segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Confira um preview e algumas informações sobre a edição 700 de Thor

* Informações sobre histórias inéditas no Brasil e EUA!

Com a chegada do Marvel Legacy, mudanças virão também para a revista do Deus... digo, Deusa do Trovão. Com o subtítulo citando categoricamente a Morte de Jane Foster, o que será que teremos nessa edição comemorativa? Um preview de páginas e conversa com Jason Aaron podem dar pistas sobre isso. Confira:







"Jane fez o que um Thor supostamente deve fazer. Ela bateu de frente com Gigantes do Gelo e Trolls e o Destruidor e até mesmo o Todo Poderoso Odin. Ela encarou deuses espaciais insanos, os supervilões mais selvagens da Terra e até mesmo a furiosa entidade cósmica conhecida como a Força Fênix. Ela aprendeu mais sobre os segredos do Mjolnir sozinha e desenvolveu um relacionamento com o Martelo que parece ir além da conexão que ele tinha com o Odinson" disse Aaron.

"Eu acho que sua conquista mais significativa é que ela fez isso tudo enquanto lutava contra um cancêr metastático. E esse parece que será seu único inimigo que está prestes a eliminá-la. E se isso não for o bastante, há agora um monstro que odeia deuses chamado Mangog que está chegando para destruir Asgardia com a força completa de uma raça assassina" colocou.

"Legacy para mim é honrar a rica história do Universo Marvel, o espetacular elenco de personagens que chamam o Universo Marvel de seu lar e os lendários criadores que vieram dos céus como se fossem os celestiais nos últimos mais de 50 anos que esses personagens tem de vida. E a única maneira que eu conheço para honrar essas histórias ricas e imaginativas é tentar fazer algo com esses personagens que nunca foram feitos antes. Dar a eles novos desafios e novos épicos, novos triunfos e novas tragédias. Com o Thor, é isso que eu tenho tentado fazer desde que assumi Thor, Deus do Trovão #1 em 2012. E o próximo grande capítulo desta jornada mensal começa em Thor #700, que é uma celebração com tamanho divino de todas as coisas do Deus do Trovão" disse Aaron.

"Tenho esperado por escrever o Mangog já faz um longo tempo. É meu favorito dos vilões originais do Thor de Lee e Kirby. Você pode ver dicas e pistas relacionadas a vinda do Mangog através de toda a minha passagem na revista. Eu também sou conhecido por um longo tempo por essa história particular com a Jane Foster que estamos esperando fechar no horizonte. Foi para aqui que toda sua história se encaminhou. E eu estou animado, triste assustado e orgulhoso de finalmente estar podendo escrevê-lo" completou.

Passando pra falar do Deus do Trovão original, Aaron explicou as principais mudanças pelo que o personagem passou. "A mudança mais significativa? Seu corte de cabelo, eu acho. E uma camiseta folgada. Mas ele ainda é indigno, até onde sabemos. Ainda coberto de dúvidas. Ainda rancoroso. Seu relacionamento com o Mjolnir não é exatamente dos melhores, principalmente agora que ele sabe dos efeitos que ser Thor está causando na Jane, que está a matando. No momento, Odinson provavelmente quer chutar o traseiro do seu antigo martelo do que estár com ele como nos velhos dias.

Jason Aaron terminou a entrevista agradecendo a vasta quantidade de artistas de primeira linha com quem teve a honrar de trabalhar - Walt Simonson. Olivier Coipel. Russell Dauterman. Becky Cloonan. James Harren. Chris Burnham. Das Pastoras. Mike del Mundo. Jill Thompson. Daniel Acuna. Andrew MacLean. Matt Wilson. Dave Stewart. "É como se fossem o pant]ap dos artistas dos Deuses e Deusas. Não imagino maneira melhor de comemorar 55 anos e 700 edições do Thor" concluiu.

A revista chegará as lojas no dia 18 de

Coveiro

comments powered by Disqus