Guardiões da Galáxia vol.2

Entre na dança e veja o que achamos do filme!

MANTIS

Conheça a versão dos quadrinhos dessa misteriosa personagem que chega aos cinemas

Classicos de Logan

Mutação em Debate revisita as histórias do baixinho canadense

THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

Inumanos vs X-Men

Mutação em Debate discute o fim da minissérie

LEGIÃO

FOX surpreende em sua primeira série Mutante. Veja o que achamos de Legião.

Homem-Aranha de volta a Marvel

O podcast junta 616s com Aracnofãs para discutir o novo filme

DEFENSORES

Saiba as novidades da série do ano pelo Netflix

Conheça os Inumanos

Os seres mais misteriosos do universo ganham um seriado de luxo

AGENTES DA SHIELD

O que achamos da quarta temporada da série?

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

O Universo 616 e a retrospectiva de 2014

 photo RETRO14-00.jpg

Mais um ano está acabando e muita coisa se passou. Aqui, no Brasil, tivemos mais uma vez grandes sagas e com dois iconográficos vilões que já terão espaço garantido nos cinemas. Nos EUA, foi a vez de grandes reviravoltas na vida de muitos super-heróis. Mas o grande destaque vai mais uma vez para os cinemas. Foram quatro filmes arrasa-quarteirões e ainda uma revelação bombástica sobre o futuro dos filmes da Marvel nos cinemas. Confira com a gente os nossos dez tópicos que marcaram o ano da Casa das Idéias, o ano que a Marvel completou 75 anos de existência:

 photo RETRO14-00.jpg

O Ano 75 da Marvel
Antes de haver uma Marvel, havia uma Timely Comics, e 75 anos atrás ela lançava sua primeira revista em quadrinhos com dois heróis iconográficos que marcariam o começo de sua Era de Ouro - Namor e o Tocha Humana. A revista Marvel Mystery Comics veio as bancas em outubro de 1939 e depois dela a pequena editora começou a povoar seu mundo fantástico com outros heróis célebres como Anjo, Tufão, Miss America e o mais conhecido Capitão America. Somente em 1961, após um periodo de estiagem, aquela editora foi rebatizada de Marvel e deu início a sua Era de Prata com novas franquias de super-heróis - Quarteto Fantástico, Vingadores, X-Men, Homem-Aranha. Os anos 70 e 80, por sua vez, estabelecem a Era de Bronze com uma diversidade ainda maior de personagens e temas antes proibidos. E assim se passou os anos com os quadrinhos seguindo em altos e baixos até culminar na atual era tão era, tão promissora e fortalecida pelos filmes. Lá fora, a Marvel não esqueceu de sua história, lançando uma bela edição especial marcada pelas histórias mais clássicas e uma série de capas variantes comemorativas. A Panini fez falta esse ano sem nenhuma homenagem.

 photo RETRO14-00.jpg

Os Malvados recebem um toque de luxo!
Começou apenas com um lançamento de encadernados mais recentes de vilões clássicos dos quadrinhos - Caveira Vermelha Encarnado, O Julgamento de Loki e Magneto - Atos de Vingança. Mas, de alguma maneira, isso parece ter dado muito certo e a Panini voltou com novas minisséries de luxo reunidas em capa dura só com os Malvadões. Algumas são inéditas como a Ascenção de Thanos e - a então inédita - Origem do Doutor Octopus. Outras são republicações como os Livros do Destino e a do Mercenário: Anatomia de uma assassino. Até mesmo a inédita série que praticamente é uma ode aos vilões, Vingança, entrou na onda. Seja algo programado ou não, o ano de 2014 nos quadrinhos do Brasil viu essa onde de vilões ganhar esse destaque e o público leitor fã do lado negro da Marvel agradece.

 photo RETRO14-00.jpg

O Capitão, o Soldado e a Espiã detonando nos cinemas
Comparado a Homem de Ferro e Thor, o primeiro filme do Capitão America teve uma bilheteria singela em 2011. Mas o bandeiroso teria uma nova oportunidade de mostrar a que veio em 2014. Com a direção dos irmãos Russo e baseado num clássico moderno escrito por Ed Brubaker, Capitão America: o Soldado Invernal rendeu 714 milhões de doláres e foi o blockbuster do primeiro semestre deste ano. A trama introduziu um novo personagem ao universo do herói, colocou a Viúva Negra praticamente como co-protagonista e mexeu nos alicerces do Universo Marvel com o fim da SHIELD. O efeito disso diretamente mexeu tanto com o seriado Agentes da SHIELD - que simplesmente deu a volta por cima depois disso - e é ponte direta para o novo filme dos Vingadores em 2015. E olha que nem chegamos a falar ainda sobre o terceiro filme do Bandeiroso, que segundo o já anunciado título, promete bastante...

 photo RETRO14-00.jpg

O malfadado filme do Aranha e os segredos da Sony expostos
Quando foi anunciado o reboot do Homem-Aranha em 2012 com um novo ator mais jovem e uma dinâmica diferente para a vida de Peter Parker, muita gente não sabia o que pensar. Na época, acabou que o filme dividiu o público, mas ficou para a sua continuação em 2014 estabelecer o herói. Com excesso de vilões e uma trama presa mais uma vez ao mistério do passado dos Parker, Espetacular Homem-Aranha 2 foi castigado pela crítica, apesar de muitos fãs o defenderem com unhas e dentes. O vilão principal, Electro, tomou ares estereotipados e a nova versão do Duende Verde, alterego do Harry Osborn, é medonho. Uma cena tocante do filme, no entanto, com a morte de Gwen Stacy valeu muito a pena, mas mesmo a meiguice de Emma Stone não salva o filme. O fato é que mesmo rendendo boa bilheteria, nem os executivos da Marvel como os da Sony ficaram contentes com o resultado final. E tudo isso veio a tona quando no final de 2014 um bando de hackers - supostamente em retaliação do filme 'A Entrevista - invadiram os computadores e expuseram na internet o conteudo de uma série de emails. Neles, é realmente confirmado um grande boato - A Marvel Studios estava em negociação para ter de volta os direitos do Aracnídeo... ou ao menos ter uma coprodução nos futuros longas. Em troca, o personagem poderia aparecer em filmes da Marvel. Essa história ainda não teve fim, mas agora com o conhecimento do publico e toda pressão em volta, é provável que tenhamos boas notícias para 2015.


 photo RETRO14-00.jpg


Bagunça temporal na vida dos Mutantes e a volta por cima da FOX
Já fazia algum tempo que a FOX parecia ter dado um verdadeiro nó nas duas fraquias da Marvel que ainda estão sob seu poder. Notadamente, os mutantes - que tem um grande apelo de público graças a fase de ouro dos mesmos no final do século passado - parece sempre sustentar os bolsos do estúdio para sempre investir num novo filme. Com Vaughan, os x-Men passaram por uma bela repaginada no filme de 2011 - Primeira Classe - mas não alcançaram os atuais números que o blockbusters tendem para ser considerado um sucesso. Já o último filme solo de Wolverine, teve uma grande melhorada no roteiro, mas nenhuma bilheteria arrasadora. Em 2014, tivemos a volta de Brian Singer e a reunião de duas gerações de heróis em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido. Há de se convir que Singer conseguiu entrar nos trilhos e bebeu muito daquilo que Vaughan trouxe as mutantes. O resultado final foi 746 milhões de doláres em bilheteria total e desemaranhar o beco sem saida que fora a primeira franquia. O futuro esta aberto de novo e parece promissor com X-Men: Apocalipse pra 2016. Já na questão do novo Quarteto Fantástico...



 photo RETRO14-00.jpg



Abaixo, Ultron! Salve, Thanos!
E o que dizer das maxisseries que invadiram os quadrinhos este ano? Tudo começa com a malfadada Era de Ultron, que apesar de levar o nome do próximo filme dos Vingadores, certamente não tem o mesmo apelo. Escrita por Brian Michael Bendis e certamente planejada já há alguns anos, a Era de Ultron acabou tendo seu roteiro atravessado pelas grandes mudanças da Marvel Now e perdeu-se no próprio roteiro enovelado com linhas temporais alternativas. E se ela foi uma grande decepção para os fãs, os leitores seriam recompensados a partir do meio do ano com a chegada de Thanos a Terra. Em Infinito, Jonanthan Hickman coloca os Vingadores novamente no circuito cósmico assim como sempre foi nas eras clássicas e traz uma estupenda aventura espacial. Desta vez, os seus principais Tie Ins valeram a pena (e muito), além de que acabou plantando um novo status quo interessante na Marvel. Por sinal, os desenhos de Jerome Opena, Mike Deodato e Leinil Francis Yu estão matadores.

 photo RETRO14-00.jpg

E os Perdedores do espaço tornam-se soberanos no cinema e quadrinhos!
Quantas vezes você ouviu alguém xingar essa ideia? Como a Marvel poderia juntar esses heróis tão desconhecidos nos quadrinhos e se arriscar no cinema? Certamente, uma ideia fadada a dar errado... correto? Bem, essas pessoas não poderiam estar mais erradas. O berço cósmico da Marvel tem os nomes mais criativos da indústria em sua criação e aliar justamente esses perdedores numa trama de escala cósmica é a verdadeira jogada de mestre. Assim, os Guardiões da Galáxia - tão desconhecidos - conquistaram mais uma vez o crescente público da Marvel nos cinemas e assim se tornaram a nova febre do momento. No fim, passou as maiores franquias do ano - e isso inclui até mesmo o Capitão America - e sai como o merecido sucesso do ano. O Reflexo disso nos quadrinhos também é radical. Lá fora, foram lançadas além da mensal do grupo, uma revista com o Rocket Racum e outra com o Senhor das Estrelas. Em 2015, teremos uma Guardians Team Up e uma solo da Gamora. Até no Brasil a coisa repercutiu com mais capas do grupo em Universo Marvel e pelo menos 3 especiais lançados neste segundo semestre. Mas nós queremos mais por aqui! Queremos uma revista mensal do grupo sendo lançada pela Panini!

 photo RETRO14-00.jpg

E lá fora...uma reviravolta na Trindade dos Vingadores! E muito mais!
Muita coisa aconteceu lá fora também esse ano, mas nenhuma repercutiu tanto quanto as mudanças tão efetivas no status quo de três icones da Marvel nos quadrinhos. Não mais que de repente, temos Thor se tornando indigno e uma misteriosa mulher tomando seu lugar; Steve Rogers envelhecendo e Sam Wilson tomando sua posição novamente como Capitão America; Tony Stark sendo influenciado pelos efeitos da saga AXIS e mais uma vez tomando ares vilanescos. E mudanças são algo que sempre deixam os pelos dos leitores eriçados, mas há de se convir que dessa vez só se desfralda elogios a essa nova fase. Mas talvez, a coisa que mais tenha deixado os fãs ensandecidos foi o desfecho da tal citada AXIS em que foi revelado que os gêmeos Maximoff, no fim, não são realmente filhos de Magneto como se pensou por mais de trinta anos. Porém, os desdobramentos desse fato ainda estão por ser trabalhados na nova Fabulosos Vingadores a ser lançada em 2015.

 photo RETRO14-00.jpg


O dia em que a Marvel traçou o futuro em tijolos de ouro.
E houve um dia como nenhum outro, bem no meio do segundo semestre de 2014, em que a Marvel reuniu a imprensa especializada nos EUA e lá divulgou o "mapa" que planejava para seu universo cinematográfico até 2019. Capitão America: Guerra Civil, Doutor Estranho, Thor: Ragnarok, Pantera Negra (com ator divulgado), Guardiões da Galáxia 2, Inumanos, Capitã Marvel e Vingadores: Guerra Infinita em DUAS PARTES! De fato, não é comum a empresa se antecipar tanto assim nos seus filmes e é óbvio que isso foi uma resposta natural ao planejamento que a sua concorrente fez alguns meses antes. Mas alguém tem dúvida do quanto as ações da Marvel catapultaram depois desse dia? E os fãs querem é mais.

 photo RETRO14-00.jpg

E esse é o ano 50 do Demolidor... lembra?
Pode até ter passado desapercebido pra muita gente esse ano, mas em Abril, cerca de 50 anos atrás, um certo herói vermelho e amarelo saltitava nos telhados da Cozinha do Inferno pela primeira vez. O Demolidor nasceu pelas mãos seletas de Stan Lee e Bill Everett e ganhou ao longo desse meio séculos vários escritores e desenhistas de renome que o tornaram tão iconográfico quanto outros heróis solo... Mas com um diferencial. Ele não tinha grandes super-poderes e nem era muito rico. Não passava de um advogado cego que se tornou herói graças a um inusitado acidente que permitiu ampliar seus outros sentidos além de lhe prover com uma espécie de radar. Assim, após ampliar suas capacidades acrobáticas e perceber detalhes no tom de voz das pessoas, Matthew Murdock resolveu fazer justiça fora dos tribunais também. Neste ano, pouca gente lembrou do fato. Tivemos uma exposição criada pela Mundo dos Super-heróis no Guia dos Quadrinhos e algumas capas especiais lá nos EUA. A Panini quase passa batido pelo fato, se não fosse o lançamento quase no finalzinho do ano do encadernado de luxo das histórias do demônio escrita por Frank Miller e arte-finalizadas por Klaus Janson. Espero que próximo ano, com a série de Netflix vindo ai, isso mude.


E com isso chegamos ao fim da nossa Retrospectiva. É claro que há muitos outros pontos que podem ser lembrados pelos nossos leitores e com certeza são merecedores de entrar na lista pessoal de cada um. E que tal dividir essas ideias nos nossos comentários?

No mais, uma Ótima Virada de Ano para todos e até 2015!

Coveiro
PS: Confira também nossa retrospectiva de 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013!

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Trailer faz esquenta para os principais títulos do próximo ano

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!


E na última semana do ano, a Marvel lança a imprensa um trailer divulgando os seus principais títulos do ano que vem que estão ligados a iniciativa Avengers Now. Temos "Thor," "Deathlok," "All-New Captain America," "Superior Iron Man," "Bucky Barnes: o Soldado Invernal," "Capitão America e os Poderosos Vingadores," "Angela: Asgard's Assassin", que se juntam aos novos "S.H.I.E.L.D." por Mark Waid e Carlos Pacheco, Ryan North e Erica Henderson escrevendo "Garota-esquilo" "Homem-Formiga" por Nick Spencer e Ramon Rosanas e, por fim, Rick Remender e Daniel Acuna relançam "Uncanny Avengers." Espia só:



A Panini bem que podia dar uma adiantadinha nos títulos pra isso chegar logo por aqui, não?

Coveiro

Novas imagens promocionais revelam a origem do Visão e Ultron em Vingadores: A Era de Ultron

* Atualizado com novas imagens!!

Depois das imagens muito bacanas que sairam pela manha do blockbuster de 2015, Vingadores: A Era de Ultron, mais imagens apareceram agora a tarde. Duas delas são bastante esclarecedoras sobre a origem de dois personagens novos da franquia: Visão e Ultron.



Programado pela combinação dos genios Tony Stark e Bruce Banner e detentor da habilidade de voar, projetar poderosos raios de energia e mudar a densidade de sua forma, o Visão provou a si mesmo que é um herói de valor, adicionado ao Vingadores na sua luta contra a maligna inteligência artificial Ultron.


Descoberto primeiramente como um simples programa de computador escondido entre as ruinas da invasão Chitauri em Nova York, a entidade conhecida como Ultron rapidamente completou seu desenvolvimento em uma sofisticada inteligencia artifical após alguns experimentos de Tony Stark. Um dos primeiros e chocantes ultimatos de Ultron após ganhar consciência foi declarar guerra a humanidade como seu inimigo. Determinada a exterminar a vida no planeta, o instavel e emocional Ultron busca aperfeiçoar seu corpo mecanico para uma forma mais final e indestrutível. De posse de um exército de drones robôs e a habilidade de invadir e corromper qualquer computador ligado em rede, Ultron não vai parar até aniquilar a humanidade.

E de quebra, uma bela arte conceitual da Viúva Negra:



E sairam novas imagens neste último dia do ano:







Parece que com as descrições acima, as teorias dos fãs de que o Hank Pym de alguma maneira estaria evolvido ainda com a criação do Ultron foram por agua abaixo. Ainda assim, a origem está muito mais conectada com o que vimos no primeiro filme dos Vingadores e pode guardar até mais algumas surpresas na manga.

E que venha mais novidades!

Coveiro

E novas artes promocionais de Vingadores: A Era de Ultron

Se ontem foi a vez do pequeno herói da Marvel ter sua primeira arte promocional divulgada, hoje será os Vingadores em seu novo filme de 2015. Em seis novas imagens que acabaram caindo em um dos foruns do site SuperHeroHype, temos o grande vilão em destaque, a briga titânica de dois vingadores e uma cena bem tocante com o Thor. Confira:







Alguém ai também não vê a hora de sair um novo trailer? Acho que isso vai ficar apenas pro próximo ano.

Coveiro

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Primeira arte promocional do filme do Homem-Formiga é divulgada!

Se você achou que ia terminar 2014 sem nadinha mais revelado sobre a produção do Homem-Formiga, se enganou. Foi divulgado agora há pouco uma arte (provavelmente para produtos promocionais e brinquedos) do Homem-Formiga e que aparece também o seu vilão nos cinemas, o Jaqueta Amarela. Confira o banner e os dois personagens em maior destaque:




O filme do Homem-Formiga estreia no Brasil em 16 de Julho do Próximo ano.

Coveiro

E o Abominável quase participou da Era de Ultron


Em entrevista ao craveonline, o ator Tim Roth  revelou que a Marvel Studios cogitou a sua participação no filme "Vingadores: A Era de Ultron", onde interpretaria novamente o vilão de "O Incrível Hulk" (2008) Emil Blonsky, o Abominável. Confira:

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

O que permanece com o final de Axis e os teasers da novíssima Fabulosos Vingadores

* Informações inéditas no Brasil e EUA!

É difícil pontuar como bom ou ruim a nova saga promovida por Rick Remender em seu carro chefe, Fabulosos Vingadores. Já vi altos elogios em alguns sites americanos, assim como pesadas críticas a premissa em outros. O fato é que antes do enredo chegar ao fim, a minissérie AXIS já estremeceu a base de alguns canônes da Marvel e mesmo após ser pontuada, mexerá no status quo de alguns dos heróis (e vilões). Então, passado seu momento, o que muda de fato no mundo Pós-Axis?


Sem delinear muitos detalhes da trama, já que vai se falar dela no Mutação em Debate esse ano e teremos a tradicional cobertura dela quando chegar ao Brasil no final do ano que vem, há algumas coisas você precisa saber para entender as mudanças que se perpetuam. O Caveira Vermelha (agora numa versão, Massacre Vermelho) deu inicio a um audacioso plano de espalhar o ódio a um nível mundial e quem sabe até começar assim uma Terceira Grande Guerra. Os heróis tentaram impedi-lo em sua atual base de operações, Genosha, e acabaram sendo atacados por Sentinelas Starks (construidos por um Tony mentalmente manipulado e usufruindo de seu conhecimento durante a Lei de Registro de Super-heróis). Para vencer essa nova ameaça, coube a Magneto reunir uma trupe de vilões (Homem-Absorvente, Carnificina, Deadpool, Destino, Encantor, Duende Macabro, Loki, Dentes de Sabres e alguns outros) para combater os Sentinelas Stark com mais chance de vitória. A próxima etapa do plano seria atacar diretamente o Caveira Vermelha com um feitiço (isso foi tentado mais de uma vez) promovido pela Feiticeira Escarlate e o Doutor Destino. A ideia era de que a pequena parcela de consciência do Professor Xavier existente em seu cérebro pudesse sobrepujar a do Caveira Vermelha. Mudaria o eixo do cérebro, causaria uma inversão.

Todavia, o plano não saiu exatamente como se previa. Se por um lado o Caveira Vermelha caiu incosciente sem sabermos se sua consciência foi invertida, por outros heróis e vilões notadamente começaram a mudar suas tendências. Foi assim cresceu na mente de Tony Stark a versão de um empresário inescrupuloso. Carnificina e Duende Macabro ganharam minisséries próprias como heróis. Deadpool virou um tipo de monge pacifista, o Zenpool.O novo Capitão America Sam Wilson vira um facista. Doutor Destino criou seus próprios Vingadores para combater as vilanias da Feiticeira Escarlate. Coisas desse tipo.


Ao final de tudo, AXIS termina neste mês de Dezembro com algumas cenas pra lá de inimagináveis. Sam Wilson e o envelhecido Steve Rogers (usando a sua outrora armadura de combate) entram no pau. Thor se torna não merecedor do Mjolnir e é Loki quem o uso (por um breve momento) pra dar uma lição no invertido irmão. O Zenpool convence o novo Apocalipse (na verdade, o Genesis) a lutar no lado dos bonzinhos. Toda essa improvável união entre heróis e vilões  culmina num contra-feitiço para deixar as pessoas como eram antes. Mas a verdade é que nem tudo ficou.

Ao perceber a tramoia, Tony Stark usou um tipo de campo de força protetor para não ser influenciado. De tabela, dois personagens acabaram não afetados também. Destrutor continua malvadão. Dentes de Sabre deixou de lado sua faceta psicopata. E Stark continua em sua revista mensal dando muito trabalho (principalmente ao Matt Murdock).



As consequências do Axis, no entanto, não param por aí. Vocês devem se lembrar que o tal alardeado resultado do exame de paternidade místico de Magneto saiu bem no meio das confusões desta trama (Não sacou ainda, veja aqui!). Bom, e parece que quando a Fabulosos Vingadores recomeçar para o ano teremos justamente esse enredo como um dos plots principais. Confira os Teaser de Mercurio e Feiticeira Escarlate que sairam essa semana e quem devem ser os outros membros dessa equipe mista:





Sinceramente, como nunca fui fã do Rick Remender, não estou esperando muita coisa de AXIS, apesar de que algumas partes me alimentam alguma curiosidade. E a questão que parece mais polêmica, a dos filhos de Magneto, vale lembrar que originalmente Wanda e Pietro não eram filhos do mutante alemão. A própria paternidade do Magneto foi um reboot que está sofrendo do mesmo remédio graças a fama que os mutantes foram adquirindo nos anos 70 e 80. Agora, o quão os cinemas vão traçar o novo status quo desses dois é algo que ainda será visto.

Coveiro

Estátuas de Rocket e Groot pela Gentle Giants e Section 9

Pertinho do fim de ano, duas novas peças dos dois mais icônicos personagens dos Guardiões da Galáxia foram divulgadas ao público. A primeira peça é uma replica do guaxinim mais mortífero do Universo, Rocket Racum, produzido pela Section 9 Entertainment and Muckle Mannequins em escala real. A seguir, a Gentle Giant fez uma versão menos fofinha do bebê Groot, mais parecida com o que encontramos pela primeira vez nos quadrinhos. E como não divulgamos anteriormente, aqui vai também uma peça da dupla em escala menor, também da Gentle Giant:






Estipulado pela própria empresa, a peça custa em torno de 500 dolares cada e tem número limitado (e identificado na própria peça). Mas o lançamento mais recente da Gentle Giant é o pequeno bebê Groot não tão fofinho quanto o do filme, mas BEM fiel ao dos quadrinhos. O número dela já é limitado a 500 unidades e custa 120 dólares no preço atual de mercado.







E a última peça anunciada é esse Rocket Racum tamanho real que vocês podem conferir abaixo. Custando 5 mil dólares, a estátua é produzida pela Section 9 Entertainment and Muckle Mannequins. O Guaxinim tem quase 1,42 metros, mas se juntarmos base e rifle passa do 1,9



Que perfeição! Pra ficar melhor ainda, só se o preço fosse mais camarada!

Coveiro