THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

MARVEL LEGACY

Marvel une futuro em passado nesta sua nova fase

Nova Serie Mutante na FOX

Saiba as novidades de THE GIFTED

PLANETA HULK

A HISTÓRIA DO HULK QUE MARCOU OS ANOS 2000

Classicos do Wolverine

Relembre mais das melhores histórias do Logan

FUGITIVOS

Série de produção Marvel e Hulu começa a sair este ano

THOR: RAGNAROK

O Terceiro filme do Deus do Trovão e surpresa do ano é tema do nosso Podcast!

JUSTICEIRO

Saiba as novidades da série que sai em Novembro

INUMANOS

Confira o que o pessoal do 616 tem a dizer da série de TV dos Inumanos

PANTERA NEGRA

Conheça Wakanda em 2018

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Inominata 616 #52 - Thor Segundo Walter Simonson

 photo inominata616-52a.jpg.
Vinde e Escutai as novas, nobres cidadãos de Midgard! Os valorosos campeões do grupo chamado Marvel616 trazem para ti um conto que é mais fabuloso que qualquer outro que ouvistes de qualquer bardo de qualquer canto dos nove reinos! Eles falaram das proesas de Thor, Filho de Odin, que foram obra de um dos mais fantásticos escribas que já passaram pelo Deus do Trovão. E esse homem talentoso é Walter Simonson

E esta prosa cuja alcunha é Inominata 616, que vós podereis escutar apertando o botão do que eles chamam de "player", contará com os mais destemidos guerreiros dos quatro cantos de Midgard. Entre eles teremos o "Temerário" Coveiro, que segue acompanhado de Rafael Felga, "o Justo", juntamente com o "Voraz" Paulo Artur e também o "Destemido" Marcos Dark, do blog Âmago. Eles contaram a ti tudo sobre os cinco tomos clássicos da passagem em que o escriba acompanhou o filho de Odin

Saberás aqui que grande influência a Lady Simonson tem em toda essa grande obra. Conhecerás como surgiu a versão "equína" e como se deu a fase "batráquia" do Deus do Trovão. Terás ciência de que personagem era de fato o favorito do bardo Simonson. Entenderás as relações que os contos do Sire Matt Fraction tem haver com esse período. Enfim, sente-se e escute o que temos a dizer-te!





Duração: 111min



Player Alternativo:


 Links dos Emails:
 Marvel Now no Brasil se chamará Nova Marvel



Links do programa:


Os nove reinos da Mitologia Nórdica
Quem já portou o Martelo de Thor além de Bill Raio Beta?
Resenha sobre os primeiros Maiores Clássicos do Thor lançados aqui
Conclusão dos Maiores Clássicos do Thor no Brasil
Walt Simonson eleito pelo 616 como o maior roteirista de Thor até hoje
Walt Simonson como o terceiro maior desenhista do Thor
Walt Simonson também já roteirizou os Vingadores
Sobre o Massacre de Mutantes
Sobre a Queda dos Mutantes
Algumas dicas de encadernados do Thor
Walter Simonson recentemente trabalhando no Hulk de Mark Waid
Louise Simonson também voltou para trabalhar na Marvel em X-Factor Forever

Outros Podcasts Relacionados:

Inominata 616 #35 - As Guerras que você não viu

Inominata 616 #32 - Uma saga para se ter medo
Inominata 616 #17 - Das Ruinas de Asgard, uma nova Era...
Inominata 616 #11 - O barra limpa, o grande Thor
Inominata 616 #02 - De que lado da Guerra você estava?

Para baixar em mp3, clique aqui!

Coveiro

Obs: Agradecimentos ao leitor Pedro Junior pelo auxílio nas imagens de referência.

Confira novas imagens do sexto episódio de Agentes da SHIELD

Bom, pra quem não sabe, essa semana não teremos nenhum episódio novo de Agentes da SHIELD rolando na TV. O sexto capítulo do seriado, batizado de FZZT, sairá na semana que vem apenas. Mas você já pode conferir aqui algumas imagens disponibilizadas pela ABC. Espiem só:

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

SHIELD

Esse episódio, por sinal, é o que terá a presença do Agente Blake, como anunciamos aqui. Outros agentes também garantiram alguma participação como é o caso do já conhecido Jasper Sitwell e da recém contratada Victoria Hand.

Coveiro

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Arma X em Edição Definitiva pela Panini


A pré-venda das grandes comic shops já está incluindo uma nova versão, agora "definitiva", de uma das maiores histórias do Wolverine. Saiba mais!

É Arma X, o clássico de Barry Windsor-Smith, que saiu originalmente em Marvel Comic Presents #72 a #84. A história traz o processo que revestiu de adamantium o esqueleto do personagem.

Aqui no Brasil a história saiu duas vezes pela Abril - em Grandes Heróis Marvel #35 e Wolverine Extra #1 - e uma pela Panini, em 2003, com o nome Wolverine: Arma X.

A capa da reimpressão, entretanto, traz a inscrição Edição Definitiva.


O lançamento de 2003 tinha 120 páginas e trazia ainda a história de Uncanny X-Men #205, que já saiu diversas vezes no Brasil, mostrando um confronto épico entre Logan e Lady Letal. O valor era de R$ 12,90.

O lançamento atual está com preço de capa de R$ 48. A revista terá 156 páginas e capa dura. Não foi anunciado o que acompanha a história principal, mas é bem provável que venham extras no fim do material. Na Comix, a pré-venda está para 20 de novembro.

Primeiras imagens do boneco de Thor: o Mundo Sombrio pela Hot Toys

*Artigo escrito por nosso colaborador, Daniel Marvel.

Hot Toys Thor Light Asgardian Armor Edition 7

Faltam poucas horas para o Brasil ser prestigiado com o novo filme do Deus do Trovão mais adorado pelos marvetes! Já nos EUA, a estréia só acontece no dia 8 de Outubro. Mesmo assim, a Hot Toys já anunciou não só uma figura do Filho de Odin...mas duas! Confira:


Hot Toys Thor The Dark World 14

Hot Toys Thor The Dark World 13

Hot Toys Thor The Dark World 7

Hot Toys Thor The Dark World 12

Hot Toys Thor The Dark World 9



Hot Toys Thor The Dark World 10

Hot Toys Thor The Dark World 6

Hot Toys Thor The Dark World 5

Hot Toys Thor The Dark World 4

Hot Toys Thor The Dark World 3

Hot Toys Thor The Dark World 2



Hot Toys Thor Light Asgardian Armor Edition 9

Hot Toys Thor Light Asgardian Armor Edition 4


Hot Toys Thor Light Asgardian Armor Edition 3

Hot Toys Thor Light Asgardian Armor Edition 2



Hot Toys Thor Light Asgardian Armor Edition 5

Como você puderam ver, ambas as figuras apresentarão Thor com o uniforme usado em seu segundo filme. Porém, existirão duas versões: uma com os braços descobertos e outra com os braços cobertos de "cota de malha". Uma coisa é certa: se o filme receber uma boa crítica, a Hot Toys vai lucrar mais uma vez com suas figuras.

"Por Asgard!"

Daniel Marvel.

Veja os novos favoritos aos papeis de Reed e Sue no reboot do Quarteto Fantástico


Para a infelicidade da maioria dos fãs, a Fox irá mesmo fazer um novo filme (reboot) do Quarteto Fantástico e com isso, os boatos sobre o novo elenco continuam. Veja quem é o novo favorito ao papel de Reed Richards, além das 3 novas candidatas ao papel de Sue Storm...

Kevin Feige comenta sobre a possibilidade de explorar o tema da "identidade secreta"


A informação veio do nada no meio da conversa. O próprio Kevin Feige soltou o pensamento no ar quando disse que "a  única coisa que não fizemos no Universo Cinematográfico da Marvel é aquela coisa da identidade secreta". E completou com "Eu pensei que era algo exageradamente explorado por um longo tempo e é por isso tivemos Tony Stark ficando de fora desta logo no seu primeiro filme. Era uma forma de anunciar ao público que não vamos jogar esse jogo".

O Bleeding Cool aproveitou a deixa e perguntou se haveria a possibilidade de algo assim numa nova "rodada" de filmes. Feige deu uma resposta satisfatória e disse que "Eu acho que existe e eu acho que nós vamos chegar a ela em algum momento . Nós temos uma idéia. E de fato , eu estava falando sobreisso num outro dia com um dos nossos cineastas .  É a coisa divertida sobre o trabalho, porém, essa idéia que eu estava falando com um cineasta pode não acontecer por quatro ou cinco anos, porque ele pode ou não ser apropriado para um primeiro filme".

O site achando complicado a ideia ser colocada tão longinqua, mas o próprio Kevin Feige foi otimista e disse que "nós temos feito isso agora há sete anos e as coisas que  falamos há sete anos estamos fazendo agora; e por isso tenho confiança , pelo menos, que nós vamos chegar nisso também".

Com isso, a cabeça da gente começa a explodir com as possibilidades. Ciente de que o principal herói da editora cuja identidade é secreta está nas mãos da Sony, fica a grande questão de quem é esse personagem que Feige se refere. Será você Matt Murdock??

Coveiro

Novos Mutantes: Temer o Futuro?

NewMutants

O estranho desaparecimento de dois ex-membros acabam levando os Novos Mutantes para o meio de uma trama envolvendo viagens temporais, ameaças à realidade, possíveis futuros e revelações assustadoras sobre um de seus membros. E tudo isso contado pela equipe criativa formada pela dupla Dan Abnett e Andy Lanning nos roteiros, Leandro Fernandez na arte.

Tudo começa quando os Novos Mutantes recebem uma visita um tanto quanto incomum: Os Defensores. Representados por Doutor Estranho, Punho de Ferro e Surfista Prateado, eles comunicam ao grupo mutante que eles detectaram uma anomalia temporal que poderia criar um rasgo na realidade em pouco tempo e o epicentro desta anomalia era o próprio grupo mutante. Após um pequeno embate para deter um momentaneamente descontrolado Mancha Solar, eles avisam que darão 72 horas para que o grupo cuide deste problema sozinho, do contrário eles intervirão.

NewMutants

No entanto, o grupo não tinha quase nenhuma dica acerca do que seria essa anomalia temporal. Exceto o fato do Roberto da Costa ter reconhecido o tipo de controle mental ao qual foi submetido: idêntico ao realizado por Karma. Eles vão para o Instituto Jean Grey investigar isso e reencontram Karma, Míssil e Blink, mas os dois primeiros desaparecem completamente logo em seguida.

Investigando através do Cerebra, eles descobrem a localização de ambos em Stroud, Michigan, a mesma cidade em que eles haviam enfrentado a banda Diskhord. Teleportando-se para lá, eles descobrem que o Míssil e Karma que encontraram eram variantes deles vindo de dez anos no futuro e utilizando trajes baseados no Warlock. A dupla parecia estar em uma missão secreta que tinha a ver com o caso da luta contra a banda Diskhord e, inevitavelmente, explode o conflito entre os mutantes do presente, que querem explicações sobre os acontecimentos, e os mutantes do futuro, que não podem contar as suas motivações. Mas o conflito é rápido devido a uma série de decisões não-pensadas do Míssil do futuro, que parecia oscilar constantemente entre a vontade de contar o que acontecerá e o medo das consequências.

Quando o Míssil do futuro é reacordado, ele tenta explicar o problema do futuro dele através de uma série de imagens, que parecem revelar um futuro paradisíaco, mas apenas Doug Ramsey percebe o que havia de errado: a sua própria ausência. Isso acaba alertando àquele a quem Míssil temia revelar sua posição temporal: o “verdadeiro amigo” – Doug do futuro.

NewMutants

Aparentemente, o Doug do Futuro havia se tornado um déspota que transformara o mundo em uma Utopia forçada, através da tecnologia de Warlock. Ele chegara a conclusão de que este era o melhor para todos ao ser corrompido pelo ser extradimensional com quem ele tivera contato durante o arco da Blink e da banda Diskhord. Controlando o fluxo do tempo e os corpos do Míssil e Karma do futuro, esse Doug maligno enfrenta os Novos Mutantes numa tentativa de evitar que eles pudessem impedir o futuro dele de existir ou mesmo que qualquer conseqüência eventual da presença dos seres do futuro pudesse gerar um efeito borboleta que impedisse a própria existência.

No entanto, ele acabou derrotado pelos esforços conjuntos do Cifra do presente e de Nate Grey, que conseguiram enviar as versões futuristas de seus colegas de volta para o futuro, trazendo as versões presentes dele para o tempo correto. Ao final, embora Doug tenha prometido que estava decidido a não se tornar aquele déspota, Míssil e Dani Moonstar não conseguem acreditar muito nas palavras dele, criando para o próximo arco dos Novos Mutantes.

NewMutants

Este foi um dos melhores arcos dos Novos Mutantes desde que a dupla DnA assumiu o título. Ele conseguiram, como poucas vezes antes, fazer o grupo funcionar como uma equipe, sem dar excessivo destaque para nenhum dos membros. Além de terem conseguido utilizar elementos de diversos arcos anteriores, dando uma sensação de continuidade e até de planejamento deles.

Quanto aos membros da equipe, nenhum deles teve um destaque destoante ou se comportou como figurante “para fazer número” dessa vez. Mas os destaques positivos em termos de desenvolvimento foram o Nate Grey, que agora demonstra poder utilizar níveis medianos de telecinésia quando focado (embora tenha ficado estranho e conveniente demais a sua telepatia residual, uma vez que desde o começo havia sido dito que só restara a telecinésia), e o Cifra, que por muitos momentos relembrou vagamente a personalidade que Zeb Wells havia colocado para ele no run anterior. As participações de Míssil e Karma foram breves em suas contrapartes do presente e relativamente fracas em suas contrapartes do futuro, que pareceram, em alguns momentos, os viajantes do tempo mais descuidados de

Entre as fraquezas do arco, podemos mencionar a participação especial dos Defensores, que basicamente serviu apenas para que eles aparecessem na capa da edição, uma vez que qualquer outro evento poderia gerar a ida dos Novos Mutantes para Westchester; a “química” entre Nate Grey e Dani Moonstar, que parece existir mais nas falas dos personagens que os cercam do que entre eles mesmos; e a própria mecânica da viagem temporal, que inventou regras que não existiam em outras histórias de viagens temporal da Marvel por pura e simples conveniência de roteiro, o que enfraqueceu bastante a história. Na arte, Leandro Fernandez fez uma arte competente, mas nada que pudesse encher o olhos. Apenas cumpriu bem o seu papel.

Esta história foi publicada originalmente nas edições norte-americanas New Mutants 44 a 46 e, aqui no Brasil, saiu em X-Men Extra 139 a 141.

Paulo Artur

Detalhes para o futuro dos X-Men pós-Battle of the Atom

Informações Inéditas no Brasil e nos EUA!!


O cross mutante de 2013 está acabando hoje, e os editores da franquia participaram do X-Position, respondendo às dúvidas dos leitores sobre o que vem a seguir para os mutantes. Confira!!

Nick Lowe foi categórico a afirmar que Battle of the Atom não acaba hoje. Ainda que o cross seja concluído oficialmente essa semana, há muita coisa em aberto que continuará norteando as histórias. Muitos efeitos repercutirão nos meses seguintes. Por alguma razão não revelada, X-Men será uma revista que lidará de forma especial com essas mudanças.

Página de Amazing X-Men #2
A ideia por trás de Trial of Jean Grey será a mesma aventada há alguns anos, quando explicaram o porquê a Uncanny X-Force de Remender matou o Apocalipse criança no primeiro arco da série: "se você pudesse matar Hitler criança, evitando tudo o que ele fez em seguida, você o faria?" Jean Grey está sendo comparado a Hitler, por tudo o que a Fênix acabou fazendo com ela e por meio dela.
Página de X-Men #7
Uma das estreias esperadas para o futuro é a de All-New X-Factor. Alguns personagens da nova revista são aqueles que não se encaixam muito bem na Escola Jean Grey. A primeira edição mostra o motivo de Gambit ter saído da Escola, por exemplo. A equipe editorial está tentando inserir a corporação Serval aos poucos em outras revistas para preparar o terreno para a nova revista.
Página de All-New X-Men #18
Wolverine terá muitas histórias novas. No arco de Richard Isanove em Savage Wolverine, ele enfrentará um novo vilão nos anos 1930. Em Origin II, mini de Kieron Gillen e Adam Kubert, Wolverine enfrentará também novos vilões, mas a editora Jeanine Schaefer preferiu não confirmar se são personagens novos ou são vilões não tradicionais de Logan.

Página não finalizada de Origin II #1
Novamente os editores esfriaram os ânimos de quem esperava uma revista dos Novos X-Men. Nem há planos para dar grande destaque aos personagens. O que eles estão tentando é fazer que a garotada apareça mais, mas isso depende das histórias que os roteiristas querem contar. O mesmo ocorre com Sábia: ela não está aparecendo, porque nenhum roteirista teve planos para ela.

Página de Wolverine & X-Men #38
Legacy está chegando à sua edição #25, o que corresponderia à edição #300 desde X-Men #1, de 1991. Soma-se a isso a comemoração de 20 anos de Geração X. Os editores deixaram no ar a possibilidade de os dois fatos coincidirem. Pelo visto, Legacy não será cancelada, mas o foco não será mais em Legião a partir da edição #25.
Página de Uncanny X-Men #14
Por fim, em Inhumanity, ficará claro a diferença entre os Inumanos e os mutantes. Além disso, podemos esperar mais surpresas quanto aos relacionamentos amorosos envolvendo o jovem Ciclope e Jean Grey.

Na semana que vem, Si Spurrier é o convidado. Até mais!