Guardiões da Galáxia vol.2

Entre na dança e veja o que achamos do filme!

MANTIS

Conheça a versão dos quadrinhos dessa misteriosa personagem que chega aos cinemas

Classicos de Logan

Mutação em Debate revisita as histórias do baixinho canadense

THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

Inumanos vs X-Men

Mutação em Debate discute o fim da minissérie

LEGIÃO

FOX surpreende em sua primeira série Mutante. Veja o que achamos de Legião.

Homem-Aranha de volta a Marvel

O podcast junta 616s com Aracnofãs para discutir o novo filme

DEFENSORES

Saiba as novidades da série do ano pelo Netflix

Conheça os Inumanos

Os seres mais misteriosos do universo ganham um seriado de luxo

AGENTES DA SHIELD

O que achamos da quarta temporada da série?

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Fan Expo '09: Uma mutante alçando voo solo

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

Foram poucas as novidades relacionadas aos X-Men em Toronto. O destaque ficou por conta do anúncio de uma série limitada da jovem Fada, a mutante teleportadora e alucinógena que ganha cada vez mais espaço em Fabulosos X-Men. A responsabilidade de continuar o crescimento da garota é de duas moças que também estão em ascensão.

Kathryn Immonen e Sara Pichelli, mais conhecidas por terem assumido recentemente a revista dos Fugitivos, assinam a mini. Em entrevista ao site da Marvel, Immonen falou um pouco sobre o que pretende fazer com Megan e suas melhores amigas, Mercury, Olhos Vendados, X-23 e Armadura. "Eu adoro essas garotas juntas. Apesar de serem X-Men de verdade, elas ainda são crianças, algumas mais do que as outras. Elas são mais ou menos como irmãs", explica a escritora antes de dar mais detalhes sobre a trama. "É uma história sobre amizade e mentiras e traição e enganação. Sobre como você pode tomar a decisão errada pelos motivos certos e sobre a dificuldade de finalmente perdoar isso. E se não é o bastante, também é sobre esfaquear e lutar e tortura e a Cessilly num uniforme de líder de torcida. E o banheiro das meninas"


Apesar de manter o mistério, Immonen insinuou que o pai de Fada pode ser um conhecido vilão do Universo Marvel, possibilidade que coloca em situação difícil uma garota famosa por ser otimismo e perseverança, qualidades que podem trazer consequências terríveis nessa situação. É esperar para ver

X-Men: Pixie Strikes Back estréia em dezembro.

Brizola

Fan Expo '09: Nova leva de histórias da série What if?

Atenção! Contém informações inéditas no Brasil e EUA!

Fan Expo 09: What if?

A já bem conhecida série "O que aconteceria se...?" (What if...?) teve novas edições anunciadas na Fan Expo. Programadas para serem publicadas a partir de dezembro, contemplarão tanto histórias clássicas da Marvel quanto recentes sucessos de venda. Confira as tramas, algumas imagens de preview e as opiniões dos roteiristas sobre a série.


What if? Spider-Man: House of M

A vida de Peter Parker na realidade criada pela Feiticeira Escarlate é vista de duas formas diferentes. Em uma delas, o escritor Sean McKeever conta a história "What If Gwen Stacy Survived the House of M?", especulando o que teria ocorrido caso a clássica coadjuvante do Aranha, retornada durante a saga, tivesse resistido ao seu fim. A idéia de McKeever é justamente gerar uma tensão entre Peter, Gwen e Mary Jane.

Utilizando o mesmo ponto de origem e raciocínio, Frank Tieri escreve "What If Gwen & Richie Parker Existed Outside the House of M?", ponderando o que ocorreria se a Gwen casada com Peter em House of M, além de seu filho Richie, viessem junto do Aranha para a realidade regular do universo Marvel. Para o roteirista, a idéia dos What if...? precisa sempre remodelar profundamente a história original com a qual se trabalha.


What if? Secret Invasion

Kevin Grevioux e Karl Bollers se juntam para perguntar "What if The Skrulls won?", mudando um momento fundamental da reviravolta da saga: a libertação de Reed Richards da nave skrull em que foi aprisionado. Modificando esse ponto fundamental da vitória terrestre, ambos ressaltam que é preciso ponderar a respeito de uma linha que a história poderia, de fato, ter seguido caso essa pequena mudança ocorresse.

Chris Acosta prepara "What If the Secret Invasion Stayed Secret?", questionando desde a origem do planejamento da invasão, até chegar ao ponto em que ela permaneceria secreta até seu fim. Para ele essa é a diversão do What if. Reconstruir toda uma história de forma que ela faça sentido para quem leu a original.


What if? World War Hulk

Mais uma versão alternativa da guerra declarada pelo Hulk à Terra, Mike Raicht pergunta "What If the Heroes Lost World War Hulk?", considerando o que ocorreria caso a guerra tivesse sido vencida pelo Golias esmeralda e seus companheiros. Em uma conclusão mais trágica, segundo o próprio Raicht, a batalha entre o Sentinela e o Hulk teria um desfecho diferente. Para ele, o What if? precisa dar ao leitor uma nova realidade consistente, que o faça mesmo pensar se não seria mais interessante a história ter seguido esse rumo.

Fan Expo 09: What if? Fan Expo 09: What if?
Fan Expo 09: What if? Fan Expo 09: What if?

Mike Gallagher antecipa um retorno de peso em "What If Thor Returned During World War Hulk?", imaginando o que ocorreria caso o deus do trovão desse as caras durante a guerra, acompanhado dos três guerreiros de Asgard.
Gallagher pensa que um What if? precisa manter a credibilidade da história ao mesmo tempo em que introduz algo inesperado. Reter sua essência, mas adicionar elementos que a tornem emocionante novamente.


What if? Daredevil vs Elektra

Karl Bollers volta bastante na cronologia do Demolidor para perguntar "What If Daredevil Died and Was Resurrected By the Hand?", invertendo a morte e ressurreição do desfecho da história da ninja assassina e do vigilante cego. Aqui, é Matt quem morre e é ressuscitado pelo Tentáculo. A questão é tentar imaginar o que o corromperia a aceitar seu novo papel como agente do clã de assassinos. O ponto fundamental da história, porém, é fazer com que o pai de Elektra não morra, como na cronologia regular.

Fan Expo 09: What if? Fan Expo 09: What if?
Fan Expo 09: What if?


What if? Astonishing X-Men

Jim McCann explora algo não muito criativo em "What If Jean Grey Had Returned from the Dead?", considerando qual o impacto para os X-Men do retorno de Jean Grey. Seu gancho é a dúvida se ela já tinha voltado, lançada em Astonishing X-Men 4, mas, claro, nunca confirmada, pois o mutante retornado era Colossus. McCann diz que o emocionante em um What if? É contar algo que não aconteceu da melhor forma possível.

Por fim, em uma história inusitada, Matteo Casali conta "What If Danger Became Ultron's Bride?", ponderando sobre um possível "casamento" entre a autônoma Perigo e um dos maiores inimigos dos Vingadores, Ultron. O roteirista acelera a derrota da inteligência artificial pelos X-Men, e cria um chamado misterioso, que, quando atendido, a leva direto para Ultron. Com mais uma "participação especial", nesse What if? Perigo auxiliaria Ultron a se manter focado nos planos reservados para seu "filho", Victor Mancha dos Fugitivos. Casali adora a idéia de brincar com toda a questão de causas e consequências em que esse tipo de história acaba mexendo.

Agora é aguardar o lançamento para sabermos se as histórias renderão, e ver se isso um dia sairá no Brasil.


João

Mickey e Homem-Aranha morando na mesma casa?

*Notícia atualizada!*

Disney compra Marvel?

Não é piada, what if? bizarro, ou mesmo um pseudo-reality show. Foi anunciado hoje, em diversos meios de comunicação dedicados ao mundo dos negócios, que a Walt Disney Entertainment está para fechar um negócio de 4 bilhões (isso mesmo!) de dólares, adquirindo os direitos de uso dos produtos da Marvel Entertainment.

Segundo o site BBC News, as bancadas da Disney e da Marvel aprovaram o negócio, que ainda depende da aceitação dos acionistas da Marvel e da análise e aprovação da fiscalização governamental, presente em todo grande negócio.

O presidente e e chefe executivo da Disney, Robert Iger, acredita que tal negócio será benéfico para as duas empresas a longo prazo, tanto para crescimento quanto para valorizar suas marcas. E diz estar bem satisfeito com a possibilidade quase confirmada.

O chefe executivo da Marvel, Ike Perlmutter, demonstrou semelhante entusiasmo. Vê na fusão a oportunidade dos personagens Marvel terem acesso à grande infraestrutura de distribuição e criação da Disney.

Analistas afirmam que não há perda no negócio. Seria algo lucrativo e vantajoso para ambas as partes. Inclusive para os acionistas da Marvel, como o maior deles, Isaac Perlmutter.

Recentemente a Disney demonstrou números que denunciavam queda em seus lucros, o que pode ter acelerado o negócio, visando justamente novos horizontes comercais para voltar à velha forma.

Agora é aguardar o que isso poderá trazer de impacto para o Universo Marvel caso seja confirmado. A única garantia é que todos os acordos relacionados aos personagens no cinema serão mantidos, tanto com Sony quanto com a Fox (filmografia de X-Men, Homem-Aranha e Demolidor).

Joe Quesada, editor-chefe da Marvel Comics, afirmou no seu twitter que a relação entre Marvel e Disney será a mesma entre esta e a Pixar, estúdio pertencente ao grupo Disney, mas que goza de extrema autonomia em suas produções.

Não consigo nem imaginar muito o que pode acontecer a longo prazo. Mas como comentei no nosso forum no orkut, não seria nada mal um crossover entre Donald The Duck e Howard The Duck. hehehehe

*Atualizando as 16:30*

Ao que tudo indica a Marvel terá, de fato, uma grande autonomia, uma vez que é uma empresa estabelecida. A tendência é que ela faça parte da imensa rede da qual a Disney é dona, sem com isso ficar presa a um padrão excessivamente homogêneo.

Para vocês terem uma idéia, aí vai o que é a Disney hoje:

Buena Vista Motion Pictures Group (no cinema)
Walt Disney Pictures
Miramax Films
Hollywood Pictures
Touchstone Pictures
Dimension Films
Walt Disney Animation Studios
Pixar Animation Studios
DisneyToon Studios
Buena Vista Pictures Distribution
Buena Vista International
Miravista Filmes (Atua exclusivamente em produções brasileiras)
Buena Vista Home Entertainment

Disney-ABC Networks (TV e rádio abertos nos EUA)
ABC Television Network
ABC Entertainment
ABC Daytime
ABC News
ABC Sports
ABC Kids
ABC Studios
American Bradcasting Company Radio (72 estações nos E.U.A. incluindo Radio Disney, ESPN Radio e ABC News Radio)

Canais a Cabo:
ESPN
Disney Channel
ABC Family
Lifetime Entertainment Services
A&E Television Networks
E! Networks
Playhouse Disney
Jetix International
SoapNET
History Channel
Disney Channel

Agradecendo ao BeBeLLs Aleixo por essa lista.


João


Confira outros links sobre a notícia:

Comic Book Resources
Super Hero Hype
The Hollywood Reporter
Market Watch
New York Times
O Globo
Folha de São Paulo

Capitão América Vive!


Captain America #41

Desde a última vez que falei de Capitão América aqui, acompanhávamos a ascensão da ampla e perigosa agenda do Caveira Vermelha, que envolvia muito mais do que a morte do sentinela da liberdade, mas algo muito mais grandioso, como a eleição de sua marionete, o senador Wright, para presidente dos EUA, usando para isso o esquizofrênico Grande Diretor como um falso Capitão América. Nos últimos meses vimos a aproximação entre o novo Capitão, Bucky Barnes, com o Falcão e a luta de Sharon Carter, a Agente 13, para salvar a si mesma, seu bebê e se vingar do Caveira e do dr. Faustus. O confronto violento entre os dois capitães, e o passado de Bucky como Soldado Invernal o assombrando mais um pouco; a tensão entre o Caveira, Arnim Zola e Faustus pela falha do Grande Diretor e pelo atraso no uso da máquina dada pelo Dr. Destino; e, por fim, Sharon à beira da morte graças à violenta Pecado. Agora, em Novos Vingadores 67 estamos às portas da conclusão da saga da Morte do Sonho, na penúltima parte de seu terceiro ato, e cabe principalmente ao novo Capitão América salvar o legado que tão recentemente assumiu.

No que parece um momento raro de descontração, Bucky lembra de forma irônica a Sam o que os pensamentos que uniforme usado por ele agora representam. Porém, eles não estão em um hotel barato de beira de estrada a toa, mas sim monitorando os movimentos do Grande Diretor. E o falcão de Sam, Asa vermelha, detecta soldados da IMA se aproximando do seu alvo. Bucky logo se sente culpado por não ajudá-lo, mas usá-lo para chegar até o Caveira.

Sam lamenta, mas argumenta que o homem já era louco antes de ser manipulado por Faustus, e é a única forma que os dois têm de chegar até o vilão.

Capitão América

Com ele capturado, Zola se gaba de ser superior a Faustus. Mas o Caveira não deixa de reconhecer o papel decisivo do doutor, principalmente no assassinato de Steve e controle sobre Sharon, que parece ainda ser peça fundamental para tudo acontecer conforme o obscuro plano, que permanece na dependência da construção de uma tal “plataforma”.

De repente, a luta entre o Caveira e seu hospedeiro Aleksander Lukin é momentaneamente vencida pelo russo, que volta a assumir o controle do corpo. A conversa que tem com Zola nos permite perceber que o próximo passo tem algo a ver com o uso do mecanismo para a separação das duas mentes, já que a fusão está deixando os dois mais insanos do que já são. O que nos faz pensar se já há um corpo para que o Caveira ocupe.

Capitão América

Logo sabemos que Sharon sobreviveu, mas, novamente sob controle de Faustus, perdeu o filho dela e de Steve que esperava. Curiosamente, o doutor não estranha a tentativa desesperada dela em se livrar, especialmente menosprezando os homens com que trabalha, e admirando a mulher à sua frente. Revela que precisam dela viva por ser a “constante”, o que é que isso signifique.

De forma surpreendente, Faustus deixa meios pelos quais ela poderá escapar em breve, e a faz esquecer a própria gravidez. Partindo, Faustus parece desejar a falha de tudo que aparentemente conspirava para que se realizasse.

Capitão América

Mesmo a contragosto de Bucky, a Viúva Negra e a SHIELD voltam à busca pela localização do Caveira e seus associados, trazendo informações reveladas pelo próprio Faustus e a novidade da reativação do GPS da Agente 13. Dirigindo-se para a cidade de Albany, eles vão impedir que parte do grande plano se concretize. Ao mesmo tempo, Faustus deixa o senador Wright desorientado, muda de aparência, e desaparece, não sem antes lhe dar as últimas instruções para o debate daquela noite de forma enigmática.

Capitão América

Enquanto isso, o Caveira recebe a notícia da captura do Grande Diretor, e descobre que Zola parece ter finalizado a montagem de seus equipamentos. Porém, a tal plataforma do Dr. Destino nada tem a ver com a separação entre o nazista e Lukin. Para que serve, então? Ao que parece, algo que o Caveira sempre desejou, e Sharon é indispensável para isso.

Capitão América

Logo a ausência de Faustus é descoberta. Mas é tarde demais. A Viúva Negra, o Falcão e a SHIELD invadem o local. No debate, no qual o senador Wright deveria ser ferido e tornado um mártir, Bucky aparece para frustrar essa manipulação midiática e salvar o dia, para a fúria de Pecado. O Capitão América está de volta, e agora o mundo inteiro saberá disso!

Capitão América

Em setembro a conclusão da mega saga que conta a morte e renascimento do sonho do sentinela da liberdade.


João

domingo, 30 de agosto de 2009

Fan Expo '09: Outra guerra no caminho do Hulk

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

Na San Diego Comic-Con foi anunciado o próximo grande evento do Golias Esmeralda, uma saga tão sem precedentes que está sendo considerada sua maior história já publicada. E novos detalhes foram revelados em Toronto. Saiba mais sobre "World War Hulks"!

Em entrevista publicada no site da Marvel, Jeff Parker (X-Men, Agentes da Atlas) falou a respeito da edição que serve de prólogo para o evento, em especial da organização secreta por trás dos acontecimentos: Intelligencia. "É um encontro de mentes, aquelas que criaram alguns dos maiores problemas do Universo Marvel: o Líder, o Pensador Louco, Cabeça de Ovo, Fantasma Vermelho e M.O.D.O.K.", revela o escritor. "Da mesma forma que Hank Pym, Reed Richards e Bruce Banner às vezes se encontram, em algum momento esses caras decidiram fazer o mesmo"

Capa de David Finch para World War Hulks: Alpha #1

"Seu maior objetivo é recuperar fontes de conhecimento perdido, especialmente da famosa biblioteca de Alexandria que foi queimada. Acontece que grande parte dos livros ainda existe, espalhados pelo mundo em lugares como Wakanda e a fortaleza dos Eternos. Também acontece que esse grupo é muito confortável com a idéia de roubá-los!", diz um entusiasmado Parker. Ele garantiu que os fãs não precisam se preocupar com retcons, mas ainda faz mistério sobre o papel dos Hulks nos planos da Intelligencia. "A edição é a maior parte do tempo focada nos cabeçudos, mas tem uma ligação bem direta com tudo relacionado à franquia Hulk. Algumas das coisas que apresentamos só terão consequência no final"

Com arte de Paul Pelletier (Quarteto Fantástico), World Wars Hulks: Alpha sai em dezembro. Ainda não foram anunciadas as revistas que farão parte do evento, mas é de conhecimento geral que Greg Pak e Jeph Loeb são os responsáveis pela história (ou os culpados, se preferir). O lendário artista John Romita Jr. também pode estar envolvido no projeto.

Brizola

Fan Expo '09: Peter David abre o jogo sobre X-Factor

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

Photobucket

Direto da Fan Expo Canadá '09, o escritor de um dos títulos mutantes mais apreciados do momento, Peter David, explica o hiato de um mês entre a publicação de X-Factor número 50, e a sua retomada em dezembro, com a numeração original no número 200 (*).

Se há algo de errado no seu bairro Marvel, quem você chamaria? X-Factor Investigações, que é quem, que no início de dezembro com a edição de X-Factor número 200, os membros da agência de detetives mutante retornam à Nova York.

"A equipe fazia todo o sentido de existir quando nós a concebemos originalmente para focar as necessidades da população mutante, mas quando as pessoas foram "desmutantizadas" era como tentar tratar um único doente de uma enfermidade que apenas uma pessoa em 25 bilhões poderia ter", explica o escritor Peter David da mudança na direção. "Há tanta coisa que você pode fazer com esse tipo de prognóstico. Então, decidimos deixar de ser um especialista para virar um clínico geral."

David compara a nova direção da série com os dias mais velhos do Universo Marvel, quando se um habitante precisava de um advogado, Matt Murdock, inevitavelmente, pegava o caso, ou se um herói precisava de um táxi, o alter ego do Cavaleiro da Lua o conduziria ao seu destino. Com a mudança de volta à Nova York, o posicionamento da X-Factor Investigações será para aqueles indivíduos que necessitam de uma agência de detetives. Seu primeiro cliente super-poderoso vem bater à sua porta no primeiro arco: "A Mulher Invisível desapareceu."

Photobucket
Capa de X-Factor 50

"Você já viu por aí quando um detetive é necessário, um garotinho vem caminhando e coloca o seu cofrinho de moedas na mesa e diz: 'Eu preciso contratá-lo porque há algo errado com minha mãe'?", diz David. "Eles são contratados por Franklin Richards".

Como o menino gênio do Quarteto Fantástico e filho da Mulher Invisível e do Senhor Fantástico, Franklin se junta com Jamie Madrox e sua equipe enquanto eles tentam descobrir o mistério do desaparecimento da sua mãe. David compara o caráter de Franklin ao de Chris Knight interpretado por um jovem Val Kilmer no filme de 1985 "Real Genius": uma combinação bizarra de puro brilhantismo e excentricidade estranha, num momento construindo um laser de alta tecnologia e no próximo está em uma entrevista de emprego ostentando um par de chinelos de coelhinho.

"O conceito de que alguém é um gênio incrível, mas também age como uma criança faz todo o sentido porque eles tendem a olhar o mundo de uma maneira diferente e que certamente parece ser como Franklin," diz David. "E a grande questão é que se Franklin age como uma criança, a resposta vai ser:" Franklin, pare de agir como uma criança." Mas ele é uma criança! "

Quanto ao elenco de X Factor importante, que passou o ano passado, participando em três histórias aparentemente distintas que, eventualmente, convergentes, David diz que, embora todos os personagens aparecem o título na primeira edição, eles não vão necessariamente estar todos no mesmo lugar . No entanto, o autor promete que ele pretende transmitir bem uma trama que, eventualmente, reúne toda a equipe. Do mesmo modo, a mudança para Nova York também permite que personagens famosos, quer sob a forma de aparições breves ou como clientela potencial participem do título. Na verdade, David provoca que os fãs de longa data devem preparar-se para a possível reaparição de um ex-membro do X-Factor no elenco: o velocista de cabelo prateado Mercúrio.

"Eu acho que é seguro dizer que eles vão se cruzar em algum momento."

(*)A primeira série do X-Factor, teve 149 edições e foi publicada entre fevereiro de 1986 a setembro de 1998. A segunda série, derivada da mini Madrox, começou a ser publicada em janeiro de 2006 e teve até agora, 50 edições.



Jeferson

sábado, 29 de agosto de 2009

Cable: O que todo bom soldado sabe fazer

Correr! Fugir! Esconder! É isso que Cable tem feito desde que viajou alguns anos no futuro para proteger a pequena messias mutante de seu mais novo rival, Lucas Bishop. Na última investida de Bishop, Nathan Summers acabou vendo o último dos X-men tombar, a versão mais velha do futuro de Samuel Guthrie, que fora seu pupilo no passado. Agora, Nate está cansado disso tudo e vai fazer o que todo sabe melhor – Lutar!

Cable e Bishop: A batalha final?


X-men Extra 92 traz a conclusão do primeiro arco dessa nova série do Cable, chamada Bebê em Guerra. É o momento de revidar, encarar Bishop de frente e por um fim a tudo isso. Contudo, antes Cable decide dar uma passadinha em Westchester, Nova York. Lá a velha mansão continua de pé, mesmo em 2043.

Primeiro, Nate resolve destruir cérebra, a última versão do computador localizador de mutantes. Assim, evitaria qualquer chance de Lucas Bishop ou um outro qualquer em perseguí-los. Com um tiro, o equipamento explode e para nossa surpresa, vemos a imagem de algo nas olhos da bebê.

Cable e Bishop: Batalha Final?

O reflexo da fênix na messias nos levanta muitas hipóteses. No ano passado, os fóruns americanos fervilharam com essa imagem. Clicando aqui, dá pra se ter uma idéia das teorias que vieram com isso.

Cortando um pouco a sequência de eventos para Bishop, vemos que o ex-X-man continua resoluto no encalço a Cable. Percebendo que esta sendo seguido pelos mesmo vândalos que o prenderam, Bishop muda de estratégia, para seu veículo e decide se render. É claro que tudo não passa de uma estratégia para tirar esse problema do caminho e, na verdade, conseguir aliados contra a sua caçada a Messias.

Cable e Bishop: Batalha Final?

De volta a mansão, Sophie acaba tendo um desentendimento com Nate. Ele quer encontrar alguma coisa que ajude a consertar seu dispositivo temporal, mas pelo visto não vai ter muita sorte. A ex-garçonete reclama que ele só quer fugir mais uma vez e acreditava que ele seria o herói que ficaria para lutar e mudar o tempo. Ela sai dali e o deixa com seus pensamentos.

Mais tarde, os dois voltam a se encontrar no arsenal da Mansão X. Sophie está agora usando um uniforme da equipe e resolveu se armar. Pensa que Cable irá reclamar com ela, mas Nate acaba elogiando a roupa nela. Em seguida, entrega a bebê para que ele possa verificar algo no Hangar dos X-men. E lá ele encontra o que procura. Sam, de fato, fez um excelente trabalho mantendo tudo em ordem.

Cable e Bishop: Batalha Final?

Nas ruas de Nova York, Bishop e seus novos aliados continuam sua busca incansável a Cable. O que ele não esperava é que o Soldado do Futuro viesse em seu encalço. E viesse no velho Passáro Negro, o avião clássico dos X-men.

Cable e Bishop: Batalha Final?

Dele, saltam Nate e Sophie, junto com a bebê protegida por uma baita armadura presa ao corpo do Soldado. Assim, a pequena messias estava segura, a salvo das balas de Bishop. E este, completamente a mercê da estratégia de combate de Nate. A começar, pelas minas espalhadas ao redor pelo soldado.

Cable e Bishop: Batalha Final?

Sophie fica ocupada em detonar o restante dos vândalos que seguiram Bishop. Cable dá cabo de outros mais, apesar de que pela inexperiências destes, nem precisaria muito se dar ao trabalho.

Bishop, no entanto, parece incansável. Atropela Nathan com uma van, arremessando o veículo contudo para dentro de um prédio. Depois, dispara uma de suas rajadas energéticas que consegue quebrar a armadura que protege a bebê. Agora, a menina está exposta... e vulnerável.

Cable e Bishop: Batalha Final?

Sophie chega quase no mesmo instante para impedir Bishop. Alveja suas costas com algumas balas, mas ele rapidamente a repele com mais uma rajada de energia. Agora, usando os tentáculos de seu braço biônico, ele ameaça a criança e seu protetor. E mais uma vez, a discussão entre os dois acontece.

Nate fala que “a menina é nosso futuro”. Bishop retruca que na verdade, “com ela viva, não tem futuro”. Engatilha sua arma e dispara. Contudo, ele não acerta seu alvo. Cable acabara de se teleportar para longe dali. Na verdade, a conversa deu uma boa idéia a Nate. O dispositivo do tempo dele estava quebrado sim e impediria-o de voltar ao passado. Contudo, o que dizer do futuro?

Assim, Nate e a Messias vão um passo além para frente. Bishop fica e lamenta com ódio mais uma vez a falha em seus planos. Sophie agora tem um novo destino – garantir o bem do presente, preservando assim um futuro melhor. Armada, ela invade o escritório da Assembleia em Nova Jersey, matando todos e instituindo “lei marcial”.

Cable e Bishop: Batalha Final?

E em algum lugar do futuro, Cable e sua protegida caminham em direção ao por do sol. A menina está cansada e é o momento para uma boa parada. Ele senta-se numa pedra e filosofa o que esta por vir. “O futuro é desconhecido”, ele pensa. “Não sabe até onde a estrada vai. Mas ele é um soldado. E foi treinado para tudo”.

Coveiro.

Olha só quem vai estar em Deadpool 900!!

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!


Liefeld

Tá! Não tem nenhum mistério, afinal se toda edição comemorativa número 600 acaba convidando artistas clássicos que já passaram pelos respectivos heróis, era de se imaginar que Rob Liefeld estivesse na do Deadpool. Mas espera um minuto. Deadpool está comemorando 600 edições? Não, na verdade, 900. E isso só pode ser brincadeira. E como não seria?

Bom, já anunciamos aqui que não só teríamos essa insanidade de edição 900 como também um prelúdio, a edição Deadpool Team Up 899. É, bem, nem vale a pena tentar me explicar. Confiram aqui apenas as páginas desenhadas pelo mestre Liefeld pra essa edição:

LiefeldLiefeld



LiefeldLiefeldLiefeld



Liefeld



Além de Liefeld, teremos nessa edição os artistas convidados Kyle Baker, Shawn Crystal, Chris Staggs, Sanford Greene e Dalibor Talijic. Entre os roteiristas, estão Jason Aaron, Mike Benson, Victor Gischler, Charlie Huston, Joe Kelly, Fred Van Lente e Duane Swierczynski. A capa mostrada já no artigo anterior é de Dave Johnson.

Coveiro

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Novos Vingadores: Decifra-me e Devoro-te*


New Avengers #44

A primeira missão do grupo dos Illuminati foi uma das principais razões que motivaram a o planejamento da Invasão Secreta pelos skrulls. Sabemos que o material genético e informações usadas para criar os novos supreskrulls foram retirados de cada um dos membros em seu cativeiro. Porém, havia mais uma “arma” que apenas um de seus membros poderia dar aos alienígenas.

A história em Novos Vingadores 67 começa no que parece uma das primeiras reuniões dos Illuminati, com a presença de todos os seus membros. Os sistemas da armadura do Homem de Ferro verificam e garantem isso, assim como a velha ladainha de Namor em reclamar de tudo.

Logo, Xavier traz à mesa o assunto principal: Skrulls. A questão do que sofreram em sua missão é discutida, especialmente o que foi feito quando estiveram presos. O medo de que alguém ali seja skrull é grande. Mas Reed Richards, crendo na capacidade mutante de Charles, na tecnologia que ele e Tony têm e nos poderes místicos do Dr. Estranho, não parece preocupado, ou o suposto skrull já teria sido detectado.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

Isso não convence Namor, a discussão continua, assim como aumenta a desconfiança. Mais paranóico que os outros, Xavier pondera se os skrulls conseguirem andar entre eles sem serem notados, se já não estão fazendo isso, e insiste em saber como isso seria possível.

Reed supõe que uma mudança em nível molecular seria necessária. Uma mudança da própria genética do indivíduo, que se permanecesse, então, inalterada, seria indetectável. Questionado por Charles, o Sr. Fantástico diz que seria, sim, possível.

Porém, de repente, ao tentar acessar seus poderes místicos, Strange percebe que não os tem. Todos se assustam e, pior, não conseguem ao menos se lembrar como escaparam do mundo skrull. O místico, então, deduz em desespero que todos ainda estão lá.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

Os problemas aumentam quando Reed percebe que seus poderes elásticos sumiram. A armadura de Tony não funciona. Quando Raio Negro se prepara para golpear a parede e escapar, Xavier o chama de “cria dos krees” e diz para todos se acalmarem. Claro que eles não se acalmam, e logo vêem em Xavier um traidor. Porém, aquilo não era uma traição, mas um experimento que se encerrava.

Xavier assume sua forma original, que é um superskrull como o tradicional, e começa a matar todos à sua volta. Eles lutam em vão, e quando Raio Negro tenta sair da sala, profere uma palavra (sem destruir tudo à sua volta) e é eliminado por soldados skrulls que esperavam do lado de fora.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

De repente percebemos que aquele era um ambiente gerado em laboratório, usado para desvendar o que só Reed Richards poderia saber: a forma dos skrulls não serem detectados por nenhum tipo de magia, poder ou tecnologia. Os mortos... apenas clones sem poderes, mas com o mesmo intelecto e memórias dos originais.

Enquanto o sumo sacerdote das ciências skrulls, Galan, avalia o que parece ser um fracasso, apesar dos protestos do jovem Dro’Ge Fenu Edu, o imperador skrull – antes de sua derrocada – adentra o laboratório. E questiona ao único otimista dos presentes o que houve de progresso naquele experimento.

Dro’Ge diz que, apesar de não obterem a resposta, descobriram que Reed Richards, em sua mente, tem aquilo de que precisam. Eles apenas precisam manter uma ilusão de realidade a o tempo suficiente para que lhes seja revelado. Ressalta que precisam ser mais objetivos, e depois poderiam usar o processo de clonagem para descontar sua raiva dos originais.

Dessa forma, pede permissão para levar os experimentos a um outro nível, já que entender a mente de Richards está além das capacidades de qualquer telepata skrull. Frustrado por depender do seu maior inimigo, o imperador dá sua permissão para que a experiência seja feita, e nomeia Dro’Ge como o sumo sacerdote das ciências. Uma honra e um grande risco em caso de falha.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

A partir daí as tentativas são múltiplas. Tortura, ameaça dos familiares, violência extrema. Tudo em nome da extração da informação de vários clones de Richars, criados e mortos. Mas a perseverança de Reed é absurda, mesmo na forma de um clone. Então, a sacerdotisa da mente tem uma idéia muito melhor.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

O que vemos é Reed tranqüilo, em casa, deitado com sua Susan, a Mulher Invisível, e seus pensamentos. De repente, Franklin, seu filho adentra o quarto, dizendo ter pesadelos com os skrulls. Seu maior medo, claro, é não saber identificar um skrull de uma pessoa de verdade. Um momento terno, se não fosse falso. De qualquer forma, a conversa acaba induzindo Richards, frente ao medo do filho, a pensar em como seria possível.

Com o menino adormecido, o clone de Reed rascunha o esquema que permitiria aos skrulls passarem imperceptíveis. Mais um de várias fórmulas, ele deve ter pensado. E isso lhe toma o sono de uma noite inteira.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

De repente, a ilusão é quebrada, os skrulls adentram o laboratório e assassinam o clone. Sue e Franklin eram “atores” skrulls. Ali apenas para induzir o homem a pensar no que eles precisavam. Em júbilo, Dro'Ge pega as anotações e passa para a etapa decisiva do plano.

Novos Vingadores: Invasão Secreta

Foi, então, graças a Reed Richards, o humano mais odiado pelos skrulls, que eles foram capazes de se infiltrar na Terra de uma maneira que nunca fizeram antes. Sem serem detectados. Porém, como vimos em Invasão Secreta 5, Reed foi libertado pela agente Brand, e agora está pronto para se vingar e revelar todos os skrulls escondidos entre os terráqueos.


João

* Título inspirado no "Enigma da Esfinge", que pode ser encontrado na tragédia Édipo Rei, de Sófocles.

Enfim um preview da última parte de Old Man Logan

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

A alardeada e atrasada saga de Mark Millar sairá no Brasil este mês na revista mensal do Wolverine, publicada pela Panini, e recebeu o título "O Velho Logan". Porém, só agora saíram as primeiras imagens da edição Giant-Size do épico de oito partes, via o IGN. E é mais ou menos o que você podia imaginar. Confira.







Old Man Logan Giant Size sai dia 23 de setembro nas comicshops americanas, mais de um ano depois da publicação da primeira parte. Na trama ambientada cinquenta anos no futuro, Logan se aposentou sob circunstâncias misteriosas quando os vilões do Universo Marvel se juntaram para erradicar os heróis, dividindo os EUA entre si. Para pagar uma dívida e assim manter a fazenda da família, o herói aceita um serviço que o força a cruzar o país, e no caminho se mete em muitas confusões. Na última edição publicada, ele volta para casa com o dinheiro, somente para descobrir que a família foi assassinada pela Gangue do Hulk (não pergunte). Agora é a hora da vingança.

Brizola