GUERRAS SECRETAS NO INOMINATA 616

A Maior Saga da Marvel deste milênio destrinchada pela equipe do Marvel 616. É imperdível!

50 ANOS DE MARVEL

Um podcast com toda história da Marvel no Brasil! Imperdível!

A VOLTA DOS GUARDIÕES

Acompanhe as novidades do segundo filme dos Guardiões da Galáxia

PANINI EM 2017

A editora aracno-mutante Carol Pimentel conversou com o Mutação em Debate a respeito das primeiras novidades da Marvel pela Panini em 2017. Confira!

PARAÍSO X

Aqui concluímos a trilogia do futuro distópico da Marvel! Ouça nosso podcast!

FIM DA GUERRA CIVIL II

Depois de muita espera, o que já tem sido corriqueiro quando se trata de um trabalho de Brian M. Bendis, finalmente a Guerra Civil II foi concluída

DEATH OF X

A Conclusão da minissérie que põe luz no destino fatídico de Scott Summers

DEFENSORES

Saiba as novidades da série do ano pelo Netflix

CAPITÃO AMÉRICA - 75 Anos

A Fase aclamada de Mark Waid em foco no nosso podcast

PUNHO DE FERRO

Confira tudo sobre a mais nova série do Netflix

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Hopeless fala sobre o futuro de seu título mutante

Informações Inéditas no Brasil e nos EUA!!


Responsável por uma das revistas que trabalha a X-Force, Dennis Hopeless foi o entrevistado da semana do X-Position e contou o que podemos esperar nas próximas edições. Confira!

Para quem não ligou nome à pessoa, Hopeless é o escritor de Cable & X-Force. Ele contou inicialmente que quis Blaquesmith no título, porque, assim como Esperança, é seu coadjuvante preferido das histórias de Cable.


Blaquesmith enviou Esperança para o futuro, para encontrar a Lady Conflyto. Nas próximas edições, haverá muita interação entre o trio, enquanto Esperança tenta entender qual é a verdade por trás das visões de Cable. No presente, por outro lado, Cable segue seu plano de tentar agir com base nessas mesmas visões. Tudo volta a se encontrar na edição #14, que conclui a linha de histórias que começou na edição #1. Entretanto, muitas questões serão lançadas no ar para serem respondidas dali em diante.

Ele não tem planos imediatos para um encontro entre Cable e Nate Grey, que está sem aparecer na franquia desde o fim de New Mutants. Contudo, Hopeless deixou no ar uma possibilidade futura, já que avisou que plantou as sementes na edição #7, com o encontro entre Ciclope e Cable.


Dinamite estava em seus planos desde o começo e precisou se conter para aguardar 5 edições antes de colocá-la em ação. Ela será muito importante nos próximos dois arcos, e ele pretende desenvolver mais a participação dela, de Forge e de Nemesis.

Comentando sobre Colossus e Dominó, o escritor disse que ambos como casal é algo que faz muito sentido para ele, ainda mais pelo momento por que Colossus está passando. A intensidade do que os dois viverão os tomarão de surpresa.
Ele revelou que a revista fará parte de um grande crossover mutante que será anunciado em alguns meses. Tudo indica que é o crossover do primeiro semestre de 2014, após as consequências de Battle of The Atom, cross que não envolve as X-Forces.

Por fim, ele agradeceu os comentários sobre a volta de Nico, em Avengers Arena, outro título do qual é o escritor. A ressurreição da personagem só ocorreu devido ao uso de magia negra, o que a transformará para sempre, com o aumento de seus poderes e uma mudança em sua perspectiva de vida. O roteirista confirmou que tudo o que aparece na ultima página da edição #12 será trabalhado e que quem está morto está realmente morto no momento. Ele garantiu que não está fazendo nenhum retcon.


Na próxima semana, a entrevista é com Sam Humphries. Até mais!

Thor: entrevistas, fotos, mão arrancada e o visual de Kurse


Foi exibido na última San Diego Comic Con um novo trailer de "Thor: O Mundo Sombrio" e o que mais se comentou foi uma rápida cena onde o deus do trovão tem uma de suas mãos arrancada pelo Loki. O video em questão não caiu na internet ainda, mas o ator Chris Hemsworth falou um pouco sobre a tal cena. Confira também algumas declarações de Ray Stevenson (Volstagg), a data de estreia do novo trailer e o boneco que revela o visual de Kurse...

terça-feira, 30 de julho de 2013

X-Men: Navegue pelo site das Indústrias Trask


Com a boa estreia mundial de "Wolverine: Imortal", a Fox já começou a divulgação de seu próximo filme mutante, "X-Men: Days of Future Past", através de um site viral das Indústrias Trask repleto de fotos, videos e informações bem interessantes. Confira as primeiras imagens dos Sentinelas e um  comercial das Indústrias Trask mostrando um "mundo perfeito" sem a presença de mutantes...

E o Wolverine teve uma excelente estreia no Brasil



Ontem mostramos aqui que, apesar de ter ficado em primeiro lugar, o filme "Wolverine: Imortal" ficou abaixo das expectativas nas bilheterias americanas, mas que seu desempenho no resto do mundo foi muito bom. O filme parece ter agradado também ao publico brasileiro e os primeiros bons resultados foram divulgados. Confira...

Depois de San Diego, o que temos até agora sobre Vingadores 2?



A menos de 10 dias atrás acontecia a San Diego Comic Con e um dos últimos paineis da noite do sábado caiu como uma bomba na cabeça dos fãs da Marvel. Não que eles não esperassem coisas surpreedentes, mas ao encerrar aquela noite revelando o subtítulo novo dos Vingadores no cinema, todo mundo enlouqueceu. Ultron é um inimigo clássico dos Vingadores, mas muita coisa em torno da sua mitologia ainda tem que ser montada para acontecer. Não teremos de fato o Hank Pym? Como se encaixam Wanda e Pietro nisso? O que de fato pretende Joss Whedon? Algumas revelações e muitos boatos começaram a correr logo após encerrado o painel e nós resolvemos juntar essa miscelância de informações pra vocês aqui.

Foi numa entrevista recente pro Total Film que o diretor Joss Whedon comentou que "Eu já estava querendo mexer no Ultron antes mesmo de pegar esse trabalho no primeiro filme. Eu estava meio "não sei se quero fazer isso, mas num segundo momento pensei, eu tem que ser mesmo o Ultron. E foi assim que eu decidi que ele seria o vilão deste filme. Sei que muitos fãs acreditam que seria o Thanos o vilão da sequência depois que nós o introduzimos na cena pós-credito do primeiro filme". Whedon revelou ao site seu favoritismo por Ultron comentando que "Ele tem sido um espinho pros Vingadores tanto quanto foi qualquer personagem, por muito tempo e particulrmente no meu tempo de leitor. Ele é demais. Ele é um cara que pode espremer as coisas e ser um problema grande pros Vingadores. Isso não é algo fácil de se achar. Não é como o Abutre que vai dar 20 minutos de problema pros caras".

O site da MTV News também conseguiu um tempo para conversar com o Whedon e pegou detalhes sobre a participação da única Vingadora do grupo até o momento. Sabendo que Joss Whedon adora trabalhar com suas heróinas, não foi difícil imaginar a importância da Viúva Negra neste filme. "Natasha tem um importante papel nessa sequência porque eu quero concentrar nas pessoas que não tem suas próprias franquias em separado, apesar de ela estar em Capitão America 2 e estar ótima lá. Ela é a mais divertida pra mim porque ela não é uma heróina e e tem uma coisa que eu li - até lamento muito não ser capaz de lembrar quem escreveu - que diz que "esses caras são heróis, mas você é uma espiã". É uma coisa diferente, uma técnica diferente de colocar as coisas. Ela não tem a mesma moral que eles ou coisa do tipo. E é isso que a faz a mais interessante pra mim. Então, podem esperar coisas bacanas preparadas para ela que são de matar". Whedon também já tinha se expressado em outras entrevistas o interesse de trabalhar mais do Gavião Arqueiro neste novo filme para compensar o que foi feito no primeiro Vingadores em que ele passou boa parte do filme como vilão. E o que se falou nos bastidores da Comic Con é que o filme do Capitão America: o Soldado Invernal será o mais importante dessa fase para levar a Vingadores 2. Mas o que será que isso significa?



Uma das questões mais complicadas envolvendo a trama do Ultron é a falta de um Hank Pym introduzido no universo da Marvel Studios nos cinemas. O site io9 relatou ter entrevistado o diretor Edgar Wright para seu filme novo " World's End" na Comic Con de San Diego e o próprio revelou que teremos um Hank Pym no seu filme do Homem-Formiga (a ser lançado em 2015, depois de Vingadores). Isso foi bastante aliviador já que muitos comentários do diretor levavam a crer que o herói a vestir o uniforme poderia ser outro - talvez Scott Lang ou Eric O'Grady. E se isso acontecesse, até a presença da Vespa no filme seria uma incógnita. Como já foi revelado que a origem do robô será diferente dos quadrinhos e que Hank Pym não estará em Age of Ultron, muitos se questionam como será de fato a abordagem do filme do Homem-Formiga nos cinemas.

Whedon também esclareceu pro site WPRI que o Agente Coulson não vai estar nos Vingadores 2. Ele colocou na entrevista da seguinte maneira. "Ele poderia estar, mas agora no momento não é algo que eu esteja visando porque tem muita coisa pra por em Vingadores 2. Descobrir que Coulson esta vivo seria toda uma nova história par contar e eu já tenho histórias demais pra um só filme". Na mesma entrevista, Whedon discutiu a participação de Samuel L. Jackson, o nosso Nick Fury, aparecer no seriado "Agents of S.H.I.E.L.D." e disse que terá que traçar bem uma linha entre as duas midias. Ele não quer que as pessoas digam "Eu não preciso ir pro cinema pra ver isso. Eu já vejo na TV"

Falando em Coulson, Whedon comentou para o site Yahoo sobre trazer Clark Greeg de volta ao seriado da ABC vai de encontro a sua reputação de matar personagens queridos. Em sua defesa, o diretor e consultor criativo da serie disse que o Coulson não foi a sua única ressurreição até agora. "Eu já trouxe pessoas mortas antes. Um dos meus primeiros trabalhos foi trazer a Ripley de volta a vida em Aliens 4, mas ninguém quer lembrar disso né?" brincou ele, mas acabou reconhecendo que andou tirando de circulação muitos personagens queridos do público nos seus trabalhos recentes (quem acompanha Buffy e Serenity sabe disso). "É legal mudar um pouco" ironizou a si mesmo.


Outra questão que sempre leva muitos questionamentos no filme é quanto a presença de Mércurio e Wanda neste filme. Pro site Nerdist, Joss Whedon adiantou que não veremos a Feiticeira Escarlate no seu uniforme tradicional exuberante. "Ela deve usar uma tiara ou algo assim pra lembrar as pessoas do que tem nos quadrinhos. Os artistas conceituais da Marvel Studios são fenomenais e eles são tão bons em pegar a essência dos personagens e reinterpretar pra o mundo mais "real", eles tem feito alguns desenhos que eu mal posso imaginar como ficaria numa pessoa, não dá pra imaginar como seria o tecido daquilo. Eles são muito específicos, muito talentosos. Eu estou animado já com esses designs. Mas é claro que queremos relembrar aos leitores a imagem dos personagens do jeito que eles conhecem, mas não esqueçam que temos a versão clássica e a ultimate. E as coisas tem que ser feitas de um jeito que funcionem. E eu não posso ser tão tradicionalista, ela não vai vestir aquela roupa de lycra".

De fato, a revelação do subtítulo de Vingadores 2 como "Age of Ultron" criou um certo problemas entre os Marvelmaniacos que não ficaram muito satisfeitos com a abordagem da saga homônima que ocorreu esse ano nos quadrinhos. Mediante isto, o próprio Bendis revelou em seu Tumblr que as duas histórias não tem nada a ver e elogiou bastante a escolha de Joss Whedon pro tema. "Como já foi dito.... apesar dos poucos detalhes, minha história tem como base a idéia de que Ultron foi já uma ameaça aos Vingadores por anos e anos enquanto que essa históra do Whedon será como o "nascimento" de Ultron no universo cinemático da Marvel. Joss vai ter uma pegada fantástica pra o personagem. Será uma grande surpresa. A minha "Era de Ultron" seria originalmente chamada de a Guerra de Ultron ou algo assim, mas a divisão da parte de quadrinhos da Marvel decidiu mudar o nome dela assim que soube da sequência do Whedon. Faz muito sentido isso do que achar que o Whedon se baseou na minha história. Foi uma estratégia de Marketing já que no futuro certamente as edições encadernadas dessa série vão valer uma nota no Amazon agora."

Sobre a escolha do título, Kevin Feige tem uma história diferente do Bendis e conversou com a revista Empire. Ele disse que "Viemos com vários títulos e toda semana aparece uma revistinha nova e esse pareceu ser um grande título. Tivemos outros "de Ultron" na lista, mas esse sempre foi o melhor. Então, pegamos emprestado do gibi, mas a história é outra". Na entrevista, Feige desconversou sobre o fato de Loki estar no filme e salientou que a Marvel tem muitos outros vilões a serem trabalhados.

Kevin Feige também voltou a se posicionar sobre a questão dos dois Mercúrios sendo usados no cinema e talvez até sobre a idéia de fusionar os personagens num tipo de crossover entre estúdios. Ele disse que "Eu não posso falar pela Fox e talvez ela até queira algo do tipo, mas nós não estamos preparado para algo assim. Pra gente é um começo nesse ramo. Só posso dizer que tem muito do Mércurio nos quadrinhos e que os dois estúdios tem o direito de usá-lo, já que ele é em parte meio Vingador e meio ligado ao universo dos X-Men. E pelo que sei até agora nós estamos dando abordagens bem diferentes para ele".



E o pessoal da MTV não perdeu tempo em entrar em contato com Aaron Taylor-Johnson sobre os boatos em torno de ser o Mércurio nos cinemas do lado da Marvel Studios. Nesse video, ele deixa bem claro que já andou conversando com Joss Whedon e explicou um pouco da abordagem que provavelmente o seu personagem e da Feiticeira Escarlate terá nos cinemas, como crianças abandonadas que vivem no Leste Europeu. Aaron mostrou-se fascinado no video com o trabalho de Joss Whedon em Vingadores e já podemos até considerar isso quase uma confirmação de que ele realmente abraçará o papel do velocista da Marvel.



E nesse video sobre Kick Ass 2 feito site Super Hero Hype, o ator Aaron Taylor-Johnson falou que encontrou sua versão "alternativa" do personagem da FOX, o ator Evan Peters, e que discutiram essa conexão estranha que terão com o mesmo personagem:




Por fim, chegamos ao maior boato da San Diego Comic Con que acabou ainda sem solução. Como anunciamos anteriormente, o ator Vin Diesel havia causado o maior fundúrcio desde que comentou ter tido uma importante reunião com a Marvel (vale ressaltar que nada oficial foi dito pela empresa, nem específicado se ele havia se reunido com a divisão de cinema, TV ou qualquer coisa assim). E acabou que na esperada San Diego Comic Con nada sobre sua participação foi revelada. O próprio Kevin Feige após as revelações de Vingadores: Age of Ultron disse que não havia nada a declarar sobre isso apesar de desferir vários elogios ao ator. Todavia, o ator de Velozes e Furiosos insistiu na idéia de que ele estaria sim envolvindo no futuro da Casa das Idéias. Ele insistiu ainda na Comic Con que "supostamente eu não devia estar te contando nada. O que posso dizer é que a Marvel está buscando um tipo diferente de relacionamento, um tipo de história de amor, acho que inspirada em "Dom" e "Letty" (personagens dele e de Michelle Rodriguez em Velozes e Furiosos).

Se essa conversa de Diesel é verdade ou mentira ainda não sabemos, mas o fato é que muitos dos atores vinculados a franquia de Vingadores 2 tiveram uma baita surpresa com a revelação do que vem por aí. No video a seguir vemos como o ator Samuel Lee Jackson reagiu a isso e a possibilidade de Vin Diesel ser o vilão.


Get More: MTV Shows

Bem, e é com essa agitação que continuamos a especular o quão longe irá a Marvel Studios em sua franquia. Acabou encerrando a Comic Con com praticamente a confirmação de Aaron Taylor Johnson no papel de Pietro Maximoff, mas cheio de dúvidas com as trollagens de Vin Diesel. Hank Pym não estará de fato em Vingadores 2, mas não foi esquecido pro filme do Homem-Formiga. Pelo visto, o que vem daqui pra frente é ainda uma grande incógnita. Eles não cansam de nos surpreender. Mas é como dizem... Em Whedon confiamos.

Coveiro

Wolverine e os X-Men: O eixo central da guerra


Na batalha entre os Vingadores e X-Men, um elemento encontra-se  exatamente no meio do embate. Wolverine. O mutante canadense se vê dividido entre sua família, que lhe acolheu e tratou como igual desde que se conhece por gente (decente) e pelo que encara como certo. Esse é o atual dilema do carcaju.

Com a Fênix vindo para a Terra, 2 acontecimentos foram primordiais no Instituto Jean Grey. O primeiro foi a queda dos telepatas, todos ficaram inconscientes, o que resultou em uma cena heróica entre Groxo e Quentin Quire, foi o aviso da aproximação da ave cósmica. O segundo acontecimento foi a visita do Capitão América a instituição. O líder dos Vingadores veio pessoalmente garantir a presença de Wolverine no seu lado do combate. Ambos colocaram o seu jogo na mesa, Steve deixa claro que não está pedindo para Logan peitar Scott Summers, ele quer a ajuda do Wolverine para salvar o mundo. Antes de partir para se juntar aos Vingadores, o Diretor organiza uma reunião, pedindo para que os professores fiquem e cuidem dos estudantes na sua ausência, pois ele estará protegendo a escola em um outro local.


Como se a Fênix estar vindo não fosse problema suficiente, outro ser super-poderoso (mas bem mais fraco do que a entidade cósmica) vem em direção ao instituto, o Gladiador. Ele sabe o que se aproxima da Terra e vem proteger o seu filho. Mas enquanto ele não chega, uma grande batalha se desenrola em Utopia, entre os 2 grupos heróicos (que você viu em Vingadores VS X-Men 1). Mais tarde, de volta ao Instituto, Logan se surpreende ao encontrar Ciclope, Magia e Emma em seu território, pedindo para conversar. Logo de cara Krakoa imobiliza os visitantes inconvenientes, mas temos tempo para Emma acertar o Logan com um soco e Magia queimar o Bobby.


Assim como o Capitão América, Scott veio tentar levar o carcaju para o seu lado da briga, mas foi em vão. Em contra-partida Rachel Grey, Homem de Gelo, Anjo e Gambit se sentem seduzidos pela conversa do seu ex-líder e decidem se juntar as tropas de Utopia, deixando o Instituto aos cuidados apenas de Kitty, Paige, Míssil e Vampira. E convenhamos, acompanhem a saga principal e verão que eles apenas foram embora do Instituto para apanhar, fizeram nada de importante ... Rachel que argumentou que já controlou a entidade antes e que se a Esperança quiser a Fênix e a Fênix quiser Esperança, tudo estará OK, ainda morderá a língua. Mas, seguimos a história ...

Pouco após a debandada dos professores, a messias mutante entrou em contato com Wolverine, pedindo-lhe ajuda. Enquanto conversavam, Logan enxergou na garota muito da Jean Grey, o Esquadrão da Morte Shiar, que chacinou a família Grey, surgiu para atacá-los. Manifestando a Força Fênix, Esperança derrotou toda a tropa inimiga, o que mostrou para o diretor que os Vingadores estavam certos, a jovem não estava preparada e iria sair de controle se recebesse 100% da ave cósmica.


E isso nem foi o pior. Pois em paralelo, um enlouquecido Gladiador chegava no Instituto Jean Grey, clamando pelo seu filho, que estava neste momento enfrentando o Hulk vermelho na Montanha Wundagore.

Jason Aaron vem cada vez mais mostrando que é o escritor definitivo do Wolverine e um grande conhecedor da franquia mutante. Soube escrever a Fênix, Ninhada, Krakoa, Shiar's e uma infinidade de outros elementos da franquia, sempre com uma naturalidade e qualidade incomparáveis. Aqui nesse tie-in de VvsX, vem novamente mostrando que consegue adaptar a sua história, sem perder o pique. Um trabalho realmente fantástico.

As histórias aqui resenhadas foram originalmente publicadas em Wolverine and the X-Men 9 à 11. Aqui no Brasil, foram lançadas em Wolverine 103 e 104. O roteiro é de Jason Aaron e a arte de Chris Bachalo e Nick Bradshaw.


Kinhu Heck

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Bilheteria americana de Wolverine: Imortal decepciona, mas a internacional é bem animadora!


A bilheteria do primeiro final de semana de Wolverine: Imortal nos principais mercados do mundo foi revelada e traz boas e más notícias. Apesar do fraco desempenho nos Estados Unidos, o resto dos países conseguiu ajudar o filme a cobrir seus custos. Veja os números e também o que Chris Claremont achou da película!

Nos Estados Unidos, apesar do grande número de salas 3D (que cobram ingressos mais caros), as cifras da bilheteria foram muito frustrantes. Com pouco mais de 53 milhões de dólares arrecadados, o filme fez 12 milhões a menos do que o esperado e se tornou a película com menor bilheteria em final de semana de estreia de toda a franquia mutante (First Class arrecadou 54 milhões no primeiro final de semana e X-Men Origens: Wolverine fez 85 milhões na estreia). De qualquer forma, Wolverine: Imortal foi o filme mais visto dos últimos dias nos EUA.


Por outro lado, o resto do mundo esteve na contramão. Os números ainda não confirmados estimam a bilheteria fora dos Estados Unidos em 86 milhões de dólares, o que contribui para que o filme totalize cerca de 140 milhões de dólares na estreia e supere seus custos de produção, em torno de 120 milhões de dólares.

Segundo os sites especializados, apesar da decepção no mercado americano, como a crítica tem sido bastante positiva, é provável que ao longo dos próximos dias os números melhorem.


Mudando um pouco de assunto, Chris Claremont, roteirista da HQ em que o filme foi baseado, comentou o que achou de Wolverine: Imortal. Há alguns meses, Claremont estava preocupado com o roteiro depois que o diretor Darren Aronofsky deixou o projeto. 

Depois de assistir, contudo, Claremont afirmou que gostou do resultado, embora não tenha gostado tanto do final. Segundo o escritor, as duas primeiras partes do filme foram sensacionais, trabalhando muito bem quem é Wolverine. Elas indicavam que o filme seria excepcional e diferente, dando um passo muito à frente do que já tinha sido feito até então. A performance de Hugh Jackman foi chamada eloquente por Claremont. O escritor, entretanto, não gostou da parte final, a partir do momento em que Wolverine aparece andando de motocicleta, porque ela não seguiu o mesmo tom do resto do filme. Ele sugeriu que se converse com James Mangold, para que o diretor revele os motivos que o fizeram colocar o filme naquele caminho.

Vocês concordam com Claremont?

Fique atento aqui no site para mais novidades sobre a bilheteria!

Veja o primeiro trailer do Homem-Aranha antes que tirem do ar!


Um trailer de "O Espetacular Homem-Aranha 2" foi exibido na SDCC e é claro que algum nerd deu um jeito de gravar tudo e disponibilizar na internet. A qualidade do video não é das melhores, mas já dá para se ter uma ideia do que está por vir. Assista logo, pois a Sony já bloqueou o video em vários sites!

domingo, 28 de julho de 2013

Inominata 616 #45 - Os 50 anos de Sortilégios do Dr. Estranho


Esse é certamente o ano dos cinquentões na Marvel! Já tivemos um programa especial do Homem de Ferro e já podem ficar na expectativa para algo muito especial envolvendo os Vingadores e os X-Men. Todavia, esse mês de julho não podiamos deixar de reservar um podcast muito especial pra um do personagens mais obscuros (mas igualmente querido) da Casa das Idéias. O bom e velho Doutor Estranho também está entrando na galeria dos 50 anos e vamos trazer a tona muitos detalhes desconhecidos do personagem mais misterioso da Marvel.


De uma origem bem peculiar, que bebia das elocubrações de Stan Lee e Steve Dikto escrevendo pra uma geração que vivia a  "Era de Aquário" até os últimos dias mais conturbados que o levaram a perder o título de Mago Supremo, Coveiro, Paulo Artur, Rafael Felga e Marcos Dark falaram sobre momentos pontuais desse herói místico. Os principais vilões, aliados, histórias e até mesmo uma explanação do universo mitologico do Vishanti são temas desse programa.

Não deixe de ouvir nosso programa cheio de teorias mirabolantes como a ligação do Tio Ben com o Ancião, o precursor do Estranho como Mago Supremo. Saiba algumas referências que o Estranho criou fora de seu universo na nona arte. E se nada disso te convencer de ouvir esse programa, que tal conferir a participação especial de nosso... bem... Cid Moreira Ultimate no programa?



Duração: 116min



Player Alternativo:


Links dos Emails:
Site do Baile dos Enxutos
Inominata616 sobre o Demolidor no novo Milênio
Homem-Aranha: O outro
Boato do Hulk contra o mundo nos cinemas desmentido.

Links do programa:
Boatos do Doutor Estranho nos cinemas
Doutor Estranho e Doutor Destinos juntos
Sobre Doutor Estranho Season 1
Doutor Estranho Mascarado
Animação do Dr Estranho
Resenha sobre o Juramento do Dr Estranho
Resenha dos novos Defensores
Vodu é pra Jacu... o novo Mago Supremo
Wolverine turbinado contra Agamotto

Escritor de Guerra dos Tronos de olho no Estranho
Doutor Estranho na capa de Pink Floyd
Referência da capa de Pink Floyd com arte de Marie Severin
Van Doido no Scooby Doo

Outros Podcasts Relacionados:


Inominata 616#14 - A Era das Trevas
Inominata 616 #031 - Os 50 anos do Homem-Aranha
Inominata 616 #035 - As Guerras que você não viu!
Inominata 616 #36 - Os 50 anos do Homem de Ferro
Inominata 616 #38 - De Feiticeiro e Louco todo mundo tem um pouco

Para baixar em mp3, clique aqui!




Coveiro

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Fabulosa X-Force: Curando as feridas entre uma batalha e outra

A colossal batalha batizada como "Saga do Anjo Negro" terminou. A Fabulosa X-Force salvou toda a vida existente no mundo. Mas o preço pago foi alto: alguns dos X-Men da Era do Apocalipse, como Gambit, Solaris e Selvagem, foram mortos em combate. Fantomex teve que revelar a existência de seu "sobrinho" Evan, na verdade um clone de Apocalipse, para seus colegas. E um dos integrantes da equipe, o Arcanjo, tornou-se o novo Apocalipse e acabou assassinado por sua própria namorada, Psylocke, apenas para reaparecer vivo e bem... mas sem qualquer memória de quem era até então.

Depois de tantos combates e tantas perdas, a X-Force merecia um momento de descanso... mesmo sendo um momento bem curto.

É hoje! Wolverine: Imortal estreia no mundo inteiro.


Muita gente pode ter ficado com o pé atrás, mas aos poucos, o filme Wolverine: Imortal começa a conquistar seu espaço e confiança entre os amantes dos quadrinhos. Será que teremos algo no patamar do primeiro filme? Ou vamos ser surpreendidos assim como foi em X-Men First Class? Bem, chegou o momento de tirar essa dúvida e queremos ouvir vocês!

O filme, que teve estreia na madrugada desta quinta-feira em muitos países já mostrou um bom retorno. As primeiras estimativas da noite colocam um rendimento inicial da noite em 4 milhões. As perspectivas é de que fique entre 65 a 80 milhões quando se encerrar esse fim de semana. Tudo depende de como se sair o boca a boca durante os próximos 3 dias. Por hora, é incerto o resultado. Há críticas muito boas de alguns sites, enquanto que outras não são nada animadoras. No fundo, vai valer é a sua opinião, que é a que de fato queremos saber...

Essa postagem está liberada para spoilers do filme e vocês podem comentar a vontade, mas queremos muito mais. Caso você assista o filme e queira gravar sua opinição com o pessoal do Marvel 616 para ser ouvida por todos em nosso podcast, envie pra gente um email com seu nome e conta skype para inominata@marvel616.com. Outra opção é preencher nosso formulário de contato. Estaremos coletando algumas opiniões na noite do Domingo e na Segunda.

Ainda assim, se você não puder estar presente nesses dias para gravar mas quiser que sua opinião fique registrada na nossa leitura de emails do programa, deixe um parágrafo (não ultrapasse mais de seis linhas) resumindo o que você achou de uma forma geral do filme e é bem possível que seja selecionado e comentado pela gente no começo do inominata. De qualquer modo, não deixe de participar!

Agora, o que está esperando para ver o filme? Vai lá e volta aqui pra debater com a gente!

Coveiro

PS: A capa de fundo do site, com tema do filme Wolverine: Imortal foi obra do nosso colaborador Victor Augusto

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Confirmado(s) o(s) momento(s) do tempo em que o novo filme dos X-Men se passa


Bryan Singer confirmou quanto tempo se passou de X3 até X-Men: Days of Future Past e falou sobre o envolvimento de Kitty Pryde na viagem no tempo realizada por Wolverine. Veja também bastidores da produção e saiba quantos integrantes veremos na X-Force no cinema!

Singer afirmou que passaram-se cerca de 10 anos desde X-Men: O Confronto Final no futuro distópico do novo filme. O suficiente para a sociedade chegar no ponto catastrófico em que estará, sem que os atores precisem ser envelhecidos. As sequências do passado ocorrem também 10 anos após X-Men: First Class, e o diretor comentou que Charles estará num momento difícil e sombrio, enquanto Erik já terá passado um tempo coletando poder. "Eles estão em lugares radicalmente diferentes", disse.

Falando sobre a adaptação da história original dos quadrinhos, na qual Kitty Pryde é a viajante temporal, Singer disse que é o poder dela que permitirá que o deslocamento ocorra, mas é Wolverine quem tem a força e resistência para realizá-lo.

O site Comic Book Movie também publicou alguns vídeos e fotos de bastidores, com dublês e figurantes, que você pode ver clicando aqui.

Trazendo pra cá os vídeos mais legais, nesse você pode ver o dublê de Magneto afastando um grupo de pessoas com o poder do magnetismo:



E aqui, um trem das Indústrias Trask:


Já sobre o filme da X-Force, o roteirista Jeff Wadlow deu a resposta clássica sobre a inspiração para o filme, a de que adora a incarnação atual da Uncanny X-Force e também trabalho de Rob Liefeld nos anos 90. Já Mark Millar disse que as pessoas irão "dissecar" cada nome à medida que forem liberados, e que será incrível quando for revelada a formação do quinteto. Isso mesmo, segundo ele serão cinco membros formando a versão cinematográfica da equipe.

O CBM aponta para um boato surgido no Twitter de que um Ciclope vivido por James Marsden poderia ser um desses cinco, mas desencoraja a crença nisso por enquanto, devido à fonte duvidosa.

Depois de mancadas sérias com X3 e X-Men Origens: Wolverine, a Fox provou que pode produzir filmes baseados em quadrinhos de altíssima qualidade com X-Men: Primeira Classe. Nos resta torcer para que os próximos filmes da franquia X sigam o exemplo do mais recente.

Kick Ass 2 é capa da SFX e ganha novo clip


Tá já pertinho da estreia nos EUA e depois da San Diego Comic Con, a divulgação de Kick Ass 2 praticamente foi turbinada. Depois de liberadas várias imagens promocionais e alguns conceitos visuais de propagandas que acabaram não sendo utilizados, mas ficaram bem legais, confira a capa dos vigilantes mirins mais casca-grossas dos cinemas na revista SFX, além de um novo clipe focado exclusivamente na Hit Girl:




Realmente, Chloe Grace Moretz se tornou a 'queridinha' dos fãs de Kick-Ass e realmente existe um motivo. A garota que já tinha trabalhado muito bem no primeiro filme, mostrou não só ter continuado com uma ótima atuação, como também parece bem animada de ter participado da produção. E enquanto os americanos começam a contar os dias para o lançamento em Agosto, nós aqui do Brasil vamos ter que aguardar um pouco mais já que Kick Ass 2 só chega aos cinemas daqui no dia 13 de Setembro.

Coveiro

Wolverine na novela das 20h (que começa às 21h)


Não é necessário assistir novela para saber que Tatá Werneck vive uma "periguete" na atual produção do horário nobre da Rede Globo. Como tudo o que acontece nas novelas dessa emissora, virou notícia tempos atrás que a personagem da atriz já havia corrido atrás de personalidades como os jogadores Neymar e Alexandre Pato. Mas Valdinere, interpretada pela Tatá,  desistiu de "Homo Sapiens" e partiu para um "Homo Superior".

A Fox deve ter desembolsado mais dinheiro do que qualquer um de nós verá um dia, para realizar um merchan dentro da novela "Amor à Vida". Dentro da produção, tivemos a personagem Valdinere beijando o Wolverine na boca, mais precisamente um poster do Logan e na sequência, boa parte do trailer foi exibido dentro da novela.



Com essa iniciativa, tenho certeza que a Fox atingiu muito da massa que é o seu público, afinal, Wolverine é um dos heróis mais populares, atrai a atenção de jovens de todas as idades, faixas etárias e classes econômicas. E o seu filme é direcionado para as grandes massas. E além disso tudo, um merchan desse tamanho é algo que particularmente eu nunca tinha visto antes. Se levarmos em consideração a divulgação mequetrefe que um filme da Distinta Concorrência teve, podemos já imaginar que "Wolverine Imortal" será o segundo maior filme de herói do ano. E lembrando, a estreia oficial do longa é amanhã, não vai esquecer, hein?


Kinhu Heck

Os Defensores Contra o Destruidor de Mundos

Defensores

Os Defensores sempre foram uma das equipes mais carismáticas e disfuncionais do Universo Marvel. Em sua origem, o Dr. Estranho reuniu o Incrível Hulk e Namor, o Príncipe Submarino, para enfrentar um feiticeiro chamado Yandroth e sua máquina de juízo final que pretendia detonar todos os mísseis nucleares da Terra. Foi Namor quem batizou involuntariamente a equipe ao constatar que eles, ao invés de serem os “defensores” da Terra, quase causaram a sua destruição durante o conflito.

Agora, com os roteiros de Matt Fraction e os desenhos de Terry Dodson, Michael Lark, Mitch Breitweiser e Victor Ibañez, os Defensores estão de volta para “defender a humanidade do impossível” numa equipe constituída por Dr. Estranho, Namor, Surfista Prateado, Mulher-Hulk vermelha e Punho de Ferro. Suas primeiras histórias foram reunidas no encadernado “Os Defensores” #1, lançado pela Panini, que compreende as edições “Point One” #1 e “Defenders” # 1-6 publicadas nos EUA.

Tudo começa com o Dr. Estranho perambulando pelo bairro em que reside, Greenwich Village, um lugar peculiar pela sua magia e exóticos moradores. Ele decide auxiliar um deles, um “escritor de rua” conhecido como “Joe Caderninho” que, desde que sofreu um colapso nervoso em uma expedição arqueológica na África, nunca mais conseguiu dormir.

Ao perceber que o que ele escrevia numa espécie de transe não fazia o menor sentido, Stephen resolve entrar em sua mente para investigar. Neste cenário onírico, Joe revela que perdeu a sanidade quando encontrou uma estranha máquina na África e isso passou a assombrá-lo pelo resto da vida. Stephen consegue enxergá-la ao abrir uma porta e, além dela, encontra Surfista Prateado, Nick Fury, Homem-Formiga, Namor, Mulher-Hulk vermelha e Punho de Ferro, que traz um estranho aviso: “ou desligamos os engenhos ou o universo vai se romper, Doutor, agora o impossível está em toda parte”.

De maneira surpreendente, no plano físico, Joe se retira de onde estava de maneira sonambúlica e, ao mesmo tempo em que conversa com Stephen no plano astral, ele caminha a uma estação de metrô e se atira na frente de um trem, dando cabo da própria vida. Tem início o arco em três partes chamado “Destruidor de Mundos”, desenhado por Terry Dodson e arte-finalizado pela sua esposa, Rachel.

Stephen começa a estudar o “legado” deixado pelo estranho personagem e tenta reconstituir a visão que teve daquela estranha máquina e descobrir o seu significado quando é intempestivamente interrompido pelo Incrível Hulk, que adentra ao santuário trazendo um singular pedido de ajuda. Ele conta que todo o seu poder, força e ódio tomaram forma com o nome de “Null, O Destruidor de Mundos” e a muito custo ele se libertou de sua influência, mas essa entidade continua à solta causando medo e destruição pelo mundo. Em seguida, Stephen e Hulk contatam seus antigos colegas defensores Namor e Surfista Prateado e pedem a ajuda deles para remediar a situação. O próprio Hulk pede pra não se envolver no conflito, pois teme se vincular novamente à criatura e indica como substituta a Mulher-Hulk vermelha, sua ex-esposa Betty Ross, que acaba aceitando o convite pra se integrar ao grupo.

Defensores

Certamente impelido pela visão que teve, Stephen resolve convidar também Daniel Rand, o milionário conhecido também como Punho de Ferro e pede a ele emprestado um avião para facilitar a perseguição a esse “hulk-fantasma-maligno”. Com todos finalmente reunidos, a caçada pode começar.

A trilha de destruição causada por Null leva ao monte Wundagore e os Defensores partem para lá no avião de Rand. Próximo ao seu destino o avião é abatido, mas todos conseguem se salvar. Infelizmente, ao chegarem ao solo, a equipe se vê cercada pelo insano “Preste João”, um cavaleiro cruzado fora de seu tempo e os “novos homens” de Wundagore, animais evoluídos geneticamente pelo Alto Evolucionário

Defensores

Ele traz consigo o “olho maligno”, um artefato poderosíssimo que anteriormente foi o pivô de um conflito entre os Defensores e os Vingadores (esse encontro histórico foi republicado na edição # 4 de “Os Maiores Clássicos dos Vingadores” pela Panini em 2008). Com a utilização dele, a equipe é derrotada facilmente e aprisionada na cidade de Avalon, que se encontra no interior do monte Wundagore.

A equipe consegue escapar e Stephen tenta alertar Preste João sobre o destruidor de mundos que está quase à sua porta e este revela que é justamente isso que ele deseja. Sua intenção é fazer com que a criatura destrua o “engenho da concórdia”, que se trata justamente da máquina que Stephen procurava. Se Null a destruí-la, acrescenta Preste João, uma fenda se abrirá no espaço e ele e seus seguidores conseguirão abandonar a nossa realidade “corrompida” em uma arca estelar rumo a “dez trilhões de amanhãs melhores no Paraíso”, destruindo todo o nosso universo no processo. Este engenho, guardado por um silencioso irmão cavaleiro de João, mais do que uma simples máquina do tempo, seria “tempo, espaços, universos, um mapa de tudo” segundo suas insanas palavras, mas parece consenso que devido a essa máquina muitas coincidências improváveis vêm se acumulando e o que isso significa ainda permanece oculto.

Preste João manda que a arca seja preparada e Null adentra a cidade de Avalon. Aparentemente alheio ao conflito, o silencioso guardião do engenho espera que ele seja realmente ameaçado para intervir. Ele é um “preste” como João e traz a tatuagem da letra grega “ômega” em ambas as palmas da mão. O Surfista tenta se comunicar com ele enquanto os demais defensores enfrentam o destruidor de mundos sem sucesso.

Defensores

A arca espacial alça vôo e o Surfista é forçado a abandonar a sua tentativa de diálogo para interceptá-la. Ele consegue desviar a trajetória da nave e a arremessa em direção ao espaço sideral profundo, condenando seus ocupantes a vagarem eternamente por lá. Enquanto isso, Null se aproxima cada vez mais do engenho.  Ao alcançá-lo, ele desfere um golpe e finalmente Preste Ômega resolve agir: de maneira rápida e silenciosa, ele se aproxima de Null e, na falta de termo melhor, este é “apagado”.


Depois de agir, ele retorna silenciosamente ao seu lugar e Stephen lhe pergunta o que acabou de fazer com Null e se João também era um guardião como ele, mas não obtém resposta. Stephen decide levar ambos, o guardião e o engenho, para o seu santuário e este arco de histórias se conclui aqui.


Defensores

A história seguinte, “A Mágica da Moeda”, é focalizada no Dr. Estranho e desenhada por Michael Lark. Stephen, já com o engenho e seu guardião abrigados no santuário, recebe a visita de Molly, uma universitária que esteve com ele anteriormente pedindo ajuda para sua tese e lhe pede um livro emprestado. Ele aquiesce e ela se retira com o tal livro, mas acaba sendo vista por um pretensioso “mágico de rua”, que reconhece o livro e sua procedência. Ele se aproxima da jovem e esconde uma moeda no interior do livro.

Enquanto isso, Stephen entra em meditação diante da máquina e acaba trazendo inadvertidamente à vida uma antiga paixão, Martha, que faleceu devido a um câncer no ovário anos atrás. No dia seguinte, Molly retorna para devolver o livro e fica constrangida com a presença de Martha. A noite cai e o “aprendiz de feiticeiro” consegue projetar sua forma astral para o santuário do Dr. Estranho graças à moeda que escondeu no interior do livro. Ele não tarda a ser descoberto, mas não antes de saber tudo sobre Martha, a máquina e seu guardião e ameaça denunciar tudo à polícia se Stephen não permitir que ele tenha acesso irrestrito ao santuário na noite seguinte.

Defensores

Imediatamente, Stephen e Martha vão para a casa de Molly e pedem a sua ajuda para escondê-la e conduzi-la a uma estação de trem, de onde parte para destino ignorado. Em seguida, Stephen surpreende o intruso quando este retorna à mansão em forma astral e encontra a sua moeda dentro de um vidro fechado misticamente e de lá não consegue mais sair. 

Stephen recebe um “chamado telepático” de Namor que o avisa sobre uma câmara aquática que abriga uma inscrição muito semelhante ao engenho que encontraram e isso conduz à próxima história, “As 99 filhas de Pontus”, desenhada por Mitch Breitweiser.  A equipe se encontra reunida em frente a essa câmara, que mais se parece com uma tumba.  Namor explica que ela foi descoberta durante as escavações realizadas no local que visavam a construir uma “nova Atlântida”. Inexplicavelmente, as palavras parecem faltar quando todos deliberam sobre o que fazer em seguida e o Surfista decide arrombar a câmara com um raio cósmico e encontram uma nave em seu interior fincada no peito de um gigantesco octópode.

No alto se encontram vários ovos, que logo se abrem revelando a presença de criaturas agressivas em forma feminina com cabeça de polvo e tentáculos em volta da mesma. Um conflito se inicia, mas logo Namor identifica a líder deste estranho esquadrão e a subjuga, ordenando que as demais recuem e fazendo reconhecer a sua autoridade de rei perante elas. Apesar de ninguém estar certo sobre o que elas realmente pretendem, Namor permite que elas partam. Como seria revelado a ele mais tarde, em uma espécie de sonho, elas seriam “as 99 filhas de Pontus” e ameaçaram tomar o seu trono em nome do pai delas e não permitiriam mais que a humanidade “desrespeite as suas fronteiras”.

Defensores

Logo após, o Dr. Estranho convoca os demais para o interior da nave e relata o que descobriu. Ele acredita que a nave se trata do “Nautilus”, a mítica nave do capitão Nemo descrita em “20 mil léguas submarinas” por Júlio Verne ou uma milagrosa recriação da mesma. Como se não bastasse, uma foto dos pais de Namor com o capitão é encontrada e isso desperta nele uma lembrança de infância há muito esquecida, com a mãe dele se referindo ao capitão desta nave como “um grande amigo” e sem se alongar sobre até que ponto ia essa amizade com ele. O Nautilus é resgatado pelas indústrias Rand. O corpo de seu capitão e de outro “Preste Ômega” é encontrado em seu interior. Aparentemente, o engenho que ele guardava foi transformado no motor que impulsionava a nave.

Para relaxar um pouco, Danny Rand prepara um jantar romântico em sua casa para a namorada, Misty Knight, mas são abruptamente interrompidos pela chegada do corpulento e gravemente ferido “Vultoso Cobra”, uma arma imortal de Kun Lu como o próprio Punho de Ferro. Danny é acusado pelo acontecido e recebe um apelo desesperado para que “desligue os engenhos”. Assim é fornecido o gancho para a última história deste encadernado, desenhada por Victor Ibañez cujo título, “Dammit, Danny”, não foi mostrado pela Panini.

O ferido é levado para um hospital e Danny descobre que várias outras “armas imortais” foram assassinadas, só restando na Terra, além dele próprio, o lutador John Aman, conhecido como o “Príncipe dos Órfãos”. Quando tenta explicar pra Misty o que está acontecendo, as palavras simplesmente fogem da consciência. Parece que o engenho está obscurecendo sua presença na mente das pessoas que sabem da sua existência.

Defensores

Danny pede ajuda ao Surfista Prateado para vasculhar os diários de Ernest Erskine, que relatam as aventuras de Orson Randall, predecessor de Danny como “Punho de Ferro” e seus amigos, que formavam um grupo chamado “Aliados do Extraordinário”. A idéia é encontrar alguma ligação do conteúdo dos diários com os fatos acontecidos recentemente, algo nada impossível diante das tantas coincidências extraordinárias que os caracterizam.

Logo em seguida, uma neblina verde cobre todo o ambiente e anuncia a entrada de John Aman. Ele assume a responsabilidade pelo assassinato das outras armas imortais e diz que está ali para detê-los para que o engenho não seja desligado. De maneira surpreendente, o Surfista modifica sua própria forma e engole toda a neblina verde que constitui a forma de Aman e sai rapidamente para expeli-lo no âmago de um vulcão e retorna para Danny. Este diz, de maneira lacônica, que Aman logo voltará.

 Ele mostra ao Surfista um desenho do engenho que encontrou em um dos diários de Erskine, que conta como os “Aliados” se defrontaram com Aman e seus asseclas na cidade de Z´Gambo, que abrigava um dos aparelhos e de como lutaram entre si pela preservação deste a todo custo. O diário também apresenta provas da existência de outros engenhos em todo o mundo. Diante disso, Danny toma a decisão de desligar todas as máquinas, começando pela que se encontra em Z´Gambo.

Matt Fraction é um escritor que divide opiniões. Acho-o ótimo escrevendo “Homem de Ferro” e em outros títulos o considero apenas razoável, como nas histórias deste encadernado de Defensores, mas não pude deixar de notar pelo menos três incoerências no roteiro: como Namor foi capaz de fazer uma chamada telepática para Stephen já que ele não tem esse poder, como um feiticeiro mequetrefe sem nome foi capaz de invadir o santuário do Dr. Estranho sem encontrar nenhuma resistência e como o Surfista alterou a sua forma para “sugar” John Aman já que ele nunca foi um transmorfo. A favor dele, devo dizer que a história “A Mágica da Moeda” é muito boa, a melhor da edição e gostei dele ter revisitado a mitologia do Punho de Ferro que criou junto com Ed Brubaker. Também achei interessante a possibilidade do pai de Namor ser o Capitão Nemo e uma boa sacada Namor nunca ter lido Julio Verne por não se tratar de um “autor atlante”. O roteirista foi bastante sagaz em utilizar esse “engenho da concórdia” como seu próprio “deus ex-machina” particular para justificar as muitas e improváveis coincidências que permeiam todas essas histórias.

Tem alguma coisa na arte do casal Dodson que não me agradou, não que os desenhos e a narrativa sejam ruins, mas acho que o traço deles não encaixa bem com esse tipo de história, se desenhassem novamente um personagem mais urbano como o Aranha acho que seria melhor. Gostei muito mais da arte de Michael Lark, Mitch Breitweiser e Victor Ibañez, achei que os seus diferentes estilos se casaram muito bem com os personagens que protagonizaram as histórias que cada um desenhou.

Eu gostei da Panini ter trazido este material, mas tem me incomodado demais a tendência recente da editora de lançar vários encadernados como esse em papel LWC, encarecendo demais o preço final. Dos que vi anunciados até agora, só o do Demolidor do Waid está valendo cada centavo.


Carlos Andre Colaborador do site Marvel 616

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Série digital de Wolverine pega carona no ambiente do filme

Informações Inéditas no Brasil!


A Marvel está lançando semanalmente a série limitada Wolverine: Japan's Most Wanted ("O Mais Procurado do Japão") dentro de sua linha Infinite Comics, com quadrinhos especialmente para a plataforma digital. Confira o preview da edição que saiu hoje!


A história está sendo contada em 13 partes semanais, e hoje está saindo a terceira edição. O roteiro é assinado por Jason Aaron e Jason Latour, com desenhos de Paco Diaz.


Como podemos ver, Wolverine está enfrentando vilões clássicos como o Samurai de Prata (que está no filme atual) e Dentes de Sabre (que esteve no filme anterior). Além disso, ele está sendo procurado pelo governo japonês por um crime cujas provas caíram na Internet.


A revista está disponível no aplicativo da Marvel Comics para plataformas da Apple ou Android e também na loja digital da editora.


Não podemos esquecer que Wolverine: Imortal se passa no Japão. Ainda que a história não esteja ligada aos eventos do filme, vale a pena conferir mais essa aventura de Logan do outro lado do mundo!

Veja os novos comerciais de TV do Wolverine


Faltam apenas dois dias para a estreia mundial de "Wolverine: Imortal" e mais dois comerciais de TV estão disponíveis na internet. Confira...

X-Men: O Império (Skrull) contra-ataca

O sonho de muitos dos jovens mutantes que decidiram ficar em Utopia após o cisma mutante é um dia entrar para o esquadrão "dos adultos" nos X-Men, tornar-se um super-herói. Entre esses jovens, está Megan Gwynn, a prestativa e ingênua Fada, que já chegou a ser levada para missões de campo em mais de uma ocasião. Mas uma coisa é estar acompanhada e protegida por X-Men experientes; outra coisa é estar sozinha frente ao perigo. Será que a adolescente é capaz de, sozinha, salvar o mundo?.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Novos posteres e os concepts iniciais "Kick-Ass 2"


O visual exagerado e caricato do universo cinematográfico de Kick-Ass é o seu principal diferencial com relação aos outros filmes de heróis e talvez o seu grande chamariz. Toda essa identidade visual nasce no concept art, onde o designer coloca em prática suas ideias, e o que temos aqui são justamente esses primeiros estudos feitos para o segundo filme da franquia. Confira os concepts iniciais, além dos novos posters com os personagens secundários de "Kick-Ass 2"...

Venom: Montando sua versão de Quarteto (nada) Fantástico

 photo CIRCLE01.jpg

Desde que topou entrar no programa do “super-soldado-simbionte”, Flash Thompson tem se mostrado um promissor agente secreto do exército, tendo inclusive atuado brilhantemente durante os assombrosos eventos da Ilha-Aranha. Todavia, todo herói tem sua fraqueza, e com a recente morte de seu pai, Thompson voltou a fraquejar e se entregar a bebida. A pressão do simbionte também é forte e fez ele perder o controle, e matar. Prestes a perder o direito de usar o simbionte de novo, Flash tomou uma atitude desesperada, desertou do programa e fugiu país a fora. Venom agora é um foragido. Mal sabe ele que o destino o levará a uma união incomum com mais outros três heróis.

A última parada de Flash foi em Vegas. Foi lá que descobriu que parte dos planos obscuros do seu adversário Halloween consistia em capturar um outro simbionte, o Toxina, o que levou a outra briga feia com o vilão, que quase termina muito mal. Trancado num quarto, voltando a encher a cara, ele mal consegue acreditar quando um imenso gigante vermelho rompe a parede de seu quarto alugado e dá voz de prisão. Aquele é Hulk Vermelho, mas também o General Thunderbolt Ross, que detesta oficiais insubordinados desertores e foi atrás do Venom a pedido do próprio Capitão América.

A luta dos dois se estende pelas ruas e demora um pouco pra os brigões perceberem que além da destruição que por si só eles vinham causando, a cidade de Las Vegas virou um Inferno. E estou sendo literal. Para entender isso, é preciso saber o que andou acontecendo nas páginas paralelas. Coração Negro, filho mal amado de Mephisto, deu início a um plano para escapar de seu exílio na Terra. Ele decidiu trazer um pouco do próprio Inferno pra cá. Imediatamente, isso o colocou de encontro com a Nova Motoqueira Fantasma e, de quebra, a X-23.

 photo CIRCLE01.jpg

Para que seu feitiço desse certo, ele precisava de alguns itens. Primeiro, o sangue de um jovem que já esteve no Inferno e escapou (e esse foi o caso da X-23 nas primeiras histórias do crossover da revista do Wolverine). Depois, um pedaço da ‘carne’ do simbionte alienígena Toxina. E de quebra, algumas almas condenadas. Tudo isso ainda não seria suficiente se não conseguisse enganar a Alejandra, a nova hospedeira do Espírito de Vingança, para dar ignição a uma “roleta gigante dos infernos”. Foi assim que se abriu o portal entre dimensões que trouxe as chamas infernais para nossa realidade e teriam consumido tudo se não fosse Johnny Blaze e um amuleto místico que conseguisse segurar um pouco o avanço da Magia.

E é com esse cenário infernal na cidade provavelmente mais cheia de pecado do mundo, que quatro improváveis heróis se veem contra o filho de Mephisto e alguns demônios que lhe são submissos. Cada um tem seus objetivos próprios para estar ali. X-23 veio tomar satisfações sobre o sujeito que comprou uma amostra de seu sangue e acabou descobrindo que foi não só clonada como seu compor fundido a crias de simbiontes. Alejandra acaba conseguindo ganhar uma ajuda de Johnny Blaze, que tomou seu lugar na Roleta Infernal e terá que aproveitar o momento para se vingar do Coração Negro por tê-la enganado. Já o Hulk Vermelho e Venom vão ter que fazer uma trégua temporária para lutar contra as hordas recém-saídas do Inferno.

Para se contrapor ao grupo, Coração Negro usa um espelho místico que convoca alguns demônios que são justamente as anti-teses dos nossos heróis quebrados. Linfa é um tipo de um anjo caído mortífero. X-666 é uma garotinhas feliz, sádica e com pompons afiados. O Evangelista é o cara da palavra mortífera. Por fim, Encéfalon, um cérebro corpulento ambulante. São as Antíteses de nossos heróis. Todos eles, no fim, são capazes de mexer com a cabeça de seus adversários e pertubá-los.

 photo CIRCLE01.jpg

Enquanto isso, Coração Negro ordena sua amante Gaar Gula partir rumo ao tal amuleto que impede o Inferno de avançar sobre a Terra e destruí-lo. Só não contava que Damian Hellstorm e Dr. Estranho já tivessem chegado lá para proteger a barreira. E a própria Motoqueira Fantasma, logo depois de dar conta de seu nemesis, o Linfa, foi atrás da demônio para impedi-la.

Todavia, o maior inimigo de Alejandra era ela mesma. Tentada por Coração Negro de que poderia devolver a almas das pessoas do vilarejo que ela acabou deixando catatônicas no sua primeira história (em Marvel Terror 4), ela acabou fazendo o desejo do vilão e destruindo ela mesma o Amuleto que protegia nossa realidade. Os demais heróis daquele Quarteto improvável acabaram sendo igualmente tentados e derrotados. X-23, distraída com a ideia de finalmente poder descobrir que tinha ou não uma alma, foi enganada e derrotada por Coração Negro. Hulk Vermelho e Venom, após serem derrotados pelos capangas do filho de Mephisto, sonharam com vidas perfeitas sendo heróis glorificados. Tudo uma farsa, uma mentira, uma ilusão criada para enfraquece-los e, por fim, matá-los.

Mortos por forças infernais, não havia outro lugar para aquele bando ir a não ser o próprio Inferno. E esse foi o maior erro de Coração Negro. Uma vez no reino de seu pai, o próprio Mephisto decidiu fazer um acordo com os quatro. Ele deu novamente um corpo terreno a todos em troca de no futuro estes lhe deverem um favor que não poderão deixar de cumprir. E sem pestanejar, assinam o contrato. É formado o Círculo dos Quatro.

E enquanto Hellstorm e Estranho seguram magicamente o avanço dos limites do Inferno e Blaze mantem a roleta infernal girando, o novo Quarteto de heróis parte com tudo pra cima da fortaleza do Coração Negro. A briga sangrenta leva alguns minutos, tempos suficiente para libertar o Espírito de Vingança aprisionado. E é aí que vemos uma coisa que nunca imaginávamos até então. Fundindo três dos poderes dos heróis num só, surge um Hulk-Simbionte-Fantasma atacando o filho do Demônio com tudo.

 photo CIRCLE01.jpg

E enquanto essa criatura tripla dá conta do vilão, X-23 vai até a roleta final e conta para Blaze o plano. Ele deve inverter a rotação do artefato para que o inferno regrida de volta e, no momento exato, Laura deve detonar uma bomba para romper de vez o elo que une os dois mundos. Mas não vai ser algo tão fácil já que Garr Gula aparece mais uma vez para melar os planos dos heróis.

Então, nos encaminhando para os momentos finais, vemos o bom e velho soldado Flash Thompson surgindo para ajudar X-23 e salvar o dia (isso sem o simbionte, mostrando que ele pode sim ser um herói sem o Venom), enquanto que o Hulk turbinado usa o feitiço contra o feiticeiro e cria uma entidade capaz de derrotar o Coração Negro apenas fazendo-o olhar com o espelho místico criador de Antíteses. Blaze inverte a rotação da roleta e tudo se finda. O inferno sumiu. Las Vegas voltou a ser o que era.

 photo CIRCLE01.jpg

Alejandra toma de volta o seu Espírito de Vingança, mas como vimos em Marvel Terror 5, não por muito tempo. O simbionte retorna para Thompson e esse é logo cercado pelos Vingadores. Todavia, dando um voto de confiança pelo serviço do rapaz e a pedido do General Ross, Flash ganha uma segunda chance. E é provavelmente assim que ele vai parar nos Vingadores Secretos. Todavia, apesar de aparentemente normal, as coisas não estão exatamente as mesmas. E quem percebe de cara isso é Damian Hellstorm, capaz de enxergar muito bem a marca infernal nas almas de X-23, Hulk e Venom. Mas o que planos Mephisto reserva para eles?

Originalmente publicada em edições especiais do tipo “.1”, Círculo dos Quatro é uma evidente homenagem a história do novo Quarteto Fantástico publicada em Grandes Heróis Marvel 45. Cada um dos personagens casa muito bem com sua versão já bastante popular na década de 80. Todavia, apesar de não ser uma história ruim, não chega nem de perto a ter o brilho que a versão original conquistou nas mãos de Walter Simonson e Arthur Adams. Não que eu não valorize o roteiro de Rick Remender, que acho que andou mandando muito bem até o momento nos roteiros do Venom. Desta vez, ele foi auxiliado por Jeff Parker e Rob Williams e essa história acabou não saindo muito empolgante como a propaganda vendia originalmente. Fora que alguns personagens, como o Rulk e a Motoqueira não caíram tão bem no gosto popular (e meu também) para me motivar a leitura deles como foi com a versão dos anos 80. Até a X-23 acabou sendo mal trabalhada e sua aparição ali foi meio do nada.  Já a arte de Tony Moore e os demais que o acompanharam nessa história, Lee Garbett, Sana Takeda e Julian Tedesco – foi bem acertada. Todos eles vindo diretamente das revistas mensais dos demais personagens envolvidos na história.

E na próxima edição da Teia do Homem-Aranha, teremos o novo redirecionamento da vida de Flash Thompson. Agora como Vingador Secreto (como vimos já na revista do grupo) e cada vez mais trilhando o destino do herói. Mas será que seu simbionte ficará por tanto tempo assim ordeiro?

Coveiro

O Homem-Aranha em duas capas da Empire


A nova edição da revista Empire traz o Homem-Aranha em sua capa (com duas versões diferentes), já começando a divulgação do filme que só estreia no ano que vem... Confira as capas variantes, além de uma foto mostrando o Electro encarando o Aranha...

segunda-feira, 22 de julho de 2013

SDCC' 13: E como foram as novidades de Games da Marvel?

 
Mesmo com tantas novidades e coisas que saíram nessa Comic Con, nossa cobertura não seria completa se pelo menos não contassemos um pouco sobre as novidades no setor de Games baseados no universo Marvel. E olha que temos coisas novas em todos os setores, para Mobiles, Consoles e Redes Sociais. Confiram:

A primeira grande notícia já era algo esperado pelos viciados no Avengers: Alliance, jogo online para os usuários de Facebook, mas que também ganhou uma versão mais simples para Mobile. Todos já estavam pescando aqui e ali algumas pistas sobre a famosa "Season 2", mas a verdade que somente com a Comic Con teríamos algum anúncio oficial. O fato é que depois de um pequeno atraso, a nova temporada do jogo começará de fato em Julho. Dessa vez, os novos capítulos premiarão os heróis com uniformes alternativos ao invés de armas. No primeiro capítulo, teremos o Punho de Ferro com seu novo uniforme branco. No segundo, Ciclope ganha sua versão clássica dos anos 90. Mais devem ser anúnciados mais para frente. Sele e Homem-Doce serão os novos vilões que você encontrarão no Capítulo 1, mas o segundo já traz uma grupo de malfeitores completamente inédito e exclusivo do jogo, os Círculos dos Oito (Não, nada de quadradinho... espero...). Na segunda temporada, é prometido também uma baita relação com a vindoura mega-saga do ano, Infinity.



Uma missão especial baseada no Reinado Sombrio também deve acontecer em breve (mal terminou a atual que conta com participação de Damian Hellstorm e Satana em destaque). Na próxima, teremos Ares em destaque, mas é possível também destravar a Elektra com caixas. No PVP, o próximo herói vem do Futuro, Bishop. E por fim, quem diria, até a Garota Esquilo ganha sua versão para o jogo, basta comprá-la. O mesmo para Cavaleiro da Lua e o Irmão Vodu. É muita coisa pra pouco tempo, heim?


Outro grande anúncio veio com as novidades do já anunciado, LEGO Marvel Super-Heroes, que contou com um Hulk real inteiramente montado com o brinquedo enfeitando a palestra. Um novo trailer foi mostrado e vários flashes revelaram que muitos personagens ganharam sua versão nesse MMO. Lá estão Hulk, Coisa, Lagarto, Fanático, Colossus, Rei do Crime, Deadpool, Dr. Destino, Jean Grey, Elektra, Magneto, Samurai de Prata, Justiceiro, Duende Verde, Garota Esquilo, Tempestade, Fera, Gambit, Patriota de Ferro, enfim, inúmeros. Um destaque foi para o Agente Coulson com voz de Clark Gregg e, olhem, só até STAN LEE, com capacidade de emular poderes de todos os outros personagens. Confira o Stan Lee mesmo no painel falando sobre o jogo e sua participação:






Outro anúncio bacana veio da Gameloft, que sem muitos detalhes liberou um trailer de Thor: O Mundo Sombrio, um jogo exclusivo para os celulares. A promessa é que o aplicativo já exista para baixar no lançamento do filme. Dê uma conferidinha na jogabilidade:



Falando em exclusividade para celulares, foi anúnciado que o Card Game: War of Heroes baseado nos personagens da Marvel é um dos aplicativos de maior sucesso com o tema de superheróis e desde que foi liberado para SmartPhones tem tido um número alto de Downloads. O jogo é gratuito e eu venho jogando faz um mês, e prometo em breve fazer uma resenha detalhada para vocês. Mas o fato é que esse jogo motivo a criação de Battle of Atom, exclusivo pro universo mutante e que veio também para comemorar os 50 anos do grupo. As regras de cartas parece que vão ser um pouco diferentes do War of Heroes, mas só saberemos mais detalhes quando estiver mais perto do lançamento.

E pra fechar o painel, não poderiamos deixar de falar um pouco do lançamento do ano, o MMO, Marvel Heroes. Foram revelados não só a entrada de vários personagens como Luke Cage, Emma Frost, Nova e Garota Esquilo, como também novos uniformes variantes que vão desde o Hulk como 'Guerra', Homem-Aranha Superior, Miss Marvel como Binária e até o Capitão América igual ao seu primeiro uniforme em 'Primeiro Vingador'. Foi citado que novos ambientes devem ser adicionados ainda no segundo semestre, incluindo Asgard quando estiver mais próximo do lançamento de Thor: O Mundo Sombrio.

Nenhuma novidade prometida para extensão de Marvel vs Capcom em console ou mesmo o Avengers Initiative nos celulares. Também não há nada a respeito sobre um futuro Marvel Alliance nos videogames. Mas claro que nenhuma possibilidade está descartada.

Coveiro