THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

MARVEL LEGACY

Marvel une futuro em passado nesta sua nova fase

Nova Serie Mutante na FOX

Saiba as novidades de THE GIFTED

PLANETA HULK

A HISTÓRIA DO HULK QUE MARCOU OS ANOS 2000

Classicos do Wolverine

Relembre mais das melhores histórias do Logan

FUGITIVOS

Série de produção Marvel e Hulu começa a sair este ano

Homem-Aranha de volta a Marvel

O podcast junta 616s com Aracnofãs para discutir o novo filme

JUSTICEIRO

Saiba as novidades da série que sai em Novembro

FINALMENTE REUNIDOS

Escute o nosso podcast sobre os Defensores!

PANTERA NEGRA

Conheça Wakanda em 2018

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Papéis para teste do filme do Gambit dá detalhes dos principais personagens no filme



Mais do que em qualquer outras vezes em que o filme esteve na fila de pré-produção da FOX Films, Gambit está finalmente se desenhando com formas muito mais concretas. Um terceiro nome surgiu na direção nas últimas semanas e agora o site The Hashtag Show afirma que uma lista de vários personagens para teste de elenco está circulando por aí. Sempre antenado nessas informações, os Youtubers divulgaram detalhes sobre esses papeis. Vale ressaltar que muitos desses nomes são trocados para despitar, mas podemos concluir algumas coisas pelas descrições. Confira a lista:


[MARIYA] Mulher caucasiana entre 20 a 30 anos. Tem que ser alta, com mais de 1,8m. Tem que ser espantosa e sábia, uma mulher com glamour parisiense. Tem que falar francês fluente ou fazer um perfeito sotaque francês. PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS. Acredita-se que seja o papel do par amoroso de Gambit, Belladona, que no caso estaria buscando outra atriz no lugar de Lea Sedoux.

[LEWIS] Homem, qualquer etnia, em seus 40 a 50 anos. Elegante e inteligente. Um tipo de empreendedor cheio de apelos e com um lado obscuro inesperado.  PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS. Fala-se que seja o Senhor Sinistro, no caso.




Outros papéis coadjuvantes com mais detalhes sugerem que sejam personagens da família dos assassinos ou ladrões

[MRS. STANTON] Mulher, caucasiana, 50 anos. Uma mulher velha e elegante com sotaque francês. Deve falar francês fluente. Talvez seja o papel da mãe de Belladona, líder da Guilda dos Assassinos.

[NASH] Homem, qualquer etnia, na faixa dos 20 a 30 anos,. Uma ameaça em potencial. Herdeiro dos negócios de sua mãe. Alguém malévolo. Pode ser o irmão de Belladona, Julien.

[MAGNUS/WOLFGANG] Homem, Francês autêntico. 40 anoss. Um criminoso francês. Deve falar francês fluente. Talvez o pai de Belladona, Marius Bourdreaux.

[FRITZ] Homem, qualquer etnia. Na faixa dos 40 a 50 anos. Ladrão profissional. Carismático, um mestre dos golpes bem carismático. PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS. Acredita-se que seja o tutor e pai adotivo do jovem Gambit, Jean Luc LeBeau

[WESLEY] Homem, qualquer etnia, entre 20 e 30 anos. Alguém cheio de aspiração, mas de mente fraca. Espirituoso e sensitivo. O site sugere que seja um primo de Gambit chamado Emil.

[JOE] Homem de qualquer etnia, entre 30-50 anos. Com 1,6 metros ou menos. É uma arma pra ser alugada. É a ovelha negra de sua família. Não é de uma família abastada, mas de uma família trabalhadora. Pequeno, parece um duende, com um rosto peculiar e interessante. Na descrição original, a palavra "Puck" (duende) nos faz acreditar que seja o Pigmeu da Tropa Alfa, mas isso o coloca altamente deslocado no filme.


Duas descrições fazem a gente achar que vem mais coisa do que parece por aí:

[PIA] Mulher, Americana nativa, com 20 anos. Das ruas, durona, punk. Talvez a Talismã da Tropa alfa? Ou um crossover com Novos Mutantes e chamariam a Blu Hunt?

[CARISSA]Mulher, Mestiça, de 10 a 12 anos. Etêrea e de outro mundo. Muito expressiva.  PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS. Isso nos leva a crer que ela seja Candra, antes colocada como vilã do filme. Mas nesta idade? Vamos aguardar pra ver.

Daí, temos outros papéis menores:

[BORIS] Homem de 20 a 30 anos e Latino. Durão, ameaçador, muito perigoso, com uma cara bem assustadora.  PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS.

[WILHELM] Homem, qualquer etnia, com 30 anos. Criminoso de rua perigoso. Protetor e leal a sua família. É violento e sua lealdade é bem intensa.

[GARY] Homem, qualquer etnia, com 20 a 30 anos. Um cara simples, mente pequena e bem passivo.

[NONA] Mulher, qualquer etnia, com 20 a 30 anos. Forte, corporativa, viciante, sexual. PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS.

[FRANKLIN] Homem, qualquer etnia, com 20 anos. Um garoto das ruas cheio de apelo.  PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS.


[BEN] Homem, qualquer etnia, com 20 anos. Chegando na maioridade. Um garoto das ruas que sempre é colocado de lado, um orfão.  PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS.


[HOWARD] Homem, Caucasiano, 50 anos. Um gangster europeu refinado que fala francês fluenet.

[VERA] Mulher, qualquer etnia, com 20 a 30 anos. Bonita, Inteligente, Durona, afiada e imprevisível.  PAPEL REQUER OPORTUNIDADE PARA SEQUÊNCIAS.

O site coloca várias suposições de nomes do passado do Gambit como Jacques LeBeau, Henri LeBeau, Etienne Marceaux, e Mercy LeBeau, mas é difícil ter certeza de qualquer um desses papéis com tão poucos detalhes.

Agora com data, o filme do Gambit  chega aos cinemas em 14 de Fevereiro de 2019. Será que agora vai?








Mais um mutante dos quadrinhos chega a série The Gifted



Hoje teremos mais um episódio da segunda série mutante da FOX, The Gifted, e com ele mais um mutante se junta a trama e vai bater de frente contra a resistência liderada por Pássaro Trovejante na série. Trata-se de Zach Roering (The Vampires Diaries) que fará o mutante Pulso e que o site ComicBook teve acesso a sua imagem em primeira mão. Confira:



O ator que faz John Proudstar na série, Blair Redford, explicou mais do novo personagem: "Eu acho que boa parte das coisas tem que ser preservadas até o episódio ir pra TV. O Pulso é um personagem que se torna um oponente formidável para bater de frente contra o grupo. Ele tem o poder de suprimir as habilidades de outros mutantes ao seu redor. É certamente algo que pode mudar o jogo se um cara como esse se envolver numa luta. Quanto a história de Pássaro Trovejante com ele, é um ponto importante da história, então acho melhor vocês saberem assistindo".

Nos quadrinhos, o mutante tem o dom de criar um pulso que anula os dons de outros mutantes próximos. Seu nome é Augustus, criado por Peter Milligan e Salvador Larroca em X-Men #173 em 2005, numa fase bem esquecível da equipe. Ele era um mutante aliado da Mística, que o usou como um contraponto aos poderes de sua filha adotiva Vampira, intrometendo o rapaz na vida amorosa da mutante e o afastando do Gambit.

Coveiro

Tessa Thompson fala sobre a sexualidade da Valquíria em resposta a um fã no Twitter


Não sabemos ainda se de fato eles vão trabalhar a sexualidade da personagem nos cinemas, mas se considerarmos a resposta da atriz Tessa Thompson num twitter que saiu agora a pouco a tarde, podemos considerar que a primeira personagem LGBT da Marvel dos cinemas aparecerá em Thor: Ragnarok


"Ela é Bi. E sim, ela está pouco ligando para o que os homens pensam dela. Que papel pa se fazer" respondeu ela a uma usuária da rede social que alegou que nos quadrinhos a personagem era Lesbica, mas que dificilmente a atriz comentaria sobre isso publicamente.



O pessoal logo lembrou que se considerarmos os quadrinhos, a Valquíria não seria o único personagem LGBT do filme. O kroniano Korg, que é vivido por Taika Waititi no longa, tem um romance com outro membro do pacto de Guerra, Hiroim, que não estará nos cinemas. Fora isso, claro, temos Loki, considerado como pansexual tanto nos quadrinhos como na mitologia nórdica.

Coveiro

Kevin Feige fala sobre a participação da Capitã Marvel em Vingadores 4


Já podemos dar como certo que a Brie Larson estará presente em Vingadores 4. Ela inclusive já foi vista ao lado de Chris Evans chegando no aeroporto de Atlanta para as filmagens. Contudo, em recente entrevista, Kevin Feige se pronuncia paela primeira vez sobre a presença da heróina em Vingadores 4 e deixa bem evidente que ela terá um papel fundamental na trama. Confira:

"Estamos agora realmente nos focando em Capitã Marvel e trabalhando no que a Anna e o Ryan estão fazendo. Vai ser uma grande parte que se encaminha pra essa conclusão épica e esse final épico de 22 filmes ao longo deste curso de 10 anos. O foco é fazer esses próximos seis filmes e temos que terminá-los e fazê-los sair. O foco agora é entregar a Capitã Marvel e então trazer a história da Capitã Marvel pra dentro do final de tudo isso que começamos um bom tempo atrás" disse Feige ao Indiwire

Chegando praticamente 2 meses a frente de Vingadores 4, o filme da Capitã Marvel começa suas gravações já no começo do próximo ano e terá seu lançamento nos EUA em 14 de Março de 2019. No elenco, só temos como certos o nome de Brie Larson como Carol Danver e Samuel Lee Jackson como Nick Fury. O filme se passa nos anos 90, antes mesmo de Tony Stark surgir como Homem de Ferro em seu primeiro filme.

Coveiro

Marvel apresenta um pouco mais do novo visual do Thor e seu novo martelo

E a Marvel liberou mais material relacionado ao novo visual do Thor Odinson. Como foi mostrado aqui em uma matéria anterior, clique aqui para dar uma conferida lá.

E, novamente, quem cuidou da arte conceitual do personagem foi o ilustrador de muitas edições do personagem, Russel Dauterman. Se perceber bem, esse novo visual tem um pouco de cada visual visto anteriormente no filho do Odin, com a adição do braço dourado e do martelo, que não se sabe ainda se realmente é o Mjolnir. 


"Nós não vamos explicar o significado por trás de todas as várias imagens nesta página dupla completa", continua Moss, "mas queremos ouvir as melhores hipóteses dos nossos leitores! Deixe-nos uma linha no MHEROES@marvel.com e marque os seus e-mails 'Ok para imprimir'! "

"Você vê muitas pequenas imagens para as próximas histórias aqui", diz o escritor Jason Aaron. "Algumas dessas histórias serão exibidas nas páginas de Mighty Thor. Outros vão estar em outros lugares, alguns em vários títulos. Entre Mighty Thor # 700 e Marvel Legacy # 1, estou realmente preparando o palco para as maiores histórias que vou fazer para a Marvel em 2018. Provavelmente as maiores histórias que eu já fiz para o Marvel. Você vê muito disso aqui, e estou ansioso demais para que todos vejam onde ele está seguindo e o que isso significa para o Thor, para não mencionar o resto do Universo Marvel ", continuou o roteirista!

E, segundo a solicitação do título, com data de publicação prevista para 15 de Novembro, diz que será o retorno mais dramático do personagem no Universo Marvel.


MIGHTY THOR #701 JASON AARON (W) • JAMES HARREN (A)
Cover by RUSSELL DAUTERMAN
VARIANT COVER BY ALEX ROSS
DEATH OF THE MIGHTY THOR Part 2
• O Mangog chegou em Asgard!
• Mas é suficiente apenas um Thor para impedir o Juízo Final?
• Estreia o artista James Harren, que traz o seu talento para o Poderoso Thor!
• E tudo segue para o mais dramático retorno no Universo Marvel!

Como artista, gostei bastante da nova proposta visual, por ter traços simples, o que facilita um pouco mais o trabalho dos desenhistas! E, sem falar, que visual mais simples traz de volta a ideia dos uniformes antigos da Marvel, o que faz parte dessa ideia do Legacy também, que é trazer de volta essa sensação de nostalgia da antiga Marvel!

E você? O que achou desse novo visual, que marcará o retorno do personagem que muito querido dos fãs? E será mesmo que teremos o adeus da Jane Foster agora? Afinal, como foi dito antes, o câncer faz vítimas inesperadas, não é mesmo? Ou ela não irá perecer pelas mãos da doença?

Marcus Pedro

Surfista Prateado: Nossa verdadeira casa

Depois de sobreviver ao fim do tempos, como bem vimos na edição especial ligada as Guerras Secretas, o Surfista Prateado e  Dawn Greenwood estão rumando de volta a Terra e bem a tempo de impedir uma potencial ameaça na forma dos alienígenas verdes esquisitos chamado de Hordax. Mas eles parecem ser apenas o primeiro dos problemas que a dupla terá que confrontar.



O primeiro contato com o Hordax veio com um alerta numa transmissão pirata direto do espaço invadindo todos os nossos canais de TV. Enquanto eles alertavam que iriam tomar a maior riqueza do nosso mundo, chega o Surfista Prateado pra dar uns sopapos neles. Aproveitando a transmissão, Dawn usa o canal para dar um recado a seu pai e sua irmã em Anchor Bay (e de tabela todo o nosso planeta) de que ela e Norrin Radd estão retornando. E muita coisa mudou desde a última viagem deles. Dawn perdeu várias festividades terráquea, seu próprio aniversário e uma grande novidade - sua irmã Eve estava grávida e casada com um brasileiro chamado Costas Prado (é, esse nome pouco brasileiro aí).

Atualizados de todas as novidades, o Surfista e Dawn tem pouco tempo de descanso na pousada a beira mar dos Greenwood. Os Hordax, que não desistiram de seu plano, começaram a roubar o que tinham prometido - toda a nossa cultura, arte e conhecimento, aquilo que consideram nossa maior riqueza. A aventureira dupla cósmica logo chega a nave deles para por fim aquele assalto e topa com uma série de Hordax transformados em personagens da nossa literatura e agindo como tais. Motivados pelas palavras de Dawn, eis que os aliens decidem ser honrados como aqueles personagens heróicos dos livros e cessam as agressões. Eles devolvem a cultura de volta ao nosso planeta e alertam que estavam ali pra preservar o conhecimento e não apenas parasitá-lo.

Então, somos surpreendidos com uma verdadeira ameaça que estava chegando a Terra. Perto dali, no planeta Elanis, o Coisa se depara com uma bola de energia imensa que transforma todo o planeta. Quando chega perto dele, transforma o pedregoso também. Ele é agora o arauto daquela que se chama a Atalaia da Grande Verdade. E esse título é algo que Norrin Radd conhece muito bem, pois fazia parte da vasta e rica cultura de Zenn-La. E quando uma imensa bola de energia chega a terra, o que ele reconhece como Illuminatrix, o Surfista Prateado voa até Nova York para pedir ajuda aos amigos heróis. Contudo, depois das Guerras Secretas, não temos Quarteto, não temos Vingadores na clássica mansão onde Radd sempre visitou quando precisou e poucos heróis estava disponíveis.

Aproveitando que estava na cidade, Norrin foi até a casa de uma velha conhecida sua, a primeira pessoa que lhe ensinou sobre a humanidade -Alicia Masters. Obviamente, Dawn ficou com ciúmes, ainda mais quando Norrin deu uma anel para Alicia se comunicar quando precisasse. O mesmo foi dado para Dawn, mas isso não deixou a moça menos cabreira. Depois, sozinho, rumou para agrande esfera zenn-lariana que sobrevoava o planeta e topou com a Atalaia e seu arauto, o Coisa. Obviamente, um quebra pau aconteceu entre os dois, impedindo assim que o Surfista detesse os planos da Atalaia - mudar a cultura da Terra (assim como fez com outros mundos) para absorver a cultura Zenn-lariana. No fim, a Atalaia se revelou como alguém diferente da época de Norrin Radd no planeta. Ela era a sua ex-amante, Shalla-Bal.



O Surfista desde o começo decidiu qual era o seu lado naquela disputa, lutaria pra preservar a cultura da Terra. Em parte, algumas mudanças pareciam promissoras, como o fato de pessoas com doenças incuráveis voltar a andar graças ao conhecimento alienígena, contudo muito de nossas músicas, dança, literatura e desenhos sumiria. Foi quando Alicia e Dawn decidiram ajudar, as únicas que não foram transformadas graças ao anel dado pelo Surfista mais cedo. No meio da confusão, Shalla-bal tentou matar Alicia e isso fez instintivamente o Coisa se jogar na frente dela. Foi o tempo do Surfista dar um anel pra Benjamin Grimm e ganhar mais um aliado. Mas eram poucos contra muitos. Até mesmo os Vingadores quando surgiram foram transformados pela cultura zenn-lariana e se tornaram uma ameaça.

O Surfista sabia como deter isso, mas era uma ação drástica. Para tal, atacou a esfera Illuminatrix e assim acabou com toda a cultura zenn-lariana. Shalla-Bal e todo o seu povo virou uma casca vazia, usando roupas brancas e apáticas. Com isso, os outros mundos voltaram a ter sua cultura original, mas o Surfista, sendo também um nativo de Zenn-la ficou enfraquecido e caiu praticamente morto. Quando Dawn se aproximou, o anel foi reabsorvido, lhe dando mais um suspiro de vida. O Coisa e Alicia também devolveram seu anel e assim seu corpo se restabeleceu. Enfraquecido ainda, Norrin foi levado a uma enfermaria  sob os cuidados dos heróis, numa cena que lembrou muito a Morte do Capitão Marvel.



Contudo, naquela noite, os heróis teriam muito trabalho a fazer, pois os Zenn-larianos, agora um povo sem cultura, atacaram Nova York em busca de vingança. Todos os heróis tiveram que entrar em ação, deixando o Surfista aos cuidados apenas de Dawn e Alicia. Quando Shalla-bal invadiu o quarto onde ele repousava, Alicia mostrou que sabia se defender muito bem mesmo sendo uma cega. Contudo, antes que a ex-namorada alien do Surfista a atacasse pra valer, Norrin acorda e pede para a moça se vingue dele apenas e deixe as outras em paz. Shalla-Bal decidiu deixar Norrin em paz, mas o expatriou como cidadão de Zenn-La, ele seria conhecido apenas como aquele que condenou a cultura de seu povo.

O Surfista pareceu abalado a princípio, mas todas as nações da Terra responderam de imediato naquele dia e o aclamaram cidadão de seus respectivos países. Agora, definitivamente mais do que nunca, o Surfista tinha a terra como seu verdadeiro lar. Daí por diante, o planeta inteiro viveu uma Surfistamania. Todos o adoravam e acalantavam por onde passava. Era uma sensação bem diferente de seus primórdios na Terra quando todos tinham medo dele na fase de Lee e Buscema. Até a pousada Greenwood se beneficiou disto, tendo reservar lotadas para todos os dias por mais cinco anos.

Contudo, suas últimas ações ainda tinham um pouco de repercussão pessoal. Quando se "desprateava", Norrin Radd agora tinha roupas brancas e seu cultura zenn-lariana. Até mesmo um garotinho da pousada mostrou que os antigos gibis do Quarteto Fantástico foram alterados e o povo Zenn-lariano era sempre representado com algo sem cor, um branco vazio. Radd passou a vestir roupas da Terra, bem esquisitas por sinal, assumindo ainda mais ela como seu lar. Contudo, ele precisava saber se poderia salvar a cultura zenn-lariana ainda e com isso foi até a lua bater um papo com o Vigia.

Lá, pela primeira vez desde então, Norrin Radd sobre da fatídica morte do Vigia e encontrou com o Não Visto, a versão condenada do Velho Nick Fury preso por correntes a seu novo destino. O Não Visto aconselhou Radd a deixar de lado seu passado e olhar a partir de agora pra seu futuro. Se o passado não pode ser ajeitado, o futuro pode ter grandes feitos ainda para ele. E sob essa orientação, Norrin volta e divide seus conhecimentos com Dawn. 

Dawn leva então Norrin até o porão da pousada e mostra as últimas coisa que a garota tinha de sua mãe. De posse da escova de cabelo dela, Radd então consegue rastrear por todo o planeta o destino de Libby Greenwood e isso os leva para São Francisco. Só que Dawn não parece pronta para ter esse papo com sua mãe e ela fica altamente incomodada. Contudo, agora que está ali, ela decide conversar com Libby e pede um tempo a Norrin. Quando bate a porta, Libby se assusta com a presença da filha, parece bem resiliente em atendê-la, mas logo fica maravilhada com as grandes aventuras que a menina viveu ao lado do Surfista Prateado.



E enquanto a conversa rola entre mãe e filha, o Surfista tem que lidar com outros problema grandes na cidade. Um achado das Industrias Parker, lulas das profundezas do nosso oceano, surgem após o ataque dos Zenn-larianos e elas tem uma capacidade incomum de assumir forma dos nossos maiores inimigos. Logo, o Surfista e o Aranha tem que se juntar pra lutar contra versões transformadas de Magus, Doutor Destino, Duende Verde, Super-Skrull e tantos outros vilões da Terra. E eles estavam atrás realmente da energia liberada pelo Surfista.

A conversa de Dawn e Libby parece boa, mas desanda quando a filha fala que sua irmã gêmea agora terá um bebê. Libby não gosta nem um pouco quando ouve que será avó. Ela aparentemente nunca quis ser mãe. E quando a briga dos heróis e lulas transmorfas chega a porta de seu apartamento, Dawn vai para o lado de fora e acaba ferida. Após satisfeitas em consumir parte da energia vital de Norrin, as lulas vão embora, mas Dawn está muito fraca e precisa de uma transfusão sanguinea. Sua mãe que assiste tudo perto, não quer ajudar e dá as costas para filha. Minutos depois, Dawn acorda em Anchor Bay ao lado da sua irmã gêmea, que lhe cedeu o sangue.

Dawn guarda para si os detalhes da conversa de sua mãe, provavelmente um tanto decepcionada com o encontro. Ela acha que chegou a hora de ir para o espaço de novo e assim volta a viver as aventuras com o Surfista como antes. Para trás, deixa apenas uma lágrima que logo se congela no espaço.

Quem acompanhava e gostava das histórias do volume anterior, vai sentir a mesma vibe sendo mantida aqui. Dan Slott e Michael Allred sabem bem a fórmula que conquistou seu público, complementam essas páginas com alguns easter eggs legais que o pessoal das antigas vai gostar, mas não ousado como outrora já foram as histórias do personagem. Dawn continua sendo uma personagem legal e funciona muito bem dentro da função. Minha única preocupação seria algumas coisas voluptuosas sendo feitas como não fossem nada demais. Acabar com toda a história de Zenn-la é algo drástico demais para uma história tão pequena, ao meu ver. É de fato um quadrinho experimental curioso de se ler, mas as vezes beira a algo tão de fora que a gente se pergunta se deve levar a sério na cronologia mainstream da editora.

Coveiro

domingo, 22 de outubro de 2017

Inominata 616 #138 - Planeta Hulk


Faltando apenas uma semana para a estreia de Thor: Ragnarok no Brasil, eis que o podcast mais marvelístico deste hemisfério resolveu revisitar a saga dos quadrinhos que certamente foi uma das maiores inspirações do vindouro filme. Planeta Hulk foi lançada em 16 partes nos EUA, marcou como a história contemporânea mais importante do Verdão desde os anos 2000 e teve até sua própria animação. Temos motivos de sobra pra falar dela por aqui.

Mais uma vez um Quarteto de membros do 616 é formado. Coveiro, Paulo Artur, Marcus Pedro e Wellington McGaren do Aracnofã foram enviados de supresa de volta a Sakaar, um planeta onde tudo parece ser atraído por lá e nunca mais consegue sair. Seu dia a dia é marcado por revoltas e muita violência gratuita, com direito a monstros mortíferos no seu deserto e um insano líder que todos temem. É o cenário perfeito para um certo gigante esmeralda parar. E é aqui que começa nosso longo relato das aventuras épicas do Hulk que vão ser lembradas por anos e anos.



Duração: 108 min




*Desativamos o player do 4Shared por estar dando problemas na página inicial do site!

Links do programa:
Sobre o Planeta Hulk nos quadrinhos e outras informações
Sobre a animação Planeta Hulk
Sobre Planeta Hulk em Thor: Ragnarok

Outros Podcasts Relacionados:

Inominata 616 #03 - A Invasão Verde que veio do Espaço
Inominata 616 #10 - Das cinzas da Aniquilação... um novo cosmo
Inominata 616 #84 - Os Defensores por Steve Englehart
Inominata 616 #102 - Surfando a 50 anos pelo cosmo
Inominata 616 #125 - As Guerras Secretas de Jonathan Hickman

---Informações - Trilha Sonora---

A música temática de abertura do Inominata 616 é de propriedade exclusiva do site Universo Marvel 616, produzida pelo músico Eduardo Spicacci.

Nesse podcast foram utilizadas as músicas sob licença livre liberada da Creative Commons - Brume - Leap of Love, Scorpz & Mataio - ID e coletâneas de musicas épicas do canal do músico Ross Bugden.

Também foi usada trechos do trailer da animação Planeta Hulk

---------------------------------------


Para baixar em mp3, clique aqui!

Você também pode nos ouvir diretamente do seu smartphone assinando nosso feed! Saiba como clicando aqui! Ou assine direto no seu itunes aqui!

Coveiro

sábado, 21 de outubro de 2017

Veja novos clipes e o diretor de Thor: Ragnarok respondendo a perguntas no Twitter


Faltam agora exatamente cinco dias para o lançamento no Brasil e como já vem sendo de praxe na Marvel. Temos novos clipes e comerciais de TV vindo a torto e a direito. Contudo, o interessante dessa postagem aqui é ver Taika Waititi respondendo a críticas de fãs e justificando certas mudança de cenário no filme. Confira:



E o diretor Taika Waititi participou de uma video pro IGN respondendo twitters ácidos sobre o filme. Só pra quem tá dando três mortais pra trás por conta do teor exacerbado de comédia de Ragnarok, esse vídeo é pra te dar um ataque do coração:
E Taika Waititi explicou pro DigitalSpy a diferença do primeiro trailer pro último onde uma mesma cena, aquela que Hela segura o Martelo de Thor é mostrada em cenários diferentes. "É o seguinte, becos não são legais. Campos são legais. Pergunte a qualquer um" disse brincando e complementou "Nós originalmente filmamos aquilo no nosso set que montamos na Nova York. O que queríamos fazer é fazer os dois irem pra Terra e ver o Doutor Estranho que aquelas coisas, mas ficou muito conveniente de ele apenas dobrar a rua e ir para num beco e tudo mais acontecer. Então, tudo parecia muito rápido e acontecendo em todo lugar. Queríamos então mudar pra um lugar mais pacífico e na verdade acalmar aqueles personagens e eles irem terem um encontro com Odin e ele passar sua sabedoria e essas coisas e não apenas ter ali aquela barulheira de estúpidos taxis amarelos buzinando ao redor". Veremos como se adequou melhor a mudança quando o filme sair.

Em Thor: Ragnarok teremos Chris Hemsworth (Thor), Tom Hiddlestone (Loki), Cate Blanchett (Hela), Idris Elba (Heimdall), Jeff Goldblum (Grão-Mestre), Tessa Thompson (Valquíria), Karl Urban (Skurge), Anthony Hopkins (Odin), Tadanobu Asano, (Hogun), Sam Neill (Num papel não revelado), e Benedict Cumberbatch (Dr. Stephen Strange). O filme chega ao Brasil na quinta-feira que vem.

Coveiro

Direto de Homem de Ferro 3, olha só quem vai voltar pro UCM


Temos mais uma adição ao já vasto elenco de Vingadores 4. E é até um nome conhecido para o público, principalmente os fãs de Homem de Ferro. Ty Simpkins, o garotinho gênio que ajuda Tony Stark em Homem de Ferro 3, é parte do elenco e foi confirmado hoje pelo IMDB.

Na notícia, diz que ele de fato voltará ao papel de Harley Keener , que estaria agora com 16 anos. Apesar de não sabermos exatamente sua função, tudo nos leva a acreditar que podemos ter uma despedida bem emotiva do Homem de Ferro vindo aí. Será?

Vingadores 4 está longe aí, chegando apenas aos cinemas em 3 de Maio de 2019.

Coveiro

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Kevin Feige fala sobre a possibilidade da versão feminina de Thor e um filme solo do Hulk de novo nos cinemas


Em meio a tantas perguntas sobre o novo filme do Thor, eis que o Presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, acabou esclarecendo a possibilidade tanto da versão feminina do Deus do Trovão ganhar os cinemas quanto a possibilidade do Hulk retornar num longa solo. Confira:

"Quando olhamos para os quadrinhos e pegamos essas ideias, algumas vezes são de histórias muito específicas como a Guerra Civil, mas outras vezes são apenas uns pedaços delas ou personagens como foi no caso do Planeta Hulk. Então, qualquer coisa que está acontecendo nos quadrinhos, mesmo a versão feminina do Thor, tornam-se grandes potenciais e as ideias disso para futuros filmes podem nascer" deu esperança Feige ao responder ao Movies.com

A ideia da versão feminina do Thor também é aprovada por Karl Urban, que  disse prontamente ao site Monkeys Fighting Robots: "Acho que já é hora. Acho que já está no tempo, absolutamente. Eu gostaria de ver esse filme, porque não?"

Já o  IndieWire, questionou sobre a possibilidade do Verdão voltar a ter uma chance. "Eu acho que essas coisas vem e vão, e eu não sei se vai de fato voltar a acontecer. Mas vou te falar uma coisa, o que me faz muito, mas muito feliz é sair de um mundo em que dez anos atrás, as pessoas ficavam me questionando sobre a viabilidade do Hulk ter um filme solo, e passando agora pra essas novas entrevistas quando me perguntam quando é que teremos um filme do Hulk de novo" colocou.

Thor: Ragnarok teremos Chris Hemsworth (Thor), Tom Hiddlestone (Loki), Cate Blanchett (Hela), Idris Elba (Heimdall), Jeff Goldblum (Grão-Mestre), Tessa Thompson (Valquíria), Karl Urban (Skurge), Anthony Hopkins (Odin), Tadanobu Asano, (Hogun), e Benedict Cumberbatch (Dr. Stephen Strange). O filme chega ao Brasil em 26 de Outubro, na próxima semana.
Coveiro

Jeff Goldblum fala sobre cena pós-credito cortada de seu personagem e define em poucas palavras o que é Thor: Ragnarok


Jeff Goldblum é uma figura por si só. E ter ele do lado da Marvel para um personagem tão marcante quanto o Grão Mestre é só ganho pra o estúdio. Numa das poucas entrevistas que ele concedeu por aí, o ator falou sobre seu papel no filme e até mesmo que há uma cena pós-credito não usada com ele no filme. Será que a veremos no Blu-Ray?


Numa entrevista que concedeu ao GamesRadar (via CinemaBlend), o ator resumiu Thor: Ragnarok do seu jeitinho muito especial. "Thor descobre coisas demais sobr esua família e tenta salvar seu planeta e o universo, enquanto supera as maquinações de uma grande e divertida figura que sou eu" disse de modo divertido. Já ao Digital Spy, o ator entregou umas curiosidades. "Há um easter egg do Goldblum. Meu personagem, o Grão Mestre, surpreedenemente reaparece no final e diz algo. Foi um dos meus momentso de improviso. Não lembro o que eu diss, eu gosaria de ver de novo. Falamos umas vinte coisas diferentes naquele dia" disse o ator.

Quando o Digital Spy perguntou sobre a tal cena, que infelizmente foi cortada da versão final, o diretor Taika Waititi apenas disse que "até fizemos uma hino nacional dos Sakaarianos que colocamos num spot de TV, e que espero que vá pra o DVD em algum lugar".  Taika ainda elogiou bastante o lendário ator. "A parte boa do Jeff é que ele é muito receptivo a coisas novas. A maior parte das coisas envolvendo ele no filme  foram coisas que ele descobriu no dia no set, porque ele é um gênio da improvisação e estava disposto a tentar tudo" disse o diretor.

 Já o produtor Brad Windebaum conversou com o site ComicBook e descreveu o personagem como "um apresentador do grande circo que é Sakaar, mas também é um pouco um ditador brutal. Apesar de estar pouco ciente disso. Para ele, ele é bom pra todos a toda hora. "Jeff Goldblum é... ele é Jeff Goldblum. E principalmente sob a direção do Taika. Eu acho que ele vai ser um personagem bem engraçado e elusivo" disse Winderbaum, por fim.


Em Thor: Ragnarok teremos Chris Hemsworth (Thor), Tom Hiddlestone (Loki), Cate Blanchett (Hela), Idris Elba (Heimdall), Jeff Goldblum (Grão-Mestre), Tessa Thompson (Valquíria), Karl Urban (Skurge), Anthony Hopkins (Odin), Tadanobu Asano, (Hogun), Sam Neill (Num papel não revelado), e Benedict Cumberbatch (Dr. Stephen Strange). O filme chega ao Brasil na quinta-feira que vem.

Coveiro

Veja quais são as faixas de audio da trilha sonora de Thor: Ragnarok


Com agora 98% de aprovação no mais famoso agregador de críticas da internet, Thor: Ragnarok parece que será mesmo a sensação do segundo semestre de 2017. É dito que é leve, descontraído e divertido do começo ao fim, uma ótima pedida pra ir e se divertir. E em meio as novidades da vez, eis que hoje foi liberado os nomes das faixas da trilha sonora do filme. Confira a lista:

1. Ragnarok Suite (8:53)
2. Running Short on Options (2:46)
3. Thor: Ragnarok (1:09)
4. Weird Things Happen (1:46)
5. Twilight of the Gods (6:14)
6. Hela vs. Asgard (4:30)
7. Where am I? (1:39)
8. Grandmaster’s Chambers (1:18)
9. The Vault (3:47)
10. No One Escapes (3:01)
11. Arena Fight (3:32)
12. Where’s the Sword? (4:33)
13. Go (1:43)
14. What Heroes Do (1:37)
15. Flashback (2:59)
16. Parade (2:20)
17. The Revolution Has Begun (1:47)
18. Sakaar Chase (2:12)
19. Devil’s Anus (4:52)
20. Asgard Is a People (4:20)
21. Where To? (2:22)
22. Planet Sakaar (2:14)
23. Grandmaster Jam Session (3:16)


Feito pelo compositor Mark Motherbaugh , você pode ouvir algumas faixas já pelo iTunes aqui! E a pegada realmente honrou o climão oitentista do filme.

Coveiro

Nova: Os Clones do Papai



Retomando a série um tanto atrasado aqui e passado o problema subterrâneo com o Toupeira, vamos voltar a falar da conclusão do emaranho arco de histórias envolvendo o mistério do pai de Sam Alexander, o novo Nova, que acontece algumas edições antes do tie-in com a Guerra Civil. Desde o primeiro número, somos surpreendidos com o fato que aquele homem que apareceu na casa da família Alexander no começo deste volume não é quem diz ser. E após desaparecer por um tempo, o falso Jesse Alexander retorna com ainda mais problemas.

Ele surge na escola com seu antigo uniforme de zelador, escondendo um rosto transfigurado. Sam reage abruptamente, mas o falso Jesse diz que fez tudo pelo bem do garoto. Revela que ele na verdade é um clone mal feito produzido por Chitauris, e a intenção é que de posse do capacete dos Novas, ele tivesse acesso a informações preciosas dos Xandarianos. Mas a clonagem não era tão fiel como se pensava e por isso o capacete vivia dando pau. Com o tempo, o clone do Jesse foi se afeiçoando a família e desistiu de sua missão original. Agora, estava sendo caçado pelos Chitauris.

Dois mercenários Chitauri aparecendo arrebentando o muro da escola e obrigado Sam e o falso Jesse a colocarem o capacete e lutar. No meio da balbúrdia e com tantas crianças inocentes em perigo, filho e "pai" acabaram tendo mais trabalho do que pensavam com os vilões. E em dado momento, eis que um novo clone do Jesse surge e sendo fiel aos Chitauri, rouba o capacete de nova do pai e começa a usá-lo. Isso coloca Sam numa situação ainda mais confusa, tendo que brigar pesado com aquele clone que era ainda a cara de seu pai.



O clone deformado acorda minutos depois, se desvia dos policiais que foram ao seu socorro e corre com uma arma do Chituari que foi usada contra ele para ajudar o "filho". A briga acaba indo para além da escola, destruindo mais da cidade. O Jesse deformado chega a tempo para estimular Sam a não se prender, dizendo que o capacete dos Novas Negros é muito mais forte que o outro e ele só precisa não se segurar. E é o que o garoto faz, detonando pra valer o novo clone de seu pai. O Jesse deformado toma seu capacete amarelo de volta e diz que seguirá em missão até a nave de clonagem onde foi criado para ver se encontrava o verdadeiro pai de Sam por lá. E outra grande consequência daquele dia é que os amigos mais próximos de Sam começam a juntar os pontos e desconfiar de que ele seja o Nova.

A última edição deste arco acontece algum tempo depois deste evento na escola. O falso Jesse manda uma mensagem de ajuda pra Sam avisando que está na nave de clonagem chitauri e a perigo. O capacete de Alexander é capaz de rastrear o sinal e segue imediatamente para lá. No interior da nave, o Nova lida com uma pequena milícia de Chitauri em armaduras e topa com vários tubos em que clones de seu pai estão sendo construídos. No meio da confusão, aquela sala de clonagem explode e finalmente Sam encontra o capacete amarelo e o falso Jesse ferido em um canto. O clone deformado avisa que o verdadeiro pai de Sam não está ali.

No meio daquilo tudo, o capacete amarelo some depois que parte da nave explode e o falso Jesse não irá sobreviver fora da nave sem ele. Assim, o clone prefere se sacrificar detonando uma bomba de dentro da nave e garante uma fuga perfeita para Sam. Ainda pego pela explosão, Sam acaba desacordado no espaço e ouve uma mensagem de seu pai. Mas seria real ou um sonho? Sam acha finalmente o capacete amarelo e o guarda. De volta a terra, resta apenas dar a triste notícia pra sua mãe. Em tão pouco tempo, eles já perderam dois Jesse. Mas são está determinado a encontrá-lo de qualquer jeito.



Estamos chegando ao final desse novo volume, que continua com o roteiro leve, mas divertido de Sam Ryan, mas conta com o traço bem dinâmico do brasileiro RB Silva e de Cory Smith. Depois de um tempo fora de Universo Marvel, veremos mais capítulos do Nova pelos próximos meses e sua participação na minissérie da Guerra Civil II.

Coveiro

Mais um ator indicado e outros detalhes da produção de Venom



E hoje amanhecemos com duas notícias importantes sobre o filme do Venom. A primeira é que foi confirmado que as gravações do filme estrelado por Tom Hardy começam no final deste mês. E com isso, é de se esperar que algumas confirmações a mais de elenco comecem a surgir até lá. E eis que um novo nome surge nesse meio:

Segundo o The Hollywood Reporter, o ator Scott Haze, que estrelou ao lado de Josh Brolin o filme "Apenas os Bravos" está em negociações finais no filme. Com a notícia, mais uma vez veio a especulação de que ele viverá o vilão Kletus Kasady, o Carnificina. E com isso, os boatos de que Riz Ahmed fará esse papel somem.

Outro boato em torno do filme é de que o longa seria inspirado na minissérie em quadrinhos Venom: Protetor Letal. Nela, Brock e o simbionte entram em equilíbrio , decidem mudar de vida, mudam pra São Francisco e até se torna um tipo de vigilante. Isso até voltar a ser caçado por um grupo paramilitar chamado O Juri e até topar com outros simbionte que também acabaram surgindo (que são crias de esporos saídos do Venom).


A produção também criou já uma conta de Twitter e Facebook pra divulgação:

https://twitter.com/VenomMovie
https://www.facebook.com/VenomMovie

O filme estreia em 5 de Outubro do ano que vem com um elenco ainda cheio de rumores, mas o certo é que Tom Hardy viverá o protogonista Eddie Brock.

Coveiro

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Divulgado uma capa que é um poster de Avengers: No Surrender

Foi liberado um pôster para a arco Avengers: No Surrender, arco que unirá os títulos The Avengers, Uncanny Avengers e U.S. Avengers para um único título. E a arte é trazida por ninguém menos que o grande artista, querido por muitos fãs, George Perez! Arte que traz todo o poder da nostalgia dos anos 90. Deem uma olhada logo abaixo!

Esse pôster faz parte de um dos brindes que os lojista americanos vão receber em suas lojas um "Marvel: No Surrender Launch Parties"! Aqui vai uma lista do que os lojistas vão receber nesse evento:
  • AVENGERS #675 Acuna Party Variant (OCT170807) (capa variante especial)
  • AVENGERS #675 Premiere Variant (OCT170808) (capa variante especial)
  • AVENGERS #675 Party Invitational Postcards (Bundle of 100) (OCT170806) (convite postal especial)
  • AVENGERS #675 George Perez Poster (Bundle of 25) (SEP178147) (pacote com 25 pôsteres)
Há outros itens também que serão disponibilizados para os lojistas:
  • AVENGERS #675 Trading Card Variant by John Tyler Christopher (card colecionável)
  • AVENGERS #675 Avengers Variant by Mike McKone (capa variante especial)
  • AVENGERS #675 Variant by Skottie Young (capa variante especial)
  • AVENGERS #675 Connecting Variant by Julian Totino Tedesco (capa variante especial, que vira poster)
  • AVENGERS #675 Variant by Alex Ross (capa variante especial)
  •  AVENGERS #675 Sketch Variant by Alex Ross (capa sketch especial)
Reparem em um detalhe interessante: O Namor está se apresentando em visual totalmente diferente do que estamos acostumados a ver E TEMOS UM MUTANTE! Sim! Hank McCoy aparece na imagem, fazendo parte desse cânone! Parece óbvio? Nem tanto, depois de fã dos mutantes reclamarem que eles não tem aparecido tanto em imagens promocionais! Então, sim, é uma novidade notória nesse ponto! Claro que temos também personagens que se repetem, como o Hank Pym, o Agente Americano, Vespa, Homem de Ferro, Thor e Espadachim. Pode significar alguma coisa? Vai saber!

Todo esse movimento é pra atrair mais ainda os lojistas, possivelmente, devido a manifestações constrangedores deles na última Comic Con, a de Nova York.

Vamos ver se depois disso, os lojistas peguem mais leve com a editora e se aproximem mais da Marvel! 

Vamos aguardar o resultado desse evento e tentaremos noticiar e atualizar vocês aqui!

Marcus Pedro

Josh Brolin fala que não se importa se todos odiarem ele por conta de seu Thanos



Ainda parte de uma longa entrevista que deu ao site Collider, o ator Josh Brolin se focou agora em falar sobre Thanos e acabou entregando uma das inspirações dos irmãos Russo pra construir o personagem. Confira:

"Cara, estou em uma posição pessoal, onde nem todo mundo me ama e está tudo bem (risos). Veja, nem todo mundo pode estar do seu lado o tempo todo e tudo bem. Ao fazer um personagem como esse, cara, é algo como - eu não conheço nenhuma outra maneira de colocar isso assim, mas realmente acabou por ser uma das maiores experiências que tive. Ainda não acabou, mas foi incrível poder trabalhar com os Russo , de poder ser capaz de trabalhar com esses caras. Eu não tinha ideia. É apenas um tipo diferente de atuação, mas quando eles me mostraram um pouco dos seis minutos de uma cena que eu fiz, fiquei tão impressionado com a forma como ficou. É um próximo nível, este processo digital é  muito real. Não sei como eu poderia  estar mais feliz. Se todo mundo me odiar ao final do filme, eu não sei, valerá a pena se for um ótimo filme? Talvez. "

Ainda sobre os diretores Joe e Anthony Russo, ele acrescentou:

 "Olha, eu acompanhei o Joe Russo, que está constantemente estudando alguns recursos de O Poderoso Chefão , e com aquela pegada de "Você tem uma arma apontada para o seu chefe" e eu dizia pra ele "Eu te amo muito" por isso. O fato de você estar fazendo isso num cenário dos Vingadores e você está transformando isso num Poderoso Chefão, para que possamos engomar o nosso chapéu é ótimo e emociona  o todo. Eu acho que eles foram muito felizes quando eles disseram:" Nós realmente não percebemos que Thanos vai ser tão complexo como ele é, "e acho que eles estavam muito agradecidos com as coisas que estamos fazendo. Além disso, eu acho que eles estão em uma posição muito aberta e incomoda, onde eles falam algo como: "Nós nunca mais faremos isso novamente. Este é um feito pra uma só vez.  Colocar muitos atores bem sucedidos juntos é uma chute no saco, mas valeu a pena. Estamos fazendo dois filmes. Do começo ao fim, e é isso. Em seguida, iremos em outra direção", mas este é um projeto muito, muito ambicioso, que eu acho que vai mostrar a que veio em uma grande maneira ".

Além de Brolin,  Vingadores: Guerra Infinita terá praticamente todo mundo do Universo Marvel ali - Robert Downey, Jr., Chris Evans, Chris Hemsworth, Mark Ruffalo, Jeremy Renner, Scarlett Johansson, Tom Holland, Elizabeth Olsen, Paul Bethany, Sebastian Stan, Benedict Cumberbatch, Benedict Wong, Chris Pratt, Zoe Saldana, Karen Gillan, Vin Diesel como a voz de Groot, Dave Bautista, Pom Klementieff e Bradley Cooper como a voz de Rocket. O filme chega aos cinemas na primeira semana de Maio de 2018.

Coveiro

Saem as primeiras críticas positivas de Thor: Ragnarok e com elas mais clipes e videos



E as primeiras resenhas de Thor: Ragnarok estão saindo, colocando o filme com quase 100% de aprovação no Rotten Tomatoes até agora. De 38 críticas cadastradas, apenas uma foi negativa até o momento. E mesmo a negativa delas coloca o filme como sendo o melhor dos três do Deus do Trovão. É pra louvar Odin e comemorar assistindo os novos clipes disponibilizados hoje. Preparado pra ver na próxima semana?




O filme já é estimado para sair com mais de 100 milhões de arrecadação já no primeiro final de semana só nos EUA, mas com a popularidade só crescendo com os elogios da crítica especializada, eis que isso pode surpreender. Por sinal, já comprou seu ingresso?

Coveiro

Novo trailer d'O Justiceiro divulga data de lançamento na Netflix



Finalmente, temos a data de Justiceiro. Ela é divulgada junto com um novo trailer que acabou de sair. Confira:


E, sim, Justiceiro sai na Netflix em 17 de Novembro. Pegando ainda o feriado de Ação de Graças americano.

Coveiro

Kevin Feige fala sobre easter eggs de Thor: Ragnarok e que vilã ele adoraria que voltasse ao UCM


Um novo video de uma conferência realizada em Bervely Hills em 11 de outubro com boa parte do elenco de Thor: Ragnarok foi postado pelo pessoal da JWL Media ontem a noite. Em quase meia hora de conversa com Chris Hemsworth (Thor), Tessa Thompson (Valquíria), Mark Ruffalo (Hulk), Jeff Goldblum ( Grão Mestre), Tom Hiddleston (Loki), , Karl Urban (Skurge), Rachel House (Topaz), além do diretor Taika Waititi (Korg) e o Presidente da Marvel Studios, Kevin Feige, muita coisa foi revelada. Confira na integra:


No video, Kevin Feige falou então de um mega easter egg em Thor: Ragnarok, provavelmente se referindo a grande torre do Grão Mestre em Sakaar que já publicamos aqui e disse pra prestarmos muita atenção na cena. "O maior dos easter eggs esta do lado daquele palácio. De fato, temos campeões do Grão Mestre anteriores que vemos nela assim como vemos o Hulk sendo construído, e esses são os easter eggs mais profundos do Universo Marvel. Eles podem ou não aparecer no universo cinematográfico, mas achamos que seria legal celebrá-los. Numa pilha de lixo também tem um easter egg. Daí já é um menor. Um daqueles pequenininhos, e não é numa cena muito extensa" disse.

Já em conversa com o site Uproxx, Kevin Feige abriu o jogo dizendo que durante as gravações do primeiro Homem de Ferro. O grande vilão deveria ser na verdade outro e não exatamente Obdaiah Stane. "Ao que eu me lembro, quando contratamos ele, ele era pra ser o vilão secundário ao Mandarim. E enquanto preparávamos o filme nos demos conta de que não queríamos o Mandarim no filme. Quando tiramos ele da jogada, fizemos o Obadiah o vilão principal e daí o Homem de Ferro se tornou o que o Homem de Ferro foi. Mas o que pedimos foi que o Monge de Ferro teria que realmente cair no grande reator arc como foi" revelou ele, mas contou que que se tivesse que voltar com um vilão, ele adoraria ter Jeff Brigdes de volta. "Seria demais ter ele de volta. Seria ótimo" disse.

Por fim, o diretor neozelandes Taika Waititi conversou com o 1News contou um momento engraçado envolvendo Sir Anthony Hopkins. "Teve um momento em que, mas não lembro mais em qual cena foi, Anthony Hopkins estava fazendo algo e eu apareci. "Ah, eu amei isso, Anthony, mas é grande demais. É acima da média" disse, mas eu me antecipei e não me dei conta do que estava falando. E ele rapidamente respondeu "Oh, claro. Não, foi sim. Foi acima da média. Vamos fazer de novo". E ele terminou a cena e daí depois o Hemsworth lembrou depois que ele falou aquilo pra Anthony Hopkins e que ele mal se deu conta. Taika disse na entrevista que o filme era algo feito sem grande egos e que todos em cena deveriam se divertir e fazer o trabalho deles.

Thor: Ragnarok teremos Chris Hemsworth (Thor), Tom Hiddlestone (Loki), Cate Blanchett (Hela), Idris Elba (Heimdall), Jeff Goldblum (Grão-Mestre), Tessa Thompson (Valquíria), Karl Urban (Skurge), Anthony Hopkins (Odin), Tadanobu Asano, (Hogun), Sam Neill (Num papel não revelado), e Benedict Cumberbatch (Dr. Stephen Strange). O filme chega ao Brasil na próxima quinta-feira.

Coveiro

Justiceiro: Ataque a Condor



O segundo encadernado do Justiceiro lançado no último mês de agosto traz o restante da história que durou praticamente um ano da caçada de Frank Castle contra o Condor, os traficantes da droga que parece turbinar os usuários ao ponto de se acharem indestrutíveis. Na busca pelos produtores da droga, o Justiceiro acabou num sanatório onde o produto era feito e estava seguindo em túneis subterrâneos do lugar quando uma grande explosão aconteceu. Muitas davam o Justiceiro como morto, mas como bem observou os agentes Ortiz e Anders, isso é algo que já foi muitas vezes dito sobre Castle.

Fuça, o mais voraz assassino da organização, acreditando que sua missão estava concluída ao aparentemente eliminar Castle, iria rumar para o norte. No caminho, sob efeito da droga ainda, ele acabou massacrando todo um ônibus de turismo só pra ter um veículo para sua viagem. Isso logo chamou atenção das autoridades e principalmente da Agente Ortiz, que viu a chance de ela vingar seu parceiro. Já Castle realmente não morreu. Saiu do outro lado da floresta perto do Sanatório Exeter e rumou pra o primeiro bar onde tinha alguns homens que trabalhavam para o Condor. Novamente os capangas fizeram uso do EMC pra atacar Frank, mas o Justiceiro mostrou porque ele era de fato tão temido - Não precisava daquela droga pra fazer o que fez.

Ferido, Castle acabou encontrando abrigo na fazenda de uma velha e viúva enfermeira que morava perto. Em troca de ele ajudar com alguns trabalhos domésticos, a senhora Ethel o ajudou com os ferimentos e o escondeu pelo tempo que precisava. Contudo, não demorou muito para a Condor encontrá-lo e mandar mais assassinos a seu encalço. Só que eles não esperavam que a velha Ethel tivesse algumas proteções pessoais e bem destrutivas nos arredores de sua fazenda. Após a primeira armadilha detonar, ela e Frank fugiram na velha moto do seu marido e a inusitada dupla deu um baita trabalho pros assassinos. Ethel acabou falecendo no caminho após abusar do coração e restou a Frank pegar o único sobrevivente dos capangas e extrair dele a localização do Quartel-General do Condor.



O desequilibrado Fuça acabou encontrando uma barreira policial no meio do caminho e isso o obrigou a mudar os planos. Quando o ônibus foi detonado, ele deu um jeito de escapar antes dos policiais chegarem perto e se escondeu numa ambulância. Coincidentemente, a Agente Ortiz estava no veículo para pegar depoimento do único sobrevivente do massacre e deparou-se com um cara morto e um lunático Fuça fugindo desenfreadamente pela estrada. Por conta do EMC, Fuça estava completamente fora de controle e capotou a ambulância. O homem fez Ortiz de refém, mas não consegui se manter integro por muito tempo. A overdose de EMC estava o deixando completamente transformado e perdendo a sanidade. Foi a vantagem que Ortiz teve para virar o jogo e prendê-lo. Agora, ela queria saber onde era o quartel-general da Condor e arrastou o assassino insano junto até finalmente eles acharem precisamente o lugar no Canadá.



Outro personagem que no meio desse encardernado volta a ganhar atenção na história é o Olaf. Ao descobrir que sua mulher e filho abriram a porta de seu escritório secreto em casa após a visita dos Agentes da DEA, o ex-militar não tinha mais nada que o segurasse. Já não se dando muito bem com o chefe da Condor, Olaf mata-o na frente de seus homens no porto e decide que a organização a partir de agora deveria voltar a ser uma força a ser temida e não apenas uma produtora da EMC sob a tutela de farmacêuticos.

Nesse meio tempo, o Justiceiro estava matando mais mercenários da Condor pelos arredores até finalmente chegar perto o suficiente do porto onde o maior carregamento da EMC até então estava sendo liberado. No meio da invasão, acabou sendo enganado por uma das mercenárias que acabou desfigurada no ataque da fazenda da Ethel e foi dopado. Agora, Castle estava a mercê do bando e Olaf quis dar a ele uma morte digna pelos tempos em que ambos serviram o exército. Com isso, deixou que ele enfrentasse seus homens de mãos limpas até a morte. Porém, como Castle mesmo disse, ele era temido por ser quem é mesmo sem dose de EMC e acabou detonando uma a um os homens da Condor.

No meio da briga, algumas caixas de EMC foram destruídas e o pó inalado pelos mercenários acabou dando overdose em alguns homens. Castle tapou o rosto para se proteger e montou no navio mesmo suas novas emboscadas. Olaf acabou fugindo do navio, mas não sem antes também se injetar com a EMC. Castle o seguiu de imediato e ambos tiveram uma briga medonha em cima de um bloco de gelo naquele mar gelado. A agente Ortiz chegou nesse meio tempo, após prender o descontrolado Fuça num lugar perto. Ela atirou em Olaf em um momento em que ele tinha vantagem na luta, mas também impediu que Castle executasse o sujeito em desvantagem. Por mais mal que eles tenham trazido, a agente Ortiz os levaria para a Justiça.



Olaf foi preso. Fuça acabou esquecido em algum lugar piorando sob efeito da droga. E Castle voltou pra Nova York fazendo o que faz de melhor. E se sentindo mais vivo do que nunca. Com isso fecha-se o grande arco escrito por Becky Cloonan. Aqui temos também um dos últimos trabalhos de Steve Dillon antes de morrer ano passado. Infelizmente, ele não pode terminar toda a história e coube aos desenhistas Matt Horak, Laura Braga e Iolanda Zanfardino concluir esse mega arco. É uma história bem bacana, com antagonistas que rapidamente chama sua atenção e entregando uma história acima da média quando comparado ao que tem saído na mensal do personagem recentemente.

Na edição brazuca, temos ainda a Justiceiro Anual de 2017, que conta uma história que se passa no Halloween. É escrita pelo criador do personagem, Gerry Conway com ilustrações de Felix Ruiz. Traz tanto Castle quanto um filho de um policial morto atrás de uma gangue. A busca os leva a uma festa de Halloween num Instituto de Artes onde ocorreria mais uma assalto, mas o Justiceiro aparece ali para acabar com a festa da bandidagem. Castle consegue a informação sobre o verdadeiro cabeça da gangue e isso o leva pra um bairro da periféria onde outra festa de Halloween rolava. Na confusão, uma das crianças é feita refém mas Castle resolve a situação do seu jeito. O filho do policial morto chega a tempo de ter sua vingança, mas Frank Castle o impede de matar o cara para que ele valorize os principios que seu pai honrava. E quando ele concorda em não ceder a vingança, Castle mata o bandido. Afinal, os outros acreditam na Justiça, mas o Justiceiro acredita apenas na Punição. E é aqui que a tradução do nome do personagem se perde um pouco na história.

Coveiro

Josh Brolin fala sobre introdução do Cable nos cinemas e futuro na X-Force


Josh Brolin interpretará o Cable em Deadpool 2 e o ator já lançou alguma luz sobre o que devemos esperar da tão esperada sequência que será dirigida por David Leitch, o mesmo da franquia de John Wick:

"[David] abraça aquilo em que ele é muito bom, o que, creio, é muito inteligente. Há uma tonelada de ação nisso. Um teaser que dou é de um cara com 49 anos na beirada dos 50 que obteve a melhor forma de sua vida, especialmente no exterior, e eu fui extremamente disciplinado durante todo esse assunto. Eu apanhei que só no filme. Isso é tudo o que sei. Tive dublês me jogando por toda parte. Eu tenho um problema no ombro, eu tenho um problema de joelho que eu tenho que lidar com eles agora, mas nós conseguimos fazer isso. Nós conseguimos isso. Eu me esforcei e sofri por causa disso" disse Brolin na entrevista que deu ao Collider.


Sobre os vindouros filmes da X-Force, Brolin disse que "Eu acho que em algum momento no próximo ano ou logo depois disso falaremos. Depende. Tudo depende. Depende de como o Deadpool 2 se sairá, mas não acho que seja um tipo de negócio de faremos ou dará errado. Drew Goddard já é parte disso. Ele está dentro disso agora. Eu sei que ele e Ryan estavam se encontrando. Eu o conheci uma vez, e isso é todo tipo de coisa futura que sei. Como isso acontece, eu sei que eles estão se preparando, e eu sei que é algo que eu estou pronto para fazer. Quando isso começa a acontecer, eles vão fazer do jeito mais rápido possível. Eu acho que Drew Goddard está fazendo seu filme agora e então, uma vez que ele está meio enrolado com isso e quando esse filme sair, acho que estaremos prontos para começar o outro. "

Brolin ainda deixou entender um pouco do quão Cable estará presente em Deadpool 2. "Eu não vou dizer o quanto estou no filme, mas é a introdução dele, e acho que a sua introdução, mesmo nas pequenas promos e teasers que David me mostrou, acho que é uma apresentação adequada. Acho que não estamos tentando esconder o fato de que este é o começo do Cable e absolutamente não é o fim. Penso que quando você é sensível sobre como você revela esse personagem há uma sensação de mistério nisso, então, quando finalmente conseguirmos fazer X-Force, você vai estar com esse cara todo o tempo no filme. Há muito a ser revelado. Há muito a ser revelado, mas há mais três filmes para revelar mais ".

Dirigido por David Leitch, Deadpool 2 traz de volta Ryan Reynolds no papel de Deadpool, T.J. Miller como Fuinha, Brianna Hildebrand como Míssil Adolescente Negasônica, Leslie Uggams como a Cega Al, Stefan Kapičić na voz de Colossus, e Karan Soni como o taxista Dopinder. Além deles, teremos Zazie Beetz como Domino, Josh Brolin como Cable, Julian Dennison num papel desconhecido, e Jack Kesy como o vilão, que muitos acham que seja Black Tom Cassidy. O filme chega aos cinemas em 1 de Junho de 2018.

Coveiro

Revelado um novo visual para o Thor que conhecemos


*Atenção! informações inéditas para o Brasil!

E se eu te disser que tem spoiler relacionado a revista do Thor número 700 a frente, você vai querer continuar lendo mesmo essa matéria? Depois, não vai falar que não foi avisado, hein!

Último aviso!

Agora foi!

A Marvel liberou uma imagem, uma página dupla, onde temos um emaranhado de imagens, dentre eles, o novo visual do Thor e, ao que parece, o destino final da Jane Foster, a atual Thor!


Odinson é convocado pelas deusas do destino, as Nornes, mas especificamente por Karnilla, Rainha dos Nornes. As Nornes precisam proteção contra Malekith, que já tentou atacar sua fortaleza. Como no interior do castelo, ficam os fios do destino de cada ser vivo existente, se o Malekith conseguir passar pelos portões do castelo, ele terá acesso ao destino de todos, inclusive o do próprio Indígno Thor.

Então, o filho de Odin decide atender ao chamado de Karnilla, porém, ele não tem forças suficientes para segurar por muito tempo as forças de Malekith e, no último instante, as Nornes partem para a briga também, armadas com o fio do destino de todos, enforcando os oponentes e, durante a briga, imagens do destino de todos que elas seguram são reveladas, mostrando o destino para "todos os Reinos, todos os deuses e todos os Thors ", que podemos presenciar na imagem acima. 

Pontos importantes a citar:

- Loki com a Manopla do Infinito;
- Loki, usando uma outra armadura, usando a arma do Carniceiro do Deuses, a Necro-Espada;
- Celestiais, um deles o que julga o destino das coisas, voltarão e parece que eles novamente vão investir contra a Terra;
- Thor com um braço dourado, segurando a Jarnbjorn com esse braço, e no outro braço, o que parece ser uma versão do Mjolnir dourado.
- Além de termos a Thor em pose como que partindo para atacar alguém, toda ensanguentada e com partes da sua armadura danificados, temos também a Jane Foster caída ao que parece ser a superfície da Lua. Aparentemente, estamos presenciando a morte da personagem;
- Temos Namor com uma coroa diferente também e com o seu tridente.

Parece que a edição 700 de Thor trouxe algumas mudanças realmente significativas. Literalmente, poderá ser o fim de arco, já previsto, e o começo de um outro! Nos resta esperar para sair essa revista de número 701 e termos mais respostas sobre isso tudo! A Thor 700 já se encontra a venda nas comicshops dos EUA!

Marcus Pedro

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Uma nova leva de fotos traz mais da dupla dos Heróis de Aluguel na segunda temporada de Luke Cage




Pelo visto a parceria que muitos fãs pediram vai se repetir muito mais que esperávamos na segunda temporada de Luke Cage. Eis que mais de 55 fotos das gravações externas trazem Finn Jones e Mike Colter juntos (ou brigando). E de quebra, Jones revelou em seu Instagram Stories hoje um pouco da tecnologia por detrás do seu Punho de Ferro. Confira:








E eis o que Finn Jones postou hoje:




Já estão confirmados na segunda temporada além de Mike Colter e Finn Jones, os personagens de Simone Missick, Theo Rossi, Rosario Dawson, Alfre Woodard, Thomas Q. Jones. E as novas adesões incluem Mustafa Shakir e Gabrielle Dennis como os personagens John McIver e Tilda Johnson.

Coveiro

Viúva Negra: Fechando as portas da Sala Sombria

Depois de usada e manipulada, Natasha Romanoff virou o jogo do Leão Choroso e derrotou o manipulador telepata Ilija Knezevic e seu primo grandalhão Platch Liev. Agora, nessa segunda parte do volume da Viúva Negra por Mark Waid e Chris Samnee, a Viúva Negra usará Ilija como um recurso a seu favor e era desfazer a nova versão da Sala Vermelha criada pela antiga diretora e sua filha, Reclusa, que era também uma rancorosa aluna na época em que Natasha também era treinada.



A história começa com Natasha e o Leão Choroso invadindo uma base aquática da nova Sala Sombria. No meio do caminho, revemos um flashback do passado de Ilija e Platch, em que a jovem Romanoff mata o tio de Ilija, um ioguslavo recém saído da cadeia,  fere mortalmente o primo Platch e só deixa o pobre Knezevic porque não o percebeu dormindo no banco de trás do carro. O garoto tem todos os motivos para odiar Natasha, e parece que ainda tem um ou outro ás na manga mesmo não podendo mais atingi-la telepaticamente. 

Já ao avançar no interior da base, topam com a Diretora e Reclusa. Natasha pede para Ilija roubar mentalmente todas as informações da velha sobre a Sala Sombria, mas a velha estoura a sua cabeça antes de ser totalmente invadida. O Leão Choroso só consegue poucas informações da morta, e a Reclusa é imprestável. Na verdade, ela achava que sabia de tudo, mas a Diretora não confiava de fato na filha pra dar a ela informações importantes. A Viúva deixou a mulher para trás, achava que mesmo ela a ameaçando, não era capaz de fazer muito contra ela.

Agora, a missão da Viúva Negra e do Leão Choroso era ir atrás de todas as novas garotas secretamente estavam espalhadas mundo a fora seguindo missões dadas pela Diretora antes de seu falecimento. E uma delas levou-as até a Casa Branca, onde uma excursão de escola tinha não só uma, mais três pequenas garotas treinadas e com a missão de matar o vice-presidente. Natasha invadiu o lugar com Ilija se passando como uma guia turística e quando a confusão estourou no dia, teve que se dividir em impedir que as meninas matassem civis e que elas fossem mortas pelos agentes da SHIELD convocados na hora. Acabou que as meninas foram detidas e entregues em segurança pra SHIELD afim de serem desprogramadas. Já Ilija foi levemente baleado por uma delas, mas numa das últimas páginas deste capítulos descobrimos que as outras crianças estão encarceradas e sendo controladas por seu primo Platch e sendo tudo parte de seu jogo.



Na pagina seguinte, Natasha é atraída para a afastada floresta onde seu antigo contato, Iosef, morava e o encontra assassinado. Como se não bastasse, depara-se com ninguém menos que o Soldado Invernal como prisioneiro dentro da cabana e a Reclusa como sua captora. Conhecendo todos os sistemas de segurança do lugar, Natasha consegue abrir uma alavanca que dava para um corredor subterrâneo e afasta o ferido bucky de lá rapidamente. No meio do caminho, os dois são perseguidos e confrontados pela Reclusa que dá trabalho e mostra que não deve ser ignorada como foi. No fim, ela acaba deixando-os para trás, mas não antes de deixar uma ameaça de retorno no ar. Já o Bucky veio até ali para dar um recado a ex-amante - Nick Fury, o original, quer falar com ela.

Daí, seguem para a lua numa velha nave a Nastaha, Bucky e também Ilija, que sem eles desconfiarem traz uma surpresinha na sua mala. E quando finalmente chegam na área mais desabitada do nosso satélite lunar, deparam-se com a figura decrépita, assustadora e presa a correntes do velho Nick Fury. Para quem não lembra, o Fury original se tornou o "Não Visto", uma maldição dada pelos Vigias desde que ele matou o Uatu para roubar seus olhos e segredos. Agora, Fury sabe demais, mas está condenado a não poder usufruir muito dessas informações. No começo, ele não parece querer dizer muito, o que provoca uma reação involuntária do Leão Choroso. O jovem Ilija tenta arrancar telepaticamente dele tudo o que ele sabe, mas o excesso de informações literalmente detona a cabeça do telepata.



Então, o "Não Visto" começa a escrever com os pés uma palavra em russo no solo lunar - Amizade. Apesar daquilo não significar muito para Bucky, Natasha sabe exatamente do que se trata. Nesse mesmo instante, sai da mala do falecido Ilija uma das jovem assassinas da Sala Sombria. A garota tenta decolar a nave para longe dali sem o Soldado Invernal e a Viúva. Os dois correm para impedí-la, mas também foram enganados pelo telepata agora morto ao pensar que tinham oxigênio suficiente para a viagem. Para conseguir alcançar a garota em fuga, Natasha cede parte de seu oxigênio para complementar o cilindro de Bucky e ele salva o dia.

Já na Terra, a Reclusa finalemente acha o esconderijo do Leão Choroso e vai até lá libertar as últims seis garotas. No caminho, topa com o silencioso Platch Liev e o mata junto com a ajuda das meninas. Agora, ela estava com a família de novo e seguiria finalmente os passos da mãe. E sua última missão de vingança era na secreta base da SHIELD chamada Amizade. Era o que Nick avisou a Natasha, a base de segurança máxima da organização que era capaz de deletar todas as informações secretas de posse da SHIELD com o girar de seis chaves diferentes na posse de seis encarregados.

Na penúltima parte dessa história, acompanhamos a corrida entre Natasha e as seis garotas enviadas pela Reclusa por essas chaves na base secreta. É interessante ver como as jovens em ação não olham mais a Viúva Negra como um mito, mas sim como um artigo velho e ultrapassado. Contudo, mesmo dando bastante trabalho para Natasha, a nossa heróína mostra que sua vasta experiência conta mais que tudo. Nesta caça de gatos e ratos, acabou que a Viúva foi ludibriada pela última garota de posse da chave e com a ajuda da Reclusa, auto-proclamada nova Diretora, elas conseguiram todas as chaves.



Para provocar Natasha, a nova Diretora instigou ela a matar uma das garotas antes que elas girassem a chave no minuto certo do relógio e assim impedissem a grande catástrofe na SHIELD. Romanoff sabia que aquilo era apenas um maneira de ela mexer com sua cabeça, já que a própria Reclusa poderia pegar a chave da criança morta e ela mesmo usá-la. Assim, Natasha pensou em outra maneira de usar a programação fiel das garotas a seu favor. Ela atirou no relógio, impedindo que elas conseguissem girar as chaves no minuto certo e não soubessem o que fazer. Em outro movimento, a Viúva girou uma outra chave de segurança do lugar e que causava uma inundação completa da base.

No meio do caos, todos tentavam se salvar e em meio a isso, Natasha e Reclusa tentavam convencer as jovens agentes a ficar a seu lado. Romanoff oferecia uma nova vida para todas, uma chance de serem felizes quando ainda tinham tempo. Já a Reclusa gritava ordens e exigia o respeito que deveria como nova Diretora. Acabou que a influência de Reclusa não era igual a da sua mãe e as meninas tenderam a ficar do lado da heróina. Reclusa foi presa, as garotas foram levadas para o programa de recuperação da SHIELD (e até Tony Stark ofereceu ajudá-la) e a Diretora Hill veio pessoalmente se retratar para Natasha. E no fim deu a ela uma dica, ela mesma poderia deixar de lado esse manto de Loba Solitária e confiar nas pessoas ao seu redor.

Assim, encerra-se de maneira bem bacana e redonda a passagem de Mark Waid e Chris Samnee com a Viúva Negra. Certamente, uma das histórias mais bacana da personagem, com excelente narrativa visual e que acaba se tornando bem relevante para a personagem. Apesar de ficar com um gostinho de querer mais, é evidente que foi o momento certo pra encerrar este volume. Fica redondo pra nossa coleção na estante.

Coveiro