cabeça, com as mais diversas variações de calças e camisetas. Alem disso, é cliente usual de lojas de fantasias, onde alugou diversas vezes uniformes fora do seu padrão.

Mas nem tudo são uniformes. Peter já teve seis braços, virou uma Aranha gigante, um Aranha Hulk, um Aranha Carnificina (com o simbionte do vilão), um Lagarto Aranha, um Aranha Fênix e um Aranha Cósmico (imbuído com os poderes do Capitão Universo durante os Atos de Vingança).

Uniformes Aranha

O clone do Aranha também teve dois uniformes diferentes. Ben Reilly usou o uniforme de Aranha Escarlate no começo da Saga do Clone e, após ser pronunciado (enganosamente) o verdadeiro Peter Parker, mudou o uniforme que o Aranha usava para não se mesclar aos atos que Peter havia feito até então, uma nova vida que durou pouco!

Monstros

No Futuro ainda haverá um Homem Aranha. No caso, Miguel O’Hara é o Aranha de 2099, uma série de um futuro possível do universo Marvel. Em um encontro entre o Aranha do presente e o 2099 acabou ocorrendo uma luta contra o Duende Verde de outro futuro. Quem chega para salvar a pátria? O Aranha de 2211! Por fim, ainda existe o Aranha do universo Unlimited, que teve uma série de televisão e uma aparição nos quadrinhos quando Peter foi para a Zona Negativa e seu uniforme se modificou.

Futuro?

Por fim, durante a crise de identidade, Peter criou 4 novos uniformes para si: O Sombra, o Prodígio, o Vespa e o Ricochete. Todos abandonados após o fim da série e pegos por garotos que os usaram para combater o crime. Ricochete foi visto brevemente junto do Excelsior nas páginas de Fugitivos.

Cabeças de teia

Agora, Peter ganhará um novo uniforme, e irá se tornar o “Aranha de Ferro”. Só o futuro dirá se esse uniforme irá pegar.

J.R.Dib

Aniquilação: Informativos da Resistência

Computador, informe situação ocorrida nos últimos dias!

Informativo Aniquilação!!!

A onda de aniquilação prossegue sem retardo em seu curso pelo universo. A prisão conhecida como Fornalha foi a primeira a ser destruída. Isso fez com que Xandar permanecesse em alerta máximo e convocasse toda a sua Tropa Nova. Ironicamente, os Xandarianos foram as vítimas seguintes da onda invasora. Foram tragicamente dizimados. A maior guarda organizada de proteção do universo caiu sem representar qualquer grande oposição ao inimigo.
Então, acabou...?

Não, senhor, recebemos informações recentes... Há quatro pontos de resistência!

Informe, Computador!

Dezessete dias após a destruição de Xandar, o ex-arauto do Devorador de Mundos foi visto sobrevoando os destroços.

É do Norrin Radd que está falando?

Exato! O Surfista Prateado foi visto lutando contra aliados da força da Aniquilação que atacavam um outro arauto de Galactus, o androíde denominado Gabriel, o Andarilho dos Céus. Aparentemente, o inimigo parece estar caçando seres como o Surfista Prateado e Gabriel, detentores do Poder Cósmico.

Com que propósito?

Impossível afirmar, Senhor.

Relate o evento com detalhes.

Informativo Aniquilação!!!

O Surfista travou batalha com o líder inimigo de nome Voraz, detentor da Força Oposta que eles chamam de Essência. Natureza da Força Oposta é similar a nossa Força Cósmica em seu lugar de origem – a Zona Negativa. Voraz juntamente com seus lacaios, os Apresadores, contam com criaturas chamadas Mastyns que são os responsáveis por caçar os detentores do Poder Cósmico. O Surfista prateado conseguiu resgatar Gabriel das mãos do inimigo, mas não conseguiu impedir seu subseqüente fim. O andróide Gabriel foi destruído.
E o atual status de Norrin Radd?

Foi visto a última vez em Tala Primordial, localizada no Império Skrull e recentemente destruída pela Aniquilação. Não foi possível determinar sua atual localização. Ainda processando.

Bem, pelo que conheço ele não está fora do jogo. Não é do feitio de Norrin Radd aceitar facilmente esse tipo de evento sem um retorno. Sabemos de sua história. Relate sobre a segunda resistência, Computador!

Onze dias após a destruição de Xandar, foi detectado sinais de sobreviventes da Tropa Nova. Operativo 11249-44396 sobreviveu. O último Nova a sobreviver...

De quem estamos falando?

Richard Rider, o único centurião terráqueo.

O novo guerreiro? Porque não me surpreende...

É importante afirmar que as nossas informações sobre o operativo 11249-44396 devem ser atualizadas depois de sua nova configuração.

Como assim?

Operativo 11249-44396 foi carregado com toda força nova e é o veículo que porta a Mente Global Xandariana. Isso faz dele um ser de imensurável poder e inclusive uma ameaça a si mesmo. Existem registros anteriores de que operativos que portaram tamanho poder caíram em descontrole. Informativos mais recentes relatam que ele reagiu com força descomunal contra naves inimigas que sobrevoavam Xandar. A inteligência inimiga pode estar ciente de sua situação.

Informativo Aniquilação!!!


Espero que o Rider seja mais precavido. Mesmo poderoso ele não vai conseguir lutar contra a Aniquilação sozinho...
Correção! Operativo 11249-44396 não está sozinho.

Eu pensei que você disse que ele era o único sobrevivente em Xandar...

Negativo! Ele foi o único sobrevivente da Tropa Nova. Operativo 11249-44396 teve um encontro casual com outros Terráqueos sobreviventes – Drax e uma fêmea sem registro em nosso banco de dados.

Drax? O burro?

Negativo. Segundo nosso banco de dados atualizados, Drax recompôs-se em uma nova configuração desde que retornou da Terra pela última vez. Sua inteligência é superior a de nossos registros anteriores. Podemos dizer que ele é um novo Drax.

Isso me surpreendeu... Informe dados sobre a terceira resistência.

Localizado pela primeira vez em Aks´lo durante uma resistência Skrull aos invasores, um pouco antes do planeta ser destruído pelo Coletor de Lamentos, uma poderosa arma inimiga capaz de reduzir planetas a poeira espacial. Seu nome é Kl´rt, mas no planeta terra ele é conhecido como Superskrull.

O que ele fez? Vestiu uma capa vermelha e saiu voando contra as naves inimigas?

Negativo. Kl´rt utilizou seus poderes artificialmente adquiridos pelos cientistas Skrulls. Ele é capaz de simular os poderes do grupo terráqueo Quarteto Fantástico. Inclui força, invisibilidade, elasticidade, combustão...

Eu sei quem é o Superskrull... minha colocação era só uma brincadeira. E atualmente ele está liderando algum exercito Skrull para deter a invasão no Império?

Negativo! Kl´rt é um foragido. Desobedeceu ordens da baronesa S´bak e é perseguido pelos seus. Foi resgatado por uma nave Skrull durante um combate contra tropas skrulls e foi visto pela última vez no planeta Terra.

Informativo Aniquilação!!!

Precisar ponto.

Nova York. Edifício Baxter. Laboratório de Reed Richards.

Não brinca!

Kl´rt requisitou ao seu inimigo Reed Richards uma passagem para Zona Negativa. Seus planos são imprudentes e envolvem viagem direto para a Zona Negativa – berço de origem da onda da Aniquilação. Kl´rt conta com ajuda de R´kin, jovem engenheiro espacial Skrull.

Bem, qualquer ajuda é bem vinda na atual situação. Agora, a última resistência. Relate!

Ronan, o acusador Kree. Foi visto 88 dias após a invasão em Bwokk ainda agindo indevidamente com autoridade de um acusador público. Ronan faz uso da lei kree de que onde um deles estiver, vale a lei de seu povo.

Krees...

Vale ressaltar que dias antes, o próprio Ronan foi acusado de agir contra seu povo num suposto plano para depor a Casa de Fiyero, atuais regentes em Hala, a capital Kree.

Que irônico... E o que aconteceu em Bwokk?

Informativo Aniquilação!!!


Após eventos promovidos pelo Kree que acabaram causando uma desordem local por nova disputa de poder, Ronan encontrou o Kree chamado Korath e juntos pretendem confrontar o grupo local denominado Graças, no qual Nebulosa participa.
Nebulosa, a neta de Thanos?

Afirmativo.

E quanto a Thanos nisso tudo?

Impossível afirmar ainda que posição o Titã tomará nesse evento, Senhor.

Obrigado, Computador! Mantenha-me informado sobre os próximos acontecimentos referentes à Aniquilação. Muitos alheios podem ser incapazes de compreender, mas esse é certamente um evento cósmico que irá chacoalhar os patamares cósmicos como nunca antes foi visto.

Informativo Aniquilação!!!


Afirmativo, Senhor.

Coveiro, desligando!

sexta-feira, 30 de março de 2007

Layla Miller: Ela sabe das coisas


Layla Miller

Desde que apareceu pela primeira vez no mundo distorcido de Dinastia M, Layla Miller era um mistério. Responsável pela reunião dos heróis que combateram a permanência daquela realidade, servindo de elo que rememorava como o Universo deveria ser, seus poderes ainda não ficaram muito claros. E quando apareceu na Cidade Mutante logo após o início da Dizimação, se unindo ao X-Factor, estreou o jargão que dá algumas pistas sobre seus poderes: "Eu sei das coisas". O que e como ela sabe de tanto ainda é um mistério. Nem mesmo se ela é mutante nós temos certeza. A única coisa que temos certeza a respeito de Layla é que ela não é uma coadjuvante.

Em Wolverine 28 temos a terceira história do novo X-Factor de Peter David, agora uma agência de investigações composta (quase) inteiramente de mutantes e que age na Cidade Mutante, um dos locais onde mais se sentiu a Dizimação. Após descobrirem que a irmã de uma cliente, Glória Santiago, mantinha um romance com o ator Jack Vaughn, ela é assassinada enquanto está com ele. A principal suspeita é Glória, que parece não se recordar de nada nas últimas horas. Quando Madrox e Siryn vão investigar o ocorrido são interpelados por Damian Tryp Jr., que é dono (junto com seu pai) das Investigações Singularidade.

Singularidade no caminho do X-Factor

Enquanto isso, simulando ser um ex-mutante agredido na rua, um jovem é acolhido no escritório do X-Factor. Enquanto Monet toma banho, e Rahne e Guido vão cuidar de uma manifestação anti-mutante, o jovem se revela um assassino enviado pela Singularidade para assassinar um novo membro do grupo. E ele confunde seu alvo com Rictor. É nesse momento que Layla surge e destila mistério na cabeça de nós leitores.

Layla aborda o jovem e diz que sabe quem o mandou, quem ele é e que ela é seu alvo. Ela é o novo membro do grupo que representa uma ameaça ao futuro e deve morrer. Prossegue falando que faz o que faz porque precisa, apesar de odiar. Odeia porque que precisa impedir que os membros do X-Factor saibam dos motivos que levaram à dizimação, fazendo em seguida uma referência clara de que se lembra do mundo criado por Wanda. A cena a seguir é surpreendente, já que Layla faz uma armadilha digna de um "Esqueceram de Mim" (versão sádica) para literalmente fritar o assassino.

Layla mostrando que sabe das coisas

O mistério está longe de ser solucionado e, apesar de ter revelado alguns de seus objetivos, ainda há muita dúvida sobre o papel de Layla no universo mutante pós-Dinastia M. Ou mesmo de onde vem e que tipo de habilidades possui. O que temos certeza é que, escrita por David, ela é uma personagem intrigante, capaz de despertar medo e risadas na mesma página. Então, a principal dúvida fica: do que sabe Layla Miller?


« Jøåø »

Cabo e Piscina Morta

Um assassinato em Providência. Um líder extremista árabe aparece assassinado em seu quarto. Cable, se recuperando e aprendendo a lidar com seu novo vírus tecnorgânico, quem poderá investigar este caso? Com vocês, Deadpool, detetive particular!

Cable Deadpool


Esse arco começa com Deadpool investigando o assassinato de um líder extremista árabe que Cable, “bondosamente”, seqüestrou para a ilha e estava tentando mostrar que todos podem conviver harmoniosamente. Deadpool, o mercenário bocudo (com voz a la Demi Moore segundo Cable) investiga o caso e no final das contas, com tudo levando a crer que era ele mesmo o assassino, a surpresa, ele era o assassino!
Sem saber porque havia matado (ou melhor, sabendo), Deadpool se engaja em combate com Prester John, ou melhor, apanha vergonhosamente até ser salvo por Cable que havia proibido violência na ilha.
Ao ser confrontado por Cable, Deadpool mostra sua confusão ao não saber explicar do porque de ter matado o turcão. Não tendo alternativa, Cable expulsa Deadpool da ilha. Deadpool então procura alguém ou algo chamado Caixa Preta, o único que sabe um meio de matá-lo!

Black Box

A revista seguinte começa com Deadpool matando alguns palhaços (que ele odeia) e logo em seguida sofrendo lavagem cerebral pelo Caixa Preta em sua organização (as falas são hilárias). Logo, Deadpool é mandado atrás de Cable (que desapareceu em missão com a X-Force) para matá-lo. Ele é capturado por Syrin e Míssil em Providência, e submetido a testes a fim de usar a matrix de teleporte que ele compartilha com Cable a fim de encontrá-lo.

Morram Palhaços

Usando o teleporte e fugindo, ele acaba caindo em outra realidade, uma espécie de Era do Apocalipse versão 1.1, e lutando contra os quatro cavaleiros do Apocalipse, Arcanjo como Morte, Homem Aranha como Peste, Blob como Fome, e ao final, Cable surge como Guerra.

Guerra

O campo de batalha está armado, será que Deadpool irá completar sua missão e matar Cable?
Lembrando sempre que este arco de Cable e Deadpool está muito atrasado em relação às outras revistas, mas ao que parece, a Panini está planejando organizar isso até Junho! E até lá, me diga, de que lado você irá ficar?

J.R. Dib

quinta-feira, 29 de março de 2007

Herói Caído: Negação - Primeiras Páginas

*Atenção! Artigo com informações inéditas no Brasil e EUA!!


Fallen Son - Denial

Depois da Guerra, sempre há baixas e uma delas repercurtiu pelo mundo todo, mesmo fora dos quadrinhos. Agora, o que resta ao leitores é saber como os demais sobreviventes reagirão a essa catastrofe. Jeph Loeb junta-se a Leinil Yu nesse primeiro número de "Fallen Son" para contar a perspectiva de Wolverine a isso tudo. E nós da 616 trazemos um preview das primeiras páginas que foi disponibilizado pelo Newsarama pra vocês.

Fallen Son - Denial Fallen Son - Denial

Fallen Son - Denial

Fallen Son - Denial Fallen Son - Denial

Fallen Son - Denial Fallen Son - Denial

Fallen Son - Denial


"Fallen Son: The Death of Captain America" estréia nos EUA esse mês de Abril, compondo uma minisérie em 5 partes, todas escritas por Jeph Loeb e desenhadas por artistas diferentes.

Coveiro

quarta-feira, 28 de março de 2007

Guerra Silenciosa: Ato III

*Atenção! Informações Inéditas no Brasil!!!

Guerra Silenciosa - AtoIII

No Brasil, a minisérie Dinastia M: o Herdeiro acaba de ser encerrada e agora todos sabem que as atitudes imprudentes de Pietro praticamente levaram a um novo estopim para uma Guerra entre Humanos e Inumanos. E justamente neste terceiro ato, Raio Negro e a família real finalmente estão novamente cara a cara com o mutante traidor.

E eles continuam fugindo...

Não importa se são de seus pais malvados, vampiros ou robôs megalomaníacos. Desde que deixaram o conforto da casa de seus pais, Nico, Gertrude, Chase, Karolina, Molly e o novato Victor ainda continuam pela Califórnia combatendo o crime que aumentou descaradamente no lugar desde que seus pais sumiram... e, também, claro, fugindo.

Ainda Fugindo...

Em sua estréia como título mensal na revista Avante, Vingadores 1, o grupo adolescente deparou-se com duas surpresas, ambas referentes à personagem Karolina Dean. Primeiro, a revelação de sua homossexualidade para aspirante a bruxa negra Nico, por quem a própria dá a entender que nutre uma paixão platônica. Segundo, a chegada de Xavin – um Superskrull em treinamento que diz ser o noivo prometido da jovem alien lésbica.

É claro que o grupo de heróis mirins não iria aceitar entregar a amiga na boa e, como em toda revista de quadrinhos Marvel que se preze, o encontro se torna confronto. A luta entre Xavin e os Fugitivos se estende por dois rounds e só termina quando Karolina decide seguir com Xavin devido a vários motivos e vidas em risco.

O planeta natal de Karolina está atualmente em guerra com uma facção Skrull e somente uma união entre as duas raças poderia garantir a paz e salvar várias vidas ali. Para piorar, caso isso não ocorresse, é bem provável que se uma suposta vitória do planeta natal ocorresse, a Terra seria a próxima em curso, visto que foram os Dean – pais da Karolina – que traíram seu povo e entregaram a localização do seu planeta aos Skrulls. E mesmo que o motivo honrado para esse sacrifício da garota não pareça válido, Xavin lembra que sua raça tem poderes metamórficos e pode se tornar qualquer pessoa que a sua noiva queira, não importa a cor e o sexo.

Ainda Fugindo...

E, assim, os fugitivos perdem mais um de seus membros...

...mas isso nada implica na redução de seus problemas.

Em Avante, Vingadores 2, um velho conhecido que já teve um breve encontro com os garotos no passado retorna em busca de ajuda. Tyrone Jonhson, mais conhecido como o Manto, está envolvido numa acusação de ter ferido gravemente sua própria parceira – Tandy Bowen, a Adaga. Uma fita de vídeo parece ser uma prova contundente e até os Novos Vingadores passam a caçar o vigilante das sombras.

Ainda Fugindo...

Sem muitas opções, Tyrone decide pedir ajuda ao único grupo que poderia entendê-lo e estender a mão diante de sua nova situação – um foragido da lei. A situação de Tyrone não é nada fácil, no entanto. Antes ele fora contratado pelo Orgulho – organização criada pelos pais vilões dos adolescentes – para caçá-los enquanto foragidos. Depois, após descobrir as verdadeiras intenções de cada lado, Manto promete buscar ajuda para os garotos, mas um feitiço do Orgulho faz com que ele e Adaga esqueçam de todo o ocorrido. Vai ser mais complicado do que parece convencê-los a ajudá-lo.

Contudo, o Manto têm argumentos fortes...

Ainda Fugindo...

... e o melhor sistema de transporte para atravessar um país!

Assim, em Avante, Vingadores 3, que já deve estar na corrida para ser lançada ainda no mês de março, temos o grupo chegando em Nova York e bancando pela primeira vez os detetives numa cidade maluca para salvar a cara do Manto. Com a ajuda do tio da Adaga, Padre Michael Bowen, os adolescentes terão que se espalhar pela cidade em busca do verdadeiro mal-feitor... mesmo que tenham que encarar no meio do caminho os Novos Vingadores.

Ainda Fugindo...

E, claro, a história continua... eles continuam fugindo... e nós, sempre acompanhando!

E para quem quiser saber mais sobre esse grupo, basta dar uma olhadinha nos links abaixo deste mesmo site:

Nova Geração de Casa Própria
Fugitivos - Volume 2: Ainda Fugindo
Fugitivos - Volume 1: a origem

Coveiro.

terça-feira, 27 de março de 2007

Capitão América: Herança Maldita

O passado do Capitão América, seus amigos e inimigos, parece estar mesmo voltando à tona. Desde o omeço de sua nova fase após a queda dos Vingadores, com roteiros de Ed Brubaker, já vimos o Caveira Vermelha ser assassinado e enviar sua consciência para a mente de Aleksander Lukin e a notícia e confirmação de que Bucky Barnes está vivo e trabalhou durante todos esses anos como agente soviético até a queda da cortina de ferro. Na edição 38 de Novos Vingadores resgata-se mais uma personagem com ligação com a vida de Steve Rogers durante a Segunda Guerra Mundial: Synthia Schmidt, a filha do Caveira Vermelha.

Caveira Vermelha prestes a assassinar sua filha

Essa edição - correspondente ao número 15 do quinto volume de Captain America – apresenta logo um aspecto curioso, que é a ausência do personagem título. O Capitão América só aparece em imagens antigas da Segunda Guerra. Imagens que são mostradas por Ossos Cruzados. Brock Rumlow, mercenário extremamente fiel ao Caveira Vermelha e à sua visão deturpada de mundo, em que até mesmo o nazismo seria apenas um apoio para algo maior e mais terrível.

Ossos Cruzados, após o assassinato de seu mestre nas mãos do Soldado Invernal a mando de Lukin, busca reunir forças para ir atrás do magnata russo, sem saber que seu empregador "vive" em sua consciência. O primeiro movimento é "resgatar" a filha do Caveira.

Synthia nasceu de uma forma bem conturbada. Filha do Caveira com uma lavadeira alemã que morreu no parto, esteve prestes a ser assassinada por seu pai, já que este queria um filho homem para quem pudesse deixar seu legado. Foi salva por Susan Scarbo, uma seguidora do Caveira Vermelha, que prometeu criá-la de acordo com a distorcida visão de mundo de seu pai. Ele, algum tempo depois, quando ela ainda era criança, acelerou a idade da filha artificialmente, assim como a forneceu uma série de superpoderes.

Pecado & Caveira Vermelha

Como Pecado, Synthia (que chegou a ter telecinésia, telepatia, teleporte e intangibilidade) enfrentou o Capitão América diversas vezes, liderando as Irmãs Pecado, um grupo de adolescentes órfãs que sofreram um processo de envelhecimento e ganho de poderes similares aos seus. Foi assim até ela ser capturada, perder seus poderes e ser revertida à adolescência pela SHIELD, que também a "reprogramou", fazendo-a esquecer de seu passado como assassina e herdeira do Caveira Vermelha.

A forma pela qual Ossos Cruzados tenta fazer com que Synthia se lembre de tudo isso choca, mas não surpreende. Ele utiliza um recurso deplorável, independente de quem o pratica, e literalmente tortura a menina, fazendo-a lembrar de todo o ódio com que era tratada por seu pai e de como o Capitão América sempre impediu que ela conseguisse despertar uma ponta de orgulho na bizarra personalidade do Caveira. Ele insiste em como seu pai a odiaria e pensaria em matá-la novamente se visse o quanto ela se tornou "fraca". E foi em um delírio, pela dor e privação impostos por Rumlow, que havia sido amante de sua versão adulta, que se deu o "click" que recuperou sua memória.

A volta de Pecado: Synthia recupera a memória

O ódio e rejeição de seu pai foram os elementos fundamentais para que Synthia se lembrasse de tudo e, apesar de estar em um corpo mais jovem, voltasse a ser a Pecado. A primeira etapa dos planos de Ossos Cruzados está concluída. Os inimigos do Capitão América se reúnem e organizam. Resta saber o que estão planejando e como Steve Rogers lidará com eles quando decidirem agir.


« Jøåø »

O Pulso ainda Pulsa (em nossos corações)

Por 14 edições nós pudemos acompanhar a pulsação da redação de um jornal na cidade de Nova Iorque, a capital mundial das estranhices e dos super-heróis Marvel. Jessica Jones, ex-heroína, ex-detetive particular e ex-consultora de jornal. Com a edição número 14 que saiu este mês em Homem Aranha 63, o PULSO deixa de ser publicado, mas não sem antes mostrar um pouco mais da vida desta até então ignorada personagem.

Pulse 14


O final se aproxima desde as últimas edições. Ben Ulrich, o único repórter do mundo que conseguiria acompanhar Wolverine em todas as revistas que ele aparece, investiga a aparição de um herói que lembra a muitos o Demolidor, e que salva várias pessoas e estabelecimentos, mas acaba surrupiando alguns itens para si. Enquanto isso, Jessica Jones, Luke Cage e Carol Danvers saem, e entre papos, a bolsa d'água de Jessica estoura e ela tem de ser levada ao hospital as pressas.

Claro que, quando uma super-heroína vai dar a luz, quem estaria lá para fazer o parto senão o Dr. Estranho?! O parto transcorre bem, e nasce a filha de Cage e Jones. Ainda sem nome e já em casa, Jessica relembra a primeira vez que encontrou com Luke e decide aceitar o pedido de casamento que ele havia feito a ela alguns dias antes.

Pulse 13

Com isso, PULSE foi cancelado nos EUA. Uma pena, porque Brian Michael Bendis estava montando uma atmosfera fantástica ao redor da relação de Jessica Jones com os vingadores e seus companheiros de jornal (que ela abandonou também devido aos fatos recém ocorridos em Novos Vingadores). Os desenhos de Michael Gaydos não faziam jus aos argumentos de Bendis, mas não eram plenamente desqualificados para tal função.

Jessica se mostrou uma personagem muito mais importante do que parecia desde os primordios de Alias em Marvel MAX, e foi sendo usada perfeitamente, tanto em PULSE, quanto em Novos Vingadores e Jovens Vingadores, nestes últimos meses. Especialmente quando ela serviu meio que como ídolo dos moleques e depois como sua amiga e consultora.
Jessica e os Vingadores

Sentirei bastante falta da revista PULSE nas páginas de Homem Aranha, mas agora que a Guerra Civil está chegando, mais do que nunca é necessário manter o pulso pulsando, pois o que está por vir, desafia o coração de qualquer fã!

J.R. Dib

segunda-feira, 26 de março de 2007

Vão, Vingadores!!!

O jargão é outro, mas do jeito que a coisa anda para os Maiores Heróis da Terra, vale a pena arriscar qualquer grito de guerra para dar um jeito nos recentes problemas. Passaram por sérios contratempos. Quem procurava, só encontrava um vazio onde deveria ser o lugar deles. Triste... decepcionante... mas espere um pouco... Se vocês pensam que estou falando da "Queda", se enganaram feio. Isso é passado. Eles já superaram. Agora, eles têm que enfrentar as tenebrosas dificuldades que acometeram a mais nova revista nacional do grupo desde seu lançamento.

Vingadores, vão nessa!

A história de Avante, Vingadores começou para os leitores como uma cena impactante de um filme de ação, daquelas que ninguém espera e fica em choque horas depois mesmo após filme ter acabado. Ninguém esperava esse título, ninguém ousava em seus mais oníricos momentos que os Vingadores teriam uma segunda revista no circuito nacional. Só que aconteceu. E era aquela revista que todos praticamente concordaram que não estava nos seus planos orçamentários, mas que no final tinham que comprar.

Então, aperta daqui e espreme dali , junta o dinheiro e os leitores conseguem seus seis reais e noventa centavos para ter o material nas mãos. Só que janeiro chega, passa e a revista não vem. Em fevereiro, no rabo da fila, os leitores de São Paulo e Rio conseguem a almejada revista, mas leiam de novo com um adendo para entenderem por completo o dramalhão que estou fazendo - os leitores do Rio e São Paulo.

Eu estava com a minha nas mãos. Por muita sorte, tenho que dizer, cheguei nos dias certos no Eixo do Mal para não perdê-la nas bancas. Então, fiquei só no aguardo esperando que alguns dos meus colegas excluídos que residem em outros estados dessem algum sinal de fumaça dizendo que a nova revista estava em suas mãos. Geralmente, quando lá estava, tinha sempre que esperar uma semana para ter o que todos tinham aqui em São Paulo. Então, foi-se a primeira semana, a segunda, a terceira e nada de Avante, Vingadores para o resto do Brasil. Chegamos ao final de março, e se não fosse pelo último fim de semana, acharia que a revista repentinamente tinha passado a ser setorizada. O que ia gerar muita violência, não duvide.


Vingadores, vão nessa!

A história cheia de confusões em Avante, Vingadores não parou no primeiro volume, no entanto. Algumas semanas atrás, enquanto o pessoal do Nordeste, Sul e vizinhanças se lamuriava em seus distantes vilarejos, foi anunciado que o segundo volume da nova revista havia saído... numa comic shop. Foi quando me coloquei em direção à banca mais próxima do meu bairro e, sem sucesso, não encontrei a revista. Fui na seguinte e nada. Na outra, nem pensar. As notícias sobre a revista Avante, Vingadores 2 eram escassas e revoltantes. A maioria que tinha nas mãos, conseguiu numa grande loja especializada. Nada de banca!


Vingadores, vão nessa!

Aparentemente, tudo parece que toma novos e melhores rumos desde Sábado. Soube que o pessoal do Nordeste e Sul conseguiu os exemplares do número 1, com praticamente 3 meses de atraso. E o número 2 - que provavelmente estava sendo 'guardado' em estoque devido aos erros na distribuição - chega no fim do mês anterior aos leitores paulistas e cariocas.


Vingadores, vão nessa!

Claro que essa novela está longe de acabar e é obvio que a solução não surge num estalar de dedos. Concordo que mediante eventuais fatalidades, cabe um mínimo de compreensão dos leitores com a editora que em alguns setores só merece elogios. Contudo, já não é de hoje que vemos as mancadas na distribuição. E mesmo que elas sejam inevitáveis, eu, como leitor, acho que no mínimo deveriam existir periódicos anúncios antecipados em casos de adiamentos e cancelamentos. Essa é uma atitude executada sempre pela Casa das Idéias - a original - e nunca denotou fraqueza ou prejuízo financeiro, muito pelo contrário. A princípio, poderia sugerir como meio de comunicação o site da Panini Comics, mas faz tempo que ele deixou de ter a essencial funcionalidade que lhe seria exigida. Então, que fosse em nota divulgada e distribuída aos websites do ramo - e bem distribuída!

Bom, encerro aqui meu texto com todo ar mexicano que acaba parando no SBT, assumindo a culpa de todos os exageros e piadas de má fé. É que esse é meu jeito, e não sei fazer muita diferença quando contrariado, seja numa fila de banco, seja num aeroporto, seja numa banca de revista.


Vingadores, vão nessa!

Boa semana pra vocês e boa leitura!

Coveiro.

domingo, 25 de março de 2007

Homem Aranha - Trailer final

Bom, os fãs do cabeça de teia já podem se sentar na cadeira na frente do micro e baixar o último trailer do filme "Spiderman 3", disponível na net desde a semana passada. O único problema é ter muita paciência! Os links para downloads estão com mais de 140mb de tamanho. Apesar disso, o que posso dizer é... vale cada kb que você esperou.

Parker´s corruption

Os links para download em formato quicktime estão aqui (para o formato de menor qualidade) e aqui (para o de maior). Para acesso à página oficial, basta vir aqui!

Só um aviso. Vocês podem baixar o trailer com o comando "salvar como". O arquivo tem mais de 145 Mb! Isso só quer dizer uma coisa: conexões discadas, fujam!

Uma outra opção é a versão Mediaplayer online do trailer internacional aqui!

Abraços


J.R. Dib... a-ham... e Coveiro.

Supremos é 13!!!

Raramente temos a oportunidade de criar um artigo em que a notícia é praticamente novidade para americanos e brasileiros verem, mas diante dos atrasos da décima terceira edição de "Ultimates" nos EUA, a publicação da versão nacional "Os Supremos" ficou praticamente equiparada. Fevereiro tivemos o número 11 já publicado aqui!! Abril é o mês da 12!! E como a edição 13, que já foi adiada pra abril, parece que vai ser mais uma vez postergada. Talvez tenhamos o lançamento dela simultâneo ao de Supremos em Junho.
Por Odin!!!

Supremos é 13

sábado, 24 de março de 2007

O Outro: Quarto Ato

Chega ao seu quarto e último ato a saga que deu uma nova perspectiva sobre a vida e os poderes do Homem-Aranha. A conclusão de O Outro em Homem-Aranha 63 nos trás um Peter Parker diferente. E não só em relação aos seus poderes como homem fundido a uma aranha, mas também nos aspectos que tocam sua vida pessoal com sua esposa e tia, além de sua "nova família". Porém, isso é só o começo. Em breve teremos o Homem Aranha em uma nova "roupagem".

Friendly Neighborhood Spider-Man #4

O terceiro ato, pelas mãos do Traczynski, foi quase um desastre. Um momento decisivo para a nova fase que o Aranha vive em suas três revistas foi feito de forma caricata e as pressas. Mas nesse último momento, em que cada roteirista reassume seu respectivo título, vemos uma assentada do que foi praticamente "jogado" anteriormente. Até mesmo Straczynski dá uma boa melhorada no material. Vamos, então, a cada uma das partes.

Primeira Parte: Friendly Neighborhood Spider-Man nº 3. Peter David demonstra o quase imediato "pós-ressurreição" de seu xará Peter, que não poderia ser muito diferente. Os cientistas que primeiro se dispuseram a ajudá-lo quando seu corpo de deteriorava agora tentam descobrir que novo corpo é esse em que Parker ressurgiu. E a surpresa é que esse corpo está "zerado". Como se ele tivesse crescido sem nenhum trauma, todas as cicatrizes (e até a operação para retirada da amídala) simplesmente não existem. Quase como um clone. Opa, clone? Deixemos isso para lá.

Tony Stark, Reed Richards e Hank Pym continuam curiosos (especialmente quando os sentidos do Aranha parecem mais aguçados que o normal), mas, graças a uma intervenção de May para que Peter pudesse curtir um pouco seu retorno. O que ele faz em companhia de Mary Jane. Não há, contudo, muito tempo para tranqüilidade quando o Homem-Aranha testemunha o topo da Torre Stark embalado em teias. Chegando lá, ele vê a casca de onde saiu para ressuscitar coberta de aranhas, de pé, e com um aspecto feminino. Demonstrando mais de suas habilidades recém descobertas (os ferrões usados para derrotar Morlun ressurgem), ele a vê escapar para a rua. Paralelamente, Peter David re-introduz um desmemoriado Flash Thompson, valentão que perseguia Peter na infância, mas que esquece que depois os dois se tornaram amigos. E Flash vai trabalhar na mesma escola em que Parker dá aula.

Um rival para o novo Aranha?

Segunda Parte: Marvel Knights: Spider-Man nº 22. Reginald Hudlin se despede das revistas do Aranha (a própria Marvel Knights Spider-Man também dá adeus, dando lugar a Sensational Spider-Man), trazendo mais algumas novidades da ressurreição de Peter. O Aranha persegue o ser que se forma de seus restos e descobre que sua morte era desejada pelo Outro, mas que a Grande Tecelã não quis que isso acontecesse, intervindo e fazendo com que ele tivesse uma segunda chance. Quem deveria renascer após os eventos vistos recentemente seria essa figura enigmática e também aracnídea, que ganha vida através do que sobrou do moribundo Homem-Aranha. Dizendo ser sua antagonista, mais aranha do que ser humano, ela desaparece, para reaparecer no fim da história, envolvida em um casulo como aquele que trouxe Peter de volta.

Sem se lembrar do que ocorreu entre ser derrotado por Morlun e seu renascimento, Parker volta a se consultar com o Dr. Estranho, para tentar descobrir um pouco mais do que aconteceu. Stephen Strange, demonstrando seu afeto pelo bem humorado Aranha, não sabe ao certo porque ele recebe essa segunda chance, mas constata que Peter está no centro de uma "teia" mística. É difícil definir se ele está lá como dono da teia ou como vítima de sua armadilha. A escolha do que fará daqui para frente determinará em qual posição ele se encontrará.

Predador ou vítima?


Terceira Parte: Amazing Spider-Man nº 528. Straczynski dá uma melhorada boa aqui. Tony Stark tenta se certificar de que aquele é mesmo Peter Parker, podemos perceber que a amizade dos dois (talvez até uma relação paternal) se desenvolve entre os dois heróis. Enquanto isso, ainda perturbado por perceber o quanto apenas tocava de leve todo o potencial de sua fusão com a Aranha anos atrás, o Homem-Aranha tem oportunidade de ir a fundo em suas habilidades latentes. Ao resgatar civis presos debaixo de escombros de um prédio que desabara, ele primeiro percebe que pode de fato enxergar no escuro. O que facilita demais seu trabalho. Sem conseguir chegar a uma menina asmática, Peter tece uma grande teia, colocando-se em seu centro e, como uma verdadeira aranha, sentindo as vibrações ao redor através de seus fios. O resgate da menina é garantido quando ele acha o caminho para fora do prédio em ruínas "grudando-a" em suas costas e sentindo um quase imperceptível deslocamento de ar através de sua pele. O Aranha evoluiu.

De volta à base dos Vingadores, sabemos do que Stark é capaz ao o vermos monitorar a conversa de Peter e Mary Jane até ter certeza de que aquele é de fato Peter Parker. Ao se certificar, Tony volta ao trabalho: confeccionar uma nova roupa para o Homem-Aranha. Uma capaz de protegê-lo melhor em caso de ser atacado sozinho novamente. Vêm mais novidades por aí na vida do amigão da vizinhança.

Como uma aranha e de roupa nova

O que podemos concluir dessa saga que acaba de se encerrar? Que ela, de fato, tocou em um aspecto dos poderes do Homem-Aranha que poderia ter sido abordado anteriormente. Os elementos místicos da aranha passam a fazer parte do personagem. E não é só isso. Seu lado aracnídeo parece ser plural, uma vez que sabemos que há pelo menos duas entidades envolvidas nessa sua faceta. E o mais interessante é que elas estão em desacordo, em contradição. E a vida de Peter parece ser o campo de batalha para ambas.

Além disso, como já havia falado antes. Vejo um outro sentido nessa história, que é a preocupação em demonstrar o quanto o Homem-Aranha passa a fazer parte, de fato, da vida dos Vingadores. E eles da sua. Como aos poucos vai se integrando, talvez pela primeira vez, em um grupo de seres tão extraordinários quanto ele. O que os membros, cada um a sua maneira, fez para ajudar MJ e May após a suposta morte de Peter é um sinal disso. A preocupação em ter certeza de sua saúde e de protegê-lo com um novo uniforme também são indícios dessa acolhida. O Homem-Aranha agora tem que se acostumar com uma vida completamente diferente. No seu lado familiar, com relação a seus poderes e até com seu visual e recursos. Fica, então, a questão: de que lado ele estará?


« Jøåø »


Veja a apresentação de O Outro aqui.

Veja o "review" do primeiro ato de O Outro aqui.

Veja o "review" do segundo ato de O Outro aqui.

Veja o "review" do terceiro ato de O Outro aqui.