THOR: RAGNAROK

Deus do Trovão e Golias Verde voltam a se encarar em Novembro

MARVEL LEGACY

Marvel une futuro em passado nesta sua nova fase

Nova Serie Mutante na FOX

Saiba as novidades de THE GIFTED

PLANETA HULK

A HISTÓRIA DO HULK QUE MARCOU OS ANOS 2000

Classicos do Wolverine

Relembre mais das melhores histórias do Logan

FUGITIVOS

Série de produção Marvel e Hulu começa a sair este ano

THOR: RAGNAROK

O Terceiro filme do Deus do Trovão e surpresa do ano é tema do nosso Podcast!

JUSTICEIRO

Saiba as novidades da série que sai em Novembro

INUMANOS

Confira o que o pessoal do 616 tem a dizer da série de TV dos Inumanos

PANTERA NEGRA

Conheça Wakanda em 2018

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Netflix divulga video com entrevista e bastidores da série do Justiceiro



Renovada para uma segunda temporada essa semana, Justiceiro acabou de ganhar um video especial com entrevista do elenco , dentre eles Jon Bernthal, Ebon Moss-Bachrach (Micro), Amber Rose Revah (Dinah Madani), Ben Barnes (Billy Russo) e o produtor Steven Lightfoot:

Pra quem não ouviu nosso podcast sobre a série, segue o link.

Coveiro

Infinity Countdown reúne portadores das novas Pedras do Infinito

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

Como foi dito anteriormente aqui, a revista dos Guardiões da Galáxia vai ser descontinuada depois da edição #150 para que o escritor Gerry Duggan se dedique a algo ainda maior. E ela começa com a série de publicações que servem de prelúdio chamadas INFINITY COUNTDOWN:



Já falamos aqui da Infinity Countdown: Adam Warlock, agora finalmente nos foi revelada a capa e resumo de Infinity Countdown Prime, com arte e capa de Mike Deodato Jr. Nela, já temos uma ideia de que seis mãos diferentes estarão portando as Pedras do Infinito (que são tipo versões mais rústicas das antigas jóias). Veja um preview de páginas:





 Em seguida, começa uma minissérie em cinco partes chamada apenas de Infinity Countdown.  Na capa de Infinity Countdown #1, já sabemos quem são os seis misteriosos portadores de cada pedra. Wolverine tem a pedra do espaço, que já vimos ele portando em Marvel Legacy #1. Capitã Marvel carrega a pedra da realidade. De algum modo, Gamora tomou de Peter Quill a pedra do Poder. Loki, que já aparecia atrás de alguma pedra em histórias recentes, pelo visto conseguiu a pedra da Mente em seu cetro. Já o Superskrull tem a posse da pedra do Tempo. Fica a dúvida aí se Adam Warlock ou Magus é quem está naquele corpo e detém a pedra da Alma. A arte ficou por conta de Aaron Kuder.



É uma composição deveras inusitada, o que deixa a história só mais curiosa para sabermos seu andamento pelas mãos de Duggan. Todas essas edições sairão entre Fevereiro e Março. E o roteirista já deixou em alerta que algo grande demais está vindo aí na Marvel, provavelmente em Maio para coincidir com o filme Vingadores: Guerra Infinita.

Coveiro

Lego dando spoiler de personagem em Guerra Infinita?


E parece que a Lego foi impaciente e acabou soltando o que talvez seria o spoiler que muitos fãs estavam esperando pra ver.

Parece que um usuário do Instagram, denominado jlejean, subiu fotos que mostram algumas figuras pequenas de Lego, que ele segura, uma das fotos acabou chamando bastante a atenção.



Até aí, tudo bem! Temos o Homem-Aranha, com a armadura que o Stark fez para ele, o Homem-de-Ferro e Fauce de Ébano. Logo abaixo da foto, temos também Doutor Estranho e o que parece ser o Banner. Agora que vem o spoiler de personagem! Se você não quiser ver, não continue o artigo!













Não diga que não avisamos!












Agora, lá vai! Só veja a foto abaixo!


Exatamante, parece que teremos sim as patas de metal do personagem, que apareceram nos quadrinhos na fase da Guerra Civil!

Vamos continuar de olho para quaisquer novidades que aparecerem! 

Fiquem ligados na gente!

Marcus Pedro

Iron Studios apresenta Série 5 da Art Scale da Marvel na CCXP 2017

Durante a Comic-Con Experience (CCXP), a empresa de colecionáveis brasileira Iron Studios apresentou a quinta série de estátuas baseadas nas versões comics dos personagens Marvel.




As estátuas, em escala 1/10, da linha Art Scale anunciadas são baseadas no personagens Professor Xavier, Duende Macabro, Hulk, Mística e Motoqueiro Fantasma. Elas serão lançados ao longo do ano de 2018, sem previsão do mês de lançamento de cada uma.





Hulk anunciado para a Série 05 da Art Scale Marvel Comics
Fonte: Marcelo Fernandes/Facebook


Durante o evento também foi anunciado que o Motoqueiro Fantasma será a figura da série que será vendida exclusivamente durante a CCXP 2018. Após uma série sem figuras do Homem-Aranha, a Art Scale volta a anunciar um personagem da franquia. Nos anos anteriores, foram lançados o Homem-Aranha, um variante com o Uniforme Negro, Duende Verde, Doutor Octopus, Rino e Venom.

Até o momento, a série Art Scale tem alternado em apresentar os heróis e vilões em suas versões clássicas (Wolverine, Thor, Capitão América) e modernas (Capitã Marvel, Mística).

O vídeo da apresentação da linha Art Scale da Marvel e outras franquias pode ser visto aqui.

Os protótipos das figuras ainda não foram divulgados.

Confira uma nova leva de artes da produção de Thor: Ragnarok


De Rei/Comandante Thor a um visual diferente mas bem fiel aos quadrinhos do Grão-Mestre, veja a nova leva de concept arts do filme Thor: Ragnarok divulgadas pelos artistasAndy Park e Jackson Szer a seguir:

This is a crop of a keyframe illustration I painted during preproduction of Thor: Ragnarok. It’s Hela vs. Thor in their climactic final battle! Poor Thor & his never-ending family problems :( At least he has cool friends from work :) This was done pretty early on when Hela’s powers weren’t clearly defined yet. I imagined her cape being more alive & always morphing into weapons or disappearing into shadows. It was also unclear if Thor would be wearing his helmet in this battle. Of course I was hoping he’d wear it...but I think I already knew he probably wouldn’t. Oh well. I’m just happy he wore it during his fight with Hulk. #thorragnarok #thor #hela #conceptart #keyframe #illustration #painting #digitalart #instaart #instagood #그림 #그림스타그램 #marvel #marvelstudios @chrishemsworth #cateblanchett
Uma publicação compartilhada por Andy Park (@andyparkart) em












Essa semana Thor: Ragnarok se estabeleceu como a sétima maior bilheteria do ano, e é o terceiro filme da Marvel Studios a passar dos 800 milhões em 2017. É de fato um marco também pra franquia do Deus do Trovão.

Coveiro

Jeremy Renner faz mistério sobre o novo traje do Gavião Arqueiro nos cinemas




Um dos personagem que ficou de fora do trailer de Vingadores: Guerra Civil, o Gavião Arqueiro parece que estará passando por grandes transformações no filme. Já é especulado que o personagem mudará de uniforme e talvez de codinome, além do já evidente corte radical de cabelo feito para Vingadores 4. E ontem, o ator fez mistério sobre tudo isso ao postar uma sombra sua com uma legenda falando de seu traje no dia:

Uma publicação compartilhada por Jeremy Renner (@renner4real) em


Dirigido por Joe e Anthony Russo, Vingadores: Guerra Infinita é a primeira parte da culminação de todos os filmes Marvel até então e por isso conta com um elenco vasto. Teremos nele Robert Downey Jr., Josh Brolin, Mark Ruffalo, Tom Hiddleston, Chris Evans, Chris Hemsworth, Jeremy Renner, Chris Pratt, Elizabeth Olsen, Sebastian Stan, Benedict Cumberbatch, Paul Bettany, Samuel L. Jackson, Cobie Smulders, Benedict Wong, Zoe Saldana, Karen Gillan, Vin Diesel, Dave Bautista, Pom Klementieff, Scarlett Johansson, Tom Holland, Anthony Mackie e muitos outros. No Brasil, o filme chega em 26 de Abril de 2018.

Coveiro

Negociações com Woody Harrelson e mais fotos das gravações de Venom


Mais um nome parece que se junta ao elenco de Venom esta semana. Segundo a Variety, o ator Woody Harrelson (de Jogos Vorazes e Solo: Uma história de Star Wars) estaria em negociações finais para o papel de um tipo de capanga. Além dessa novidade, novas fotos de gravações externas mostram Tom Hardy em uma moto. Confira:




Curiosamente, Harrelson voltará a se reunir com o diretor Ruben Fleisher para esse filme. Os dois estiveram juntos em Zombieland. Além deles e Tom Hardy, os nomes de Michelle Williams, Riz Ahmed, Jenny Slate , Reid Scott e Scott Hazer são citados como parte do elenco, mas nenhuma confirmação oficial foi dada ainda.

Coveiro

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Segunda temporada de Justiceiro confirmada


Em sua conta no twitter, a Netflix acabou de confirmar a segunda temporada para a série bem elogiada do Justiceiro!


Na descrição do tweet está "Hora de recarregar". Jon Bernthal retorna na pele de Frank Castle para fazer justiça e punir os delinquentes!

Da minha parte, meio que já esperava essa confirmação, uma vez que a série fez uma boa apresentação em sua temporada e o material é muito bom! Para quem quer saber mais a nossa opinião e resumo da série, ouça o Inominata616 - Justiceiro

A grande pergunta que ainda não cala: será que o Tucão vai tomar mais tabefes?

Marcus Pedro

Gwyneth Paltrow deu spoiler de Vingadores 4?



*PAREM AS MÁQUINAS! EXTRA EXTRA EXTRAAA!!!

E a atriz Gwyneth Paltrow, que faz o papel de Pepper Potts, parece que soltou uma foto que aparenta ser um grande spoiler para a personagem dela e algo esperado pelos fã desde Homem de Ferro 3. Preparem-se!


Como puderam ver pela foto acima, que é do perfil do Instagram da atriz, ela está uma cama, com oriental, talvez seu treinador de coreografia, usando calças de captura de movimentos! Isso poderá ser um indício da, finalmente, aparição da Resgate? 


Durante a produção de Homem de Ferro 3, houve conversas de que existia o roteiro inicial aprovado, onde teríamos a aparição de Resgate no filme e teríamos uma vilã, que era a ideia do próprio Feige, porém, que foi barrado pelo Perlmutter por alegar que action figures femininas não vendiam e ninguém gostaria de ver um filme com uma personagem feminina como protagonista! Porém, não ficamos sem a referência para a personagem no filme, o que foi muito legal, mas que poderia ter sido épico! E eis que parece que, em Vingadores 4 (até termos um nome oficial), teremos essa personagem nas telonas. Vale lembrar que a personagem possui também uma IA, que é o JARVIS, porém, no MCU, ele se torna o Visão.

E aí, animados para essa sequencia, que mal vimos ainda o Vingadores Guerra Infinita e que, assim como eu, já estou achando épico? Comentem suas teorias e vamos espalhar essa novidade maravilhosa!

Vingadores 4 (sem título oficial ainda) tem data prevista de estreia em 3 de Maio de 2019. Vingadores: Guerra Infinita chega nos cinemas brasileiros 26 de Abril de 2018!

Segura, coração!

Marcus Pedro

Mais detalhes sobre o personagem de Julian McMahon em Fugitivos



Quem assistiu o quinto episódio dos Fugitivos que saiu na semana passada pelo Hulu, já sabe que finalmente o personagem de Julian McMahon deu as caras. Ele, que já foi o Doutor Destino do Quarteto Fantástico da Fox, deixou até escapar um easter egg bacana logo na sua primeira aparição como o misterioso Jonah num flashback. E agora, que finalmente ele "ressurgiu" no presente ao final do capítulo anterior, o ator resolveu conversar com o site Comic Book sobre qual seu papel na trama principal desta temporada:

"Você sabe, Jonah entrou na série especificamente, penso eu, para mudar o tipo de estrutura narrativa do seriado em uma direção que nós não estávamos prevendo. Dentro do personagem Jonah, acho que vemos quase dois personagens diferentes, porque temos alguns flashbacks. Eu acho que você o viu no último , que seria ele vinte anos antes, dezoito anos antes ou algo assim, onde ele entrou em contato com os personagens dos pais pela primeira vez. Então nós conseguimos ver algumas desses tons diferentes, que é realmente a gênese para o personagem. Ele é muito carismático, impetuoso, um cara dos negócios. Tem uma necessidade de cumprir os seus objetivos e irá fazer acontecêlos a qualquer custo" explicou Julian McMahon.

Então, vamos conhecer o Jonah com quem lidaremos no resto desses episódios, que é o cara de hoje. Depois de passar por essa experiência de quase morrer que ele teve ... ele teve essa experiência, essa experiência que é um tipo de renascimento numa base bastante consistente, e tudo funcionou sem problemas ou o que quer que fosse. Mas isso muda esse personagem, que estava são e que nós meio que voltaremos a ver mais em outros flashbacks, e ele muda para algo mais ... digamos que um tipo de cara consciente, talvez reflexivo, talvez mais introspectivo. No entanto, ainda existe ali o cara que sente que deve realizar o lhe foi incumbido para realizar. Você está conhecendo alguém que também está sendo desafiado emocionalmente, e esse é o tipo de personagem dos dias atuais que podemos ver na série.

"Acho que o seriado tem alguns flashbacks. Certamente, salta em torno do tempo, mesmo em cenas em que não estou, mas certamente tem elas com meu personagem. Eles fazem de tal jeito que eles queriam estabelecer quem ele era originalmente, particularmente no que diz respeito à sua relação com os pais. A maioria dessas coisas serão mostradas através de flashbacks. Obviamente, é a melhor maneira de fazê-lo! Então, você conhecerá esse cara, mas então você vê o cara atual e, como eu disse, ele é um indivíduo diferente, mas ele está vindo para agitar a dinâmica da série e ele realmente faz isso. Nós também iremos revelar diferentes elementos sobre quem ele é e o relacionamento que ele tem com todos. Isso evolui a cada episódio e se torna mais completo e profundo à medida que entramos nas últimas partes da série.

Sobre a ligação com os personagens dos pais, o ator disse que "ele tem uma conexão com todos eles, e são todas de maneiras completamente diferentes. Há alguns momentos em que você acha que está indo em uma direção, então, de repente, ele gira e se dirige na outra direção. Isso, para mim, é a parte mais emocionante disso, está atuando em algo que é - não apenas em termos de personagem, mas em termos de história - tão imprevisível". Já sobre a próximidade que tem com a personagem de Leslie Dean. "Bem, aquela foi a minha primeira cena no set. Tinha acabado de entrar naquele ambiente, todos trabalhavam juntos já por um tempo, e ela era uma profissional absoluta. Ela era completamente prestativa e adorável. Eu não poderia ter pedido uma co-estrela melhor naquele momento".

"Então Jonah teve uma conexão com o Orgulho por um longo, longo tempo. Sua missão poderia mudar, mas ao mesmo tempo permanecia razoavelmente consistente. O que acontece agora, por causa dessa experiência de quase morte e por causa de seu senso elevado de ... Não sei se é de si mesmo ou é a necessidade de fazer as coisas até o fim da vida. Seja lá o que for, ele possui isso agora. Isso torna as coisas muito mais necessárias. Isso torna as coisas muito mais imediatas. Tudo se torna elevado por seu desejo de realizar o que ele precisa e tem que ser rapidamente, e isso o impulsiona até o final do seriado" expicou o ator. Quando foi perguntado sobre o que seu personagem achava dos sacrifícios que foram feitos para seu retorno, Julian McMahon disse que ele encararia aquilo como um "mal necessário para sua sobrevivência".

Ainda sobre o futuro da série, o ator adiantou algumas futuras cenas que veremos por aí. "Tenho que ter cuidado, porque não quero entregar nada, obviamente. Há duas coisas que eu realmente gostei muito. Há algumas cenas com Jonah e todos os pais que estão tão bem escritas. Eu não vi o corte final, então nunca se sabe, mas foi tão dinâmico e engraçado, triste e interessante. Esses tipos de coisas foram todas escritas nessas cenas de casal que todos nós fizemos juntos. Todos os pais são apenas personagens tão grandes para si mesmos que eu realmente ... Eu apenas lembro de assistir todos quando estávamos realizando e pensando: "Oh, isso é realmente divertido, interessante e diferente." Eu gostei de vê-lo no set, então eu Espero que se traduza na tela. Tenho certeza que sim" disse.

"A outra foi o que fiz com as crianças. Mais tarde, eu tenho algumas cenas com todas as crianças. Mais uma vez, eles são diferentes dos pais, obviamente, mas são todos indivíduos únicos, personalidades completamente diferentes e aparências diferentes, estilos diferentes e coisas diferentes. É uma espécie de capa do livro de quadrinhos, de uma maneira que eu sempre pensei que fosse interessante. Tem um tipo de dinâmica com a qual gostei muito de contracenar com as crianças" prosseguiu.

Em Fugitivos, temos um dos elencos mais vastos de protagonistas, dentre eles Rhenzy Feliz, Lyrica Okano, Virginia Gardner, Ariela Barer, Gregg Sulkin, Allegra Acosta, Ryan Sands, Angel Parker, Brittany Ishibashi, James Yaegashi, Kevin Weisman, Brigid Brannagh, Annie Wersching, Kip Pardue, James Marsters e Carradine.

Revelada qual será a participação de Stan Lee na série dos Fugitivos

Tava achando que o Stan Lee não apareceria mais nas séries de TV da Marvel? Taí a prova do contrário. A revista Entertainment Weekly divulgou a primeira imagem da apariçao do "Cara" num vindouro episódio de Fugitivos, série da Marvel lançada semanalmente pelo canal de streaming Hulu:




Pela descrição da matéria, Lee será um motorista de limosine. O produtor da série, Josh Scwartz contou a EW que "ouvimos algo sobre ele potencialmente estar interessado em participar. Então, uma vez que estávamos gravando Los Angeles, pareceu mais possível convocar ele. Então, criamos vários cenários em que seria engraçado contar com ele.

A outra produtora, Stephanie Savage, revelou no entanto que a participação original de Lee na série seria um tanto diferente. "Estávamos tão animados, o elenco, a equipe, foi um grande dia" disse ela e contou que originalmente colocariam Lee como um artista famoso excentrico do tipo Hugh-Hefner, cercado por mulheres. "Daí, decidimos que seria melhor se ele fosse algo mais misterioso como se dirigisse uma limosine.

O novo episódio de Fugitivos, Misguided, entrou hoje na plataforma Hulu.

Coveiro

Último episódio de The Gifted deste ano traz mais referências dos quadrinhos




Ontem rolou o último episódio deste ano de The Gifted, que muitos consideram até mesmo como uma espécie de Mid-Season Finale. Agora, a série só volta em Janeiro, mas já deixou muita gente na expectativa pros últimos episódios. E já temos inclusive um clipe do que vem por aí em 2018.

Dentre as novidades que o último episódio que foi ao ar revelou é a existência de mais um grupo de vilões mutantes conhecido dos fãs. Depois de citar a Irmandade de Mutantes e a Frente de Libertação Mutante, o episódio "outofX" coloca o Clube do Inferno neste seu vasto universo. No episódio, os protagonistas Lauren e Andy Strucker descobrem que seus antepassados, os Fenris, eram membros do Clube do Inferno até serem confrontados pelos X-Men. O curioso aqui é que em algum momento a FOX chegou a especular em criar uma série do Clube do Inferno, mas o projeto foi colocado de lado e The Gifted entrou em seu lugar. Podemos esperar um Spin-off vindo aí.

Outra referência curiosa no episódio foi citar o indestrutível metal adamantium e o lugar de onde ele veio, uma instalação do governo abandonada em British Columbia, Canadá. Duas referências bem claras a história do Wolverine. O metal é citado como sendo o material de uma cela especial das indústrias Trask e é para onde os gêmeos Struckers são levados para alguns testes quando capturados pelas forças especiais.

E já temos também um vídeo do próximo capítulo:


E o site ComicBook andou conversando bastante com a atriz Emma Dummont, insistindo em saber mais detalhes do futuro da série e até mais referências com os quadrinhos. Em dado momento, perguntou se a personagem Polaris usaria em algum momento seu característico adorno na cabeça como nos quadrinhos. "posso dizer que, agora que temos uma telepata no seriado, espero tentar convencer meu produtor, Matt Nix, a me dar aquele marcante adorno de cabeça da Polaris, mas ainda não houve um instante na série em que justificasse ela usar aquilo. Mas eu espero que Esme tente ler minha mente para justificar eu usar meu próprio elmo".

O site também falou com Blair Redford e Sean Tale sobre questões familiares em torno dos seus personagens. "O grupo mutante é a família dele agora" disse Redford e Teale emendou. "Eclipse está procurando eles por um longo tempo. E eu acho que ele (o Pássaro Trovejante) tem um irmão perdido a anos. Lorna Dane não tem seu pai, Magneto, porque eu acho que ele seria algo caro demais". O site então perguntou se o irmão perdido de James Proudstar seria o Apache (que já apareceu nos cinemas na pele de Booboo Stewart em X-Men: Dias de um Futuro Esquecido. "Sim, seria ele. Mas só o tempo dirá se nós vamos seguir atrás dele" disse Redford.

"E nós vamos ter um filho, eu e Polaris. Estamos procurando formar juntos essa família. Então é realmente a união dos dois. O nosso caso só é um pouco menos convencional, um pouco mais peculiar, mas é uma família, então a colisão destes dois cria muita fricção, cria muitas fraturas, mas também como nas famílias, eles se ajudam e se ensinam e se integram ainda mais. E temos a família dos Strucker. Esta é outra família que as pessoas não percebem que está fora do lugar, e espero, que isso represente bem as pessoas porque é tão diversificado. Nós temos Jamie Chung, e Blair e eu que também tem descendências diferentes, e Lorna também, então é bastante divertido que todos nós possamos nos unir e ser tão próximos e amados" disse Sean Tale.

Coveiro

Hugh Jackman e James Mangold comentam a compra FOX pela Disney



Com o avançar das notícias sobre a aquisição da Fox pela Disney, muitas celebridades começaram a se manifestar sobre o assunto. E recentemente, foi o caso de Hugh Jackman e o diretor de Logan, James Mangold falarem a respeito. Confira:

"É interessante porque durante esses 17 anos eu continuei a pensar que seria tão bom, que eu adoraria ver, particularmente, o Homem de Ferro e Hulk e Wolverine juntos" Jackman disse ao Collider. "E toda vez que via um filme dos Vingadores, eu podia ver Wolverine no meio deles dando um soco na cabeça de todos. Mas era algo como, 'Oh, bem, isso não vai acontecer', e foi interessante quando vi pela primeira vez essa manchete. Eu pensei apenas na possibilidade disso e quem sabe o que vai acontecer, obviamente - eu estava tipo me segurando. Mas acho que, infelizmente, o tempo acabou para mim, mas para outra pessoa eu gostaria de ver Wolverine lá com eles".

Já James Mangold pareceu preocupado com os futuros filmes acertados entre ele e o estúdio Fox. "Se eles realmente estão mudando seu mandato, se o que supostamente eles deveriam fazer, mudar, isso seria triste para mim, porque isso significa apenas menos filmes pra mim. Eu apenas espero que isso termine de um jeito positivo em termos de filmes" disse o diretor ao Deadline sobre a questão da compra.

"A verdade é que quando você faz filmes de alta censura, nos bastidores, o estúdio tem que se ajustar à realidade de que não haverá McLanches Felizes, não haverá bonequinhos para crianças. Todo o merchandising, todo o lado de lucros paralelos de vender um filme para crianças estará morto antes mesmo do filme começar. E quando isso está morto, quer dizer que você estará fazendo um filme adulto" disse ele e concluiu "Nós já cooptamos essa ideia de que esses filmes não são realmente histórias, mas são entidades mercadológicas", observou Mangold. "Você não pode matar os personagens porque eles valem muito dinheiro".

Alguém mostre ao Mangold que o que a Marvel e a Netflix andam fazendo com suas séries pra ele se acalmar.

Coveiro

Guerra Civil II 02: A salva-guarda de Bruce Banner

Se a questão envolvendo as previsões do Inumano Ulysses já não fossem polêmicas o suficiente entre a comunidade de super-heróis, o mal-sucedido ataque a Thanos que culminou na morte do Coronel Jim Rhodes foi o estopim que faltava para dividir os lados. Tony Stark acredita piamente num futuro fluído e que nós é que construímos, descartando qualquer hipótese de que o destino já é pré-definido, e culpa Carol Danvers por ter levado a morte do amigo por uma visão de um futuro incerto. Agora, o Homem de Ferro fará de tudo para provar que as visões de Ulysses são uma farsa, mesmo que entre em Guerra com toda a comunidade Inumana.



Nova Attilan foi avisada de que corre o risco de ser invadida, mas mesmo preparada, ela não pode deter o Homem de Ferro em sua armadura camuflada. Quando chega a porta do quarto do garoto, Tony é abordado por Medusa e uma briga começa entre os dois. Com um disparo elétrico, Stark toma a vantagem. Em seguida, surpreende os demais companheiros da Rainha que não podem deter aquele homem determinado. Enquanto uma de suas armaduras foi sacrificada explodindo ao redor, Tony despistou todos e levou Ulysses para um de seus laboratórios pessoais para avaliá-lo.

O primeiro lugar pra onde os Inumanos foram foi a Torre Stark, mas para evitar que um irritado Karnak a derrube do que para encontrar o Homem de Ferro e Ulysses. A Capitã Marvel, junto com os Supremos e alguns Vingadores, chega momentos depois pedindo ponderação pra sua amiga, a Rainha Medusa. Afinal, eles perderam uma vida ainda hoje. Juntos, eles decidem procurar Stark e tentar uma solução pacífica para o caso.

Já num dos seus muitos galpões secretos, Tony Stark despertou Ulysses e deu início a bateria de seus testes. Nem todo o fanboyzismo de Ulysses amenizou a irritação de Stark, que recorreu até mesmo a machucar Ulysses para ver como seus poderes se ativavam.A grande questão ali para Stark era saber se o garoto via o futuro que se concretizava, ou de algum modo as visões de Ulysses influenciavam o andamento das coisas. Essa ideia colocou dúvidas até mesmo no Inumano.

Então, os alarmes tocaram antecipando a chegada da Capitã Marvel e o restante dos heróis. O Mjolnir abriu um rombo na parde, e Carol encarou Tony pedindo para ele parar. Na tensão do momento, os olhos de Ulysses mudaram e ele teve mais uma visão. E a visão dele acabou atingindo tdoos os presentes também. Nela, o Hulk, o originall, matava um parte dos heróis ali reunidos. Na última cena dessa parte, temos Carol fazendo uma visitinha ao Hulk.

Seguimos então pra segunda parte dessa edição, num tribunal, já com a impactante notícia de que Bruce Banner morreu. A corte pede que Carol conte em detalhes o que aconteceu e aí a história volta até o momento em que Stark e Danvers foram visitar Banner em seu laboratório. Bruce, que já estava um tanto tenso, se apavorou quando do lado de fora do lugar estava cercado por uns 20 super-poderosos.



Banner pareceu preocupado com a situação e até mesmo temeu se teve algum episódio "hulk" que não lembrava.  Foi quando então explicaram tudo sobre o Ulysses e como acabaram invadindo sem autorização os servidores dos computadores de Bruce para investigar mais. Doutor McCoy acabou descobrindo que ele estava voltando a realizar pesquisas com radiação gama, e Bruce insistiu que eram estudos justamente para evitar que ele voltasse a ser o monstro verde. Foi nesse momento de tensão que do nada uma flecha se projetou dos arbustos e varou a tempora do Doutor, matando-o na hora.



Descobrimos a partir daí que quem estava sendo julgado na corte era Clint Barton, que se entregou na mesma hora sem resistência. Barton afirmou que matou Bruce a pedido dele. O próprio Banner criou uma flecha resistente o bastante para matá-lo e pediu a Barton para usá-la na menor evidência de que o Hulk estaria voltando. Apesar de ninguém presente poder afirmar com segurança, Barton acreditou que viu uma fagulha do Hulk nos olhos do Banner naquele dia e atirou. Um video encontrado nos computadores do lugar usado pelo Banner confirmou o pedido estranho de Bruce e até mesmo parecia um testimonial gravado do próprio prevendo tudo. Matt Murdock, advogado da acusação, lembrou no entanto que não haviam sinais claro da transformação ainda.



Carol Danvers terminou o discurso se aproveitando da situação contraditória, disse que o pedido final de Banner foi atendido e que isso pode ter salvado muito mais vidas. Então, o uso de Ulysses foi mais uma vez questionado, desta vez na própria cortê. A Capitã então listou todas as últimas ações do grupo antecipadas por Ulysses, todas foram um sucesso. Quando chamado para se pronunciar, Stark parecia ainda mais irritado do que antes. Agora, eram dois amigos seus que morreram por consequência direta de tais visões.

O resultado do final do Julgamento ficou pra próxima edição. Stark, inconformado, ficou esperando os últimos testes realizados em Ulysses rodarem. E o que quer saiu dele, deixou Tony de olhos arregalados. E assim encerra-se a segunda parte da minissérie que agora sai pela Panini, feita por  Brian Michael Bendis e David Marquez. Apesar do ritmo vagaroso, tem mais um ponto interessante no tema a ser trabalhado com a impactante morte dessa edição, fora a arte linda do desenhista.

A edição vem ainda com uma primeira parte de uma história protagonizada por Nick Fury Jr com roteiro e arte de Declan Shalvey que é muito legal. Mostra o agente contra uma facção comprometida da SHIELD e usando um traje cheio de recursos contra os inimigos.

Coveiro

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Mais sobre a Jean, Magneto, Ciclope e a misteriosa vilã de X-Men: Fênix Negra



A revista Entertaiment Weekly da semana passada realmente veio cheio de novidades para o filme X-Men: Fênix Negra. As matérias nelas contidas começam a sair aos poucos online e descobrimos mais informações sobre o papel da Jean, da misteriosa vilã, de Magneto e Ciclope na trama. Confira:

"Eu realmente quero destacar a força das mulheres nos quadrinhos e das atrizes que temos e que a história central requer" disse o produtor e diretor, Simon Kinberg. Em algum ponto em Fênix, Mística de fato faz piadas com o Charles que o nome do grupo deveria se chamar na verdade X-Women devido ao fato de nele vermos mais membros mulheres do que homens.

"É muito eletrizante. Eu acho que tem tanta revolução nos filmes de super-heróis. Eu sinto que esse filme será uma revelação porque está sendo um drama mas também a heroína é uma mulher e tem também uma vilã. É realmente sobre relações sobre mulheres nesse filme, especialmente com a personagem de Jessica Chastain. Realmente é interessante ter essas duas personagens sendo os grandes personagens neste filme e ambas sendo mulheres e cheio de camadas e tão complexas" disse a atriz Sophie Turner.

A própria Jessica Chastain já definiu sua vilã como alguém "muito mais esperta do que nós" e em outro trecho da matéria disse que "sempre quis fazer um filme de uma grande franquia de quadrinhos mas sempre teve problemas com as personagens femininas dos filmes que lhe ofereceram papéis antes. Eu realmente estou grata com esse roteiro porque parece que é algo que se distancia da normal. Esse aí realmente passa no teste de Bechdel e eu de fato não sei quantos filmes de super-heróis podem dizer o mesmo quanto a isso" comentou.


Ainda segundo a revista, o único mutante que nunca deixa de ficar ao lado da Jean é Scott (Tye Sheridan), o Ciclope.  Ele é uma versão muito fiel do Ciclope que nos quadrinhos originais da saga da Fênix Negra vemo Ciclope azendo de tudo para salvar a Jean. Já o diretor Simon Kinberg, descreve "que esse relacionamento, é do tipo matar ou morrer por ela, é parte do grande núcleo emocional do filme. Também faz com que Ciclope comece a tomar aquele ar de líder".

Já o status quo de Magneto foi finalmente revelado. "Uma confusa Jean Grey vai até Erik Lehnsherr, o mutante foragido que se separou dos X-Men ao final do Apocalypse e agora vive em uma ilha chamada Genosha, um nomeque certamente os fãs dos quadrinhos irão reconhecer. "Ele criou este lugar para mutantes que não tem um lar para onde ir. Eles tem que trabalhar como uma comunidade, mas na verdade é um lugar seguro para eles e que eles serão aceitos" disse Fassbender a EW.

Com Simon Kinberg assumindo o papel de diretor, o filme chega aos cinemas em 2 de Novembro de 2018.

Coveiro

CCXP 2017: Sony libera imagem oficial de "We are Venom" do evento e mais informações do filme

Quem leu nosso resumo sobre o painel da Sony em que foram divulgadas as primeiras informações oficiais do filme já viu que uma bandeira imensa com uma imagem promocional do filme foi desenrolada sob todo o auditório. Hoje, essa imagem foi liberada na internet pra vocês:




Além disso, o jornalista do Collider que estava no evento falou que durante a exibição do video com o diretor do filme Ruben Fleischer e Tom Hardy, não só a minissérie Protetor Letal foi citada como influência. Ele colocou que o arco de histórias Planeta dos Simbiontes seria outra inspiração. Isso pode já indicar que não só o Venom pode ter alguma origem interplanetária como também vários outros klynthares podem sair contaminando as pessoas por aí.

Venom estreia em 5 de outubro de 2018.

Coveiro

Pantera Negra ganha poster em Português e trailer Japonês.



Durante esses dias de evento em São Paulo, Pantera Negra acabou ganhando no final de semana mais um poster com arte nova e em português. E hoje saiu um trailer em Japonês com cenas novas. Confira tudo a seguir:





Com direção de Ryan Coogler, o filme do Pantera Negra conta Chadwick Boseman (T'Challa), Lupita Nyong’o (Nakia), Michael B. Jordan (Erik Killmonger), Danai Gurira (Okoye), Forest Whitaker (Zuri), Daniel Kaluuya (W’Kabi), Winston Duke (M’Baku), Letitia Wright (Shuri), Andy Serkis (Ulysses Klaue) e Martin Freeman (Everett Ross). O lançamento é 16 de Fevereiro de 2018.

Coveiro

CCXP2017: Masterclass - Carlos Pacheco


Aqui vamos iniciar a segunda parte do Masterclass, onde teremos a apresentação do artista Carlos Pacheco, o espanhol que conquistou um espaço ao sol da Marvel e que é carregado das referências. Num formato bem mais de uma palestra ele vai nos levar por uma linha do tempo, que vai desde suas referências a artistas europeus, passando pelo Jack Kirby até fase pós Jim Lee.

Masterclass Carlos Pacheco


Carlos Pacheco começou sua Masterclass contando que sua exibição não é muito sobre como é o processo de arte dele, ou como foi a vida dele antes de se iniciar no mercado de quadrinhos, mas será como entender a visão dele do que é quadrinhos e para isso, será necessário mergulhar nas suas referências de outros artistas que o influenciaram, para construirmos a consciência de como ele enxerga a arte para os quadrinhos e o que realmente é essa forma de visualizar a arte narrativa. Mostrou exemplos visuais do que não são quadrinhos e o que são quadrinhos, passando para uma série de exmeplos, logo em seguida, de quadrinhos europeus que o influenciaram em sua carreira, que ele passou rapidamente.



Primeira influencia Marvel, foi Jack Kirby, com suas texturas de fundo e dinamismo dos quadros. Mesmo que Kirby não seja o melhor exemplo em construção anatômica de personagens, mas seus cenários, planos de fundo e cores berrantes nos fazem imergir e vislumbrar toda a maravilha de sua obra.


Outra grande influencia é o de Neal Adams, com relação ao estilo mais realista, onde as proporções são mais corretas, mas ainda guardam uma simplicidade em questão de detalhes, para não atrapalhar o dinamismo do trabalho. Na questão de layout de páginas, ele exmeplificou a maneira como ele trabalha os requadros horizontais e os verticais, quebrando o conceito básico de construção de páginas. Fazendo um complemento nesse ponto, os últimos trabalhos do Pacheco tem uma forte referência a Neal Adams nesse ponto de layout de página, onde ele deixa muitos requadros horizontais, quebrando no fim com um requadro pegando de fora a fora da página!


Outro artista que ele acredita que é o melhor até hoje que passou pela Marvel é o John Buscema. Tanto anatomia, com a devida preocupação com a silhueta do personagem e suas proporções, quanto a narrativa, pra ele, John Buscema era o ponto alto da Marvel dos anos 60/ 70. Entretanto, o que realmente chamava atenção para o trabalho do Buscema era a valorização da humanidade dos persoangens, onde o artista se preocupava em deixar os personagens em poses fortes e exagerados que os tornassem icônicos, o que fez a Marvel, com o tempo, adotar isso como uma espécie de regra para os novos artistas, acrescentando esse detalhe ao estilo Marvel de construir quadrinhos. Outro detalhe a ser pontuado é a questão de como construir o movimento do personagem. Pensei em uma animação e seus vários quadros de movimentos. Partindo disso, perceba que você tenha uma ação inicial, uma ação intermediária e uma ação final. No meio de tudo isso, você tem a transição do movimento que conecta tudo isso. De acordo com o estilo Marvel, você só precisa usar a ação inicial e/ou final. Nunca a ação do meio, porque ela não transmite toda a energia necessária para aquela cena. Isso é parte do método Marvel. Pacheco diz também que mais detalhes, que é para todos os presentes procurarem o livro Como desenhar no estilo Marvel, que já se encontra a venda no nosso país.


Após ele apresentar uma série de imagens de outros artistas que o influenciaram, como Gene Colan, John Romita Sr., ele chegou a fase Jim Lee que, para ele, foi um divisor de período de estilo, tanto gráfico quanto narrativo. O ponto mais marcante que ele diz que destacou o Jim Lee é o olhar diferenciado quanto a fazer poses masculinas mais intensas, trazendo novas silhuetas e acrescentando muito da cultura oriental. A preocupação quanto a detalhes, simplificações de elementos em  determinadas situações, as linhas de movimentos, tão característicos dos mangás, tudo isso fez com que a indústria dos quadrinhos tivesse uma nova visão de como fazer seu material. Então, para Pacheco, os quadrinhos americanos tem esses dois períodos, antes do Jim Lee e após o Jim Lee. 


Foi citado também Barry Windsor-Smith como um grande exemplo de artista para a construção de cenários, incorporando para o story-telling mais um elemento como um tipo de personagem atuante. Preocupação quanto a detalhes e realmente caracterização a ponto de até mesmo reconhecermos a referência do determinado lugar.

Walter Simmonson e Frank Miller são citados também como exemplos de ótimos storytelling, ambos, a sua maneira, quebrando regras básicas de leitura em prol da narrativa mais dinâmica.

A partir desse ponto ele começou a falar de seu trabalho ainda inédito no Brasil, Occupy Avengers, que teremos como protagonista principal, o Gavião Arqueiro, onde ele mostra a aplicação de toda a suas referências apresentadas. E posso te falar que realmente, faz todo o sentido dele ter apresentados suas referências primeiros e, vendo as páginas dele, entender como ele chegou naquela formatação e construção da página.


Uma das coisas legais que ele apresentou foi como ele reconstruiu o segundo personagem da história, o Lobo Vermelho, mostrando o visual clássico do personagem antes e como ficou agora. Ele ainda deu um destaque para uma curiosidade, que ele se sente que muitas outras indústrias parecem que se inspiram muito no visual antigo de personagens da Marvel e que, muitas vezes para ele, realmente ficam muito marcantes, citando o exemplo do personagem do jogo Assassin's Creed 3, Connor Kenway, que uma de suas roupas alternativas do jogo é muito próximo do visual do Lobo Vermelho.



Finalizando o painel, ele apresentou rapidamente seu método de ilustração, onde ele usa papel comum, faz rafes usando alguns materiais como lápis caneta, marcadores e depois, repassa toda a arte, de forma mais limpa, para o papel gabaritado do studio, no caso aqui, o da Marvel, através de mesa de luz! Ele deixou a entender que no próximo ano, ele retornará para passar mais de seu processo mesmo de criação de material, mas que adorou a interação com as pessoas do evento e ainda deu uma zoada no mediador, que aqui ele fez um papel de, segundo o artista, um "tradutor mediano"!





Realmente, esse foi um painel que foi muito mais uma aula de história sobre a visão de uma artista sobre a indústria dos quadrinhos, passando pelos artistas de renome ao longo dos anos até chegarmos ao entendimento sobre como é o trabalho desse artista que realmente é incrível e que fez esse redator ser muito fã ainda dos trabalhos dele.

Marcus Pedro


A volta de Gwen Stacy aos cinemas?



Durante a Comic Con Experience, descobrimos que não só Jon Watts voltará a dirigir a sequência de Homem-Aranha: De volta ao lar como também que as filmagens já vão começar no verão americano de 2018. Ontem, a novidade foi que o Omega Underground descobriu uma fita de teste de elenco pro novo filme feita por uma garota francesa. Mas que personagem ela estaria fazendo?



A garota que foi só identificada como sendo Louna Fournier está nitidamente fazendo seu papel como uma francesa cheia de sotaques falando inglês. Ela cita o nome de Peter e em outro momento que seu pai é o Capitão George Stacy. Ou seja, ela é a Gwen. Isso pode soar um pouco estranho para alguns fãs do herói, mas não se você puxar um pouco o histórico da personagem. Em dado momento, Gwendolyne Stacy se afastou das histórias do Homem-Aranha para passar uma temporada na Europa, mais precisamente a França. Ou seja, numa adaptação de sua história, nada impediria que a garota mesmo que americana, estudasse numa escola francesa e finalmente voltasse aos EUA (para morar com seu pai).

Por enquanto, são só especulações dessas ideias. Mas sendo a fita de testes verdadeira como parece ser, pode anotar aí um novo interesse amoroso do Peter vindo aí.

Coveiro

Thor: Ragnarok passa dos 300 milhões nas bilheterias dos EUA

Nos EUA, Thor: Ragnarok consegue a marca de 300 milhões arrecadados só no mercado americano. Isso é hoje 36% da bilheteria total do filme, o que mostra que os EUA é sim ainda o principal público a quem os filmes devem ser direcionados.



Com esses 301 milhões (pra ser mais exato) e os 532 milhões internacionais, o terceiro filme do Deus do Trovão totaliza 833 milhões arrecadados em apenas 38 dias exibidos nos EUA (e uma semana a mais em alguns países). Com isso, o filme passou a bilheteria da Mulher-Maravilha e é hoje a sétima maior arrecadação mundial. O próximo no pário seria Guardiões da Galáxia vol.2 com 863 milhões totais.

Com a estreia de Star Wars na próxima semana já, fica claro que Thor e demais filmes em exibição devem ter quedas volumosas na arrecadação, já que a maioria das salas devem se dedicar ao que promete ser o grande blockbuster do ano. Em todo caso, como já salientamos aqui antes, Thor 3, assim como Guardiões vol.2 e o novo filme do Homem-Aranha se sairam muito bem este ano, sendo certamente o primeiro ano em que todos os filmes que foram em cartaz pela Marvel Studios passaram dos 800 milhões internacionais e ainda chegaram aos 300 milhões nos EUA.

Coveiro

domingo, 10 de dezembro de 2017

CCXP2017: Masterclass - Arthur Adams


Para aqueles que são curiosos para saberem como é o formato de uma Masterclass com artistas numa comic con, eu passarei para você o que seria esse formato e por que ele são interessantes para quem são fãs dessas pessoas que fazem artes que muitas vezes nos fascinam! Foram duas que participei: a do Carlos Pacheco e do Arthur Adams. Ambos compartilharam um pouco de suas vidas e experiência, porém, cada um a sua maneira! Enquanto o formato do Arthur Adams foi mais um bate-papo e histórias engraçadas sobre como ele se tornou o que é, Carlos Pacheco nos fez mergulhar no seu mundo visual de referências de outros mestres dos quadrinhos e compartilhando o que ele entende o que é de fato histórias em quadrinhos e como isso o fez crescer como o artista que é hoje. Como o assunto será longo, eu dividirei esse tópico em duas partes. Essa primeira focada no Arthur Adams e a segunda focado no Pacheco. A mediação de ambos os Masterclass foi realizado pelo artista brasileiro, agenciado pela Chiaroscuro, Márcio Fiorito. Fotos foram tiradas pelo redator presente, Marcus Pedro.


Masterclass Arthur Adams

Começou com o bate-papo com o artista já dizendo como ele ingressou para o mercado de quadrinhos e que nos dissesse um pouco de sua história antes da Marvel. Ele começou dizendo que antes dele entrar para a Marvel, ele trabalhava como pizzaiolo e que estava indo até bem. E que, entre uma folguinha e outra, ele procurava fazer umas artes e páginas testes e procurava sempre enviar para Marvel. Teve um dado momento que alguém da Marvel abordou ele e mostrou uma página simples, do Colossus e Noturno lavando louças! Isso foi o suficiente para atiçar a curiosidade do representante da Marvel para ver como se sairia o possível mais novo promissor artista da Casa das Ideias. Mesmo ele, com o tempo que já estava na pizzaria, que estava pra ser promovido para um cargo melhor, ele preferiu pedir demissão e arriscar de vez o mundo dos quadrinhos. Foi assim que surgiu o fenômeno Arthur Adams. Seu primeiro maior sucesso foi com o título do Longshot e daí partiu para títulos mutantes, onde ele se consolidou como um grande nome na empresa.


Dentre as coisas boas de sua carreira, ele destacou que adorou trabalhar no título dos mutantes, que ele pode pirar do jeito dele. Entretanto, como todo profissional, ele também teve seus momentos de frustração. Quando ele foi convidado pra fazer o título do Quarteto, ele já estava imaginando altas loucuras e todo empolgado pra trabalhar com a família mais querida da Marvel. Porém, ao receber o roteiro, não foi bem assim. A história era sobre a formação de um outro Quarteto, cuja a formação era Wolverine, Sr. Tira-Teima, Motoqueiro Fantasma (Danny Ketch) e Homem-Aranha.


Após um tempo, onde ele ficou fora da Marvel, participando em outros projetos, um deles de monstro que ele gostou muito, o Monkeyman and O'Brien, para a Legend, ele voltou sendo capista para a Marvel onde teve um destaque absurdo! Devido o tempo grande que ele gasta pra produzir uma edição, ficou muito mais interessante ele desenvolver capas, onde ele tem um pouco mais de liberdade pra criar e desenvolver seu trabalho. As vezes, é arriscado ele fazer uma edição, como foi o caso de uma das edições de Guardiões da Galáxia, que teve a colorização direta em seu lápis.

Após ele explicar um pouco sobre seu método de trabalho, como ele recebe o briefing da editora, passa as rafes para a editora escolher, trabalhar em cima e entregar pronta, o mediador iniciou uma sessão de interação com fãs, onde poderiam fazer perguntas para o Art Adams.

Eu havia perguntado pra ele como foi o briefing para fazer as capas alternativas para a minissérie Phoenix Resurrection e o que ele achou de desenvolver isso, já que ele disse que adorava os mutantes. A primeira coisa que disse foi que não gostou muito, pois o briefing que ele recebeu não especificava que a Jean estaria na capa era a velha Jean. Ele tinha feito primeiro a jovem Jean com o cabelo curto e ele disse que sempre gostou da outra por ela ter cabelos grandes e ele sempre gostou de brincar com as formas do cabelo dela. Só na hora do feedback do editor, é que ele soube que se tratava da outra Jean e da outra personagem, a Fênix. A partir disso ele trabalhou as outras variantes.


Respondendo a um fã, ele disse que como ele agora produz as capas, ele não necessariamente trabalha mais só o lápis da arte. Agora ele tem liberdade de arte-finalizar ele mesmo, o que ele achou mais confortável. Um outro detalhe interessante, respondendo a um outro fã, é que ele disse que, ao fazer o tutorial de Como desenhar para a revista Wizard, que ele ficou surpreso ao receber o assunto do seu tutorial, que era sobre texturas. E ele ainda brincou dizendo que a mulher dele acha ele um péssimo professor, ainda mais motivacional, porque todo mundo que vai para ele perguntar qual o segredo para saber fazer o que ele faz, ele só vira e diz "pegue um papel, um lapis e desenhe! Só isso!" (nota do redator: eu iria xingar muito se fosse comigo! Hehe!)


Outra curiosidade que ele colocou, respondendo uma pergunta de fã e do próprio mediador, é que ele admira a arte de pessoas que ele não consegue copiar o estilo (outra nota do redator: @$&*%@!#$$%#$%¨#$!!! Isso foi muito eu!) Que ele uma vez, procurando testar mudar seu estilo, que ele estava estando o estilo de Alex Toth, que ele chegou a mostrar para um amigo para ver o que
achava e o amigo respondeu "está a mesma coisa que você desenha"! Imaginem a cara que ele fez no palco expressando a sua reação ao comentário desse amigo! 

Atualmente, ele havia dito no painel que ele estava desenvolvendo um projeto autoral, baseado em monstros. Entretanto, não deu detalhes sobre o projeto. E assim, nós temos o fim de um painel bem divertido e descontraído do grande e carismático artista Art Adams! Pelas palavras dele, ele adorou estar conosco e que ele é fã de muitos artistas brasileiros, como Rafael Grampá e que passou rapidinho pelo beco dos artistas e disse que ficou maravilhado com o tanto de diversidade de trabalhos e que ele gostaria muito de imitar muitas das coisas que viu!

Masterclass fantástico e com muito carisma. O artista saiu da sala recebendo todo o carinho do público! Acompanhe no próximo artigo, o Masterclass com o Carlos Pacheco, que promete um aula de como entender a mente do Capitão Referência!

Marcus Pedro