Guardiões da Galáxia vol.2

Entre na dança e veja o que achamos do filme!

MANTIS

Conheça a versão dos quadrinhos dessa misteriosa personagem que chega aos cinemas

Classicos de Logan

Mutação em Debate revisita as histórias do baixinho canadense

THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

Inumanos vs X-Men

Mutação em Debate discute o fim da minissérie

LEGIÃO

FOX surpreende em sua primeira série Mutante. Veja o que achamos de Legião.

Homem-Aranha de volta a Marvel

O podcast junta 616s com Aracnofãs para discutir o novo filme

DEFENSORES

Saiba as novidades da série do ano pelo Netflix

Conheça os Inumanos

Os seres mais misteriosos do universo ganham um seriado de luxo

AGENTES DA SHIELD

O que achamos da quarta temporada da série?

domingo, 31 de julho de 2016

Episódios de Luke Cage terão homenagens a músicas do Hip Hop!


Será que faltando apenas dois meses é muito cedo para falar do seriado do Luke Cage que será lançado na Netflix no final de setembro? Bem, o produtor da série Cheo Hodari Coker acha que não e já antecipou o nome dos três primeiros episódios que vem aí. Todos eles serão homenagens a músicas populares do estilo Hip Hop. Confira:

O primeiro será chamado "Moment of Truth". O segundo será "Code of Streets". E o terceiro é "Who is gonna take the Weight?". Todas sao musicas do Gang Starr, que você confere abaixo:





A trilha sonora vai ficar aos cuidados de Adrian Younge e Ali Shaheed Muhammad que produziram cerca de 30 peças musicas pros 13 episódios que sairão dia 30 de setembro na Netflix. Também contará com a performance musical de alguns convidados como Faith Evans, Raphael Saadiq,Charles Bradley, The Delfonics, Method Man e Jidenna.

Coveiro

Calendário mostra novas imagens do Doutor Estranho


Em novembro chegará aos cinemas o aguardado filme do Doutor Estranho e seus respectivos produtos licenciados  aos poucos são divulgados na internet. O que temos agora são imagens bem interessantes vindas diretamente de um calendário do Mago Supremo:





Que vaze logo o restante do calendário pra gente dar uma olhada nos detalhes...

Eduardo Spicacci

sábado, 30 de julho de 2016

A espada da Valquíria e o mistério de Sif em Thor: Ragnarok


Parece que a produção de Thor: Ragnarok vai ser repleta de pequenas brincadeiras e vislumbres dos bastidores da gravação. Depois de mostrar um pouco do dia a dia do Deus do Trovão na Austrália e seus planos contra o Thanos, é a vez da atriz Tessa Thompson revelar a espada que usará no filme. Além disso, onde está a Sif nessa história toda?

Uma foto publicada por Tessa Thompson (@tessamaethompson) em


Além da imagem postada no Instagram acima, Tessa Thompson usou sua conta para dizer que apesar de todos os machucados, ela nunca mais vai querer andar por aí sem uma espada outra vez. Já a participação de Jamie Alexander continua um mistério nisso tudo. A única palavra dela sobre isso é que não pode comentar ainda. Já o ator Zachary Levi, que faz o Fandral, deixou entender que ele e o restante dos Três Guerreiros deve gravar uma participação não muito grande no filme em algum momento.

Coveiro

Boneco do Doutor Estranho revelado pela Hot Toys

Graças ao site Toy Ark, as primeiras imagens da peça da Hot Toys do Doutor Estranho caíram na internet. Como sempre, a qualidade é impressionante e a similaridade com o ator Benedict Cumberbatch é de arrepiar. Confira:









A peça vem ainda com dois tipos de Olho de Agamatto, um deles aberto e com o interior verde sugerindo ali uma joia do tempo, efeitos de magia para encaixar nas mãos, um livro antigo e a capa da levitação. É provavel que tenhamos mãos intercambiáveis como é comum nessas peças.

Coveiro

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Definido como será chamado o terceiro filme dos Vingadores

Tempos atrás, depois de serem anunciados como os diretores que assumiriam a franquia dos Vingadores, depois de Capitão América: Guerra Civil, os irmãos Russo falaram que Vingadores: Guerra Infinita parte 1 e parte 2 seriam dois filmes independentes. E seria um erro tê-los chamados assim em duas partes, criando expectativas de que a história não acabaria em um. Assim, extra-oficialmente se esperava a mudança dos nomes deles para serem anunciadas em breve. Hoje, a Marvel anunciou oficialmente que o terceiro filme será de fato chamado de Guerra Infinita.

Segue a logo divulgada pelo ComicBookResources agora há pouco:


Já o quarto filme da franquia ainda não tem nome definido e segundo Deadline, está sendo chamado nos bastidores de Untitled Avengers (Vingadores sem título). Alguma sugestão aí?

Coveiro

Thor mostra o que sabe sobre Thanos em imagem divulgada pelo diretor Taika Waititi


Na semana passada foi realizada nos Estados Unidos a San Diego Comic-Con e o painel da Marvel Studios contou com vários vídeos exclusivos para os fãs presentes ao local. Com a segurança redobrada na edição desse ano, o máximo que tivemos foram as descrições dos vídeos em questão, como você pode conferir aqui no link. No que se refere a Thor: Ragnarok, foi exibido um vídeo em forma de documentário mostrando, de forma descontraída, o que o Deus do Trovão esteve fazendo durante a Guerra Civil. O destaque do vídeo foi um desenho feito pelo próprio Thor mostrando um esquema sobre as Jóias do Infinito e é justamente isso o que temos agora. O diretor Taika Waititi resolveu matar a curiosidade dos fãs e postou em seu Instagram um pedaço desse desenho, onde Thor mostra seu "vasto conhecimento" sobre Thanos


Uma foto publicada por Taika Waititi (@taikawaititi) em


Bom, pelo menos o Thor já tem uma ideia sobre a existência do Thanos. Os heróis da Terra nem isso sabem por enquanto...

Eduardo Spicacci

Homem de Ferro Superior: Meu "eu" de contigência



Os eventos da minissérie eixo acabaram pra maioria dos heróis, mas não para o Homem de Ferro. Ao se proteger ao final daquela história da onda de re-inversão, Tony Stark acabou mantendo sua personalidade gananciosa e implacável a tona. E sua fiel e querida amiga, Pepper Potts pode ser a única que consegurirá salvá-lo de si mesmo. Para tal, ela conta com a ajuda de uma I.A. programada desde os anos 70 em casos de emergência como este.

Retomando de onde paramos da última vez, Tony Stark retorna a sua nova morada, a Ilha Stark, para realizar alguns teste no Jovem Abominável. Depois de alguns testes, ele saberá exatamente o que aconteceu com o menino e como ajudá-lo. Todavia, Stark quer saber mais e pergunta ao garoto qual é a sua verdadeira história. Jamie então revela que sua mãe é Katrina Carlson, ex-pesquisadora das Indústrias Stark e que foi demitida após um teste para uso de uma ferramenta de potencial medico usando radiação gamma deu errado. No processo, tudo explodiu e vários ali (incluindo o pequeno James que estava lá no dia foram atingidos.

Katrina foi considerada culpada e demitida. Stark não sabia desses detalhes. Na época, ele estava com problemas confrontando o Lama Negro, responsável por bagunçar sua cabeça por um tempo. Mas a história de Jamie não parou por aí. A transformação do garoto só aconteceria muito mais tarde, quando virasse adolescente. Num ataque de fúria após brigar com sua mãe em casa, Jamie virou o Jovem Abominável e sua casa veio abaixo. Encontrou sua mãe debaixo dos escombros e assustado fugiu até encontrar o responsável por aquele que considerava toda desgraça em sua vida - Tony Stark.


A conversa de Tony acaba no momento que os primeiros testes biológicos terminam. E para surpresa de Stark, o Jovem Abominável é filho ilegítimo de seu falecido amigo Happy Hogan. Agora, mais do que nunca, ele estava disposto a ajudar o adolescente. Se não fosse isso, talvez essa versão do Homem de Ferro Superior só estudaria o garoto para efeitos científicos.

Naquela mesma noite, outra coisa incomodava Tony Stark. Ao lembrar da briga com o Lama Negro, Tony não conseguia lembrar direito o que aconteceu em seguida. Ao buscar registros digitais daquela data, nada aparecia. Alguém havia apagado aquele acontecimento da sua vida.

Mais um dia passa e o invertido Tony Stark continua agindo de maneira ardilosa para conseguir o que quer. Primeiro ameaça um general do governo americano a comprar uma super-arma que ele desenvolveu ou então negociaria com outro continente.  E com esse montante de dinheiro, tentou extorquir um grande conglomerado de jornais a vender a maior parte das ações para ele. Para o que Stark pretendia fazer no futuro, ele precisava de toda a midia que pudesse a seu favor dali pra frente.


Contudo, mesmo fazendo pressão ao levar o Jovem Abominável pra reunião de negócios, Stark não conseguiu o apoio que gostaria dos acionistas. Seguranças foram acionados e começou um grande tiroteio. A coisa só não piorou porque a figura de Pepper Potts surgiu para esclarecer a situação. Stark não poderia comprar os jornais porque eles já haviam aceitado a proposta da sua ex-secretária primeiro. Ela era a dona de tudo ali agora e o Homem de Ferro Superior iria pagar a conta de todos estrago que causou.

Essa foi a maneira que Pepper encontrou pra forçar o seu ex-patrão a ouvi-la. Ela queria de qualquer jeito convencê-lo a se tratar daquela inversão e tinha aversão aquela armadura nova simbiótica. Ela obrigou Tony a se livrar temporariamente dela para uma conversa e chamou-o para falar na cobertura.  Foi por alguns segundos antes que Stark percebeu que estava sendo enganado pela ruiva e se esquivou a tempo do ataque da Armadura senciente que o atacava.

Tony logo entendeu que aquela era a explicação do "tempo perdido" nas suas lembranças. Seu velho "eu" dos anos 70 fez esquecer que tinha construído essa salva-guarda de memórias em forma de I.A. caso o velho Tony se descontrolasse no futuro. E agora, com ele invertido, ela veio a tona. Aquela I.A. estava ali para desfazer a inversão ou ela mesmo o substituirá. Só que o Homem de Ferro Superior não iria se entregar fácil e convoca remotamente sua armadura simbionte até aquele andar.


A velha armadura senciente estava preparada para aquilo. Assim, ela se acoplou ao Tony Stark invertido e o levou até o espaço. A armadura simbiótica tentou seguí-la, mas não estava preparada pra estratégia da versão dos anos 70 que tinha mais vantagem ali nos rigores fora da atmosfera. E assim que despistou a simbionte, a consciência dos anos 70 levou Stark até um de seus laboratóroios secretos dentro de um satélite. Lá, a armadura senciente começou a questionar o que de fato o Stark vendeu aos militares.

De longe, Pepper observava tudo que era feito via um monitor. E obviamente, o Tony Stark Superior tentou convencê-la de que ele não mudou tanto assim. Na verdade, aquela consciência dos anos 70 tinha tantas aspirações quanto eles de sobreviver. Afinal, eles são os mesmos Tonys de certa forma. Irritada, a I.A. desligou o monitor e começou a pressionar mais Stark pela arma. Então, o Homem de Ferro convidou a sua antiga I.A. a conhecer seus planos dentro da cabeça dele.

Então, sabemos que a loucura deste Tony Stark invertido está bem pior do que parece. Seus planos mais ousados envolve deixar da população da Terra morrer simplesmente porque acredita que o planeta já não tenha mais como sustentar a tantos. E enquanto ele enrolava com essa história, a velha consciência foi ludibriada e invadida pela mente do Homem de Ferro Superior. E com uma descarga direta na mente, derrubou a I.A da armadura.

Enquanto tudo isso acontecia, Pepper começou a conhecer melhor seu "enteado" e não pareceu incomodada por Happy ter escondido este caso dela. Segundos depois, Tony Stark entrava em contato para dizer que tudo tinha acabado. Porém, uma nova armadura dos anos 70 (de ombreiras) surgia com a mesma I.A. e afirmou que Tony estava mentindo. Stark se defende que fez tudo para se proteger já que a I.A. pretendia acabar com a mente dele e substituí-lo. A armadura afirma que o plano desta versão do Stark era por demais doentio e ele tava além da salvação.

Stark deixa o Satelite e convoca uma tremenda festa em sua Ilha. Tudo fazia parte do plano de estar cercado de pessoas inocentes e assim impedir um ataque mais bombástico da Armadura. A I.A. sabia que tinha que estar preparada anos a frente para derrotar seu "eu" do futuro. E assim, dois Tony Starks de épocas diferentes criavam seus planos.

O Stark superior dá o primeiro passo, provocando a velha consciência a atacar quando cita sua ideia de usar "bioarmaduras", que na verdade são pessoas comuns próximas a Tony que acabam controladas por impulsos eletricos e ficam prostadas ao seu redor como escudos. A velha I.A. tinha também sua estratégia e assim conseguiu controlar diversas outras das armaduras para resgatar as pessoas que serviam de reféns.


O combate agora era entre Stark e todas suas velhas armaduras reunidas. Mas o Homem de Ferro superior iria reforçar o seu modelo atual simbiótico conseguindo mais daquela massa metálica e ficando com uma armadura simbionte ainda maior e parruda. Podia-se considerar o combate nivelado, mas era nítido que a Armadura simbionte mais moderna fazia mais estrago e derrubava mais das outras. Foi quando a I.A. resolveu apelar e convocou o último modelo de "caça-hulk" para o pau.

Pepper Potts decidiu tomar a dianteira e apareceu ali com uma nova armadura da resgate. Enciumado, Tony começou a perder ainda mais o controle e Potts usou sua carta na manga, ondas sônicas para enfraquecer o simbionte. Assim, ela derrotou Tony Stark e o levou para seu escritório na Resiliente. Quando Tony desperta, percebe-se pelo sorriso na cara dele que sua derrota foi planejada.



Stark colocou quando despertou um pen-drive no mainframe da Resiliente e assim um vírus começou a se espalhar caçando todas as I.A. nas diferentes armaduras. A chance da consciência dos anos 70 sobreviver era ela indo parar num outro pen-drive de quarentena e assim Stark prometeria cessar as hostilidades.

Stark saiu como vencedor dali. Só que o Jovem Abominável quando percebeu quem era de fato aquele Stark resolveu se voltar contra ele. No processo, acabou sem querer destruindo o pen-drive de quarentena. Stark não voltaria a brigar. Ao invés disso, revelou ao menino que sua mãe, Katrina Carlson, estava viva e acabara de recobrar a consciencia no hospital geral de Nova York. Ele escondeu isso do garoto até ter certeza que a mãe melhoraria. Isso acabou irritando ainda mais a Pepper que não via com bons olhos essa ideia de Tony achar que sabe o que é melhor para todos.

Ao saber da mãe viva, James voltou ao seu corpo normal. Aparentemente, uma raiva misturada com culpa é quem o mantinha preso no estado de Abominável. Pepper tentou deter o Homem de Ferro, mas Tony revelou que ela nunca conseguiria. Ele se deixou prender e fingiu que sua armadura era vulnerável ao som. Pepper lamenta ter falhado em salvar Tony Stark e promete ao menos salvar a Terra daquilo que ele se tornou. Agora que é dona de uma grande empresa midiática, vai usá-la como pode contra Tony. Ninguém será ludibriado por essa falsa versão auto-intitulada messianica de Tony Stark.


Com isso, em nove edições, fecha-se de vez esse arco do Homem de Ferro Superior, por Tom Taylor e Yildriray Çinar. É uma história fruto de uma saga ruim, mas que até se salva pela proposta mais particular que o roteirista daqui queria passar. É uma pena que prematuramente não foi resolvida e sua resolução se finda com o que veremos em Guerras Secretas.

Coveiro

Veja as novas fotos do Homem-Aranha no set de filmagens


As filmagens de Spider-Man: Homecoming estão em andamento e novas fotos de Tom Holland com o uniforme do Homem-Aranha estão circulando pela internet. Confira...

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Segundo Demolidor Deluxe da fase do Bendis anunciado pela Panini

Depois de anunciar a conclusão da trilogia de encadernados especiais da fase do Frank Miller e Klaus Janson pra esse segundo semestre, a Panini também coloca já em pré-venda a continuação de Demolidor: Revelado, de Brian Michael Bendis e Alex Maleev. Confira detalhes da edição:



DEMOLIDOR: O REI DA COZINHA DO INFERNO
A manchete “Herói Mascarado da Cozinha do Inferno é Advogado Cego” estampa a primeira página dos jornais de Nova York, e o segredo mais obscuro de Matt Murdock vem à tona. Exposto ao público, Matt trava uma batalha legal contra o veículo responsável pela bombástica revelação, ao mesmo tempo em que o Escritório de Advocacia Nelson & Murdock se torna o alvo perfeito, dentro e fora dos tribunais, para todos os vilões e patifes que já cruzaram o caminho do Demolidor. Some isso ao vácuo de poder gerado pela ausência do Rei do Crime, e temos uma Cozinha do Inferno em ponto de ebulição! Ataques e problemas chegam por todos os lados: é um novo tabuleiro urbano que se apresenta para o Homem Sem Medo, que terá de adotar uma nova e ousada postura para lidar com o submundo nova-iorquino! 

Com roteiros envolventes e inusitados do premiado Brian Michael Bendis (Alias; Invasão Secreta; A Era de Ultron) e a arte de tirar o fôlego de Alex Maleev (Cavaleiro da Lua – Recomeço). Este volume de 356 páginas reúne as edições Daredevil 41-50 e 56-60.


Coveiro

Jeph Loeb diz que os Defensores não aparecerão no cinema


Durante uma coletiva de imprensa no TCA, evento onde os canais de TV americanos promovem suas novidades, Jeph Loeb, o chefe da Marvel TV, informou que os Defensores da Netflix não irão aparecer nos filmes da Marvel Studios:

"Definitivamente eles não vão para o cinema, pois as agendas não batem. Não tem como cruzar as histórias porque filmes demoram muito mais para serem desenvolvidos, enquanto que as séries são mais rápidas de serem feitas."

Loeb ainda falou sobre a interligação entre as séries da Netflix em parceria com a Marvel:

"A conectividade não pode ser só a aparição deles nas séries um do outro. Os outros personagens precisam aparecer e as histórias em si precisam se conectar também."


A grande maioria dos fãs apostava em uma participação dos Defensores na Guerra Infinita, o próximo filme dos Vingadores, devido principalmente a magnitude do filme, que provavelmente contará com todos os personagens do Universo Cinematográfico Marvel. Será que não daria nem pra mostrar uma ceninha rápida com pelo menos um dos Defensores só pra fazer um agrado pros fãs? Nem que seja só a Jessica Jones dando um soco em algum capanga do Thanos. Quebra o galho aí, Loeb!

Eduardo Spicacci

Executivo da Netflix fala sobre Agente Carter e o lançamento de mais séries Marvel por ano


O cancelamento da série da Agente Carter pegou muita gente de surpresa. Após a decisão da ABC de não produzir uma terceira temporada, surgiram na internet várias campanhas pela volta da série. Uma das alternativas cogitadas seria a Netflix passar a produzir o seriado, já que é parceira da Marvel há algum tempo. Entretanto, Ted Sarandos, um dos executivos da Netflix, em entrevista dada ao IGN, jogou um balde de água fria nas expectativas dos fãs ao explicar os motivos pelos quais isso não será possível:

"Nós estamos procurando por marcas verdadeiramente originais para trabalhar, e nesse espaço Marvel já temos vários (seriados originais baseados nas HQs), de modo que esse é o principal motivo. Eles também tem algumas complexidades no contrato. Então, pegar algo desse jeito é difícil, mesmo depois que é cancelado. Alguns desses parceiros ainda exibem a série, então eles poderiam argumentar que passamos por cima de seus contratos. Infelizmente, foi mais uma decisão de negócios do que de criação."


Ainda sobre a parceria entre Marvel e Netflix, Ted Sarandos, ao ser questionado se conseguiriam colocar no ar até 5 novas temporadas por ano, respondeu:

"Eu duvido que nós poderíamos manter a qualidade produzindo nessa velocidade. Mas nós vamos tentar fazê-los com mais rapidez para que possamos ter menos tempo de inatividade entre eles".

Sarandos ainda disse que não será em 2017 ainda que teremos um maior volume de temporadas sendo lançadas por ano, já que as filmagens de Os Defensores alteram os cronogramas de todas as outras séries. 

Sobre uma possível participação do Justiceiro na minissérie dos Defensores, o executivo deixou a questão no ar: "Hã... fique atento."

Uma pena que a série da Agente Carter não terá continuidade. Além de ser muito boa, ficaram várias pontas soltas para serem amarradas em futuras temporadas. Bem que a ABC poderia um dia produzir um especial pra fechar tudo, né? Seria legal ver pelo menos a Peggy Carter fundando a S.H.I.E.L.D. no final de tudo...

Eduardo Spicacci

Podem esperar muitas novidades tecnológicas pro Aranha e Abutre nos cinemas!


Já faz dias que a SDCC'2016 acabou, mas parece que a quantidade de material e de entrevistas não tem fim. Cheio de novidades, os sites Comic Book e Collider dão mais atualizações sobre o que esperar de Spider-man: Homecoming. Confira:

"Bem, aquele traje que o Aranha ganhou na Guerra Civil é um traje feito pelo Stark, então quem sabe o que um traje feito pelo Stark pode mais fazer, não é?" - disse o diretor John Watts em entrevista ao Comic Book após o painel na San Diego Comic Con. "Eu acho que o filme é como um nível mais baixo, assim como se considerarmos a Torre dos Vingadores o ponto mais alto. Sabemos como é ser um multimilionário playboy ou qualquer outra coisa, como é ser o Tony, ou como é ser um deus ou um cara de outro planeta, então isso é o mais alto nível do UCM. O Homem-Aranha é algo mais pé no chão. É sobre como seria alguém no fim do colegial no UCM, o que é andar de metrô no UCM. O Homem-Aranha me parece a perfeita oportunidade, porque ele é mais relacionado com as pessoas comuns do 'cannon' e eu acho que é uma grande oportunidade de mostrar esse mesmo ângulo de como seria no UCM".

Na entrevista no vídeo a seguir, Watts fala mais sobre vilões, efeitos especiais e afins:


Já Kevin Feige comentou ao site Collider como seria a evolução do Homem-Aranha nesse universo com o passar dos anos: "Se nós vamos conseguir fazer mais deste filme depois? Claro. No próximo ano ele estará como novato na faculdade. No seguinte, ele pode ser já um júnior. No  outro, seria um sênior. Poderíamos fazer um no intervalo desse verão? Eu não sei como será, mas seria mais como uma espécie de jornada do Peter, não muito diferente do que fizeram aos alunos de Hogwarts através de cada um dos anos. É uma das primeiras ideias que tivemos para esses próximos filmes".
Pelo que ele fala aqui, será que podemos esperar um filme do Homem-Aranha a cada ano? Talvez mais um inesperado surgindo em 2019?


Também ao site Collider, o diretor John Watts disse mais sobre o site do Abutre que apenas vimos até agora em uma arte conceitual: "É uma aproximação muito tecnológica de como o abutre vai construir seu traje alado e de como ele vai voar. Não é apenas um design legal, é uma grande parte da história. E isso eu não posso adiantar, mas tem muitos elementos bacanas que vem com isso. Desde o começo, nós queríamos tentar deixar ele mais tecnológico para ter algo diferente do que já vimos antes. Queríamos algo diferente do que era no passado e que nós colocássemos um monte de coisas legais que eu não gostaria de falar agora. Vai ser sensacional"

Realmente, o traje do abutre ficou algo sensacional. E é uma maneira certa de adaptá-lo pro cinema, já que por mais que não pareça tecnológico, aquela fantasia verde com penas do personagem nos quadrinhos sempre foi relatada como sendo assim. E convenhamos, ficou animal!

Coveiro

Fabulosos X-Men: A Herança (Maldita ou Bendita?) de Charles Xavier - Parte 2



O testamento de Charles Xavier foi aberto. E, com ele, uma verdadeira caixa de pandora. Charles revela aos seus pupilos a existência de um mutante extremamente poderosos, o qual manteve seus poderes bloqueados, uma vez que ele, em seu potencial máximo, poderia destruir o planeta. Morto, Xavier, por meio de seu testamento, delega essa atividade para seus pupilos. O problema é que as travas psíquicas de Charles Xavier já não existem mais e cabe aos filhos do átomo (divididos e rachados) arranjarem um jeito de controlar esse mutante.

Ciclope, ao ouvir o holograma de testamento de Charles Xavier sobre tais medidas, é o primeiro a se revoltar. E mais uma vez o Ciclope enumera todos os defeitos de seu pai. Após chamar Charles Xavier de FDP pela enésima vez, Summers entra no jato dos X-Men,, juntamente com Rachel e Wolverine, para tentar deter o mutante. 

Enquanto Ciclope reclama da vida, a SHIELD, liderada por Maria Hill tenta deter o mutante, que está completamente descontrolado. Ao perceber que não tem os Vingadores a sua disposição, Maria Hill convoca o que tem a disposição. Mas nem mesmo o poderoso mutante Exodus é capaz de deter Matty. Sem escolhas, Maria Hill resolve convocar os especialista no assunto: Os X-Men. Hill aborda o jato dos X-Men em que estão presentes Ciclope, Wolverine e Rachel. Enquanto isso, Fera, por meio do Cérebro, constata: Matty é o mutante mais poderosos que já surgiu (até aparecer outro...)!

Se as coisas não parecem boas para Ciclope, seus alunos começam a demonstrar sinais de cansaço com a direção da equipe. Ao que parece, a revolução mutante proposta por Scott Summers começa a dar sinais de cansaço.



A situação fica cada vez mais complicada. Diante da situação em que Exodus ficou, a SHIELD e os X-Men pensam em como fazer a abordagem. Enquanto Ciclope entende que seria um caso de um conversa franca e olho, Rachel resolve usar uma ilusão telepática dos professor Xavier acompanhado de todos os Poderosos Vingadores. Mas Matty percebe a ilusão e contra-ataca, destruindo o aeroportaviões da SHIELD. No processo, os X-Men e SHIELD são separados. Ciclope retorna à Nova Escola Xavier. Rachel e Ororo voltam para Escola Jean Grey. E Wolverine some (por sinal, ele não aparece mais. Alguém lembrou que ele morreu....).

Magia vai ao encontro de Summer para levá-lo de volta para Escola Jean Grey. Só que o líder da revolução mutante tem a ideia mais pirada que poderiam ter. Ele pede para que Magia teletransporte eles para o local onde está o mutante. Ciclope não só irá falar com ele. Irá recrutá-lo para sua revolução. E para o desespero de Maria Hill, Ciclope convence Matty a ir com ele conversar.

Fera está desesperado. Nem um dos grupos de Vingadores está na terra. Para ele, a ausência de colaboração das outras equipes atesta que Scott Summers está certo. Mas Ororo pede para que ele recupere a calma. Eles precisam localizar Summers, que está com o mutante mais poderoso de todos os tempos (até semana que vem...)



Summer leva Matty a um lugar muito especial. Lá, Scott conta sua história e dos X-Men. De como resolveu dar uma guinada e liderar a revolução mutante. De todos os amigos e companheiros que se perderam em razão dos poderes. Maty não era o primeiro a ter um super poder fora de controle. Enquanto tenta ajudar o mutante a se controlar (e quase morrendo, se não fosse a presença de Magia), ambos recebem a visita de Magneto, o mestre do magnetismo.

Enquanto no presente Ciclope e Magneto se desentendem, Magia retorna ao passado para encontrar seu mestre, o Dr. Estranho, para tentar obter alguma coisa que possa ajudar Matty a controlar seus poderes. E o que faz o Dr. Estranho? Dá um olho de Agamoto para Magia.

No presente, a discussão entre Scott e Magnus alcança um nível perigoso. Magneto quer que Ciclope pare de tentar controlar Matty sua revolução. Mas Ciclope acaba ,mostrando um lado que Eric não gosta de expor muito. Assim, Matty teleporta o Mestre do Magnetismo para Nova Escola Xavier, que lamenta com alunos da revolução o caminho trilhado por Summers. Nisso, Eva começa a ter uma ideia: Viajar no tempo para avisar Xavier que seu plano com Matty não deu certo.



Na Escola Jean Grey, Emma, Kitty e Cristal se sentem presas, sem condições de voltarem para Escola Xavier. Nisso, o restante dos X-Men aparece, no qual Fera anuncia que SHIELD irá atacar o mutante com suas armas mais poderosas. Scott Summers estará no lugar errado e na hora errada.

Enquanto Scott tenta acalmar Matty, Magia retorna de sua viagem no tempo, de posse do Olho de Agamoto. Mas não há tempo para usá-lo. A SHIELD simplesmente manda todo o arsenal que tem contra os três mutantes, matando Matty, Magia e Ciclope. No passado, o Professor Xavier tem um encontro com Eva Bell. Com isso, o renomado criador dos X-Men e uma das proeminentes alunas de Scott Summers começam a travar um diálogo que pode comprometer toda a realidade. Charles então tem acesso as memórias de Eva e vê um futuro completamente desolador. E Eva quer saber como evitar o pior.

A situação, no presente, alcança um nível desesperador (principalmente para leitor). Maria Hill não sabe o que pode advir da morte de Scott Summers. E o pior: A ameça de Matty não foi eliminada. Agora, o mutante está muito furioso. Se a única trava que ele possuía era Scott Summers, agora essa trava não existe mais.

Emma Frost entra em desespero ao saber da morte de Summers. Mas o que ela e o restante dos X-Men não esperavam era Matty aparecer na Escola Jean Grey! Emma se descontrola e parte para cima do mutante, que simplesmente a mata com um único gesto. A morte da Rainha Branca é sentida por sua "filhas", que, juntamente com os alunos da Nova Escola Xavier, recebem a visita do Prof. Xavier do passado.



A vinda de Charles Xavier ao presente causa uma tremenda inquietação na equipe da Nova Escola Xavier. As irmãs Stepford querem lobotomizar Eva. Mas não tem tempo. Ao constatar a morte de Ciclope, um holograma é ativado, dizendo que, com se o líder do Fabulosos X-Men tombar, os alunos passam aos cuidados da Escola Jean Grey. O problema é existir uma Escola Jean Grey.

A recepção de Matty por parte dos X-Men azeda de vez. Com a morte de Emma Frost, os X-Men lançam uma ataque a Matty. Matty age por instinto: Mata e destrói todos os X-Men e alunos que estão presentes naquele local. É o fim dos X-Men. E de toda a realidade.

No passado, Eva e Xavier acompanham um grupo de jovens. Com um comando mental, Charles Xavier impede que os pais de Matty se conheçam. Matty, assim, é apagado da realidade. Eva retorna Charles ao seu tempo. Charles adverte Eva que as escolhas que ela está fazendo custaram muito caro.



No presente, o testamento de Charles é lido. Não há holograma pedindo para controlar mutantes super poderosos. Apenas um testamento em que Charles Xavier passa seus bens para seu filho, Scott Summers. Todos ficam apreensivos. Mas Scott nada diz. Ele vai em direção até Eva Bell. E então Eva lhe revela como salvou sua vida (e talvez aquela realidade). E avisa que, se não tomar jeito, voltará ao passado para acabar com sua existência. Eva, uma grande fã de Scott, se torna mais uma aluna rancorosa. 

Scott Summers retorna para sala e entrega todo legado de Xavier para Ororo. Apenas tem uma condição: Cuidar dos seus alunos. A notícia pega Kitty e Emma de surpresa. A revolução mutante acabou. E a Nova Escola Xavier fechou.

Ok. Se o grande plano de Bendis era enterrar a franquia (plano esse publicado em Uncanny X-Men 26-31, sendo que no Brasil foi em X-Men 26/28 e 30), ele teve um grande um sucesso. Aquele início promissor de Fabulosos X-Men parece um fugaz momento do passado. Incrível como o escritor premiado do Homem-Aranha Ultimate e Vingadores Sombrios se perdeu. E como a arte do Bachalo é aquele ame ou odeie, é difícil arranjar um elogio. Fora que a solução proposta para o problema que ele criou (um super mutante que não tem como ser vencido) anda muito batida no Universo Marvel. Somada a sensação de que, se não fosse desse jeito, ele não tinha mais a mínima ideia do que fazer com Fabulosos X-Men, esse poderia ter sido o melancólico final de sua passagem pelos mutantes. Mas não!



Ainda não acabou a era Bendis em Fabulosos X-Men. Mas alguém ainda quer saber o que vem pela frente?

Rafael Felga



 



quarta-feira, 27 de julho de 2016

Miss Marvel: Todo heroísmo precisa de parcerias!

O segundo volume demorou um pouco, mas finalmente chegou este mês para os já ardorosos fãs da nova Miss Marvel. Kamala Khan deu seus primeiros passos como heroína em seu primeiro arco de histórias, mas ainda tem muito o que aprender nisto tudo. E mesmo Jersey City sendo uma cidade muito mais pacata que Nova York, não deixa de ter grandes perigos. Ela certamente vai precisar de apoio em tudo isso.


Ela ainda está aprimorando seus dons e aos poucos vem dando conta dos pequenos robôs-espiões que circulam pelos becos da cidade atrás dela. Mas Kamala sabe que ainda precisa melhorar mais pra ficar bom nesse lance de super-herói. E é numa conversa com o Xeique Abdullah da sua mesquita que vem o conselho de que ela precisa de um "professor" para isso. Mas como arrumar um? Abdullah relembra um provérbio "quando o aluno tiver pronto, o mestre aparecerá".

E o "professor" surge num dia seguinte enquanto a moça sai numa missão tresloucada atrás das máquinas-espiãs pelo esgoto. Ele é Wolverine, certamente um dos seus super-heróis favoritos e que ela queria conhecer mais já que também tinha agora um tipo de fator de cura. Logan ainda estava vivo nessa época e procurava uma de suas alunas perdidas. A pista levava até lá nos esgotos onde junto com Kamala teve que lidar com uma série de crocodilos gigantes controlados por apetrechos eletrônicos.


O grande responsável por tudo aquilo se revela como sendo o Homem-Pássaro mais uma vez. Ele, que se auto-intitula o Instrutor, conta sua verdadeira origem. Na verdade, trata-se de um clone malfadado de Thomas Edison. Alguma coisa deu errada quando o cientista Knox, que o criou, deixou a amostra ser contaminada com um pouco de DNA da cacatua de estimação. Piadas a parte, o Instrutor não era alguém que devia-se brincar. Armou algumas armadilhas mortíferas para os dois intrusos e Kamala aprendeu um pouco com Wolverine que nesse lance de heroísmo a dor é inevitável, ora vai ser em você, ora vai ser em quem você está batendo.


No fim, após enfrentar mais uma série de robôs que guardavam o lugar, Kamala e Logan acham Julie, a aluna perdida. De alguma forma, aquela Cacatua gigante estava coletando crianças para servir de uma espécie de bateria viva para operar suas máquinas. Após salvar a menina, a missão acaba e assim a parceria de Wolverine. Se havia algum plano de G. Wilson em continuar essa dupla por um tempo, ela se interromperia com os eventos da Morte de Wolverine. Mas Logan mesmo depois de morto não deixou a menina na mão. Ao avisar ao Capitão América sobre o encontro com a nova Miss Marvel nos esgotos e desconfiar das origens de seus poderes, Rogers foi até a rainha Medusa. A menina precisaria de ajuda e Medusa tinha o inumano certo pra isso.

E no novo parceiro de Kamala é Dentinho, o cachorro inumano mais querido dos leitores. Topando com aquela monstruosidade assustando pessoas na rua, a garota logo se apaixona e o leva pra casa. E isso claro causa uma baita dor de cabeça para as meninas com seu pai e irmão. Dentinho foi autorizado a ficar no quintal apenas, mas quando o inumano se teleporta pra o quarto dela, Khan descobre que ele pode ser muito mais útil do que parece.


No dia seguinte, ela vai até seu amigo Bruno contar as novidades e já planeja usar o inumano para caçar pistas das demais crianças desaparecidas. E as pistas levam a moça e o cachorro até Bayone onde ela topa com mais uma máquina criada por Thomas Edison. Ao derrotar o robô, Kamala descobre nele mais uma criança perdida dentro e que era usada como bateria. Toda essa missão faz Kamala se atrasar para a aula e justamente no dia em que ela tinha uma discussão sobre um artigo bem polêmico que falava sobre o desperdício e falta de rumo das novas gerações.


Só que o sossego de Kamala não acaba nos problemas de sala de aula. Rastreando para onde a Ms Marvel foi, Thomas Edison manda mais um robô (ainda mais gigante) atrás da garota e ele acaba invadindo e destruindo parte da sua escola. Sem o uniforme de Ms Marvel, Kamala tem que se virar de derrotar o robozão. Ali, ela descobre que seus poderes transmorfos estão falhando e para entrar na briga sem ser vista Dentinho tenta distrair as pessoas que estão observando tudo de longe. No fim ela consegue derrotar a máquina mais uma vez, mas está muito fraca para continuar de pé.

No meio dos escombros, Bruno encontra Kamala desacordada e aí é que surge a majestosa Medusa em seu auxílio. Khan é levada para Nova Atillan junto com Bruno. Aos cuidados de Vinatos, ela é colocada numa câmara de recuperação. Depois de uma rápida melhora, Khan é despertada e finalmente descobre que sua verdadeira origem é inumana e não mutante. Medusa oferta a menina uma morada em Nova Atillan, que ela nega veementemente. Ela deixa o lugar com muita informação nova na cabeça. Uma das questões é porque seus poderes transmorfos não funcionam como no começo e Vinatos tem uma teoria que envolve uma sobrecarga do uso dos poderes quando ela está se curando. Em casa, a moça encontra uma familia desesperada com seu sumiço e um novo uniforme em seu guarda-roupas (cortesia de Vinatos).

O próximo passo da Miss Marvel é pedir ajuda a Vick, irmão de Bruno, para localizar mais cativeiros de crianças perdidas. E para invadir o lugar ela confronta mais um robô gigante com um poder de campo de força que vai exigir ainda mais de suas habilidades elásticas. No fim, quando derrota a ameaça, Kamala solta as crianças e descobre que elas na verdade são voluntárias ali. Todas acabaram lendo os recentes artigos que recentemente sairam na mídia sobre a inutilidade da nova geração e se convenceram que não passavam de estorvo e poderiam ajudar de outra forma.

Kamala tenta os convencer do contrário, mas tem pouco tempo ali antes que a policia chegue. E pra piorar, O vilão com cabeça de cacatua em pessoa surge num imenso robozão pra confrontar Kamala. Thomas Edison vê naquela garota com poderes um potencial ainda maior de baterias de energia inumana. No meio da briga, Kamala consegue lidar com o robozão, mas a Homem-Pássaro não desistiria tão fácil. Ele fugiu dali levando Dentinho como prisioneiro e instigando Kamala a tentar salvar seu parceiro canino.

Khan está determinada a invadir o esconderijo secreto de Thomas Edison e Knox e recuperar seu cachorro. E desta vez, ela esta com o apoio de todos outros jovens que acabaram inspirados pelas últimas atitudes da Miss Marvel. Mas lá ele estava com um arsenal ainda maior de robôs e ainda mais crianças prisioneiras usadas como bateria, E entre elas estava a grande amiga muçulmana de Kamala, Nakia. Vick e as demais crianças começam a tentar ajudar a heróina como podem e Kamala consegue tempo para soltar sua amiga. Só que ela sabe que sozinha não vai dar conta e verdade do vilão e por isso ela envia seu sinal de ajuda pra Bruno.



Bruno imediatamente liga para policia e manda os dados do GPS do celular da amiga para os oficiais. Enquanto isso, Kamala acha que não vai lidar com o grande robô na força e decide atacar ele por dentro diminuindo de tamanho. O restante dos meninos soltam Dentinho e o cachorrão teleportador logo vai em auxílio da amiga. Ele tira ela das engrenagens e destrói o restante da máquina. A policia chega e não há mais como o Homem-Pássaro vencer. Ele corre para dentro do seu imenso robô enquanto ele desmorona. Não há como saber se sobreviveu. No fim, apenas o cientista Knox foi preso e um dos policiais que simpatiza com as atitudes da Miss Marvel na cidade faz vista grossa pra ela.

Aparentemente, tudo acabou. Ao menos, até chegar o terceiro e esperado volume 3.



G. Willow Wilson é a nova voz para aventuras dinâmicas e divertidas, às vezes caindo no absurdo, mas que nem por isso deixam de nos contentar. Acompanhando Kamala Khan e uma série de personagens coadjuvantes que brilham tanto quanto ela em suas histórias, você se diverte a cada página com um ar de tudo novo como nunca antes se via. Sente o clima de começo limpo e aberto para acompanhar uma nova heróina cheia de potencial e ansioso por conhecer mais dela. Adrian Alphona, que ficou famoso desde os Fugitivos, complementa esse trabalho com a arte acertada pra esse trabalho. Certamente, Miss Marvel é o livrinho certo pra pegar uma nova geração e até reconquistar uma antiga. Todos os elogios que ouvi até agora não são nada exagerados.

Coveiro

Simone Missick fala sobre viver a Misty Knight na série do Luke Cage

Em meio as novidades da San Diego Comic-Con, temos ainda mais coisas saindo via entrevistas feitas por sites especializados em quadrinhos. Desta vez, é Simone Missick e Frank Whaley que falaram sobre os papéis que farão na minissérie do Luke Cage. Confira:



"Eu me pego pensando um monte de vezes, seja como uma mulher, como uma esposa, uma namorada ou uma melhor amiga", disse Simone Missick quando perguntada do que ela tinha mais orgulho durante seu tempo como heroína Marvel. "Você verá o Scarfe e Misty como profissionais com um trabalho, e Misty como uma pessoa que tem uma forte bússola moral que é absolutamente dedicada a proteger sua comunidade, algo que você não vê muito na TV. Assim, penso eu, o momento de maior orgulho é ser uma pessoa que acredita no sistema - embora olhando os nossos tempos atuais, é difícil de acreditar no sistema. O momento de maior orgulho era atuar como alguém completamente diferente de qualquer um que já vimos antes."


Missick também falou sobre como equilibrar a feminilidade e força da personagem, bem como atuar com as diferenças entre Misty e Simone: "Quando você olha para um personagem você tenta descobrir quais são as diferenças e quais são as semelhanças. É divertido viver as diferenças, você sabe o que quero dizer? Misty não é tão igual a Simone, e assim as questões mais delicadas são as que você tem que esconder. Mas ela ainda é uma mulher no final de tudo e tem uma família, uma vida, um coração e sentimentos que ela meio que tenta cobrir com intenção de sobreviver como uma detetive ". 

Misty Knight aparece nos quadrinhos da Marvel a mais de 40 anos. Frank Whaley, que interpreta o detetive parceiro da Misty, Rafael Scarfe, elogiou a conexão dos dois personagens: "É uma dinâmica interessante porque os personagens realmente têm uma grande dose de amor e respeito um pelo outro". 

"Scarfe é o mentor de Misty", acrescentou Missick. "Mostrou como as coisas funcionam. Ela tinha esse talento bruto que ele, ao contrário de outras pessoas da polícia que alimentavam um tipo de oposição, olhou para ela como que pensando 'Quem é essa pessoa estranha olhando ao redor e tentando desvendar as coisas dessa maneira.' Eles têm realmente esse grande relacionamento, esse amor, essa verdadeira química que fomos capazes de encontrar desde o primeiro dia de trabalho junto"

"É emocionante quando as pessoas me dão um script e você para e pensa 'Espere, eu tenho que fazer isso hoje?' Porque você geralmente não vê isso acontecer. Misty Knight é uma das primeiras super-heroínas do sexo feminino afro-americanas. Nós nunca vemos isso em destaque - Um espetáculo de cor para super-heróis ". Simone também gostou de ser a primeira interprete da personagem em live-action. "Foi ótimo interpretar uma personagem que nunca tinham visto antes. Nós nunca ouvimos suas palavras, então não havia nenhuma pressão nesse sentido de, 'Oh, mas Halle Berry fez isso. E como eu posso adaptar-se ao que fez antes.' Era como se, estes fossem os seus próprios sapatos", disse Missick. "Há uma responsabilidade de contar a história com precisão e ser justa e honesta com as pessoas que você está representando, mas não havia nenhum sentimento de ter todo o mundo sobre os meus ombros. ' Não, estamos aqui apenas para contar uma história. "

A série estreia mundialmente no dia 30 de Setembro!

Coveiro