LOGAN NO INOMINATA 616

Um podcast para se despedir de Hugh Jackman no papel de Wolverine

50 ANOS DE MARVEL

Um podcast com toda história da Marvel no Brasil! Imperdível!

A VOLTA DOS GUARDIÕES

Acompanhe as novidades do segundo filme dos Guardiões da Galáxia

PANINI EM 2017

A editora aracno-mutante Carol Pimentel conversou com o Mutação em Debate a respeito das primeiras novidades da Marvel pela Panini em 2017. Confira!

UMA GAROTA CHAMADA LAURA

Conheça mais sobre quem é a X-23 nos quadrinhos!

FIM DA GUERRA CIVIL II

Depois de muita espera, o que já tem sido corriqueiro quando se trata de um trabalho de Brian M. Bendis, finalmente a Guerra Civil II foi concluída

Cabeça de Teia nos cinemas

Homem-Aranha de volta a Marvel

DEFENSORES

Saiba as novidades da série do ano pelo Netflix

Conheça os Inumanos

Os seres mais misteriosos do universo ganham um seriado de luxo

PUNHO DE FERRO

Confira tudo sobre a mais nova série do Netflix

domingo, 30 de setembro de 2007

O que o tempo não cura...

Geoffrey Wilder voltou. Não dos mortos, mas do passado. Uma versão mais jovem e determinada é trazida até os anos atuais pelo Novo Orgulho e arma um plano mirabolante para se vingar dos filhos que trairão sua organização. Ele pretende continuar o que seu “eu” futuro não conseguiu... realizar o último sacrifício de uma alma inocente. Assim, ele mata Nico Minoru, líder dos Fugitivos.

Morre um Fugitivo

Ou assim, pensávamos. O suposto corpo da jovem bruxa repentinamente se move, reage contra Wilder e revela-se como sendo Xavin, o superskrull e amante de Karolina Dean. Tudo não passou de um plano mirabolante dos jovens para salvar a pequena Molly, cativa do vilão.

Wilder, no entanto, mostra-se mais ardil do que pensávamos. Segundo sua própria definição, seu “eu” futuro amoleceu e isso é uma coisa que ele certamente não deixará acontecer de novo. Com um aparelho sônico, ele noucateia o superskrull enquanto Nico tenta tirar a jovem Molly o mais rápido dali.

Morre um Fugitivo


Descontrolado, o superskrull incendeia toda a mansão dos Minoru e Chase corre sem pensar para salvar a destemida líder do grupo, sendo seguido imediatamente por sua namorada, Gertrudes Yorkes. Dando cobertura, Victor usa seus dons de controlar metais para deter de vez o Novo Orgulho.

Dentro da mansão, Chase, que pretendia salvar os demais, é quem se torna vítima de Geoffrey Wilder e um dos momentos mais dramáticos que já presenciei nas histórias em quadrinhos acontece.

Gert acompanhada de Alfazema chega até Wilder e travam um combate através das palavras. A moça, ainda sentida por saber que Chase beijou a amiga, comenta com Wilder que matar o seu namorado seria um desperdício pois ele é tudo menos inocente. Num jogo arquitetado às pressas, Gertrudes afirma que assim que Geoffrey perder o tempo dele matando o “babaca” do Chase, o dinossauro dela vai atacá-lo. Isso põe o vilão em dúvida.


Morre um Fugitivo


Em pouco tempo de reflexão, Wilder julga o que é mais prudente e sem hesitação lança seu punhal contra Gertrudes. A menina tomba no chão e o seu animal pré-histórico é abalado pelo contato mental.

Morre um Fugitivo


Chase grita em desespero e se livra do inimigo socando-o de surpresa. O mais velho dos fugitivos corre para a namorada caída no chão. Gert sabe que vai morrer e seu último esforço é “doar” o contato mental de Alfazema para Chase. Em desespero, o jovem não entende porque a namorada desejava aquilo, mesmo depois de dizer tantas vezes que o odiava pela traição.

Ela, já ofegante, sussura:

Às vezes, a gente tem que mentir... para proteger as pessoas que ama. Você me ensinou isso”.

Morre um Fugitivo

Chase reluta em crer que Gert irá morrer. Lembra a ela que meses atrás eles foram visitados por uma versão futura e que isso seria prova de que ela iria sobreviver. Gert ainda sussurrando fala que “o futuro é uma ameaça e não uma promessa”.

Então, a vida começa a se esvair do corpo da garota e ela termina com as seguintes palavras:

a Gert adulta nunca falou que... que eu nunca te disse...que te amava... ela... tava errada... Chase Stein... eu... sempre... te...

Morre um Fugitivo


A frase não se completa. Assim como a Gertrudes do futuro, a nossa Gert não consegue dizer a verdade em seu coração e o inconseqüente Chase Stein encosta a cabeça no corpo morto de seu primeiro amor e chora.

Morre um Fugitivo


A equipe está desestruturada agora. Só sobrou um terrível mal estar entre eles. Nico Minoru dá um destino final e bem próprio para o Geoffrey Wilder dos anos 80, que volta no tempo sem memória para que nada no passado se altere e comprometa o atual presente.

Contudo, um pequeno detalhe mudou. O anel que pertencia a Geoffrey Wilder no passado, não voltou com ele. Aquele anel decodificador agora está nas mãos de Chase Stein, também portador do Compêndio. E essa história trágica termina com o silêncio desse jovem, ao lado do dinossauro que agora lhe pertence, com um olhar perdido no Monte Lee, em Hollywood.

Morre um Fugitivo

Coveiro (de luto)

Gavin Hood fala sobre Wolverine

O diretor de Wolverine resolveu falar um pouco sobre o filme do mutante canadense enquanto dava uma entrevista promovendo seu novo filme político, "Rendition". A principal questão girou em torno de "por que Wolverine?", já que se trata de um filme ligeiramente diferente do que ele costuma fazer.

Hood Fala de Wolverine


Costumeiramente, a resposta do diretor foi longa e bem complexa...

"O que me atrai em Wolverine em relação aos outros personagens é que sinto que ele é um dos que mais sofre uma angústia existencial. Desde jovem adoro falar sobre complexidade emocional, e quando me aproximei do projeto pela primeira vez meus primeiros pensamentos foram - O quê? EU? Fazer isso? O que é isso? Eu não conheço personagens de quadrinhos! Então, fui pesquisar e me toquei quem o Wolverine era... Eu acho que o mais atraente nele é que se trata de uma pessoa que, de muitas maneiras, está em constante luta com sua natureza. É como uma pequena história de mitologia grega, e o que mais adorava nos deuses gregos era o fato deles usarem raios e tempestades expondo suas fúrias. São histórias mitológicas, mas elas foram criadas para expor verdades emocionais. O Wolverine se encaixa nisso como uma versão moderna deste contexto, um tipo de grande tradição mística do uso de caracteres de longa vida em prol de examinar a emoção humana a um nível operacional."

Depois dessa resposta, o próprio diretor soltou uns palavrões e fez pilhéria do que disse. Na entrevista, perguntaram se veriamos Wolverine no Japão. E a resposta não foi animadora:

"Não, infelizmente não. Não iremos ao Japão! Eu acho que poderemos deixar isso pra um Wolverine 2, mas não falerei mais nada sobre o assunto"

A resposta sobre uma continuação animou os fãs do baixinho canadense. Agora é esperar para ver o que um diretor tão aclamado por críticas políticas e sociais fará num filme de ação.

Coveiro

sábado, 29 de setembro de 2007

Wolverine: Bad to the Bone

Guerra Civil: Wolverine

A busca por vingança pela explosão em Stamford continua, mas acaba trazendo à luz muito mais do que Wolverine imaginava. Ao confrontar o assassino de mais de 600 pessoas, Logan revela que os limites de seus poderes de regeneração vão bem além do que imaginávamos (e do que a maioria dos leitores poderia aceitar), enquanto descobrimos que não é só o mutante e a SHIELD que se interessam pelo paradeiro de Robert Hunter, o Nitro. A história, um thriller de ação que tem seus escorregões no roteiro e rabiscos na arte, continua.

Na edição 33 de sua revista, descobrindo a localização de Nitro literalmente na base da porrada, Wolverine, já no estado da Califórnia, acaba sendo interceptado pelo Homem de Ferro. A discussão travada na edição anterior se repete. Logan não aceita o fato de Stark demonstrar pouco interesse na localização do assassino, e muito menos de obedecer sua "sugestão" de não procurá-lo. Quando Stark revela que, na verdade, queria afastar Logan das investigações porque quer que Nitro seja preso, e não assassinado, ele lembra ao mutante que isso é que diferencia heróis de vilões. Wolverine diz que ele não é um herói, e é por isso que Tony o queria nos Novos Vingadores. Deixando escapar a localização de Nitro no meio da discussão, Logan acaba aceitando interceptá-lo junto de uma equipe da SHIELD.

Guerra Civil: Wolverine

Ao mesmo tempo, na Flórida, aquele estranho casal da primeira edição vai ao encontro de um surfista um tanto violento. Mais tarde, os três chegam ao mesmo lugar em que Wolverine conseguiu as informações sobre Nitro.Mas, diferente dele, não poupam a vida do informante após conseguir o que buscavam. Não sem antes revelar que não são humanos. Mas são o quê?

Finalmente, Wolverine e a equipe da SHIELD chegam à localização de Nitro. O "amadorismo" dos agentes em lidar com seres como ele irrita Logan. Ele praticamente prevê a reação do alvo, que usa seu poder explosivo de forma letal. Todos, inclusive Wolverine, são reduzidos a ossos. Depois, ingerindo uns comprimidos no mínimo suspeitos, ele faz uma ligação. Ao que parece, do outro lado da linha está alguém relacionado ao desastre de Stamford. Talvez a reação de Nitro contra os Novos Guerreiros não tenha sido casual. Ao saber do "assassinato" de Wolverine, o que chamaria muita atenção, o interlocutor de Nitro, que se encontra em Washington, irrita-se e o deixa à sua própria sorte.

Guerra Civil: Wolverine

Irritado com seu revés, Nitro se prepara para partir quando aparece... Wolverine!! Sem suas roupas, quase todo regenerado e atacando-o de surpresa. Mas, mas... ele não tinha virado uma pilha de ossos de adamantium??? Mesmo estarrecidos com essa tosca revelação (seria Wolverine imortal?), continuamos com o arco. A explicação para isso só virá bem mais para a frente. Mas não poderia deixar passar em branco o quanto isso deixa descontentes aqueles que gostam do personagem.

Guerra Civil: Wolverine

Na edição 34 de Wolverine, Logan surra Nitro sob observação do nosso misterioso trio. Eles entram em contato com um superior, que fica sabendo da intervenção de Wolverine e diz para cuidarem do caso até ele chegar. Wolverine consegue esmigalhar Hunter pois percebeu que, ao usar seu poder, suas roupas ou pertences não são afetados. Ele tem algum campo de proteção, e, por isso, a jogada é atacar de perto.

No meio da surra, Nitro começa a falar. Diz que não foi o único responsável por Stamford. Que fez aquele estrago todo com ajuda de MGH (Hormônio de Crescimento Mutante, que amplia poderes dos que já os têm) dado a ele por alguém muito interessado no incidente. Mais a frente vemos o rosto de quem anteriormente falou com Nitro ao telefone, demonstrando que, quem quer que seja esse "patrocinador", ele não agiu sozinho. Antes, faz parte de algum tipo de empresa. O mistério vai desaparecendo.

Guerra Civil: Wolverine

Antes de saber mais, Wolverine e Nitro são brutalmente interrompidos pelo surfista (chamado Janus), que demonstra ter superforça, dando trabalho a Wolverine. Enquando o casal também entra na confusão, Logan percebe que eles não são comparsas, mas sim que estão atrás de Hunter. Enfraquecido pela explosão, Wolverine decide conversar com eles, que dizem para ele ficar fora disso. Em meio a tentativas patéticas de Hunter em se libertar, o mutante acaba descobrindo o que eles querem com Nitro.

Guerra Civil: Wolverine

Não é vingança pelos mortos em Stamford, mas sim justiça por um deles. Mais especificamente Namorita, membro dos Novos Guerreiros morta pela explosão causada por Nitro. Os três são agentes disfarçados se Atlântida, cuja missão de captura do responsável pelo assassinato de um membro da Família Real foi dada por seu rei, Namor, que surge à frente de Logan. Mas, agora, quem conseguirá se vingar de Nitro? Só um confronto entre Wolverine e o Príncipe Submarino responderá.

Guerra Civil: Wolverine

Apesar de minhas críticas com relação ao roteiro de Marc Guggenheim – especialmente o "Wolverine imortal" – e os confusos e rabiscados desenhos de Humberto Ramos, esse arco é interessante por mostrar um lado afetado pela explosão em Stamford que não passa por nossas cabeças em um primeiro momento, além de desvendar interesses escusos no incidente que é o estopim da Guerra Civil. Ainda faltam 3 partes para a conclusão do arco, nas quais o interesse de Namor em Nitro e os homens por trás de suas ações serão, finalmente, revelados.


« Jøåø »


Obs.: O título para o artigo foi inspirado na canção Bad to The Bone.

O Fatídico Destino de Jono Starsmore

Camara

A primeira vez que Jonothon Evan Starsmore surgiu no universo mutante, alguns leitores provavelmente se chocaram. Scott Lobdell tentava criar um equipe de jovens mutantes mais obscura para formar a Geração X, e veio com a idéia de um jovem que teve parte do seu corpo destruída quando seus poderes se ativaram pela primeira vez. Assim, o inglês Jono Starsmore deixou sua vida para trás rumo aos Estados Unidos para se tornar Câmara. Desde então, tem tido uma modesta participação nas histórias, chegando por vezes a atuar lado a lado com X-men veteranos. E assim era até o dia M.

Antes do trágico dia, Jono estava servindo ao programa Arma X. Entrou lá como agente infiltrado a pedido dos X-men e acabou sofrendo lavagem cerebral e ficando na equipe a contra-gosto. Em troca, eles reconstituíram aquela parte de seu corpo antes destruída.

Mas, como tudo na vida dos X-men, nada é estável. Em um dia fatídico, o mundo mudou como mágica e o jovem Starsmore perdeu seus poderes bruscamente. Neste instante, seu tórax estourou levando consigo parte da mandíbula, assim como era antes. Só que agora Jono não mais tinha a energia psiônica. Não passava de uma casca aberta, vivendo atualmente na dependência de aparelhos.

Camara no Dia M

Câmara, vítima da Dizimação.

Ficou assim esquecido por longo tempo em um hospital, até que dois grupos com motivações distintas foram até ele. Um é o Excalibur, na pessoa de Peter Wisdom, que surge de surpresa com uma proposta de tirar Jono daquela condição deplorável. O outro é Frederick Slade, que surge sob o pseudônimo de Dr. Hartley, representando o Clã Akkaba. E, nessa disputa entre dois lados, é o Clã Akkaba quem dá um passo à frente.

A pergunta que fica no ar neste instante é: o que de fato é esse Clã Akkaba e que relação eles têm com Jonothon Starsmore?

Excalibur vs Clã Akkaba

Pete Wisdom e "Dr. Hartley" disputando o Jovem ex-geração x

As respostas estão a uma mini-série publicada nos EUA, que provavelmente nunca irá chegar às bancas brasileiras, chamada Apocalypse vs Drácula. Lá sabemos pela primeira vez sobre a existência desse Clã, cujo nome remete a um povoado que deu origem ao provável primeiro mutante da Terra – Apocalipse.

Apocalipse e o Clã Akkaba

Apocalipse e o começo do Clã Akkaba

Quando apocalipse ascendeu no Egito, o Clã formado por seus descendentes prosperarou, vivendo sob as leis preditas pelo seu mentor de que “só os mais fortes sobrevivem”. Foi assim até o dia em que Alexandre, o Grande, iniciou suas conquistas e desmantelou o grupo, que se reduziu a poucos refugiados na Roma antiga.

Em muitos momentos da história é dito que os membros do Clã Akkaba estavam lá. O maior destaque das ações do grupo aconteceram na era Vitoriana, quando investiram contra o Conde Drácula e praticamente foram extintos. De todos, só sobreviveram Frederick Slade e Jack Starsmore, bisavô de Jono.

Clan Akkaba Vitoriano

Clã Akkaba da época vitoriana e Jack Starsmore em destaque

Agora, mais de um século depois, no momento em que o descendente de Jack Starsmore mais precisa, o Clã ressurge, com novos membros e se reerguendo. Mesmo sem poderes, Jono é restaurado, inclusive em corpo, mas sem os velhos poderes e com uma nova aparência.

Qualquer um pode notar agora as semelhanças de Jono com Apocalispe. Sua pele acizentada, olhos opacos, boca azulada com lábios distintos e uma cicatriz vermelha do clã em seu peito. A mesma cicatriz que seu bisavô tatuou nele quando jovem e que Jono até agradeceu por ter sumido de seu corpo quando seu tórax explodiu.

Novo Camara e novo Clan Akkaba

Novo Clã Akkaba e Novo Câmara

Agora, os descendentes do Clã Akkaba o trouxeram de volta, e o próprio Apocalipse estava lá para observar tudo. Ou assim pensava Jono. Na verdade, Ozymandias, o eterno escrivão do mutante egípcio, ocupava seu lugar e deixou Jono partir livre, mesmo sabendo que no futuro o jovem será importante peça em seu jogo.

A escolha de Jono

Farsas e Escolhas rodeiam o jovem Starsmore

Câmara só deseja ficar sozinho agora. Não quer seus poderes de volta. Não deseja novamente a vida heróica. Renega as ofertas do Excalibur e parte para longe, deixando em aberto mais um mistério na Casa das Idéias. Esses novos rumos são trazidos à revista mutante britânica por Frank Tieri, autor da mini-série Apocalipse vs Drácula, que substituiu Chris Claremont durante o tempo em que ele se recuperava de um ataque cardíaco.


Coveiro

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

Rascunhos do Quarteto de Millar e Hitch

* Informações inéditas no Brasil e EUA!!

Quarteto por Millar e Hitch


Como anunciamos anteriormente, a aclamada dupla que criou a obra de arte conhecida como Supremos irá tomar conta da primeira família de super-heróis a surgir nos quadrinhos da Marvel. Os primeiros esboços de arte e roteiro foram divulgados durante uma matéria na revista Wizard.


O começo da matéria questiona justamente essa decisão da equipe. Porque escolher o Quarteto Fantástico? Millar confessou ser um fã inexorável do Quarteto clássico de Lee e Kirby. As primeiras edições da dupla são obras primas para ele. Já Hitch confia completamente na capacidade do amigo e diz que desenhar ficção científica e alguns peculiares momentos de caracterização são sempre divertidos para ele.

Quarteto por Millar e Hitch

A dupla assume o título em Janeiro com Fantastic Four #554, quando provavelmente se encerra a temporada de Tempestade e Pantera Negra na equipe. Uma amostra dos rascunhos e das idéias do que os dois pretendem vem a seguir.

Amigos e Inimigos
Logo na primeira edição, Millar diz que trará uma antiga namorada do Reed em busca de ajuda. Isso fará com que o Sr. Fantástico precise sair do grupo para poder ajudá-la. Já Hitch diz ter uma certa predileção por Debbie, a professorinha que é a nova namorada do Ben e que substitui perfeitamente o lugar de Alicia. Para ele, Debbie dá uma voz humana as histórias tão bizarras.

Quarteto por Millar e Hitch


Por sua vez, Johnny está de caso com uma supervilã. Ele começa tentando impedi-la, mas acha-a tão gostosa que acaba a beijando ao invés de prendê-la. Outro vilão que promete causar problemas nas primeiras quatro edições é alguém que se chama “Cap”.

Quarteto por Millar e Hitch


Doutor Destino
Para Millar, se o Quarteto Fantástico é uma família, o Dr. Destino é o tio chato que chega bêbado no Natal pra acabar com a festa. Ele estará de volta nos roteiros de Millar e o inglês promete levá-lo a um nível nunca antes realizado. Já para Hitch, Doom é o primeiro membro a se juntar a família. Ele é o “irmão malvado do Reed” e confessa que não vê jeito de melhorar o vilão no seu conceito artístico. Para ele, Doom sempre foi sua armadura clássica.

Quarteto por Millar e Hitch

Reed Richards:
Millar comparar Reed com George Clooney. Ele certamente é o cara mais inteligente do planeta, mas não só isso. É boa pinta e um ousado aventureiro. O roteirista imagina que muitas garotas devem ter ficado desencantadas quando foi anunciado o casamento dele com Sue. Hitch não economiza nas comparações e referencia o personagem a Harrison Ford (Indiana Jones) e Pierce Brosnan (James Bond).

Quarteto por Millar e Hitch


Mulher Invisível:
Para Millar, Sue não é só beleza. Para agradar o homem mais inteligente do planeta, é necessário que ela o entenda perfeitamente. Sue tem um histórico de cientista também e é muito carismática. Certamente, é o casal mais interessante das histórias em quadrinhos. Já Hitch está preocupado em mostrar toda a beleza dela. Pensa em melhorar o uniforme para realçar o que ela tem de bom e valorizar os momentos descontraídos dela no edifício Baxter.

Quarteto por Millar e Hitch


Tocha Humana
Millar acha Johnny Storm o personagem mais divertido de se escrever. É como a versão masculina da Paris Hilton. Ele até tem bom coração, mas é incrivelmente superficial. Já Hitch preocupou-se de fazer um uniforme esportista para combinar com a personalidade dele. Para as chamas, o colorista Paul Mounts fará muitos efeito diferentes e a idéia é também usá-las como fonte de luz.

Quarteto por Millar e Hitch


Coisa
Nos anos 60, quando não existia Wolverine, o Coisa era o mais marrento da Marvel. Para Millar, Ben é justamente o cara com quem você não quer mexer, mas tem um ótimo coração e é quem sempre mantém a família unida. Hitch compara o Coisa como uma vítima que sofreu fortes queimaduras – seu rosto tem dificuldade de revelar expressões, mas seus olhos dizem tudo. A maior atenção para o desenhista serão para eles.

Quarteto por Millar e Hitch



Bom, não duvido do trabalho de Millar e Hitch para o Quarteto e já estava mais que na hora da Marvel dar a devida atenção para eles principalmente depois que conseguiram estabilizar os Vingadores no topo.

Coveiro

quinta-feira, 27 de setembro de 2007

O Capuz: Procurado vivo ou (de preferência) morto


O Capuz

Parker Robbins é um bandido meia-boca que, em uma armação frustrada de seu primo, matou um ser monstruoso e, roubou suas roupas, descobrindo que com elas obtém poderes extraordinários. Uma ótima oportunidade de se dar bem, saindo da pindaíba de cuidar da esposa grávida e da mãe louca com seus roubos facilitados. A história d'O Capuz chega à sua metade, e novamente falamos dela no blog Marvel 616.

quarta-feira, 26 de setembro de 2007

Exilados na Dinastia M: Revelações

* Artigo escrito por nossa colaboradora Cammy Rysek

Surpreendentes X-Men

Na "Dinastia M", mutantes passeiam livremente. O mundo parece livre de grandes problemas e os exércitos de Magnus garantem a prosperidade e a tranqüilidade. Sentinelas servem o propósito mutante. Não há um confronto dos “sapiens” pelo poder. Tudo parece uma grande utopia e o que consertar num mundo que não parece precisar de conserto?

Não conserte nada, você diria. Mas Bico não quer nem saber de utopia, se esse mundo não tem seus filhos e sua esposa como eram. Ele quer que seus amigos o ajudem a mudar as coisas e coloca os Exilados em dúvida do que devem fazer.

Exilados

Como vimos antes, o assassino chamado Mutante X tomou o corpo de Angel e foi atrás de Barnell para saber por que seus amigos tinham algo de "especial". A suposta Angel voa com Bico para seu apartamento para interrogá-lo e lá revela ser o assassino que possuiu o corpo de sua esposa e quer que ele conte o que sabe sobre os Exilados.

Exilados

Enquanto isso, os Exilados, depois de verem seu amigo ser levado, recebem um aviso de uma "sapien" que diz poder ajudá-los. Ela então se revela como sendo Moira McTaggert, uma geneticista residente da Ilha Muir já conhecida por nós, ou melhor, sua "versão" (que permanece viva) no mundo criado por Wanda.

Ela revela que Mutante X é seu filho, Kevin, também conhecido por nós como Proteus, e tem o poder de possuir corpos (o que faz por sua constante “sede” por energia, consumindo o hospedeiro como consumiu seu próprio corpo) matando a vítima no processo. Além disso, ele pode alterar temporariamente as leis da física, e assim manipular a realidade em prazer de seus desejos doentios. Moira conta que manteve seu filho em uma câmara de contenção por algum tempo enquanto tentava descobrir uma forma de reverter sua mutação (o que lhe valeu um premio Nobel) e que a única fraqueza de Proteus seria o contato com metal. Ou seja, nem tudo mudou na realidade de Wanda.

A diferença acontece quando, nesta realidade, estudar formas de reverter processos de mutação tornou McTaggert uma criminosa e procurada e, assim, Kevin acabou escapando.

Exilados

É neste momento da conversa que surgem no local as sentinelas de Magnus enviadas para capturar a geneticista. As máquinas não aparentam se importar com nenhuma vida "sapien" e simplesmente eliminam qualquer um apenas por atrapalhar sua visão do alvo. Os exilados protegem Moira e percebem, então, que aquele mundo não era tão utópico como imaginaram.

Eles escapam das sentinelas e levam a cientista em busca de Barnell, não há mais tempo, qualquer detalhe deve ser tratado no caminho. Ao chegarem ao prédio de Angel, é possível notar a presença de Kevin devido as suas alterações na realidade fazendo com que o edifício se transforme em um grande “monstro” que ataca a todos e se distorce em bocas, braços, olhos, etc. Por fim, se deparam com o assassino em um corpo quase consumido da esposa de Bico e com seu amigo preso ao seu lado. Agora os Exilados tem de enfrentar um dos mutantes mais letais que existiu e ainda descobrir como sair daquela realidade...

Exilados


Cammy

terça-feira, 25 de setembro de 2007

Surpreendentes X-Men: Demônios interiores

Artigo escrito por nosso editor Eddie, que não pôde postá-lo pessoalmente por motivos de força maior.

Na última edição, Emma Frost desconstruiu Scott Summers completamente, só que a equipe não é feita apenas dele. Agora é a hora de todos os Surpreendentes X-Men sentirem o peso da traição da Rainha Branca.

Surpreendentes X-Men



Uma lágrima corre pela face de Emma Frost. Se era uma lágrima sincera, não impediu-a de prosseguir com o plano. Ela entra na cozinha, clamando pela ajuda de Logan, Peter e Kitty. Emma diz que Scott se foi, e que Logan deve encontrar Henry McCoy urgente.

Emma Frost

Falando no Dr.McCoy, este tem seus próprios problemas. Cassandra Nova está diante dele. Ela sugere desligar as funções cerebrais dele, tornando-o apenas uma fera. Hank tenta assustá-la com isso, mas como sempre, Cassandra Nova está um passo à frente, e diz que ele a reconhece como ameaça, mas a fera nem mesmo sabe que ela está ali. Wolverine chega ameaçadoramente por trás da vilã, e é percebido por ela.

Fera vs Cassandra

No quarto de Scott, Peter o leva até a enfermaria e Emma ordena Kitty verificar os alunos. Kitty, embora lance um olhar desconfiado para a cama do casal, obedece a ordem. Nesse momento, ocorre um ataque duplo. Sebastian Shaw encurrala Colossus e , na sala, Míssil Adolescente Megassônico ataca Kitty, fazendo-a desmaterializar e afundar no chão, se perdendo.

Já Wolverine afirma que Cassandra acha que pode vencê-lo, mas ela se esqueceu que ele é o melhor no que faz, e o que ele faz é...bonitinho. Pois é, a vilão reverteu a mente de Logan para uma criança e a de Hank McCoy para apenas uma fera, assim, o outrora brilhante cientista começa a perseguir Logan pela casa.

O melhor?

As coisas vão de mal a pior. Kitty está intangível em meio ao magma. Colossus se rendeu as provocações de Shaw e, esquecendo do poder deste, o está enchendo de socos. Já Scott continua em estado vegetativo. A perseguição de Hank à Logan os leva ao banheiro feminino, onde Hisako e Olhos Vendados se encontram. Hisako, mesmo afirmando que agora era para valer e não queria ser uma X-Man, usa seus poderes e afasta o Fera, salvando Olhos Vendados. Esta afirma que mais uma vida seria perdida.

No espaço, dois fatos importantes. A agente Brand revela a existência de um agente infiltrado entre os X-Men, mas sua identidade ainda permanece misteriosa para nós, assim como o verdadeiro nome do destruidor do Grimamundo. Na cela de Ord, um fato de relevância, Perigo aparece e insinua uma aliança entre eles, apontando suas similaridades. A revelação da identidade do destruidor de seus mundo natal desperta o interesse do vilão. Isso promete.

No Instituto, os X-Men estão completamente derrotados. Colossus, nocauteado. Scott, em estado catatônico. Fera e Logan, nas palavras de Cassandra, são uma fera que julgava ser homem e um garotinho assustado que se considerava uma fera, ambos agora em uma perseguição desenfreada pelos jardins.

Mas ainda existe uma esperança, e ela repousa nas mãos de Kitty Pryde. Entendendo que Emma a trouxe para a equipe justamente para uma situação como essa, Kitty chega a superfície, determinada a ser a única salvação da equipe contra o Clube do Inferno.

Última esperança...

Os fãs mais atentos (para não dizer antigos) com certeza notaram a semelhança da cena final de Kitty com a logo abaixo, protagonizada por Wolverine décadas atrás, na Saga da Fênix Negra.

Imagem clássica

As duas situações são muito semelhantes. X-Men derrotados pelo Clube do Inferno, graças a uma traição de um membro da equipe, esta sendo mulher de Scott Summers. Whedon realmente está produzindo um clássico moderno.

Eddie

Justiceiro 2 - Novos Atores Confirmados

Mais dois atores confirmaram sua participação no próximo filme do Justiceiro e digamos que um deles é um nome de peso.

capa


Quem estourou a notícia, novamente, foi o Super Hero Hype. Dominic West de 300, fará o Retalho e Wayne Knight de Seinfeld e Jurassic Park será Microchip, o eterno parceiro de Frank Castle.

Knight

As filmagens ainda estão marcadas para começar em Outubro em Montreal e o elenco começa a se fechar aos poucos. Os dois ainda não foram anunciados oficialmente, mas como foi um dos sites de maior confiança que lançou a notícia, não há porque esperar anúncios oficiais.

West

Se West for mesmo contratado e interpretar Retalho com um pouco do cinismo que interpretou Theron em 300, com certeza teremos um vilão à altura de Ray Stevenson.
(Nota Mental: Encontrar logo os outros editores desaparecidos ou contratar outros sob pena de ter de trabalhar em dobro pelo resto da vida)

J.R. Dib

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

A Queda dos Mutantes

Os anos dourados da equipe de mutantes mais famosa do mundo continua neste singelo resumo ao melhor estilo Diogo Sábia. Nesta segunda parte englobaremos as edições 35 a 39 da revista X-Men lançada pela Abril Jovem, bem como o Superalmanaque Marvel nº5 com a Queda dos Mutantes e Épicos Marvel 1 e 2.

Queda


O Massacre de Mutantes havia terminado, mas os gritos e gemidos de dor durariam a noite toda. No Instituto Xavier, Vampira, Psylocke, Longshot, Cristal, Wolverine e Tempestade embarcam o Pássaro Negro com os sobreviventes do Massacre, bem como Callisto, Noturno, Lince Negra e Colossus, feridos também.

Tempestade e Wolverine ficam nos EUA a fim de investigar o que houve com Sara Grey, irmã de Jean. Wolverine surta ao sentir o cheiro de Jean derrubando Tempestade e se embrenha na floresta. Ororo acorda em um acampamento de caça e conhecemos pela primeira vez Supersabre, Muralha e Comando Vermelho, três heróis que lutaram na segunda guerra mundial e deveriam estar aposentados. Hoje eles capturam bandidos e os fazem correr pelas suas vidas na floresta.

Com a ajuda de Wolverine os três são derrotados após Tempestade, ainda sem poderes, derrotar o Comando numa luta corpo a corpo. Cansada desta situação sem poderes, ela decide ir atrás de Forge.

Enquanto isso, Ciclope vai até o Alasca atrás de Madeleine Pryor, sua esposa, que ele havia deixado para se unir ao X-Factor. Ela sumiu e seus registros também sumiram, alguém queria que ela fosse dada como desaparecida. Nesse tempo ele luta contra o Molde Mestre e o derrota após fazer o robô detonar um depósito de combustíveis em que eles estavam. Em Nova Iorque, a notícia sobre a saúde do Anjo é das piores. Suas asas gangrenaram e devem ser amputadas. A operação ocorre e o Anjo fica sem suas asas.

Capa 36

Na Ilha Muir, Vampira, Cristal, Longshot e Psylocke treinam coordenados por Banshee enquanto os mutantes feridos são tratados. Cristal se desentende com Callisto e vai até a cidade de Ullapool, o porto mais próximo da Ilha Muir para farrear um pouco e se distrair. Só que o Fanático aparece e Cristal o persegue, lutando com ele, sendo dada como morta pelo vilão que a enterra viva. Os outros X-men se unem a ela e derrotam ele após praticamente destruirem meia cidade na luta.

Um pouco fora de ordem, vemos Destrutor se encontrando com Magneto, Psylocke, Tempestade, Cristal e Longshot após diversos sonhos que ele tem dos X-Men tentando matar ele. Sua então namorada Lorna Dane, a Polaris, é atacada e depois de muita luta, dominada pelos Carrascos, seu corpo e poderes servindo a mutante Maligna.

Tempestade parte no encalço de Forge para que ele faça uma arma que lhe devolva os poderes. Chegando ao Eagle Plaza em Dallas, ela se ve lutando contra as defesas automáticas do prédio. Nazé, mentor de Forge diz que ele já não está lá, e que ambos devem ir em busca dele juntos, pois Forge, o Criador é fadado a lutar contra o Adversário, um ser demoníaco que não deve ter seu nome pronunciado sob pena da pessoa perder seu corpo para este adversário. Por dever de honra, Tempestade e Nazé se unem e vão até a montanha sagrada de Forge.

Tentando encaixar, houve um crossover X-Men/Quarteto Fantástico, com a luta pela vida da Lince Negra. É aquela mesmice de sempre, qualquer coisa é desculpa pra briga. O Dr. Destino acaba se juntando a todos e unindo esforços com Reed, eles acabam salvando Lince Negra da total desmaterialização.

Simpatico

Igualmente fora de continuidade um tanto quanto levemente, temos o Crossover Vingadores/X-Men em que no final das contas há brigas entre ambas as equipes e entre eles e o Protetorado do Povo, os Vingadores Russos, tudo isso para levar Magneto ao seu segundo julgamento por crimes contra a Humanidade (o primeiro em X-Men 24 foi suspenso devido ao ataque dos irmãos Fenris). No final, Magneto escapa da pena de prisão ao usar seus poderes para influenciar o juiz chefe.

Voltando ao principal, Madeleine Pryor surge em São Francisco. Os X-Men descobrem, e liderados por Wolverine, vão até ela. Chegando no hospital, eles se deparam com os Carrascos. É hora da revanche e a luta toma a cidade. Vampira, Madeleine e Cristal ficam presas em vigas de metal e são jogadas na baia de São Francisco. A vilã que fez isso? Maligna no corpo de Polaris. Tempestade nesse meio tempo está escalando a montanha mística de Forge, lutando contra demônios ao lado de Nazé.

Wolvie

Destructor derruba Polaris sem saber. Wolverine e Dentes de Sabre lutam sobre a ponte Golden Gate. Nos finalmentes, Destructor tenta fazer Polaris voltar a dominar seu corpo, mas Maligna é mais forte. Ela foge, mas Madeleine está salva.

Em Nova Iorque, o X-Factor sofre uma baixa. O recém operado Anjo, decola com um avião que explode logo em seguida. O Homem de Gelo é levado a Asgard por Loki e seus poderes são amplificados. Nas últimas histórias, Apocalipse aparece pela primeira vez, recrutando seus primeiros quatro cavaleiros. O último é recrutado nesta edição e quando ele apareceu pela primeira vez, a surpresa do leitor foi enorme.

Sob a cidade abaixo deles, Pestilescência, Guerra e Fome lutam contra o X-Factor. O Fera é acertado por Pestilescência e cai quase morto. O Homem de Gelo com seus poderes amplificados e fora de controle congela a si mesmo e os 3 cavaleiros que fogem. Na base do X-Factor as notícias não são melhores. Os jovens mutantes que eles salvaram, agora entitulados Exterminadores, são atacados e muitos deles sequestrados pela Direita, um grupo de extremistas humanos com armaduras.

Liderados por Cameron Hodge, ex Relações Públicas do grupo, o grupo foge com as crianças e o X-Factor vai a seu encalço. Na luta final, Hodge é derrubado pelo trabalho de equipe de Ciclope e Homem de Gelo onde o último rachou a armadura de Hodge, dando a Ciclope um tiro livre contra ele. No final, os cinco X-Factors, Ciclope, Homem de Gelo, Jean Grey, Fera e Caliban são teleportados a nave de Apocalipse.

Em São Francisco os X-Men se unem e voam até Dallas, onde, segundo as previsões de Sina, todos irão morrer. Na montanha de Forge, Tempestade luta contra mais demônios e chega ao criador. Atacando-o impiedosamente, ela o derruba, não sem antes ouvir que ele tentava fechar o portal dos demônios e não o contrário. Nazé então mostra sua verdadeira face, detonando a montanha de Forge, o que nos leva a QUEDA DE MUTANTES.

Cavaleiros

Em Nova Iorque, o X-Factor se embate com Apcalipse e seus Cavaleiros, incluido entre eles Morte. Um Cavaleiro alado que lembra um certo mutante voador. Isso mesmo, a estréia das asas de metal. A luta pende para ambos os lados a todo o momento. O Fera, depois de ferido por Pestilescência fica mais forte e burro, e acaba detonando os estabilizadores da nave gigante de Apcalipse que graças ao Homem de Gelo, cai perto do mar, sem muitas vítimas. Os Cavaleiros são derrotados com ajuda de Morte que troca de lados e ataca Apocalipse.

Em Dallas, os X-Men lutam contra a Força Federal que quer os impedir de subir no prédio de Forge. Colossus surge no meio da luta após ser curado na Ilha Muir e levado até eles por sua irmã Illiana. Enquanto a luta se desenrola, um rasgo surge no céu sobre o prédio. O portal do trapaceiro está se abrindo e diversas realidades e tempos se encontram sobre Dallas. Dinossauros, índios, bárbaros, futuro e passado, tudo ao mesmo tempo. E o ponto focal é o prédio de Forge.

XMen

Em outro lugar, Forge se recupera do ferimento que Ororo lhe fez. Vivendo ambos juntos, Forge refaz a arma que retirou os poderes de Tempestade, só que para devolver os poderes a ela. Tentando lutar contra o trapaceiro na cidadela da guardiã do Omniverso, Roma, Tempestade e Forge são derrotados e presos. No prédio de Forge, os X-Men juntos de Madeleine Pryor e Neal Conan, um repórter que fica preso no prédio com os X-Men e filma tudo transmitindo para o mundo ver. Em um instante eles passam do Arranha Céu para uma selva do Vietnã, onde um jovem Forge é visto abrindo o portal pela primeira vez para vingar seus companheiros caidos.

A cidadela de Roma paira sobre todos, mas cercada por um turbilhão de ar, não há como chegar. Cristal dá a idéia de usar Longshot como uma espécie de vela no ar, afinal, seus ossos ocos são leves e o turbilhão o levaria para dentro. Colossus serviria como âncora. O plano dá certo e um a um os X-Men caem na cidadela lutando contra o Adversário/Trapaceiro. Colossus é o último a chegar, e em sua forma de aço orgânico, destrói o corpo de Nazé que estava dominado. Vampira, usando os poderes que roubou, abre um portal para jogar o adversário para dentro. Mas para fechar o portal, um sacrifício deve ser feito e para isso, todos os X-Men devem morrer.

O portal é fechado visto sob a lente de Neal Conan. Forge o leva então de volta a cidade. Na cidadela, Roma traz as essências dos X-Men de volta a vida e lhes dá uma segunda chance, uma chance de arrumar tudo o que havia de errado pois estariam com mais liberdade do que nunca.

Essa fase segue a partir da edição 40 para a fase Austrália dos X-Men em que, entre outras coisas, introduziu Genosha ao mundo, bem como desencadeou os eventos que levaram ao Inferno!

Enjoy

J.R. Dib