GUERRAS SECRETAS NO INOMINATA 616

A Maior Saga da Marvel deste milênio destrinchada pela equipe do Marvel 616. É imperdível!

50 ANOS DE MARVEL

Um podcast com toda história da Marvel no Brasil! Imperdível!

A VOLTA DOS GUARDIÕES

Acompanhe as novidades do segundo filme dos Guardiões da Galáxia

PANINI EM 2017

A editora aracno-mutante Carol Pimentel conversou com o Mutação em Debate a respeito das primeiras novidades da Marvel pela Panini em 2017. Confira!

PARAÍSO X

Aqui concluímos a trilogia do futuro distópico da Marvel! Ouça nosso podcast!

FIM DA GUERRA CIVIL II

Depois de muita espera, o que já tem sido corriqueiro quando se trata de um trabalho de Brian M. Bendis, finalmente a Guerra Civil II foi concluída

DEATH OF X

A Conclusão da minissérie que põe luz no destino fatídico de Scott Summers

DEFENSORES

Saiba as novidades da série do ano pelo Netflix

CAPITÃO AMÉRICA - 75 Anos

A Fase aclamada de Mark Waid em foco no nosso podcast

PUNHO DE FERRO

Confira tudo sobre a mais nova série do Netflix

quinta-feira, 31 de março de 2016

Novidades e até alguns boatos sobre o elenco do filme dos Novos Mutantes



Parece que o sucesso do Deadpool abriu mesmo as porteiras para a FOX expandir um pouco além o universo mutante e o produtor principal da franquia, Simon Kinberg, disse que podemos até esperar alguns rostos recentemente famosos voltando para o filme aqui:

Tradicionalmente, os Novos Mutantes sempre tiveram personagens que cruzavam ao longo da linha temporal dos filmes dos X-Men. Eu diria até que é provavel que vejamos alguns rostos familiares vindo aí. Será uma profunda busca. Temos uma longa, lonha lista de nomes, e eu diria que tem nomes dentro desta lista que eu nem mesmo conheço. Pra você ver como a coisa vai longe" disse Kinberg ao IGN.

E mal seu depoimento veio online, o site Hitfix, que não costuma cair na bobagem de publicar qualquer coisa veio com uma informação de que havia conseguido dois nomes já cotados para viver os personagens dos Novos Mutantes de Josh Boone. Seriam eles Maisie Williams (de Game of Thrones) para viver Rahne Sinclair (a Lupina) e Anya Taylor Joy (The Witch) para ser a Magia.


Quem estaria no elenco também, talvez como tutora seria Alexandra Shipp, que vive a Nova versão da Tempestade, e o James McAvoy como Professor Xavier faria uma boa ponta.

Apesar de não ter mais nomes de atores envolvidos, o site disse que a tendencia é escolherem praticamente personagens do grupo original na história, o que incluiriam Míssil, Mancha Solar e a Miragem. Não citaram a Karma.

Obviamente é algo a ser confirmado, mas não deixa de ser um boato a considerar com o filme sendo assim citado abertamente agora por Kinberg.

Coveiro

Possíveis papeis de Elizabeth Debicki, Tomy Flanagan e Chris Sullivan em Guardiões da Galáxia vol.2

https://1.bp.blogspot.com/-GwyMnIaJYNc/VsSN5okjayI/AAAAAAAAc8g/tptj2L3cVnw/s1600/guaridans-of-the-galaxy-2-170389.jpg

Alguns novos atores entraram na lista de convocados para a segunda aventura dos Guardiões da Galáxias nos cinemas - como Elizabeth Debicki, Tommy Flanagan, e Chris Sullivan - mas pouco se sabia até então sobre seus papeis. Apesar de raramente dar essas exclusividades, o site Comic Book Movie veio nesta tarde falar que uma fonte confiável sua que está ligada ao filme revelou os nomes dos personagens vividos por esses atores.



Elizabeth Debicki seria Ayesha, personagem que nos quadrinhos esta ligada ao universo de Adam Warlock, criada inclusive pelo mesmo grupo de cientista que deram vida ao famoso herói cósmico, sendo praticamente sua par igual e até mesmo chegou a ocupar seu lugar certo tempo. Já foi chamada de Ela ou Kismet. Já Tommy Flanagan seria o alien Tullk Ul-Zyn, que apareceu unicamente em Anquilação (na minissérie do Ronan). Anteriormente, disseram que Flanagan estaria ligado aos Ravangers de Yondu e neste caso



Chris Sullivan seria o personagem Tsarfae, que originalmente é vinculado aos quadrinhos dos anos 90 dos Guardiões da Galáxias. É bem provavel no entanto que todos aí, mesmo com nomes de personagens já estabelecidos, sejam conceitos completamente novos e recriados pra se dar melhor na trama do filme.

Agora, o mistério maior ainda fica no real papel do Kurt Russell. E se confirmado também, de Sylvester Stallone.

Coveiro

Capitão América e os Poderosos Vingadores: Inversão


Os Poderosos Vingadores tiveram seu primeiro volume escrito por Al Ewing, onde foi estabelecida a equipe de Luke Cage, publicada no Brasil na revista Avante, Vingadores!. Agora o segundo volume é chamado de Capitão América e os Poderosos Vingadores e sai na revista Vingadores: Os herois mais poderosos da Terra, mas bem no meio da saga Eixo. Ou seja, nesse relançamento, os dois líderes, Luke e Sam Wilson, estão com suas personalidades inversas e veremos como isso irá afetar a estrutura da nova equipe.

Antes de começar o Eixo, e no final do run anterior, Luke havia estabelecido que qualquer um poderia ser um "poderoso vingador". Até uma equipe de telefonistas foi montada para atender o chamado da população para que os heróis pudessem ajudar onde pudessem, até com coisas do cotidiano. Com a inversão, Luke passou a pensar em cobrar por esses serviços ou recusar todo o auxílio que alguém requisitasse.


Mas antes de perceberem que Luke havia mudado, o Homem-Aranha tenta voltar para a equipe, pedindo desculpas pelo comportamento anterior dele, já que na verdade, era o Superior que entrou para a equipe - na alma do Dr. Octopus - e não ele, Peter Parker.

Paralelo a isso, o outro afetado pela inversão, Sam Wilson, o novo Capitão América, patrulha a cidade detendo criminosos da forma mais eficiente o possível, sem se preocupar com a violência dos seus atos. Na Corporação Córtex, do famigerado Jason Quantrell, ele detém um sequestro orquestrado pelo vilão agora invertido também, conhecido como Saqueador. Depois, ele ruma para a Torre dos Vingadores, onde Tony Stark planeja destruir os Poderosos Vingadores por "violação dos usos da marca".


Jason Quantrell também solta a vilã inumana Gatilho da penitenciária da Ilha Ryker para que ela o ajude em assuntos pendentes, como sua ligação com Gideon Mace, mafioso de Nova York que Quantrell patrocina e agora é um estorvo para ele.

Logo depois, ele firma acordo com Luke Cage para comprar toda a operação dos Poderosos Vingadores. Quando Luke vai informar seus colegas que equipe foi vendida, a advogada em exercício da equipe, a Mulher-Hulk, o informa que ele não leu nos contratos que a equipe não é dele, e sim uma cooperativa, cada um tem a sua parte, e só pode vender a parte que lhe cabe. Ao ver o marido tão mudado, Jessica Jones o intima a descobrir o que aconteceu com ele em Genosha ou ele pode se afastar de sua família.

O Homem de Ferro Superior convoca seus Vingadores invertidos (Thor, Feiticeira Escarlate, Medusa, Vespa, Capitão América e Luke Cage) para enfim acabar com os Poderosos Vingadores na frente da sua sede. É uma boa luta de herói contra herói invertido, onde os destaques aqui é a contingência de Stark em eliminar os alvos mais poderosos, fazendo o Marvel Azul abandonar a luta logo antes de começar ativando uma crise humanitária na Grécia, e absorvendo a frequência elétrica de Espectro para sua armadura. Mas os outros membros também não são fáceis, como o Poderoso encarando de frente o Thor mesmo que por alguns momentos, a Mulher-Hulk botando o Cage pra dormir, e Kaalu surpreendendo a toda-poderosa Feiticeira Escarlate.


A coisa se desequilibra com a chegada do Homem-Aranha, dando a oportunidade para Monica Rambeau sair da armadura de Stark e tempo para o Marvel Azul voltar. Vendo que eles não cairiam tão facilmente, Tony inventa que a equipe dele estava sendo dominada por Mecanus de algum lugar remotamente, e saem de fininho. O Aranha acha que é melhor eles ficarem de olho nos Vingadores e lhes darem o benefício da dúvida...

Com a arte de Luke Ross e Iban Coello, esse tie-in de Eixo termina aqui, e provavelmente veremos a equipe voltar ao normal, sendo que essa relação estremecida de Cage com Jones possa render muito daqui pra frente.

quarta-feira, 30 de março de 2016

Confira quem foram os MELHORES e PIORES dos quadrinhos de 2015


Depois da lista até com resultados bem esperados na parte dos filmes e seriados, é a vez de partir pra parte mais polêmica. Com muito mais categorias e uma disputa bem mais acirrada entre as opções ofertadas, temos aqui finalmente a lista dos elencados para o Troféu 616 e o Prêmio Impossível de 2015. Confira com a gente os resultados:

É já de praxe começarmos aqui sempre com a parte editorial, e desta vez temos realmente dois nomes que brilharam em 2015 como ganhadores. Com vasta maioria dos votos, Jonanthan Hickman (Vingadores, Novos Vingadores) é o Melhor Escritor de 2015. Já a disputa para Melhor Desenhista foi bem agitada, mas no final, prevaleceu o nome de  Esad Ribic (Thor, o Deus do Trovão). São realmente dois expoentes desta nova era que veio com a Nova Marvel.



Falando em Nova Marvel, a Panini acertou bem em uma coisa de fato e com isso a Melhor Decisão Editorial do Ano é atribuída a ela com o Lançamento das novas reedições do selo Nova Marvel que tem saindo nas livrarias e comics shops desde o meio do ano passado.

Passemos agora para a parte das histórias. Começamos com o Melhor Grupo de Personagens sendo os Novos Vingadores. O título realmente é emocionante e faz o leitor ficar angustiado ao esperar cada nova edição. Por sinal, isso rendeu também o prêmio de Melhor Revista Periódica para a mensal Vingadores.



Dentro ainda dessas histórias, o prêmios para  Melhor Vilão e Melhor Vilã foram respectivamente para Namor e a Cisne Negro, dois dos maiores destaques de fato do título. Não é a toa também que o Melhor arco de histórias foi para Outros Mundos/Um Mundo Perfeito (de Novos Vingadores).

Na categoria de Melhor Heróina, lá vence resoluta a Capitã Marvel. E ela vem acompanhada de Kate Bishop como Melhor Coadjuvante e o Demolidor como o Melhor Herói. Todos eles realmente merecidos pela ótima fase em que se encontravam no ano passado.
   






No caso do Demolidor, vale ressaltar aqui os prêmo de Melhor Capa para Demolidor 8, Melhor Minissérie ou Edição de Volume único com histórias inéditas que deu empate entre Demolidor: Fim dos Dias (Brian Michael Bendis) e Cavaleiro da Lua (Warren Ellis), além de Melhor Coletânea de Histórias Reeditadas para Demolidor do Frank Miller Vol.1 e Vol.2



Por fim, apesar das muitas críticas, levou o prêmio de Melhor Maxissérie em Partes em 2015 a série em quatro partes do Pecado Original. Apesar das derrapadas de Jason Aaron, a arte de Mike Deodato Jr estava espetacular e o impacto dela para a continuidade da Marvel é sim algo relevante.




MAS ESPERA AÍ! Ainda não acabou!!!

Acha que esquecemos a nossa versão do "framboesa" dos quadrinhos? Nós temos a listinha aqui e vamos jogar ela bem rapidinho pra você. Começamos com o Pior Escritor de 2015 que para surpresa de muitos foi para Brian Michael Bendis. Apesar de soar estranho, é completamente entendivel depois da má execução do escritor nos títulos mutantes. Já o Pior Desenhista é de novo Humberto Ramos, o que não é nenhuma novidade. E olha que tivemos o próprio Liefeld pra concorrer com ele este ano.


No que cabe as histórias, muitos nomes foram jogados na mesa. Os mais votados para Pior Grupo de Personagens foram os Fabulosos Vingadores e Inumanos; Já o Pior Herói teve lista da mais variada, se repetindo com maior número o Deadpool, Capitão América, Homem de Ferro e Destrutor. Pra Pior Heróina, levaram Medusa e Feiticeira Escarlate. Mas o Pior Vilão foi com larga vantagem o Caveira Vermelha/Massacre Vermelho.



Pra Pior Revista Períodica, levou desta vez a mensal do Wolverine. Por sua vez, Pior Arco de Histórias teve empate entre Vingar a Terra (Poderosos Vingadores) e Ultimate: Cataclismo. Mas o Maior Prêmio dos Piores, o que leva o nome de tudo, o Prêmio Impossível de 2015 foi unicamente para a Morte de Wolverine eternizado como estátua de adamantium




Coveiro

-----

Melhor Escritor: Jonanthan Hickman (Vingadores, Novos Vingadores)   
Melhor Desenhista: Esad Ribic (Thor, o Deus do Trovão)   
Melhor Decisão Editorial do Ano: Lançamento das novas reedições Nova Marvel   
Melhor Grupo de Personagens: Novos Vingadores
Melhor Coadjuvante: Kate Bishop
Melhor Herói: Demolidor
Melhor Heróina: Capitã Marvel
Melhor Vilão: Namor
Melhor Vilã: Cisne Negro
Melhor Arco de Histórias: Outros Mundos/Um Mundo Perfeito (Novos Vingadores)   
Melhor Capa: Demolidor 8
Melhor Revista Periódica: Vingadores (Mensal)
Melhor Minissérie ou Edição de Volume único com histórias inéditas: Demolidor: Fim dos Dias (Brian Michael Bendis) e Cavaleiro da Lua (Warren Ellis)
Melhor Coletânea de Histórias Reeditadas: Demolidor do Frank Miller Vol.1 e Vol.2
Melhor Maxissérie em Partes: Pecado Original

Pior Escritor: Brian Michael Bendis
Pior Desenhista: Humberto Ramos
Pior Grupo de Personagens: Fabulosos Vingadores e Inumanos
Pior Herói: Deadpool, Capitão América, Homem de Ferro e Destrutor
Pior Heróina: Medusa e Feiticeira Escarlate
Pior Vilão: Caveira Vermelha/Massacre Vermelho
Pior Revista Mensal: Wolverine
Pior Arco de Histórias: Vingar a Terra (Poderosos Vingadores) e Ultimate: Cataclismo
Prêmio Impossível de 2015: Morte de Wolverine enternizado como estátua de adamantium

Sai o resultado do Troféu CINE 616


Achou que a gente tinha esquecido de dar o resultado da votação dos Melhores dos filmes e seriados Marvel do ano passado? É claro que não! Com as votações encerradas e alguns dias mais de avaliação, finalmente temos a lista final na mão. Confira:

Nosso primeiro da lista são as categorias de coadjuvantes, uma das mais disputadas em toda a votação. Tanto para ator quanto para atriz, a margem de diferença pros segundos e terceiros lugares foi pequena, mas no final venceram  Michael Douglas (Homem-Formiga) pra categoria de Melhor Ator Coadjuvante e Elizabeth Olsen (Vingadores: Era de Ultron) para Melhor Atriz Coadjuvante.



Os seriados marcaram presença intensa aqui. Pois na categoria de Melhor Ator ou Atriz em papel antagonista quem ganhou foi David Tennant (Jessica Jones) com seu Homem-Púrpura. Já em Melhor Atriz quem leva é a própria Krysten Ritter (Jessica Jones), com muita justiça.  



Já o Melhor Ator ficou com Charlie Cox (Demolidor), que por sinal tem também o prêmio de Melhor Seriado para Demolidor. Em ambos os casos, venceram com larga vantagem sobre os demais. Não é mesmo a toa que a segunda temporada foi assim tão esperada.





Melhor Direção dos Filmes está na mão de Joss Whedon (Vingadores: Era de Ultron), que por sinal leva também o prêmio de Melhor Filme para Vingadores: Era de Ultron e Melhor Cena Pós-Credito para Thanos e a Manopla do Infinito.




Concordou com os resultados? Discordou? Já está elaborando sua listinha pra o próximo ano?


Coveiro

---------

Confira a lista na integra:

Melhor Ator Coadjuvante: Michael Douglas (Homem-Formiga)   
Melhor Atriz Coadjuvante: Elizabeth Olsen (Vingadores: Era de Ultron)   
Melhor Ator ou Atriz em papel antagonista: David Tennant (Jessica Jones)   
Melhor Atriz: Krysten Ritter (Jessica Jones)   
Melhor Ator: Charlie Cox (Demolidor)
Melhor Direção dos Filmes: Joss Whedon (Vingadores: Era de Ultron)
Melhor Seriado: Demolidor
Melhor Filme: Vingadores: Era de Ultron
Melhor Cena Pós-Credito: Thanos e a Manopla do Infinito (Vingadores: Era de Ultron)

Espetaculares X-Men: O melhor e o pior de nós


Kurt Wagner, o Noturno dos X-Men, sempre foi um dos integrantes mais carismáticos da equipe mutante. Por trás de sua aparência demoniaca, sempre foi um homem gentil e disposto a tudo para ajudar seus amigos e seus alunos da Escola Jean Grey para Estudos Avançados. Antes de sofrer as consequências dos eventos da saga Eixo, em que diversos heróis e viloes tiveram seus comportamentos invertidos, Kurt teve a oportunidade de ajudar um dos alunos mais antigos da instituição, Victor Borkowski, mais conhecido como Anole

O jovem havia marcado o primeiro encontro com um rapaz que paquerava pela internet mas, envergonhado de sua aparência, não teve coragem de se apresentar a ele. Coube a Noturno e a Jean-Paul Beaubier, o Estrela Polar, ajudá-lo a superar o seu medo enquanto enfrentavam as ilusões de Regan Wyngard, filha do Mestre Mental. No final, Regan foi derrotada e Anole teve o seu encontro. Esses acontecimentos foram mostrados em Amazing X-Men #13, numa boa história escrita por James Tynion IV e desenhada por Jorge Jiménez, publicada no Brasil em X-Men Extra #23 pela Panini.


Infelizmente, não veremos a seguir o elfo agindo como todos nós conhecemos e adoramos. Com sua personalidade invertida, Noturno decidiu voltar a Winzeldorf, Alemanha, onde por pouco não foi linchado muitos anos atrás, antes de ser salvo por Charles Xavier. Seu objetivo é encontrar as primeiras pessoas que o feriram de verdade, uma das quais a responsável pelo seu quase linchamento, o pároco local. Apenas sua mãe, Mística, "invertida" em heroína, é capaz de detê-lo, ao mesmo tempo em que é caçada pela SHIELD. Essa desagradável reunião familiar será mostrada pelo escritor Chris Yost e os desenhistas Carlo Barbieri e Iban Coello em Amazing X-Men #14, publicada em X-Men Extra #25 pela Panini.

Noturno decide brincar com sua vítima antes de matá-la e faz com que ela corra pelas ruas da cidade, tomada por uma tempestade de neve. Kurt encurrala o padre e revela a ele que tentou ser um homem de Deus, mas descobriu que "minha vocação nunca foi para o perdão, mas para o juízo."


Kurt é bruscamente interrompido por sua mãe, que se atira em cima dele. De início, ele pensa que ela veio ajudá-lo, mas ela diz que veio até ali para detê-lo. Ela tenta trazê-lo à razão, dizendo-lhe que ele tem uma "boa alma". Noturno responde que não tem mais nenhuma, pois a utilizou para sua ressureição. Em seguida, ele parte para se vingar dos "humanos de boa alma, que hoje vão pagar caro por tudo que nos fizeram". 

Mística percebe que seu filho utiliza seus poderes de teleporte de maneira que ela sempre temeu, como faria Azazel, o demônio que é o pai de Kurt. Ela se desdobra para que ninguém morra por causa disso. Num ato desesperado, ela assume a forma do melhor amigo de Kurt, o falecido Wolverine, o que o faz hesitar por um momento e isso é tudo o que ela precisa para tentar derrubá-lo em um combate feroz. 


Mas o combate é interrompido por uma rajada de metralhadora de um helicóptero da SHIELD. Mística tenta afastá-lo, mas o piloto não lhe dá ouvidos. Kurt se teleporta para a cabine e luta contra o piloto para derrubar a nave. Mística vem em seguida e afasta os dois, decidida a evitar que Kurt não mate ninguém. Ele se teleporta seguidas vezes no interior da cabine com sua mãe para desorientá-la, mas ela não desiste: "Eu não vou soltar nunca, meu filho, eu te amo". 


Kurt hesita novamente e vai embora, sozinho. O helicóptero está prestes a atingir o solo, mas Mística consegue se salvar junto com o piloto no último instante. Ela respira aliviada, pois ninguém morreu nas mãos de seu filho e renova sua determinação em encontrá-lo, pois ele nunca desistiria dela. 

Craig Yost mais uma vez fez um bom uso da cronologia mutante ao fazer com que Noturno reencontre um de seus antigos algozes da juventude. Como observado por Mística na narrativa dessa história, Kurt sempre foi alguém que enxergava o melhor de cada um, algo visto claramente na anterior e, com sua "inversão", passou a encarnar o pior, querendo se vingar daqueles que quase o queimaram vivo e matar qualquer um que cruzasse seu caminho. O resultado deste "tie in" ficou bom num evento que gerou muita controvérsia. Gostei também dos desenhos de Jorge Jiménez na primeira história e de Carlo Barbieri e Iban Coello na segunda, com boa narrativa e boas sequências de ação. 

Gostaria de acrescentar que neste "tie in" tivemos a presença de Nick Fury Jr., mas ele ainda se recupera do incidente que sofreu em Vingadores Secretos, onde foi atacado por ácido. Culpa mais de quem editou do que de quem escreveu a história. A Panini também poderia ter sido mais cuidadosa em sua revisão, já que os créditos da segunda história ficaram com a impressão meio borrada. 

C@rlos

terça-feira, 29 de março de 2016

Teasers de Dead No More revelam mais da nova saga do Homem-Aranha

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!


Com o pontapé inicial dado em uma revista a ser distribuída no Free Comic Book Day, a Marvel já anuncia para outono do ano que vem mais uma saga marcante na vida do Cabeça de Teia que será capitaneada por Dan Slott. Dead No More já teve três imagens teaser divulgadas que são intercambiáveis e podem dar mais pistas sobre do que se trata a saga. Confira:





De um lado, temos os "mortos" ressurgindo e lá estão nitidamente silhuetas do Tio Ben, Capitão George Stacy, Jean DeWolff, Martha e Billy Connors, dentre outros. Na imagem a seguir, destaca-se o Homem-Aranha sendo atacado por tentáculos - seriam do Doutor Octopus ressuscitado? Essa resposta deve vir num teaser mais pra frente ainda não revelado. Por fim, a mais recente imagem traz pro meio do confronto o Aranha "Kaine" Escarlate, a falecida Madame Teia e o Gatuno. Dá pra ver que a imagem segue além para a direita e devemos ter mais personagens revelados em breve vindo aí.

Coveiro

Deadpool é o filme proibido para menores com a maior bilheteria de todos os tempos


Com 745 milhões de dólares arrecadados, Deadpool se tornou o filme com restrição de idade com a maior bilheteria mundial de todos os tempos, ultrapassando o até então recordista "Matrix Reloaded" (2003), que tinha faturado 742 milhões. No que se refere apenas a bilheteria dos Estados Unidos, o filme do Mercenário Tagarela faturou até agora 349 milhões de dólares, ficando atrás apenas de "Sniper Americano" (350 milhões) e "A Paixão de Cristo" (370 milhões) no ranking das maiores bilheterias americanas de filmes restritos de todos os tempos. 


Mais do que merecido o sucesso do filme do Deadpool, né? Que venha logo a sequência!

Eduardo Spicacci

Novo trailer "internacional" de X-Men: Apocalipse... com legendas em Português!


Acabou de sair mais um trailer de X-Men: Apocalipse e desta vez com legendas em português! O pessoal lá de fora coloca-o como mais uma versão internacional e provavelmente o mais recheado de cenas inéditas até o momento. Confira sem demora:


X-Men: Apocalypse - Official International... por comicbookdotcom

Como anunciado no video, aqui no Brasil, X-Men: Apocalipse chega aos cinemas uma semana mais cedo, no dia 19 de Maio.

Coveiro

Versão do Falcão da Guerra Civil tem imagens divulgadas pela Hot Toys

O inseparável companheiro de Steve Rogers nestes novos tempos, Sam Wilson certamente é peça chave na trama do vindouro filme Capitão América: Guerra Civil. Sendo assim, ele é um dos primeiros a já ganhar sua versão pela Hot Toys. Confira as imagens:















Como sempre na escala 1/6, a peça vem com mais de 30 pontos de articulação, 4 pares de mãos intercambeáveis, óculos no formato googles, e uma leva de outras peças bacanas, inclusive o seu drone chamado Red Wing (adaptado dos quadrinhos, que é de fato um falcão).

Coveiro

Eixo Especial: Carnificina, o amigão da vizinhança



Se prepare Nova York, pois a cidade tem um novo protetor e amigão da vizinhança. Trata-se do Carnificina. É isso mesmo! Se você não está entendo nada, é porque certamente pulou a mais recente saga maluca da Marvel, o Eixo, onde heróis e vilões estão invertidos. E agora Cletus Kasady quer se redimir. Mas não quer dizer que isso seja algo fácil pra cabeça insana dele.

Tudo começa quando a noite cai e alguém volta a fazer vítimas na madrugada. Mas não estamos falando de Cletus desta vez. Aparentemente, o Devorador de Pecados retornou e mais sedento do que nunca. Já o Carnificina está em outro canto da cidade tentando parar o crime. O problema é que ele tem lá seus excessos. Ao salvar uma mulher, ele simplesmente desfigura o bandido que lhe atacava e arranca um dos seus olhos. No fervor da ação, ainda ataca um outro que se aproximava e arranca-lhe a mão. Leva um tempo para saber que esse novo cara era apenas o gigôlo da mulher e Cletus não fica nada satisfeito de ter simplesmente ajudado uma prostituta.

Em novo interlúdio, o novo Devorador de Pecados faz sua vítima - um reporter policial chamado Chris Rollins. Ele se revela sendo o verdadeiro vilão e acusa que a versão do passado era apenas um impostor. Ao arrancar sua máscara, a vítima vê no lugar do rosto do vilão uma caveira incandescente e escuta pela última vez, um rimbobar do tiro de uma espingarda. A notícia da morte do rapaz é divulgada por todos os noticiarios. A ancora do Canal CVN, Alice Gleason , parecia ser ligada a Chris e se comove ao vivo. Cletus vê naquele gesto pura bondade e acha que a moça pode lhe ajudar a ser alguém melhor.

Alice é levada para casa sob escolta policial e mal acreditava que ela própria poderia ser de fato uma potencial vítima. O Devorador de Pecados ataca o policial que a acompanhava e literalmente suga a essência dos pecados do sujeito. Gleason seria a próxima da lista se não fosse a entrada providencial do Carnificina. O ex-maníaco a tira imediatamente dali, mas aparentemente a moça não se considera tão em segurança assim. Cletus a prende no alto de um dos prédios da cidade e exige dela a ajuda necessárias para fazer dele alguém melhor.


Nesse meio tempo, vemos uma série de visões confusas e deturpadas do passado do jovem Cletus. Ele e Gleason tem uma conversa sinistra e ambos entram em acordo de um ajudar o outro. O mais curioso é ver que a cada instante o Carnificina se contém a não fazer o que em outros tempos executaria sem sequer hesitar. Depois de salvar por pouco um coveiro e chegar no cemitério da cidade, Gleason faz o Carnificina confessar em um video todos os crimes que cometeu. É um número tão alto que ele sequer consegue contar. Mas tudo aquilo foi também uma bela sacada da Alice para avisar a polícia onde eles estavam e darem uma chance de resgatar ela.

O próximo passo da recuperação de Cletus era agora força-lo a impedir um crime. Só que no processo de impedir um assalto a banco, o Carnificina acabou colocando fogo em todo ele. Não seria nada fácil recuperar o vilão. Logo apareceu toda a força policial atrás dele, com helicopteros e mísseis de precisão. E no meio de toda aquela confusão, Alice acabou levada pelo Devorador de Pecados para um fábrica abandonada.


No covil do vilão, Alice Gleason descobre a verdadeira identidade do novo Devorador de Pecados. Trata-se de Emil Greeg, que outrora se revelou como sendo apenas um copiador do Devorador de Pecados original e que foi exposto por Eddie Brock quando este era apenas jornalista. Agora, fica confuso saber quem de fato era o verdadeiro e o impostor.

Seja a história verdade ou mentira, Alice foi salva do vilão mais uma vez por Cletus e ambos agora enlaçaram um combate final. De um lado, temos um Devorador de Pecados e do outro um sujeito cheio de pecados para expiar. Ao absorver todos os males causados por Cletus, Emil ficou completamente saturado e não aguentou a pressão. Literalmente, ele foi consumido por tamanho mal ao mesmo tempo que Cletus se viu livre de todo pesar que sentia pelas mortes que causou desde que foi invertido.

Cletus era agora um novo homem, mas a sociedade ainda não o via assim. Alice aproveitou a chance para atirar nele e fugir. Logo chegou também a policia e acirrou o cerco contra ele. Determinado a seguir uma vida insólita, mas ainda heróica, o amigão da vizinhança, O Carnificina foge para longe dali. E nós o acompanharemos na parte final da saga Eixo.

Também publicada na segunda edição do Eixo Especial, essa história do Carnificina traz Rick Spears nos roteiros e German Peralta na arte.

Coveiro

segunda-feira, 28 de março de 2016

Jon Bertnhal fala sobre o seu Justiceiro no programa de Jimmy Kimmel



Talvez o ponto mais forte desta nova temporada da série do Demolidor no Netflix, o ator Jon Bertnthal esteve neste final de semana no programa do Jimmy Kimmel e falou sobre o sucesso do seu mais novo personagem:


Na primeira parte do video, ele fala de como tem sido bem recebido pelos fãs e como ele tem gostado de atuar no papel. Jon explica que durante as gravações, pela dificuldade de atuar como Frank Castle, durante as gravações ele permanecia boa parte fora das gravações, atuando como se fosse Castle, ficava isolado e sem se divertir em festas durante as filmagens. Ele explicou que treinou bastante em cenas de ação.


Nesta segunda parte, Bertnthal fala que tem mestrado em Havard, mas falou que isso não ajudou muito em sua carreira, que nada supera a sua experiência do dia a dia.

Mas a parte mais curiosa de toda entrevista é que ele se negou a falar sobre o futuro do personagem, pois a Marvel o obrigou a ficar calado quanto a isso. E agora é sério! Ainda essa semana sai o podcast da segunda parte do Demolidor aqui no site! Palavra de escoteiro.

Coveiro