THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

MARVEL LEGACY

Marvel une futuro em passado nesta sua nova fase

Nova Serie Mutante na FOX

Saiba as novidades de THE GIFTED

PLANETA HULK

A HISTÓRIA DO HULK QUE MARCOU OS ANOS 2000

Classicos do Wolverine

Relembre mais das melhores histórias do Logan

FUGITIVOS

Série de produção Marvel e Hulu começa a sair este ano

THOR: RAGNAROK

O Terceiro filme do Deus do Trovão e surpresa do ano é tema do nosso Podcast!

JUSTICEIRO

Saiba as novidades da série que sai em Novembro

FINALMENTE REUNIDOS

Escute o nosso podcast sobre os Defensores!

PANTERA NEGRA

Conheça Wakanda em 2018

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

E lá vamos nós na retrospectiva de 2015...



Como já é tradicional anos a fio em nosso site, lá vou eu, o Coveiro, na missão de tentar lembrar os 10 fatos mais importantes do nosso ano que se  encerra nesta noite. Esse 2015 ficou bem conhecido pela sua má fama, cheia de tragédias pelo globo, mortes inesperadas e uma crise nacional, mas quando nos detemos na esfera do Universo Marvel e toda sua transmídia, até que nós saímos bem. E vamos começar tudo por...

1-O Cabeça de Teia está de volta!


Lembram-se quando cantamos a bola que 2015 talvez fosse uma excelente notícia para os fãs do Homem-Aranha nos cinemas? Pois a previsão se realizou. Em um acordo inédito com a Sony (que foi muito pressionada pelo público) anunciado em Janeiro, a Marvel passará a partir deste ano a integrar o Homem-Aranha no seu coeso universo cinematográfico. Tom Holland foi o escolhido para reviver o personagem em sua terceira versão nos cinemas e tudo começa em Capitão América: Guerra Civil. Já o filme solo do personagem, que terá produção também da Marvel Studios, porém encabeçado em todo resto pela Sony, só sairá nos cinemas em 28 de Julho de 2017, sob a direção do novato Jon Watts.

2-Bem vinda, Senhora Carter.


Os fãs do universo cinematográfico da Marvel nem tiveram chance de uma pausa para as férias do começo do ano, pois a Agente mais querida da Marvel dos anos 50 estava estreando nas telinha da ABC. Agente Carter teve apenas oito episódios, mas foi uma produção tão bem elaborada e jogou tanta luz na mitologia do passado do Capitão América que se torna quase imperdível para quem só conhecia os heróis pelo cinema. Hayley Atwell tem todo o carisma necessário para segurar anos e anos dessa série, e ainda conta com um elenco tão talentoso quanto ela.

3-A Era de Ultron destroçando Vingadores


Esperado como o grande filme do ano, a sequência d’Os Vingadores encontrou vários páreos duros para conseguir se manter na melhor bilheteria, sendo logo destroçado pelo Mundo Jurrássico e mais recentemente pelo novo Star Wars. No entanto, isso não implica que o filme foi mal nos cinemas. Alcançou a boa marca de arrecadação global de mais de 1,5 bilhões, mas curiosamente fez menos do que seu primeiro filme. Há quem acuse de que Joss Whedon foi pouco inventivo no seu segundo filme ou tem que reclame dos excessos de informações que os trailers e comerciais de TV entregaram logo de cara. Isso, no entanto, não deveria diminuir em nada o bom trabalho que o diretor entregou com a película pronta, cheio de momentos tocantes e pura adrenalina nas cenas de ação. É como eu disse em minha primeira resenha, é já um feito acertar duas vezes no mesmo lugar como Whedon fez. Mas agora o trabalho caberá a outros em 2016 em diante...

4-Guardiões da Galáxia e Deadpool, agora, mensais!




É realmente difícil ver personagens até alguns anos atrás tão desconhecidos do público ganharem esse destaque após caírem no gosto popular. Mas assim aconteceu com os Guardiões da Galáxia após o filme. E aproveitando um breve recomeço da equipe durante a fase Bendis, a Panini lança o grupo em sua própria revista mensal e está vendendo muito bem (diga-se de passagem). O mesmo vale para Deadpool que retoma mais uma vez o destaque mês a mês em sua nova mensal (com direito a casamento e tudo). Parabéns a Panini por investir nos dois títulos que venham muito mais!

5– A Cozinha do Inferno é no Netflix


Antes mesmo dos Vingadores chegarem as telonas, os Marvetes de plantão que são assinantes do Netflix tiveram a oportunidade única este ano de ver um Homem Sem Medo em live-action como ele deveria ter sido desde o começo. Debutando as produções da parceria Marvel e Netflix, Demolidor foi o sucesso imedito dessa plataforma compartilhada de filmes. Anunciado como o marco que bateu recordes de visualização em seu fim de semana de estreia, o protetor da Cozinha do Inferno garantiu assim a sua segunda temporada logo de cara para 2016. E não para por aí – pois o segundo semestre trouxe  Jessica Jones, a segunda série dessa parceria e que foi elogiada de maneira tal que só reforça essa ideia de que esse tipo de produção é uma aposta certa.  Além da protagonista, esse outro seriado trouxe Luke Cage e ainda deu nova vida a um dos vilões de melhor potencial (e pouco aproveitado) da Marvel – O Homem-Púrpura (vivido de forma excelente por David Tennant).  O Netflix se mostrou uma excelente maneira de aproveitar os heróis urbanos da Marvel poucos conhecidos ou mesmo que acabaram em momentos anteriores nas mãos de outros estúdios e finalmente voltam para casa, aos cuidados da Marvel.

6-STAR WARS aporta nos quadrinhos da Marvel


É muito cedo para colocar já essa grande franquia nesta nossa lista? Nem um pouco. O sétimo filme pode ter chegado aos cinemas só em Dezembro, mas para os leitores da Marvel, STAR WARS já faz parte do seu dia a dia desde o começo do ano. De um lado tivemos o lançamento da coleção da Planeta D’Agostini com a Coleção Star Wars trazendo de volta os clássicos da Marvel dos anos 70, já do outro a Panini começou a investir no novo – com as revistas STAR WARS e DARTH VADER – que agora reescrevem o que será o novo Canon e trazem histórias só com os melhores autores e desenhistas da Marvel da atualidade. Quem ainda não se arriscou está perdendo tempo, pois é material de primeira.

7 – O pequeno Homem-Formiga e seu enorme sucesso.


Muita gente não dava nada por ele, mas assim falaram também dos Guardiões da Galáxia em sua época. Mas mesmo com a pré-produção conturbada e a primeira perda de um diretor já na reta inicial das filmagens não abateu o Homem-Formiga. Peyton Reed (com a ajuda de Paul Rudd) conseguiu dar sua cara a franquia, atendendo todas as demadas da Marvel Studios e fazendo do Homem-Formiga um dos filmes de maior sucesso da Marvel mesmo com um personagem tão esquecido. Foram mais de 500 milhões arrecadados, batendo os primeiros longas do Thor e Capitão América por exemplo. O trio de protagonistas formado por Pau Rudd, Michael Douglas e Evangeline Lilly caiu tanto no agrado dos fãs que até modificou de novo a programação da Agenda da Marvel e colocou a continuação Homem-Formiga e Vespa para o meio de 2018.

8 – Um Fiasco Fantástico.


Mas nem tudo foi fantástico em 2015. A Fox tinha o polêmico reboot do Quarteto Fantástico em sua programação para este ano e tudo parecia muito estranho desde sua pré-produção. Com poucos trailers no decorrer do ano e boatos cada vez mais comprometedores, não foi estranho ver o resultado final do filme dos cinemas ser um fiasco. Com uma arrecadação pífia para um filme de heróis nos dias de hoje e notas constrangedoras pelos maiores sites especializados no assunto, o Quarteto Fantástico se saiu tão mal que é possível até ver parte do elenco quase se desculpar em entrevistas. Mas a culpa não deve recair sobre eles, já que muito se fala por aí do comportamento quase doentio do diretor Josh Trank praticamente auto-sabotando seu trabalho. Mas o que é ruim, às vezes pode gerar bons frutos. Será que assim como foi no ano passado podemos ver num futuro próximo uma negociação também da Marvel e da FOX para reaver os direitos do Quarteto Fantástico?

9-Pecado Original


Não podemos deixar de falar mais uma vez dos quadrinhos este ano quando temos uma outra minissérie fabulosa lançada por aqui no segundo semestre. Pecado Original é fruto de uma parceria inédita entre Jason Aaron e Mike Deodato Jr, colocando para os leitores um plot pra lá de inusitado e misterioso envolvendo a morte do Vigia, mas de tabela trabalhando um novo caminho para o velho e conhecido Nick Fury Sr. Com um clima completamente Noir, mas cheio de elementos cósmicos como cenário de fundo, temos aqui o resultado de mais uma belíssima obra de arte pelas mãos de Mike Deodato. Dessa vez, ele está acompanhado de outro colorista – Frank Martin – que deu ainda mais peso ao visual dessa história. É digno para pegar esse produto pronto e criar um bom filme de ficção científica daí.

10- Inumanos estão invadindo todos os lugares!



Se nos quadrinhos os Inumanos estão chegando com tudo logo depois da “Bomba Terrígena” na saga Infinito, imagina só o que acontece nas telinhas com o seriado de Agentes da SHIELD. Sendo a grande aposta da Marvel a longo prazo nos cinemas, está mais que na hora de trazer ao gosto do público esses misteriosos seres com ligações antigas com os Krees para o público. Em Universo Marvel, o leitor pode acompanha este ano o resultado da explosão da nação inumana (ou neo-inumana) com as histórias de Charles Soule. Já na TV, os produtores criaram um magnífico plot no final da segunda temporada de Agentes da SHIELD e deram um jeito de criar sua versão “Bomba T” no seriado. O resultado é que já no começo dessa terceira temporada no segundo semestre tivemos mais inumanos dando as caras e um potencial enorme para transformar Agentes da SHIELD numa versão dos Guerreiros Secretos do UCM.

Bem, e com isso terminamos nossa pequena listinha de 2015, que de tantas novidades que vieram este ano em diversas mídias, foi até difícil de se montar. Muita coisa ficou evidentemente de fora e convidamos vocês a colocar aí nos comentários  qual seria seus principais tópicos que marcaram 2015.

Por agora, o site encerra suas atividades para este ano. Retornamos só lá pro dia 5 de Janeiro e prontos para mais um ano GRANDE da Marvel. Em nome de toda a equipe, desejamos uma ótima virada de ano e que tenhamos um 2016 ainda melhor do que foi 2015 pros Marvetes.
Aquele abraço

Coveiro

Veja também nossas retrospectivas de e 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013 e 2014

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

E agora mais fotos inéditas do Deadpool


A divulgação do filme do Deadpool não para nem no finalzinho do ano e mais fotos inéditas foram liberadas, com destaque para Negasonic Teenage Warhead (Brianna Hildebrand) e Angel Dust (Gina Carano):




Como podemos ver, Negasonic Teenage Warhead está usando um uniforme dos X-Men em uma das fotos e sobre o grupo mutante, Ryan Reynolds explicou à Empire: "O filme certamente se passa dentro do contexto do universo dos X-Men, mas não necessariamente isso inclui a sensibilidade de um filme dos X-Men. É mais ou menos como pegar um personagem dos X-Men, enche-lo de LSD e joga-lo de volta onde estava."

Será que  teremos mais material inédito divulgado ainda esse ano?

Eduardo Spicacci

Marvel e ESPN homenageiam 25 celebridades femininas do esporte


E esse ano, a Marvel e a ESPN entraram em parceria para homenagear 25 celebridades dos esportes que mereceram destaque em 2015.  Assim sendo, a Marvel convocou seus melhores artistas, que desenvolveram essas belas artes que você pode conferir também aqui no site espnW Impact 25 website com um "antes e depois" dos desenhista. É uma bela retrospectiva:



Chloe Kim


 Lydia Ko


 Katie Ledecky


Carli Lloyd


Loretta Lynch, a promotora que matou a corrupção da FIFA


 Simone Manuel


Jessica Mendoza


Olivia Quigley


Ronda Rousey


Dani Rylan


"As Senadoras de Ferro" Kirsten Gillibrand e  Claire McCaskill, responsáveis por muitos fundos e novas legislações do esporte nas escolas


Breanna Stewart


Dianna Taurassi


Sarah Thomas


Todo o time feminino de Futebol dos EUA, que chegou até a final este ano


Jen Welter


Serena Williams


Simone Biles


Tamika Catchings


Lauren Chamberlain


Misty Copeland


Elena Donne


Erica Enders


Lauren Greenfield

Becky Hammon

É uma bela iniciativa e com imagens belíssimas. Não deixe mesmo de conferir mais disso na página oficial da galeria clicando aqui.

Coveiro

E se Cate Blanchet for realmente Hela...?


Nada ainda é certo. Por enquanto, só sabemos que de fato Cate Blanchet está em negociações finais para viver uma grande antagonista no próximo filme do Thor. Poderia ser Hela? Muitos apostam que sim. E o artista Xteve Abanto não perdeu tempo para imaginar a sua maneira como seria a atriz neste papel. Veja uma amostra da sua arte:




Ficou bem diferente do que conhecemos nos quadrinhos, mas até chega a seguir o padrão do que foi visto dos Asgardianos no MCU. E vocês, o que acharam? Torcendo para um filme realmente a altura em Thor: Ragnarok?

Coveiro

Magneto com seus poderes amplificados em "X-Men: Apocalipse"


Um novo filme dos X-Men chegará aos cinemas em 2016 e seu diretor, Bryan Singer, falou um pouco sobre como o vilão Apocalipse poderá amplificar os poderes de seus Quatro Cavaleiros, em especial os de Magneto: "Um dos muitos poderes do Apocalipse é conseguir embutir mais poderes ainda nos mutantes. Magneto está dando uma pequena amostra do que ele pode fazer agora. Magneto já é extremamente poderoso... Agora Apocalipse lhe dá poderes muito além do que já vimos antes."

Uma amostra do poder de Magneto pode ser vista na concept art divulgada pela Entertainment Weekly:


Ansiosos pelo filme?

Eduardo Spicacci

Deadpool: Nos embalos das discos e tumbas a noite


Depois de um baita casório (que Deadpool fez questão de lembrar que não foi o primeiro... nem segundo... terceiro, enfim), a vida do Mercenário Tagarela não será mais a mesma. Se bem que rotina é tudo que não podemos esperar nas histórias de Wade Wilson. Na sequência de sua revista mensal, temos na edição 5 e 6 diversas maluquices no caminho que vão desde uma Lua de Mel agitada no Japão até uma caça a vampiros acompanhado do melhor ritmo disco dos anos 70.

Deadpool e Shiklah estão juntos e é pro que der e vier. Assim, quando Wade decide aproveitar sua Lua de Mel no Japão para realizar uma missão pra lá de especial e pessoal, sua agora esposa obviamente iria se meter. E tudo gira em torno de uma maleta cheia de grana que o mercenário carregava a toa pelo centro nipônico. Com tanta bufunfa assim, é claro que ele iria chamar atenção dos malfeitores locais. E os primeiros deles a atacar eram... crianças com cartas místicas de luz que convocavam avatares monstruosos ao seu comando. Mais clichê que isso? Impossível.


Para decepção de Shiklah, Rainha do Submundo dos Monstros, aqueles avatares de luz não se mostraram tão reais assim e foram facilmente detidos. Mas a confusão da maleta não parou por aí. Das mãos de um desses jovens ladrões, a maleta de doláres foi parar aos cuidados da corrupta polícia local. Dela, foi parar com os mafiosos da Yakuza. Por fim, até o Tentáculo se meteu na história. E esqueci de mencionar o Solaris fazendo uma ponta? Mas nada disso era pário para um Sucumbus muito brava que não gostou nada de ver sua Lua de Mel ser interrompida. Literalmente, Shiklah virou o "bicho" e pôs todos pra correr.

De posse da maleta, Deadpool finalmente pode levar os doláres para seu destino final. Num beco não muito longe dali encontrou-se com Kim, a versão coreana do norte do Noturno (que vimos em histórias anteriores) e entregou aquela ajuda financeira para a causa dos velhos amigos. Boa ação feita e Deadpool devidamente recompensado com um beijo da sua esposa, a história se encerra por aqui. Mas acho que vale nota o fato de que, depois de Wade sumir de cena, Kim parece estar gravemente doente.

E a história segue para o começo do Tie In do Pecado Original do Deadpool (como se ele não tivesse já tantos). E tudo começa com um ataque de Vampiros as dependências de Shiklah. Aparentemente, Drácula não está nada satisfeito com o fato de ter perdido a sua pretendente e Deadpool precisa fazer algo a respeito disso. E como tratar de Vampiros senão apelando para uma "bomba-de-luz-mutante-ambulante"? Sim, ele pensou numa parceria com a Cristal.

E aí é que reside o problema. Pra começar, a Cristal do presente (ou ao menos, na época que se passou a história) estava sequestrada e era a Mística quem se passava por ela como Agente da SHIELD. E como a transmorfa não estava afim de ajudar (e nem poderia de fato), Wade teve que apelar pra uma solução mais simples - Viajar pro passado e convencer uma Cristal mais inocente para essa intrépida missão! Sim, ele não desiste fácil.

Daí, a história segue para uma série de clichês ainda mais hilários que rementem ao tempo da Disco, aos 70 e a fase mais non-sense da Cristal. Leitores mais antigos vão ficar satisfeitos com algumas referências brilhantes aí e sem esquecer do fato que na fase da Gail Simone a Cristal tinha até certo espaço nas histórias do Maluco Tagarela.


Deadpool e a Cristal do passado viajam até nosso presente e se vão aí diversas piadas sobre como o universo da Marvel mudou (e enlouqueceu) de 20 anos pra cá. Mas tirando isso, a missão é um sucesso. Wade e Alison (do passado) formam uma dupla que faz inveja a máquina mortifera e vão destroçando vampiros modernos covil por covil. E é assim que Shiklah consegue mudar o jogo e colocar os representantes legais do Drácula contra a parede.  Será que vai sobrar algum dentuço nos dias de hoje?

Mas a história não se fecha só nisso. Outra parte da narrativa segue com os agentes da SHIELD Emily Preston e Scott Adsit. Ao invés do que aconteceu em outros títulos em que os protagonistas que tiveram "revelações do passado obscuro", na revista do Deadpool foram eles que viram os segredos, os Pecados Originais. Adsit viu algo tão pesado envolvendo Wade que até se recusou a falar para a amiga o que sabe. Já Preston acabou tendo a pista mais quente de todas para finalmente encontrar Eleonor, a filha desconhecida de Wilson.


Nisso tudo, Adsit acabou perdendo um olho na batalha entre os Vingadores e os Acéfalos em Nova York. Já Preston decobriu que a pequena Eleonor foi criada em segredo pelo irmão do cientista louco Butler (lembra dele?). Ou seria B. Utler? Seguindo essa pista, a agente da SHIELD vai até Illinois e finalmente depara-se com a menina viva!

E a continuação disso tudo fica para o próximo ano! Resumimos até aqui as histórias desenhadas por Scott Koblish e John Lucas. E temos ainda mais uma história especial dessa leva a ser contada. Mas falamos dela em outra resenha do site!

Coveiro