Guardiões da Galáxia vol.2

Entre na dança e veja o que achamos do filme!

MANTIS

Conheça a versão dos quadrinhos dessa misteriosa personagem que chega aos cinemas

Classicos de Logan

Mutação em Debate revisita as histórias do baixinho canadense

THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

Inumanos vs X-Men

Mutação em Debate discute o fim da minissérie

LEGIÃO

FOX surpreende em sua primeira série Mutante. Veja o que achamos de Legião.

Homem-Aranha de volta a Marvel

O podcast junta 616s com Aracnofãs para discutir o novo filme

DEFENSORES

Saiba as novidades da série do ano pelo Netflix

Conheça os Inumanos

Os seres mais misteriosos do universo ganham um seriado de luxo

AGENTES DA SHIELD

O que achamos da quarta temporada da série?

terça-feira, 30 de junho de 2009

Stan Lee em Homem de Ferro 2?

O célebre fundador da Marvel, Stan Lee, é um verdadeiro arroz de festa. Nos inúmeros diferentes filmes que a Casa das Idéias já lançou nas telonas, o nosso bom velhinho já foi carteiro, mero transeunte, segurança de empresa, vendedor de cachorro quente, um ricaço dono da playboy... e até o próprio personagem em cena. Assim, o que falta ele aprontar nas próximas vezes? Bem, dizem que ele já fez sua participação em Homem de Ferro 2. Confira os boatos!

Stan

Bem, a notícia é bem oficiosa. Segundo sites como Collider, Nuke de Fridges e IGN, Lee gravou sua participação recentemente no filme dirigido por John Fraveau. Nessa suposta aparição , ele estaria apresentando um "Talking Show" a la Larry King lado a lado com Tony Stark (vivido por Robert Downey Jr.), que estará falando sobre uma nova armadura 'preta' por ele desenvolvida.


Stan

Bem, caso seja verdade, essa última nota sinceramente mostra que teremos uma boa variedade de armaduras no filme. E isso é bem animador! Por sinal, um dos sites fala que Lee também terá uma participação 'escondida' no jogo Ultimate Alliance 2: Fusion, como um Senador.

Coveiro

Miss Marvel em Estado de Guerra

Voe de volta pro continente... agora! Fui infectado com... com o que suponho ser um vírus alienígena. Toda a minha tecnologia está comprometida. A SHIELD, a torre dos Vingadores, tenho que começar do Zero...” dizia um Tony Stark quase sem forças a líder de seus Vingadores “Carol, o mundo inteiro está em perigo. Volte pro continente e descubra o que aconteceu. Reúna a iniciativa. Reúna todos os que restaram...


Photobucket

Com essas palavras em Invasão Secreta 2, Carol zarpou para longe da Terra Selvagem rumo a America, deixando um vulnerável Homem de Ferro para trás. Agora, sua missão seria bem longe dos demais colegas de equipe. Ela teria que encarar da maneira que conseguisse a iminente Invasão Skrull sob os céus de Nova York e para acompanhar tal proeza de nossa heroína, os leitores terão que acompanhar suas histórias solos em Novos Vingadores 65, de Junho.

Assim que sobrevoa a maior cidade dos EUA, Miss Marvel é rechaçada por um verdadeiro exército de Superskrulls, variantes tão poderosas quanto aquela que enfrentou recentemente em sua revista. Usando máximo de extensão de seus poderes, Carol tenta por abaixo as mais diferentes versões de guerreiros verdes que tomaram a cidade. E a resposta de seus inimigos, é tão violenta quanto a dela.

Photobucket

As animosidades entre os dois lados começa a ficar cada vez pior, ao ponto que Carol agarra uma versão Skrull-Hulk a La Cicatriz Verde e o arremessa no espaço. Sua aversão por aquela raça é tanta que ela nem se constrange em sorrir ao ver a criatura morrer sufocada sem o ar no espaço.

Photobucket

Em seguida, a loiraça retorna a Terra ainda mais sedenta por combate. Pela primeira vez, ela sente que não precisa se segurar com as obrigações de heroína. Ali é uma guerra e ela, como ex-combatente, sabe muito bem o que é preciso fazer.

Em resposta, os Skrull começam a elaborar artimanhas para se defender. Um deles muda no último instante para uma forma humana e isso faz com que Carol hesite na hora de socá-lo. Era o que os demais precisavam para começar a agir. Todos ali começam a tomar formas humanas e se misturar a multidão.

Photobucket

Tentando retrucar a estratégia dos Skrulls, Carol pede para a população se proteger próximo a ela, baseando-se na idéia de que talvez aqueles aliens não entendam sua língua. A principio, a idéia funciona, mas um dos Skrulls simulando ser uma vovozinha logo se antecipa para colocá-la fora de combate. A coisa piora quando outros começam a matar inocentes no meio da multidão para pôr os nervos de Miss Marvel ainda mais a flor da pele.

Photobucket

Não há muita opção para Miss Marvel. Ela decide emitir em direção a todos uma rajada de baixa freqüências. Isso colocaria de cara os humanos normais inconscientes, e deixaria em pé os Skrulls, muito mais resistentes. Isso foi o suficiente para revelar os verdadeiros vilões, que mais uma vez tornaram sua pele verde e partiram para o combate. Em contrapartida, a população local pareceu não mais saber se confiava em nossa heroína ou nos aliens.

Após usar rajadas mais poderosas para derrubar o restante dos invasores verdes, Miss Marvel volta-se para a população local afim de ajudá-lo a levar para um lugar mais seguro. E o primeiro local que pensa é a Torre Stark. Todavia, Carol terá que superar dois problemas agora. Primeiro, reconquistar a confiança dos civis. Depois, escapar com vida de uma versão Skrull do Gigante.

Photobucket

Por onde passa, o monstro ia levando praticamente todos os prédios abaixo. Miss Marvel tenta com o máximo esforço salvar a maioria dos novaiorquinos ao redor, mas sabe que não é rápida o suficiente. Assim, a solução mais eficiente para o problema é atacar o gigante verde de uma vez.

Carol parte com tudo para cima do monstro. Cega-o com uma rajada de energia. Atravessa seu tórax com um pesada antena de transmissão de rádio. E, em seguida, eletrocuta-o por dentro com mais outra rajada. A criatura tomba sem vida e a moça dá a sua maneira as boas vindas a Nova York.

Photobucket

Nesse momento, Carol encontra seu fiel agente Sum no meio da multidão. Juntos, eles conseguem escoltar a população que estava presa ali até a Torre Stark, mas foi tudo em vão. Com a invasão do vírus alienígena a Starktec, o prédio estava completamente lacrado e impossível de ser aberto por fora. Assim, Carol e Sum pensaram numa outra maneira de tirar todos dali.

Photobucket

Enquanto uma outra leva da armada skrull se aproximava, Miss Marvel ordenou que todos entrassem em um ônibus e pediu para Sum dirigi-lo até próximo d’A Balsa, a prisão de segurança máxima onde aparentemente tudo começou para os Novos Vingadores. Lá, eles teriam um bom abrigo, além de uma linha direta com a SHIELD não conectada via Starktec.

Enquanto Sum disparava com o ônibus cheio de civis pelas ruas infestadas de alienígenas, Carol ficou para trás num combate corpo a corpo com as criaturas. Agarrou um dos Skrulls que simulava o poder explosivo de Nitro e usou-o para por um fim a maioria dos demais soldados verdes. Assim, garantiu tempo suficiente para Sum escapar.

Photobucket

Encontrou o agente preso num engarrafamento um pouco mais distante dali e ergueu o ônibus com as próprias mãos, garantindo uma viagem direto para a Balsa. Todavia, o lugar que deveria ser um porto seguro, parece que se tornou uma verdadeira ilha de horrores. Lá, encontrou um monte de agentes mortos e o único sobrevivente alertou a heroína que algo muito ruim estava solto. Algo que até mesmo fez os skrulls correrem dali.

Photobucket

Com esse mistério no ar, encerra-se essa edição com a história da Miss Marvel desenhada pela brasileira Adriana Melo com base nos roteiros de Brian Reed.

Coveiro

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Desenhista clássico do Aranha em Capa Comemorativa

* Atenção! Informações inéditas no Brasil!!

Spiderman 600

Depois das já anunciadas capas comemorativas da edição 600 do Homem-Aranha desenhadas por Alex Ross e John Romita Jr, que por sinal estará fazendo todo o material interior desta edição, um desenhista clássico do aracnídeo foi especialmente convidado para brindar os fãs com sua versão alternativa da edição. Sim, estamos falando do pai, o John Romita Sr. Veja só!


Spiderman 600

E o estilão antigo da capa deixa ainda mais saudosismo, não?

Coveiro

X-Force: Demônios do Passado


X-Force #2

O tiro disparado por Matthew Risman não matou Lupina. Enquanto agentes da SHIELD vasculhavam destroços e corpos carbonizados na antiga Igreja do reverendo William Stryker, ficamos sabendo, na edição 89 de X-Men Extra o que aconteceu: um confronto sangrento entre os Purificadores e a nova X-Force. Com Rahne drogada, Risman confrontou com os outros três membros, usando todo seu arsenal de racismo contra mutantes. Enquanto Wolverine reforçava para si mesmo que não deveria ser líder de equipe alguma, X-23 tomava uma medida drástica e explodia o lugar. Mas Risman foge e Laura é duramente repreendida por Logan, já que Apache e Lupina poderiam ter morrido, apesar de argumentar que fez o que era preciso para cumprir a missão. E não foi só isso que vimos no mês passado e nesse mês em X-Force.

Em uma discussão com Ciclope, ainda em X-Men Extra 89, a postura de X-23 foi surpreendentemente defendida pelo líder dos X-Men. A intervenção do dono da mansão onde eles se reuniam, Warren Worthington III, o Anjo, faz com que Scott tente esconder dele o que se discutia, sem sucesso graças à Apache. Ciclope, claro, coloca-se contra. Isso ainda era missão apenas para a X-Force. Eles sabiam porque Rahne foi capturada. Ela foi atrás do pai adotivo, o fanático religioso reverendo Craig, que agora fazia parte dos Purificadores.

X-Force

Presa, torturada e humilhada por quem ela ainda nutre algum tipo de amor, ela mal sabe quais são os objetivos de seu pai adotivo. Ao mesmo tempo Matthew Risman tem sua autoridade afrontada pelo andróide Bastion, que substitui os planos do reverendo Stryker por seus próprios. A X-Force segue no encalço de Rahne, e Bastion tem a solução para evitar que os mutantes sejam bem sucedidos. Explorando as profundezas do oceano, lá está o que o andróide procurava: o corpo adormecido da criatura tecnorgânica Magus.

X-Force

Já na edição 90, a história se foca na busca dos purificadores por terríveis inimigos dos mutantes. Em Praga, na República Tcheca, Donald Pierce era "recrutado". Na Guatemala é a vez da Rainha Leprosa. No Everest, resgatavam-se os restos mortais de Cameron Hodge, que morreu já transformado em um monstro mecânico, anos atrás, na saga Programa de Extermínio (muito, muito tempo atrás). Em Washington, o corpo de Craydon Creed (filho humano de Dentes-de Sabre e ex-líder dos Amigos da Humanidade, há muito assassinado) era exumado.

Enquanto essas missões são executadas, Risman, o misterioso Eli Bard e Craig discutiam como as ordens de Stryker seriam seguidas, mesmo atendendo às ordens de Bastion, e Craig fala sobre Rahne.

X-Force

Em Montana, mais um ataque da X-Force. Sob a narrativa de um vingativo James Proudstar, ainda ressentido pela morte de seu amigo Caliban, que percebe como fez coisas que nunca imaginou fazer nos últimos dias, eles chegam onde provavelmente Rahne é mantida refém. Pensando em como a outra X-Force de que fez parte era diferente, fica satisfeito em saber que essa formação de agora tem uma forma de trabalhar bem diferente, porque agora ele quer sangue. O sangue de Matthew Risman, sem saber que os problemas com os Purificadores só começam com o reverendo.

Longe dali, Risman mente a Bastion, dizendo que Rahne está morta. Mas a X-Force a encontra. Sem precisar derramar uma gota de sangue, a resgatam. Há algo de obscuro nesse falso resgate e na mentira de Risman.

X-Force

A preocupação de Bastion agora se volta a Eli Bard, cuja verdadeira identidade é desconhecida pelo andróide (e por nós leitores!), fazendo com que pense ser melhor eliminá-lo. Mas Risman intercede pelo aliado, afirmando que graças a Bard Bastion foi reativado. Prometendo descobrir tudo sobre ele, o reverendo consegue lhe garantir sobrevida.

X-Force

Os dois então entram em uma sala com diversos corpos e alguns vivos, o que assusta Risman. Bastion lhe explica, depois de discutir com Pierce, o que pretende fazer. O que foi resgatado no fundo do oceano, na verdade, foi um ser oriundo de Magus, desprovido do intelecto maligno de seu “pai”, facilitando sua manipulação.

Ligando-se à criatura, Bastion manipula suas habilidades tecnorgânicas, ligando-se a todos os seus “hóspedes”, vivos e mortos. Escondido, Eli Bard presencia tudo muito assustado.

X-Force

De volta à Mansão do Anjo, A X-Force chega com Rahne à beira da morte, com overdose de heroína injetada pelos Purificadores. Wolverine pede para que Warren ache rapidamente Elixir, cujas capacidades curativas poderiam salvá-la.

X-Force

Ao mesmo tempo o processo iniciado por Bastion é terminado. Ele fala a Risman que os humanos seriam incapazes de erradicar os mutantes por eles mesmos, por isso fez o que fez. O primeiro estágio de seu plano se concluiu e ele apresenta o que chama de “futuro da humanidade”. É, na verdade, o pesadelo de qualquer mutante. À sua frente, revividos como seres tecnorgânicos controlados por Bastion, estão ninguém menos que Graydon Creed, Donald Pierce, Stephen Lang, William Stryker, Rainha Leprosa, Cameron Hodge e Bolívar Trask. Juntos, encerraram milhões de vidas mutantes.

X-Force

Craig Kyle e Chris Yost vão fundo nas histórias com os piores inimigos dos mutantes quando o assunto é ódio racial. Enquanto a diminuta X-Force corre para salvar Lupina, será a equipe de assassinos mutantes capaz de impedir tamanha ameaça que se reuniu sob a liderança de Bastion? Bom, como era de se esperar, as coisas pioram na próxima edição. A Morte se aproxima.


João

domingo, 28 de junho de 2009

Novos Vingadores: Que Ele Salve a Rainha


New Avengers #42

Como foi confirmado recentemente, Jessica Drew foi substituída, mas não por qualquer um. A Mulher-Aranha é, na verdade, ninguém menos que a rainha dos skrulls, Veranke, a líder e principal articuladora da Invasão Secreta, tomando parte diretamente das operações na Terra. Mas quando Jessica foi substituída? Como Veranke usou suas conexões para que tudo que planejou ser colocado em movimento? Em Novos Vingadores 65 vemos como Jessica combinou com Nick Fury seu papel de agente dupla, concordando em trabalhar para a Hidra em troca da restauração dos seus poderes, sendo ao mesmo tempo uma informante da SHIELD, mesmo sem a própria agência saber disso. Na mesa de operações da organização terrorista, contudo, algo de muito sinistro ocorre.

Assim que Jessica fica inconsciente, os agentes da Hidra que a operariam se revelam skrulls, e a própria Veranke adentra a sala de operações. Sem sabermos qual o destino da Mulher-Aranha verdadeira, vislumbramos pela primeira vez como os agentes infiltrados se convertem em suas personas terrestres. Em um ritual de caráter religioso, percebemos que não é apenas uma mudança de aparência, mas algo que atinge a mente do skrull. Uma transformação de corpo e alma, em que parte do alienígena acredita de fato ser aquele humano, compartilhando seus poderes e suas lembranças.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

Semanas depois, pouco após o fim dos Vingadores n'A Queda, com diversos skrulls já infiltrados, descobrimos onde eles têm suas principais reuniões: um galpão em pleno cais de Manhattan. A primeira preocupação é colocar Jessica de volta na SHIELD. E tudo parece articulado, já que diversos membros da agência (inclusive a condessa Valentina Allegra de la Fontaine) foram estrategicamente infiltrados para que essa e outras ações fossem bem sucedidas.

Mas não é só isso que precisa ser resolvido. Algumas ações-chave precisam ser realizadas para que eles ao menos pensem em de fato invadir a Terra. As maiores preocupações são as minas de vibranium e o recurso que esse metal fornece aos terráqueos. O objetivo era destruir as fontes existentes, o que acaba explicando em muito as informações às quais tivemos conhecimento na edição passada. Mais do que isso, explica-se inclusive a recente tentativa de invasão à Wakanda pela SHIELD.

A própria idéia de que haveria facções corruptas da SHIELD foi uma criação dos skrulls lá infiltrados. A saída de Nick Fury e a chegada de Maria Hill só facilitaria tal manobra.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

O segundo problema é a grande quantidade de mutantes que havia até então no planeta, uma força poderosa que faria a balança de forças favorecer os terráqueos. A solução seria usar o racismo dos próprios humanos contra a população mutante, disseminando e aumentando o ódio que se tinha por eles. O resultado de Dinastia M parece ter sido bem útil aos skrulls.

O mesmo vale para os superpoderosos, e eles precisavam ser colocados uns contra os outros (Guerra Civil, alguém?). E, principalmente, tirar os mais poderosos de atividade, o que os fazem comemorar o sumiço de Thor, mas temer a situação com a Feiticeira Escarlate, além de demonstrar novamente seu ódio profundo por Reed Richards e Tony Stark, e muito cuidado com Fury. Mas eles devem ser humilhados, não simplesmente assassinados. O medo e a desconfiança seriam suas armas, e sua principal agente é Jessica.

E avançando um pouco no tempo a vemos receber Luke Cage e Matt Murdock na Balsa, no que acabou sendo o conflito que reuniu os Novos Vingadores e revelou o Sentinela. Conflito gerado pelos skrulls para espalhar perigosos criminosos, mas que acidentalmente reuniu os maiores heróis da Terra.Porém, uma vantagem: a rainha skrull agora era parte da equipe, seguindo o que o Pym-skrull (orgulhoso como o original) e a Madame Hidra sugeriram que fosse feito. O que demonstra o quanto Veranke conseguia ter duas, três, quatro, caras, agindo convincentemente em todos os papéis que assumia.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

E já na equipe, em uma conversa descontraída, ela acaba trazendo à tona um assunto que muito interessa aos skrulls: Wanda Maximoff. Nitidamente incomodados, Tony Stark e Steve Rogers falam de sua responsabilidade no fim dos Vingadores, e da loucura da companheira, então exilada com o pai em Genosha.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

Assumindo um lado mais agressivo, Veranke pressiona Maria Hill, insinuando que a desconfiança que a nova diretora da SHIELD tem sobre ela é muito menor que os outros agentes tem sobre Hill. Coloca em dúvida a competência de sua superior, buscando com isso abalar sua confiança. Porém, Maria já estava avisada sobre a possibilidade disso acontecer.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

Por fim, mais um momento chave, do qual só saberemos o desenrolar em uma das próximas edições. Avisada por Pym que os Vingadores os X-Men se reuniram para decidir o que fazer sobre a Feiticeira Escarlate, Veranke dá a ordem que ela seja morta, usando como desculpa um desequilíbrio “normal” do Jaqueta Amarela. Porém, não há tempo, e a última coisa de que a rainha skrull se lembra é de ver um clarão assustador.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

Essa edição coloca várias coisas no lugar. Mostra como diversos acontecimentos recentes se articulam e são melhor explicados, indicando que quase tudo apontava para um contexto que facilitaria a invasão skrull. Mas será que há participação skrull na Guerra Civil? Mais importante do que isso, percebemos o quanto Veranke escolheu bem a quem substituir, e como a Mulher-Aranha é uma personagem-chave no mundo Marvel. Muito mais do que imaginávamos. O que aconteceu durante a Dinastia M logo nos será revelado. Mas, antes disso, na próxima edição, descobrimos a história do Capitão América da Terra Selvagem.


João

Musical do Aranha já tem Mocinha e Vilão

Desde que começaram, os quadrinhos silenciosamente passaram a invadir outras mídias além daquelas presas ao papel - desenhos animados, filmes, jogos eletrônicos, brinquedos... - mas até então, raramente alguém iria associar uma HQ a uma peça de teatro, principalmente um musical da Broadway. Pois bem, como falamos anteriormente, Spiderman: Turn off the Dark veio para mudar essa idéia e a seleção do elenco já começou.


Homem-Aranha: O Musical

Além dos nomes de peso que cuidam de toda a parte técnica como Bono and The Edge, que escreveram as letras da música e tocaram as canções e A direção e produção de Julie Taymor and Glen Berger, Spiderman: Turn off the Dark já conta com dois artistas bastante consagrados para estrelar o papel de Mary Jane Watson e Duende Verde.

A Bela Evan Rachel Wood será a namoradinha ruiva de Peter Parker. A atriz é bem conhecida por participar de filmes como "Pequenos Segredos" e "Across the universe", além de algumas outras peças de teatro. A diretora Julie Taymor já trabalhou com a moça e afirmou que ela é uma excelente atriz com profundidade dramática e ao mesmo tempo que já tem alguma base para a comédia. Além de tudo, Evan já demonstrou alguns dotes musicais.


evan

Já o outro escalado para a peça é um ator bem conhecido dos adoradores de quadrinhos. Alan Cumming, que viveu o Noturno em X-men 2: United, será Norman Osborn, o Duende Verde, no musical. Além de seu trabalho como o mutante, Cumming já fez muitos outros filmes nos cinema como "Pequenos Espiões" e "De olhos bem fechados". A diretora, que também já trabalhou com Cumming anteriormente, falou que está ansiosa para vê-lo no palco, visto que conhece bem o carisma e força do ator em cena.


Alan

O espetáculo só abre oficialmente em fevereiro do próximo ano. E quem quiser conferir mais detalhes, basta acessar www.SpidermanOnBroadway.com !

Coveiro

Confira as capas de Amazing Spider-Man #600 e preview

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

Seguindo a tendência de Thor, Capitão América, Hulk e Demolidor, o Homem-Aranha também tem a sua edição comemorativa esse ano, e apesar de não estar chamando tanta atenção por não prometer nenhum evento extraordinário, ainda se trata de um momento histórico. Para tanto, conta com duas capas de artistas de peso e a volta de um celebrado vilão. Veja também um preview da edição.

capa de John Romita Jr.

Quem volta para atazanar a vida de Peter é o Dr. Otto Octavius, vulgo Dr. Octopus. Mas o louco cientista é somente uma das muitas atrações da revista, que também traz um inesperado casamento, uma participação especial do Demolidor e o retorno de uma das pessoas mais importantes da vida de Peter. Claro, a edição até poderia trazer algumas surpresas caso o casamento da tia May com o pai de J. Jonah Jameson já não fosse assunto nas histórias atuais ou se a Marvel não tivesse revelado a volta de Mary Jane há mais de um mês...

capa de Alex Ross

E como se já não soubéssemos o suficiente sobre a história, a Marvel liberou um preview da edição em seu site, focado no Dr. Octopus. Confira:



Amazing Spider-Man #600 é uma super edição de 104 páginas, com roteiro de Dan Slott e arte de John Romita Jr. na história principal, além de participações especiais ainda não reveladas. A revista sai em julho nas comicshops americanas.

Brizola

sábado, 27 de junho de 2009

Homem de Ferro 2: O que Jon Favreau anda aprontando??

Photobucket

O diretor Jon Favreau anda fazendo no set de Homem de Ferro 2 é mistério, mas que é algo grande, tudo indica que sim, inclusive uma foto tirada de longe do cenário...


Jon vem fazendo mistérios e brincadeiras em seu twitter. Dia 25 de junho ele mostrou uma foto com a seguinte legenda "Here's a picture of the set" (Aqui está uma foto do set) e a imagem era a seguinte:

Photobucket

Engraçadinho, né?? Em seguida ele escreveu "It will look different when the visual effects are done." (Terá aparência diferente quando os efeitos visuais estiverem prontos).

Hoje ele postou uma imagem tirada por uma admiradora aparentemente que, por sua vez, postou em seu twitter. Se trata de uma tela verde de adição de efeitos também, mas dessa vez, uma enorme. Ele apenas coloca o link no uqal a menina se questiona se seria para o filme Homem de Ferro 2, mas nada confirma. Será??

Photobucket

Seja o que for, estamos acompanhando e, definitivamente, a espera de algo grandioso em todos sentidos!

Homem de Ferro 2 tem estréia prevista para 7 de maio de 2010.


Cammy

ps. clique aqui se quiser ver a imagem em tamanho maior.

Interferência editorial afasta autor de Thor

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

O maior feito da carreira quadrinhística de J.M. Straczynski provavelmente será sempre o papel que desempenhou na famigerada saga Um Dia a Mais nos tempos que escrevia o Escalador de Paredes, mas aqueles que tiveram a sorte de acompanhar de perto seus outros trabalhos sabem que seu ponto alto na Marvel foi sua passagem na revista do Thor, uma fantástica e premiada história que chega ao seu fim em algum ponto ainda não definido do segundo semestre. Sua saída, porém, não foi exatamente por conta própria segundo o que ele falou em entrevista ao Comic Book Resources.

Sendo direto como de costume, Straczynski revela que foi sua posição de não querer participar de eventos e coisas do tipo que entrou em conflito com os planos que o editor Joe Quesada e cia. tinham para o Deus do Trovão, uma vez que estava ficando cada vez mais difícil arranjar explicações para sua ausência durante o desenrolar de Dark Reign. A trama que colocou Loki (e outros vilões) em conluio com Norman Osborn é a galinha dos ovos de ouro da Marvel e rumores dão como certo que o próximo grande evento da editora se trata de uma ofensiva do Deus da Mentira contra Asgard.

O escritor afirma que a Marvel respeitou seu desejo de escrever histórias fechadas no primeiro ano de Thor, mas depois as coisas mudaram. "Minha única preocupação era ser tragado para um Grande Evento que poderia afetar o desempenho da revista e mudar sua direção. Eu disse em outro lugar que muitas vezes - e isso não só na Marvel, a tendência é uma pandemia - num evento desse tipo as revistas individuais podem acabar servindo ao evento, quando deveria ser o contrário, e você precisa gastar meses e as edições posteriores costurando tudo de novo. Eu sou o tipo de escritor que gosta de escrever em linha reta e conhecer com exatidão o terreno em que ele está pisando. Alguns escritores conseguem lidar com tudo isso e não derramam uma gosta de suor. No meu caso, não é algo que eu possa fazer competentemente. Isso é uma deficiência minha e eu reconheço como tal"

Apesar da frustração de perder um trabalho que ele descreve com carinho ao dizer "criativamente estou me divertindo como nunca", Straczynski não guarda mágoas: "Não tivemos diferenças criativas, não há animosidade, não há rancor... apenas a questão de como lidar com o fato de ser prejudicado por minhas próprias deficiências e inaptidão"

Perguntado sobre quem será o novo escritor da revista, ele diz que não faz idéia, mas especula que o anúncio deve ser feito na San Diego Comic-Con em julho. Sua despedida do título acontece no especial Thor: Defining Moments Giant-Size, ainda sem data de publicação.

A notícia causou furor entre os fãs americanos, que não entendem porque um título que está sempre entre as revistas mais vendidas e traz tanto prestígio à editora precisa se sujeitar às intermináveis mudanças da mesma. Seja como for, Straczynski é a nova vítima da política de interligação de títulos da Marvel, e se junta a lista cada vez maior de bons autores que buscam outros ares atrás de liberdade.

Brizola

Fugitivos ganha trilha sonora!

* Atenção! O vídeo deste artigo contém Spoiler!

Photobucket


É bem difícil correlacionar a primeira instância quadrinhos com música, mas o editor da revista Fugitivos Nick Lowe tinha uma idéia bem diferente disso. Com a recente mudança da equipe criativa no título e ainda mais entusiasmada com as histórias do jovens adolescentes que deixaram uma grande leva de leitores apaixonados nos últimos anos, Nick decidiu compor, cantar e editar ela mesma a Trilha Sonora de Runaways. Confira!

Esse não é um trabalho exatamente original, mesmo dentro da Marvel. Tempos atrás, foi o irreverente grupo Nova Onda (Nextwave, no original) que foi escrito por Warren Ellis e desenhado por Stuart Immonem. Mas com a entrada de Kathryn Immonen e Sara Pichelli na equipe criativa de Fugitivos, Nick Lowe achou que era o momento certo para dar um tempero a mais para os leitores.

Assim, sozinho, teve a idéia de compor a música e correu para dar vida a canção. Com uma ajudinha de seu irmão, fez uma pequena baladinha que pode ser conferida clicando aqui! Quem quiser salvar, basta clicar com o botão direito no link e pedir para "salvar o arquivo como...".


E aproveitando a canção, o pessoal da Marvel não perdeu tempo e criou um videoclipe para a próxima "temporada" de Fugitivos. Contudo, se você não deseja saber de spoilers, não clique de jeito nenhum abaixo!! E estou avisando sério...

.

.

Coveiro

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Homem-Aranha: A Primeira Caçada de... Kraven?

* Artigo escrito por nosso colaborador Bruno Bello

Homem-Aranha

Agora que já se passaram alguns meses desde “Um dia a mais”, parece que a vida de Peter Parker está mudando. Ou será que seu passado começa a ser reconstruído? Afinal, Kraven não estava morto?

Tudo começa com nosso velho amigão da vizinhança, pendurado de cabeça para baixo, nos esgotos. Uma mulher se gaba, pois será a assassina do Homem-Aranha. Mas, como tudo começou?

Homem-Aranha

A história tem início duas semanas antes. Enquanto o Homem-Aranha e o Demolidor lutavam contra um vilão (o Estilhaçador, que tem o poder de estilhaçar tudo o que toca), a misteriosa mulher observava de longe. Paciente, ela já estudava o Homem-Aranha há algumas noites. Ele era sua caça e tudo o que ela precisava era descobrir sua identidade secreta, para colocar em prática seus planos.

Homem-Aranha

Batalha contra supervilão terminada, hora de ir atrás do cabeça de teia. A garota descobre onde ele mora e, com um pouco de tecnologia, segue seu rastro até seu apartamento. Identidade descoberta! Tudo o que ela precisa agora é fazer seus amigos mais próximos sofrerem para assim capturar sua presa.

A caçada começa. Peter Parker está em seu novo emprego, em uma loja de quadrinhos, quando é alvejado por várias flechas de nossa caçadora. Para se salvar (e salvar o dono da loja), Peter precisa saltar de uma altura muito grande e correr para o metrô. Desconfiado, o dono da loja pergunta quem Parker realmente é. Para não ter problemas, Peter inventa que é na verdade um skrull. O dono da loja acredita e, assim, Peter perde mais um emprego.

Homem-Aranha

O policial Vin Gonzáles, que divide o apartamento com Peter, começa a receber sua maré de azar. Primeiro, sua arma é encontrada no local de um crime que ele definitivamente não cometeu. Como a vítima era um traficante, ele não sofre consequências tão graves, mas é afastado da polícia. E, para piorar, é atropelado quando voltava para casa. Sua poupança foi zerada por alguém que descobriu sua senha do caixa automático. E é nessas condições que ele chega sozinho em casa e encontra a misteriosa mulher, que obriga Vin a vestir o uniforme de Homem-Aranha. Ela usa um tranquilizante e ele acorda amarrado, de cabeça para baixo, nos esgotos. Parece que nossa caçadora cometeu um grave erro.

Homem-Aranha

Sem saber que Vin não é o Homem-Aranha, a mulher agora injeta em suas veias MGH (hormônio de crescimento mutante) e diz que é para o caso dele precisar acionar seus poderes a cada doze horas. Ela quer uma caçada justa e honrada.

E, em seu apartamento, Peter descobre que seu uniforme sumiu e acredita que Vin o encontrou e foi até a polícia buscar reforços. Com medo de ser descoberto, Peter vai até a casa de Matt Murdock, o Demolidor, e pede emprestado um de seus uniformes. Assim, o amigão da vizinhança sai à procura de Vin fantasiado como o defensor da Cozinha do Inferno.

Homem-Aranha

E quando as coisas já pareciam confusas, algo mais acontece. Nos esgotos, Rattus aparece para a mulher misteriosa e para o policial Vin e diz que aquele é o santuário dele. A mulher diz que sabe disso e parte para cima de Rattus, querendo mais um troféu para sua caçada.

Enquanto isso, o herói aracnídeo, disfarçado, entra na delegacia de polícia, procura pelo policial Vin e descobre que ele desapareceu. O policial pergunta se isso tem a ver com a mulher que comprou MGH há algumas horas de um traficante nas docas e se gabou para ele que sequestrou o Homem-Aranha. É o suficiente para Peter somar dois e dois e descobrir que um grande erro foi cometido. Ele vai até as docas e encontra Rattus, ferido.

Homem-Aranha

Sem pensar duas vezes, a fera parte para cima de Peter. O nosso "Demolidor-Aranha" não aguenta a força bruta de Rattus e não perde a luta por muito pouco. Preso em teias do Homem-Aranha, Rattus fica confuso, afinal, o Demolidor não seria capaz daquilo. Ele começa a dizer que o Homem-Aranha está nos esgotos e não está mais entendendo nada. Peter solta Rattus e pede para ele leva-lo até o “Homem-Aranha”.

Vin não pode escapar da caçadora. Então é obrigado a entrar no jogo dela. Ela diz que lhe dará uma vantagem de fuga nos esgotos de Rattus, que são um labirinto quilométrico. Ele será caçado. E, se não concordar com isso, os amigos e familiares dele serão levados até aquele local e caçados por ela. Sem chance alguma, Vin começa a correr.

A caçadora é surpreendida por Vin, que fingiu correr e depois se escondeu. Ele consegue atingi-la, mas ela é muito forte e rápida. É nessa hora que o nosso amigão da vizinhança, o Demolidor-Aranha, aparece para ajudar Vin. Mas a caçadora é forte e rápida até para Peter. Aí começa uma parceria inesperada. O policial Vin ajuda o “Demolidor” e ambos conseguem atordoar por pouco tempo a mulher. Enquanto ela está inconsciente, ambos resolvem fugir. Rattus termina o serviço e parte para cima da caçadora.

Homem-Aranha

Três dias se passam e o policial Vin está no hospital, cercado por seus amigos. Ele recebeu de volta sua arma e poderá voltar para a polícia assim que se recuperar. E ninguém suspeita que ele seja o verdadeiro Homem-Aranha, pois dizem que o verdadeiro nunca apanharia como ele. Para piorar a vida de Peter, Vin Gonzáles diz que o Demolidor é um herói muito legal e que agora mais do que nunca ele odeia o Homem-Aranha.

À noite, Peter, dessa vez com o uniforme do Homem-Aranha, entra no quarto de Vin. Ele diz que tudo aquilo aconteceu porque, por ele precisar preservar sua identidade, ele cria algumas pistas falsas caso alguém esteja para descobrir quem ele é. Vin fica mais irritado do que já estava com o Homem-Aranha, mas pelo menos Peter Parker não terá de inventar uma desculpa de por que havia um uniforme do Homem-Aranha do apartamento deles.

Homem-Aranha

E, em outra parte da cidade, a caçadora chora. Ao seu lado, Rattus amarrado, como um troféu. Mas sua verdadeira caça, o Homem-Aranha, fugiu. Sua mãe a consola e assim entendemos quem são essas duas mulheres. A caçadora misteriosa é Ana Tatiana Kravinoff, filha de Kraven, o Caçador (Nota do Editor: sem dúvida, esse vilão não possuia televisão em casa). Sua mãe era a esposa de Kraven e as duas parecem que seguirão o legado do único homem que já “matou” o Homem-Aranha.

Homem-Aranha

Essa história mostrou que o Homem-Aranha está se recuperando da má fase. Mas a pergunta ainda fica: precisava de tudo isso? Fica cada vez mais claro que não. Se pacto nenhum tivesse sido feito, se a tia May tivesse morrido, se o casamento de Peter ainda existisse, essa história ainda seria possível – com algumas pequenas modificações – e ainda assim seria ótima.

Em sua última história, Kraven conseguiu capturar o Homem-Aranha, aplicando nele um soro que o deixou “morto” por alguns dias. Nesse tempo, ele ficou enterrado em um cemitério e o caçador assumiu a identidade do herói, fingindo ser o verdadeiro. Com uma mente já desgastada e sua louca paixão em capturar o aracnídeo, Kraven se mata após provar que é o melhor. A história foi republicada pela Panini em “Os Maiores Clássicos do Homem-Aranha (Volume 2)”.

Bruno Bello