A SAGA INFINITO FINALMENTE NO BRASIL

Depois dos eventos catastroficos da Era de Ultron e de toda a desconfiança que as demais raças cósmicas tinham quanto aos terráqueos, já era de se esperar por alguma represália. E ela veio sob a forma do nome que até mesmo a morte se nega a aliar, Thanos. Mas quais são suas prerrogativas desta vez? E porque sua ofensiva esta atemorizando todos os demais impérios galacticos?

OS X-MEN SE ENFRENTAM NA BATALHA DO ATOMO

As confusões cronologicas dos X-Men começam também a repercutir nas suas vidas. Agora, passado, presente e futuro se chocam no mais novo crossover dos mutantes em A BATALHA DO ATOMO!

"Quem é vivo sempre aparece!"

Esse dito popular faz bastante sentido para a franquia mutante. O Mutação em Debate deste mês se propôs a discutir as mortes e as ressurreições nos X-Men. Ouça o podcast!

CONHEÇA ULTRON

A equipe do Marvel 616 foi além e resolveu que falar sobre a Era de Ultron não era suficiente! Era preciso ir mais além e resolvemos dedicar um programa inteiro sobre o robô e suas principais histórias com os Vingadores.

GUARDIÕES DA GALÁXIA

Eles são os seres mais casca-grossas do Universo para uns. Ou um bando de idiotas se perguntar a outros. Mas a verdade é que eles são a esperança da Galáxia e conquistaram a todos em Agosto nos cinemas. Drax. Gamora. Groot. Rocket. Quill. Os Guardiões da Galáxia.

X-Men e Vingadores se batem de novo!

A saga mais esperada do ano, pelo menos para os fãs dos mutantes, acaba de começar nos Estados Unidos, e o Mutação em Debate preparou o terreno conversando sobre o que Rick Remender veio preparando para desembocar em AXIS. Ouça o podcast!!

ORIGINAL SIN no Mutação em Debate

Mais uma megassaga Marvel chegou ao fim, e o Mutação em Debate dedicou um programa inteiro para discutir o que aconteceu na minissérie e nos principais tie-ins. Confira tudo o que o pessoal tem a dizer sobre Original Sin!

OS GUARDIÕES DA GALÁXIA CONQUISTAM O CINEMA

Dois Bandidos, uma assassina, uma maníaco e um lendário fora-da-lei. Você poderia até não dar nada por esse grupo, mas vai ter que confessar que foi surpreendido por essa fabulosa Opera Espacial nos cinemas! Guardiões da Galáxia é a nova mania dos marvelmaníacos e com todos os meritos!

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Drácula: A História Não Contada da Marvel


Essa realmente foi uma surpresa para mim. Não esperava esse tipo de lançamento. Para os fãs de quadrinhos de terror, é hora de conhecermos um pouco das antigas histórias da Casa das Ideias  do estilo. Com vocês: Coleção de Marvel Terror: A Tumba do Drácula.

Conforme noticiado pelo Universo HQ "Nos anos 1970, a Marvel Comics criou a sua própria versão do Drácula, a mítica criatura que se alimenta do sangue dos vivos. Algumas histórias dessa fase chegaram a ser publicadas no Brasil, em formatinho, a maior parte pelas editoras Bloch e Abril, respectivamente nas revistas A Tumba de Drácula e Terror de Drácula."

Sobre o lançamento em si, o referido site também destaca que "o encadernado reúne as seis primeiras edições da revista The Tomb of Dracula (coloridas) e duas outras histórias completas extraídas da publicação Dracula Lives, em preto e branco."



Olha, é um lançamento perfeito para o mês. Aproveitando o lançamento de "Drácula Untold" e o Halloween, é uma boa pedida, já que se tratam de história clássicas da Casa das Ideias.

Rafael Felga


Nota do Editor Coveiro: Conversando com o editor responsável pela coleção, foi nos passado que seguindo o padrão das demais coleções marvel (inclusive a dos zumbis no ano passado), teremos quatro volumes nessa. É pra comemorar!

Supremos: Reconstrução



No Universo Ultimate, criado no início do século XXI para reapresentar os heróis da "Casa das Ideias" a uma nova geração de leitores, os Estados Unidos da América se fragmentou em diversas províncias que lutavam pelo poder entre si, algumas comandadas pela organização terrorista chamada HIDRA. A muito custo, o principal grupo de super-heróis da nação, os Supremos, sob a liderança do Capitão América, conseguiu garantir um mínimo de estabilidade ao país e Steve Rogers foi eleito como seu presidente.

Infelizmente, Rogers não é afeito ao xadrez da política e isso pode trazer maiores consequências do que ele é capaz de prever, como será mostrado no arco "Reconstrução", escrito por Sam Humphries e desenhado por Scot Eaton e Joe Bennett. Ele abrange as edições de Ultimates #19 a #24 publicadas nos EUA e as de Ultimate Marvel #47 a #51 publicadas pela Panini.

Quando Rogers tentou se encontrar com o governador da Califórnia a pedido de sua Secretária de Defesa, Carol Danvers, ele é recebido pelo seu arrogante porta-voz, o Senhor Ford, que pede que Steve faça a mediação de um conflito energético entre os estados da Califórnia e Nevada. Ele se recusa a fazê-lo por não achar que seja algo de sua alçada e chega "às vias de fato" com o político quando este o ameaça com alguma retaliação. Dito e feito, logo Ford confiscaria um laboratório secreto da SHIELD (Superintendência Humana para Intervenção, Espionagem, Logística e Dissuassão) na Califórnia e ordenaria que seu responsável, o Doutor Hugo Lopez, trouxesse à ativa uma equipe de Supremos que se encontrava em tubos de estase.


Enquanto isso, Tony Stark, vestido em sua nova armadura "Patriota de Ferro", encontra-se num estádio de futebol americano em Nova Jersey para promover a primeira partida desde a reunificação do país. O evento quase acaba em tragédia pois uma célula da HIDRA tomou o controle de um satélite artificial da SHIELD e disparou seu armamento em direção ao local. Felizmente, Tony conseguiu neutralizar a ameaça antes que algo ainda pior acontecesse.

No interior de um parque florestal em Wyoming, o Poderoso Thor ainda se encontra abatido por ter assassinado o próprio filho, Modi, que liderava a HIDRA portando uma "joia mental" capaz de controlar quem ele quisesse. Ele é encontrado por Susan Storm, a Mulher Invisível, que o convoca para uma missão a mando do Capitão América. Ela conta que a joia usada por Modi faz parte de um conjunto maior de peças e que algumas delas estão presas a uma luva guardada pela SHIELD, que ainda tem espaço para pelo menos mais uma, de paradeiro desconhecido. A missão deles é justamente encontrá-la o mais rápido possível "antes que alguém com más intenções o faça".

Após liquidar uma unidade da HIDRA que tentou invadir a bolsa de valores de Chicago, Rogers se reúne no Triskelion, o quartel-general da SHIELD, com Carol Danvers e Mônica Shang, diretora da organização. Ela traz a chocante revelação de que Nicy Fury é um traidor pois aparentemente bandeou para a organização terrorista e adotou o codinome de Escorpião. Rogers ordena que Clint Barton, o Gavião Arqueiro, vá ao encontro dele e faça o que for necessário para contê-lo.


Thor e Susan continuam a tentar descobrir o paradeiro da joia nos laboratórios do Edifício Baxter mas os resultados são infrutíferos. Numa atitude intempestiva, Thor segura a luva que contêm as pedras que já foram reunidas e ordena que elas revelem o que procuram. Na mesma hora, eles são teleportados para uma base da HIDRA e são atacados pelos terroristas do lugar mas conseguem sobrepujar a oposição e localizam mais uma joia no local.

Fury, ou "Escorpião", torna-se próximo de uma jovem de codinome "Unhas", que não parece muito satisfeita no papel que lhe cabe como revolucionária, mas que ainda está desgostosa com os Supremos e o governo dos EUA por ter se sentido abandonada durante a crise separatista. Quando Fury tenta apresentar a ela uma "outra saída", o acampamento onde se encontram é atingido por uma explosão e ele aproveita a confusão para tentar se apossar do principal armamento da líder da célula, a Comandante Escarlate, que se encontra no interior de uma caixa mas é interceptado pela própria Unhas, que questiona sua lealdade. Imediatamente o Gavião Arqueiro entra em cena e imobiliza a jovem apenas para ser nocauteado por Fury e receber a ordem de executar seu antigo aliado.


Fury parece hesitar em cumprir a ordem e é atingido por trás por um drone. O velho espião cai inconsciente. Em seguida, o Patriota de Ferro surge na vanguarda de um ataque ao acampamento da HIDRA e é auxiliado pelo seu tumor cerebral, Anthony. Clint consegue se libertar de seus captores e Fury consegue convencê-lo de que estava lá como um infiltrado para recuperar uma arma que a Comandante Escarlate roubou de um arsenal da SHIELD. Eles são observados à distância por Unhas, que se sente traída mais uma vez.

Chang revela que a Comandante Escarlate é Sayuri Kyota, antiga diretora do complexo de pesquisas "Tocha", que pertence à SHIELD. Rogers pondera que talvez Nick não seja o pior traidor nessa história toda. Sentindo que está prestes a ser derrotada, Sayuri abre a caixa que contem a arma que roubou, mais uma joia com poder de destruição em massa e a usa para rechaçar o Patriota e matar um dos seus próprios homens. Unhas a questiona sobre isso e antes que ela tenha o mesmo destino, a jovem é salva por Nick Fury, que atinge a Comandante Escarlate no ombro e ordena que ela solte a pedra que está segurando.


Sayuri se nega a fazê-lo e utiliza a joia mais uma vez mas as consequências são devastadoras: uma grande explosão ocorre em seguida e ela e a joia desaparecem do local. Com a situação sob controle, Fury comunica a decisão de reunir um grupo furtivo para "rodar o país e combater o inimigo nos termos dele". Chang não gosta da ideia mas Rogers dá o seu aval e antes que ela estabeleça suas condições Nick desaparece da vista de todos e vai atrás de Unhas para convidá-la a ingressar em sua equipe. Ela aceita e revela seu verdadeiro nome, Abigail Brand.

O Capitão retorna para Washington, onde tenta lidar com as questões governamentais da maneira que lhe é peculiar e mais uma vez não atende às demandas de Ford. Para se vingar, ele ordena que Lopez reative na Califórnia um dos homens em estase, o Cavaleiro Negro, para que ele capture Tony Stark e assim é feito enquanto ele descansava em São Francisco. Na verdade, o Cavaleiro e seus companheiros de infortúnio Magnum, Visão, Tigresa, Tremor e Visão foram anteriormente selecionados pelo próprio Nick Fury para ser uma opção mais discreta à primeira geração de Supremos mas eles foram colocados em estase após uma desastrosa missão de caçada a Osama Bin Laden no interior do Afeganistão.


Enquanto isso, Monica chega à base da HIDRA desbaratada por Thor e Susan, que analisa a joia que encontraram e descobre que ela emite um sinal para longe da Terra, mais especificamente para a Lua. Ela pede que Thor leve ambos para lá e eles encontram um enorme e desconhecido símbolo incrustado na superfície lunar. Susan pondera que talvez a joia tenha atraído eles de propósito para longe de casa e em seguida são "recepcionados" pelo Cavaleiro Negro.

No nosso planeta, as Indústrias Stark lançam uma plataforma energética orbital chamada J-Rice, capaz de transformar a matéria escura do universo em energia e transmiti-la para a Terra mas o seu principal idealizador não pode estar presente no evento de lançamento pois é prisioneiro de Ford. 

No Triskelion, Monica ordena a Clint que ele participe da nova unidade criada por Fury, mesmo a contragosto deste. Ela é alertada da presença de Tigresa e Tremor, que promovem um ataque aos jardins da Casa Branca. O objetivo é criar uma distração capaz de providenciar ao Visão o tempo necessário para que ele assuma o comando da J-Rice. Tremor pensava que o objetivo da missão era apenas destruir a plataforma orbital, mas Visão tinha a sua própria a mando de Ford: derrubar a J-Rice em Sacramento, Califórnia, o que causaria uma explosão nuclear e o governo dos EUA seria responsabilizado pelo fato, com o consequente fim da reunificação do país.


É claro que Ford não perde a chance de se vangloriar diante de Tony, que pacientemente espera que Anthony traga até ele seu novo traje orbital e, assim que ele chega, Tony se liberta e Ford ordena que Lopez reative Simon Williams, o Magnum. Tony veste sua armadura e entra em combate mas é interrompido por Chang, que ordena que ele vá a Sacramento impedir a tragédia que está prestes a ocorrer. Thor e Susan recebem  a mesma ordem na Lua e ambos abandonam o combate contra o Cavaleiro Negro, sob protestos do Deus do Trovão.

Na Casa Branca, Rogers derrota suas oponentes e Tremor revela que ela e seus companheiros eram agentes da SHIELD mas que foram enganados por Ford ao fazê-los pensarem que estavam protegendo o país. Chang confirma a Steve que tudo o que a agente revelou é verdade e ele parte imediatamente para Sacramento, ignorando totalmente o protocolo de segurança presidencial previsto nesses casos. Ele chega na cidade a tempo de se posicionar no alto de um edifício e ergue seu escudo diante da tragédia iminente: "Meu lugar é aqui e não em um ´banker´ ou na Casa Branca. Não vou abandonar meu povo!" 


A ele se reúnem Thor e o Patriota de Ferro neste momento de definição. Todos empunham juntos o martelo do Deus do Trovão e suas energias combinadas com as da armadura de Tony conseguem destruir a plataforma orbital mas isso não impede que seu núcleo radiativo entre em fusão nuclear. Quando tudo parecia irremediavelmente perdido, Susan utiliza uma das joias de poder para isolar os componentes perigosos do núcleo da estação e a fusão é abortada. Farto da política e com tudo finalmente sob controle, Rogers comunica uma decisão importante:  "Estou renunciando à presidência neste exato momento. Por bem ou por mal, o poder volta às mãos do povo e é lá que deve ficar".

Na minha opinião, toda a fase de Supremos escrita por Mark Millar e desenhada por Bryan Hitch merece ser reconhecida como uma das grandes realizações da Marvel neste século. Depois de sucessivas reencarnações deste título, apenas a fase imediatamente anterior, escrita por Jonathan Hickman e desenhada por Esad Ribic, ofereceu alguma contribuição relevante e é a partir daí que Sam Humphries escreve suas histórias mas com resultado nitidamente inferior. Algumas ideias são boas, como o Capitão América presidente dos EUA e o Nick Fury "ultimate" se disfarçar com o visual de sua contraparte do universo 616 usando o codinome de seu irmão, Jake. Este apareceu originalmente em algumas das histórias feitas pelo genial Jim Steranko, cuja arte é emulada abaixo na capa feita por Dave Bullock para a edição de Ultimates #21.


Podemos considerar que este arco se divide em dois atos, o primeiro envolve a caçada a Nick Fury e o segundo a consumação do "plano maligno" de Ford, mas tanto em um como no outro achei muito fraca a resolução dos mesmos, com uma explosão resolvendo quase tudo no final de ambos quando a história até se desenvolvia de maneira razoável. O prometido confronto "Supremos x Supremos da Costa Oeste" não passou de uma escaramuça preliminar. As versões "ultimate" de Tigresa, Tremor e Magnum pareciam decalcadas do Universo 616, a do Cavaleiro Negro achei fraquíssima, perfeitamente dispensável, apenas o Visão me pareceu digno de interesse, por ser originário de um gênio científico sociopata recrutado anteriormente por Fury. Tivemos também a provável gênese da versão "ultimate" dos "Guerreiros Secretos", um grupo de operações furtivas que o Nick Fury 616 recrutou para combater a HIDRA e a corrupção da própria SHIELD. Dentre as várias incoerências de roteiro que percebi na história, gostaria de destacar pelo menos uma: ainda estou sem entender como o Capitão América se deslocou tão rápido de Washington para Sacramento e chegou antes de Tony Stark, que usava uma armadura orbital e já se encontrava na Califórnia.

Os desenhistas Scot Eaton e Joe Bennett estavam ótimos no traço e na narrativa e não mereciam trabalhar com um roteirista tão fraco como Humphries  que, ao meu ver, abandonou a ideia do "Capitão América Presidente" cedo demais. Felizmente, ele abandonou o título também depois desse arco. O próximo, "Disassembled", será escrito por Joshua Fialkov e o enredo sobre as "joias do infinito" será desenvolvido. Vejamos como isso se dará.

C@rlos




domingo, 19 de outubro de 2014

Guardiões da Galáxia encabeça como maior filme da Marvel Studios de 2014



Semana passada, o Nick postou aqui sobre a estreia cheia de sucesso de Guardiões da Galáxia na China. Passado apenas 15 dias por lá, a coisa surpreendeu ainda mais e levou já 69 milhões de doláres. Guardiões passou para ser o terceiro filme da Marvel Studios mais rentável e quarto deste ano. Não será surpreendente se já na próxima semana ele bater X-Men: Dias de um Futuro Esquecido e se estabelecer como o maior filme de super-heróis do ano. 

Confira aí a lista atual:

1. Transformers: Age of Extinction (Par.)
$1,080.9

2. Maleficent (BV)
$757.2

3. X-Men: Days of Future Past (Fox)
$746.0

4. Guardians of the Galaxy
BV
$732.6

5. Captain America: The Winter Soldier (BV)
$714.1

6. The Amazing Spider-Man 2 (Sony)
$709.0

7. Dawn of the Planet of the Apes (Fox)
$700.4

8. How to Train Your Dragon 2 (Fox)
$614.9

9. Godzilla (2014) (WB)
$525.0

10. Rio 2 (Fox)
$496.7

E ai? Quão longe esses heróis do espaço podem ir?


Coveiro

Operação Big Hero tem novos materiais em portugues!



A Disney Brasil divulgou mais um vídeo dublado em português do desenhos Big Hero Six, ou como foi batizado aqui, Operação Big Hero. Desta vez, pela primeira vez temos o anúncio de que o desenho é baseado em quadrinhos da Marvel (algo que já estava me incomodando muito esse lapso, por mais divergente que os personagens fossem nessa adaptação). Junto a isso, confira uma descrição dos principais personagens da animação:



 Hiro Hamada é um garoto de 14 anos gênio em robótica, que passa maior parte do seu tempo desenvolvendo robôs para lutar no submundo de São Fransokyo. Conhecendo seu potencial, Tadashi, o irmão mais velho incentiva Hiro a participar de uma feira de tecnologia onde juntos apresentam uma grande invenção: os Microbots, micropartículas que juntas são capazes de reproduzir qualquer forma.

Baymax, é um robô com tamanho XXG, criado por Tadashi para ser um atendente médico pessoal, ele é capaz de escanear uma pessoa, detectar e tratar seus níveis de stress, dor e humor. Ele pode revolucionar a medicina moderna. Mas para Hiro o robô acaba se transformando em muito mais que isso, um verdadeiro herói e seu melhor amigo. Depois de uma reprogramação que inclui um pulso de foguete, super forca e propulsores que permitem a ele voar. Baymax se torna um dos heróis de Operação Big Hero.

Fred trabalha segurando placas publicitarias na rua, mas se dependesse dele passaria o dia lendo quadrinhos de monstros. Por essa razão, facilmente escolhe quais serão suas habilidades para se tornar um herói quando se junta ao grupo. O tranquilão Fred se transforma em Fredzilla, um monstro de garras afiadas que cospe fogo e tem o poder de Supersalto.

A durona Go Go Tomago é atlética e muito leal, mas não é muito chegada em conversas. Mascar chicletes e fazer observações sarcásticas na hora certa tem tudo a ver com ela. Acelerada de verdade, ela fica ainda mais rápida quando se junta aos seus amigos e criam os discos Maglev, que funcionam como rodas de ultravelocidade e vão deixar qualquer um comendo poeira.

Wasabi é super inteligente e um pouco obcecado por organização, mas esse cara grandão acaba se juntando a causa, quando Hiro precisa dele. Como parte do grupo ele aumenta suas habilidades com um impressionante arsenal de laminas de plasma. ‘’Afiado’’ é o adjetivo que não chega nem perto de descrever esse cara.

Não se deixe enganar pela  It Girl com óculos e roupas descoladas, Honey Lemon é a especialista em química que cria misturas incríveis em formato de esferas. Quando lançadas podem livrar seus amigos de situações de risco.


Tadashi Hamada é um cara do bem, com um grande coração. Ele desenvolveu, construiu e programou o robô atendente médico pessoal, chamado Baymax, que ira ajudar milhões de pessoas em todo o mundo. Mas é a função de irmão mais velho que torna Tadashi realmente especial, sendo um grande exemplo para Hiro.

Tia Cass é sobrecarregada de trabalho, mas sempre encontra um tempo para dar apoio aos irmãos Hiro e Tadashi. Dona de uma popular padaria e cafeteria em São Fransokyo, Tia Cass tem orgulho e torce por seus dois sobrinhos gênios. Ela tem o superpoder de fazer uma deliciosa comida caseira e está sempre pronta para um sorriso e um abraço nos sobrinhos preferidos.


PROFESSOR ROBERT CALLAGHAN é chefe do programa de robótica no prestigiado Instituto de Tecnologia de São Fransokyo e é o professor e mentor de Tadashi. Quando Hiro visita a universidade, pela primeira vez, ele fica empolgado com o especialista em robótica mundialmente consagrado. Callaghan logo vê o potencial no prodígio de 14 anos e o incentiva a usar seu cérebro para algo melhor.



Empreendedor pioneiro e guru tecnológico, ALISTAIR KREI é o ex-aluno mais ilustre do Instituto de Tecnologia de São Fransokyo. Dono da maior empresa de tecnologia do mundo, a Krei Tech, ele está sempre em busca de uma nova grande sacada. Depois de comparecer a uma apresentação da San Fransokyo Tech ele fica muito impressionado com a engenhosidade de Hiro.

YOKAI é o mascarado responsável pelos estranhos acontecimentos que atingem a cidade de São Fransokyo. Para desvendar o mistério, Hiro se une a um grupo de amigos que com a ajuda da tecnologia, se transformam nos novos heróis da cidade.


Um clipe também em português foi liberado tempos atrás e você pode conferir a seguir:



 Inspirado nas revistas em quadrinhos da Marvel de mesmo nome, e apresentando estilo de ação dos gibis, Operação Big Hero é dirigido por Don Hall e Chris Williams e produzido por Roy Conli (Enrolados).  O filme estreia em novembro nos EUA, mas vai agradar a garotada brasileira somente no Natal, em 25 de Dezembro.

Coveiro

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Mais teaser de sagas do passado para 2015

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

Você não esta entendendo nada? Você não é o único! Depois de tantos teasers envolvendo sagas do passado da Marvel, ainda é difícil saber onde isso tudo vai parar. Mas que está muito divertido ver os fãs arrancando os cabelos com essas elocubrações da casa das idéias, está sim. Com isso, mais dois teaser seguem - Planeta Hulk (mais literal que nunca) e Guerra das Armaduras:



Ei, Marvel, por favor! Não vá esquecer de Heróis Renascem...!

Coveiro

Infinito: Nós vamos resistir...

 photo infi01.jpg

Mesmo com os planos de Steve Rogers e Tony Stark em expandir os Vingadores para um número estupendo de membros ativos, não houve como impedir as eminentes catástrofes  que estavam para surgir.  Se de um lado boa parte do grupo seguiu numa empreitada rumo ao espaço para lidar com a situação da letal raça dos Construtores, a parte que sobrou se viu numa problemática situação ao tentar proteger a Terra contra a chegada de Thanos. E quando finalmente o Titã descobriu que aquilo que ele queria estava de fato naquele planetinha azul, ele resolveu descer pessoalmente para a cobrança. E Raio Negro, o Rei dos Inumanos, estaria o esperando pessoalmente para dar a resposta.

No espaço, a resistência formada pelos Vingadores e boa parte do Conselho Intergalactico descansava em Beemote. Outra parte, no entanto, pereceu em combate ou foi feita prisioneira. Dentre eles, incluía-se a equipe liderada por Carol Danvers. Mas antes de resgatá-los, Capitão America, Majestor e os demais teriam que lidar com mais um ataque dos Construtores. Os mesmo mandaram drone sencientes para Beemote e causaram novas baixas. Foi o suficiente para muitos outros mundos que estavam sendo invadidos naquele momento se entregarem. Centaurianos, Kymellianos, até mesmo os Krees se ajoelharam perante os invasores.

 photo infi01.jpg

Com isso, o Conselho se dividiu. Ronan foi chamado de volta a Hala pela Inteligencia Suprema. J’son, depois de ter tentado um dialogo mal sucedido com os Construtores e que causou a vinda deles em Beemote, deixou o Conselho sem explicações. Restou a Supremor confiar na boa fama de líder do Capitão America e executar o plano para sua revanche.

Enquanto parte da tropa atacava os inimigos, Rogers  mandou uma equipe de seus Vingadores se teleportar para uma das grandes belonaves da frota dos Construtores, chamada de Matadora de Mundos, e a usurpar. Foi a grande reviravolta para usar o próprio poder de fogo inimigo contra si mesmo. Um outra equipe liderada por Thor roubou outra espaçonave inimiga e assim fazer os vilões espaciais recuarem desta vez.

Por fim, Éden levou outros Vingadores até a nave onde a equipe de Carol Danvers estava sendo feita prisioneira (mais detalhes disso, você acompanhará na mensal dos Vingadores). E dentre os resgatados, estava a resposta pra a reviravolta naquele jogo.  Bastou Kevin erguer as mãos e seu poder de Estigma foi simplesmente destrutivo. Os demais daquela resistência também ergueram o punho e ovacionaram aquela primeira vitória do grupo.

 photo infi01.jpg

De volta  a Terra, várias equipes tentavam lidar com as confusões ao longo do planeta.  Dos Thunderbolts a nova equipe de Poderosos Vingadores, todos se levantaram contra a Ordem Negra e seus embates podem ser vistos nas respectivas histórias mensais.  Já os Illuminatti tinham uma nova incursão para lidar. Mas para o leitor, todas as atenções do momento devem se voltar para cima de Nova York, onde hoje flutuava Attilan, pois Thanos veio cobrar seu tributo.

Minutos antes de ele chegar, o Inumano Maximus abriu um portal para teletransportar todos os cidadãos de Attilan para longe dali. Até mesmo Medusa partiu. Maximus e Dentinho ficaram, para garantir que o plano de Raio Negro fosse executado de acordo. E quando o Titã Louco percebeu que a cidade estava vazia e que algo estava sendo preparado era tarde demais. Raio Negro tinha sua resposta ao tributo do Titã – Um sonoro “NÃO” que devastou tudo  a frente. E esse grito foi o suficiente para desencandear o dispositivo de Maximus, que detonou toda Atillan e parte da cidade de Nova York abaixo.

 photo infi01.jpg

Nessa terceira edição, a saga começa a ficar de tão modo grandiosa que se torna até impossível deixar de ler os Tie Ins das demais revistas para ter ideia plena de todo escopo. Mas todos essas histórias paralelas tem sido até agora bem agradáveis de se ler e realmente tem coisas para se acrescentar.  E apesar da trama do filho de Thanos ter sido temporariamente deixada de lado aqui, tivemos um dos momentos clímax da história com a detonação de Atillan. E este evento que pode parecer apenas sensacionalista, na verdade é o ponto chave para muitas mudanças que há por vir. Parte delas você já sacou ao ler as recentes histórias de Vingadores Secretos aqui.

No mais, a arte de Jerome Opeña e Dustin Weaver são matadoras. Para quem estava acostumado a vê-lo mais em Thor, fico depois dessa revistas me questionando porque ele não foi aproveitado antes nas sagas cósmicas da Marvel. Ele tem uma combinação fabulosa com esse tipo de cenário de ficção. E Hickman dispensa comentários a esse ponto. Você pode amá-lo ou odiá-lo, mas tem que concordar que o cara sabe o que tá fazendo.

Coveiro

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Confira agora o preview do Homem de Ferro Superior #1

* Atenção! Informações inéditas no Brasil!

Depois de conferir as primeiras páginas de preview de Thor e Capitão America, que tal espiar como ficará a nova fase vivida por Tony Stark como o Homem de Ferro Superior? Escrito por Tom Taylor (Injustiça) e desenhada por Yidiray Çinar (Supergirl), as páginas mostram já de cara um confronto de Stark com um certo vigilante com sentidos ampliados que protege as ruas da região:









A nova fase é completamente ligada ao evento AXIS, escrito por Rick Remender, e promete colocar Tony Stark mais uma vez voltado ao seu perfil mais obscuro e pragmatico.O titulo (re)estreia em novembro nos EUA.

Coveiro

Em foco - A Morte do Wolverine

Atenção! Informações Inéditas no Brasil e nos EUA!


E então aquele que é melhor no que faz, fez algo que nunca havia feito: morreu. O bom e velho Wolverine bateu as botas em uma mini-série em 4 edições. Um personagem que deixará saudades. Para uns será sempre aquele herói amado, um lobo solitário em meio a uma gigante família, e para outros aquele que adoravam odiar.

A mini-série resgata alguns bons elementos do personagem. Entretanto também apresenta alguns furos cronológicos. O vilão Bazuca, que enfrenta o Wolverine na primeira edição, havia sido morto meses atrás na mensal do Capitão América, por exemplo.


Logan perdeu o seu fator de cura no volume anterior da sua mensal, então já estava ciente de que cedo ou tarde daria adeus. As três primeiras edições resgataram elementos do passado do personagem. 

Elementos ligados ao seus filmes também marcam presença. É o caso da Víbora, que sem dificuldade alguma, está controlando o Dentes de Sabre, o deixando em uma coleira. Ignorando tudo o que escritores como Jason Aaron e Brian Bendis estabeleceram para os personagens. 


No decorrer da trama temos ainda a participação de Kitty Pryde e Ogum. Mas no final, tudo não passa de mais um plano de Dr. Cornelius, do Arma X, para pegar o fator de cura do Wolverine. Só que o cientista é pego de surpresa, pois o mutante está sem seus dons curativos no momento.

Uma batalha ainda ocorre nos laboratórios. Cornelius é ferido e acaba morrendo em sua fuga. Logan resolve então salvar outros jovens que estavam sofrendo testes no Arma X. Arrebenta um tonel cheio de adamantium líquido que estava sendo colocado dentro do pessoal. O metal líquido cai em cima do mutante, que pouco a pouco vai se endurecendo. Até que Wolverine vira uma estátua.


Preso dentro do adamantium, sem o seu fator de cura, Wolverine morre.

O lobo solitário dos X-Men morreu, em uma aventura sozinho. Sem ninguém nem fazer ideia, ele novamente salvou o dia. Uma ultima vez.


A história apresentada por Charles Soule e desenhada por Steve McNiven até poderia ser ser melhor, se não fosse uma série de problemas. Além dos equívocos já mencionados. Temos o vigésimo retorno e morte do Dr. Cornelius. Logan morreu quando arrebentou o tonel. E isso é vergonhoso. Havia centenas de formas dele impedir que o adamantium chegasse no pessoal sem ter de se sacrificar no processo.

Temos assim um ícone da editora, morrendo em uma história "mela-cueca". É uma pena. Mas para os fãs do personagem, não precisam se desesperar. Ele está preso em um "casulo" de adamantium, como uma lagarta. Cedo ou tarde, tal qual uma borboleta, ele sairá de lá.

Mas olhando para trás e vendo as mortes do Capitão América e do Homem-Aranha Ultimate, não tem como não sentir um gosto amargo com essa morte.

Mas e vocês caros leitores, gostaram da história? Não se incomodaram com esses problemas? O que acharam? Deixem suas opiniões nos comentários.

Kinhu Heck

PS: Antes de ser tomado pelo adamantium, Logan pegou um frasco com a cura para o seu fator de cura. Estaria ai o plot para a sua volta?

Vingadores Secretos: Infiltrada?


A vida de Harpia, abandonada para trás pela Shield na Ilha IMA está se complicando... Quando nem mesmo ela sabe como foi parar lá! E também Daisy Johnson agora tem que encarar a vida dura depois de ser demitida da Shield, e levar todos os seus segredos com ela. Ainda: uma nova heroína está na ativa, em meio ao caos de Infinito!

Enquanto Harpia está passando por apuros cada vez maiores na personificação de um técnico da IMA em pleno quartel-general da organização científica, somos apresentados aos seus atuais "ministros". Super-vilões que cada qual assumiu uma função na ilha, voltados às suas habilidades. 

Yelena Belova, é a ministra do estado, responsável pela administração da ilha-estado. E ainda tem que se esquivar das investidas do CEO, ou presidente, ou melhor, cientista-chefe da IMA, Andrew Forson. Treinador é o ministro da defesa, (ir)responsável pelo treinamento dos cadetes. Mentallo, o ministro de relações públicas, coisa mais irônica da ilha. O poderoso Graviton é o ministro da ciência e Supéria, a ministra da educação, e eles estão se preparando para o confronto com a Shield. Já Judas, o Homem Entrópico, é o ministro da saúde, e possui uma sinistra catedral em forma de torre, onde quem entra lá, deve estar preparado... para nunca mais sair.

Voltando à Harpia, ela está entrando numa enrascada... Terá que fazer uma apresentação para todos esses ministros e seu chefe, sem saber o que era que deveria fazer, já que todos pensam que ela é o biólogo Harold Bainbridge...


Daisy Johnson foi desligada Shield, após a morte do senador Ralston, e por isso temos um flashback de como ela aceitou acionar o protocolo Devaneio nos Vingadores ligados à Shield, com Maria Hill. Só que ela não esperava perder seu posto, portanto, tanto ela quanto Hill usaram o protocolo nelas mesmas. Sabendo disso, e pra não ter suas memórias apagadas pela Shield de uma hora pra outra, ela pede para seu ex-parceiro de equipe nos Guerreiros Secretos e agora Vingador, Eden Fesi, a descobrir onde está a máquina que Tony Stark usou em si mesmo para fazer backup de todo o seu cérebro.

Quando a divisão psíquica da Shield detecta que ela está acessando essas memórias, aciona o protocolo devaneio apagando todas suas memórias após o implante. Só que ela já havia salvo 62% delas. Com esse backup incompleto, ela restaura assim mesmo, o que permite lembrar coisas que podem fazer um novo operativo a passar para o seu lado. Ninguém menos que Bucky Barnes, o Soldado Invernal.


Dando uma pausa na trama de espionagem, acontece a invasão de Thanos na Terra, quando os Vingadores estão fora no espaço, enfrentando os Construtores. A Shield, como primeira linha de defesa planetária (após a ESPADA, ok), convoca todos os agentes disponíveis para enfrentar as hostes de Thanos. Coincidentemente, uma de suas agente administrativas, é uma das beneficiadas pela bomba terrígena disparada pelo rei dos Inumanos, Raio Negro.


A garota acorda de um casulo que se formou em sua própria casa, com o poder de se detonar, liberando uma incrível rajada de força. Sarah Garza então é levada aos laboratórios da Shield, que providenciam um traje que redireciona sua energia para suas mãos. Coulson, Nick Fury e James Rhodes, o Máquina de Combate/Patriota de Ferro são seus instrutores de campo. E tudo aquilo leva a ela repensar, que acordar com poderes de uma hora pra outra, não é a maravilha que ela pensava...

O tie-in de Infinito foi escrito por Ed Brisson, e desenhado por Luke Ross, dando uma folga para o titular de Vingadores Secretos, Nick Spencer. Luke Ross também é o desenhista titular, dividindo algumas vezes com Butch Guice. Essas historias foram publicadas entre Capitão América & Gavião Arqueiro 9 a 12.

Preview da nova versão do Capitão America

* Atenção! Informações inéditas no Brasil!

Esse vai ser o ano marcado pela mudança dos maiores pilares da Marvel. Capitão America, Thor e Homem de Ferro vão sofrer mudanças radicais, o que pode render uma dinâmica completamente nova nas histórias. Mês passado conferimos aqui o preview da estreia do novo Deus do Trovão, agora é a vez do Bandeiroso mostrar a que veio:








Eu sei que tem muita gente torcendo o nariz, que já naturalmente torce a cara pra essas ou qualquer mudanças. Mas há de se dar o braço a torcer que no caso do Falcão assumindo o manto de Rogers e ser repaginado com essa novo visual aí ficou demais!

Coveiro

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Roteirista do filme dos Guardiões escreverá Gamora

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

A nossa cobertura da NYCC não estaria completa se deixassemos passar essa noticia em branco. Foi anunciado num dos ultimos painéis da editora em Nova York que a personagem Gamora não só ganhará sua própria revista mensal em 2015, como será escrita pela mesma pessoa que deu o tratamento inicial daquele que viria a ser o roteiro do filme dos Guardiões da Galáxias.


 Nicole Pearlman nunca escreveu um gibi e esse será seu primeiro gibi e essa será sua estreia no mundo dos quadrinhos. Ainda não há artista oficial para o título, mas a imagem de divulgação acima foi feita por Francesco Mattina. Com isso, Gamora é a terceira Guardiã a ganhar titulo próprio na Marvel.


No painel, também foi anunciado que em Março de 2015 teremos uma nova leva de capas variantes em homenagens as mulheres - Women of Marvel. Entre as artistas convidadas, temos Stacey Lee que fez essa arte dos X-Men e Stephanie Hans que fez a da Thor. Teremos ainda também Sara Pichelli, Jill Thompson, Vanesa R. Del Rey e Faith Erin Hicks.

Coveiro

Ultrons e Zumbis... Tudo junto e Misturado! E nada de Mutantes! Mutantes do Futuro!

* Atenção! Informações inéditas no Brasil e EUA!

Parece que a Casa das Idéias resolve ter um brainstorm criativo e nostalgico ao mesmo tempo. Depois de anunciar o evento de 2015 com o título de Secret Wars, foi divulgado misteriosamente um teaser referente a Guerra Civil, também para o próximo ano. E agora, é a vez de uma espécie de crossover com a Era de Ultron e os Zumbis Marvel.



E não é só isso! Quem ficou esperto com as notícias da NYCC, aparentemente Dinastia M e/ou Dizimação esta também em vista:



Atualizado: E acabou de sair do forno mais um teaser revisitando sagas do passado:



Há quem diga que esse seja também o anuncio de que a Marvel tem intenção de banir a palavra Mutantes dos quadrinhos também para usar a partir de agora termos como "dotados" e "milagres". Isso seria acompanhado com o já anunciado "fim" do Quarteto Fantástico "por um breve tempo" segundo o atual autor James Robinson. O desenho é de Daniel Acuna, co-estrelando o Mercurio e a Feiticeira Escarlate.

O que acharam desses anuncios espantosos? Pra mim, isso tudo ta cheirando a uma daquelas trolladas surpreendentes do Quesada que em breve irá nos surpreender com um plano ainda mais mirabolante. Quem arrisca?

Coveiro

"Guerra Civil" agora em livro a ser lançado no Brasil!

Você já viu boatos do possível relançamento da série de quadrinhos e até mesmo teorias sobre a adaptação da mesma nos cinemas, mas a novidade que temos a seguir é um fato e em breve estará disponiveis em todas as lojas do Brasil. “Guerra Civil” será o primeiro livro da coleção lançada pela editora Novo Seculo e baseada em histórias dos personagens da Casa das Ideias. Em forma de romance, a obra permite aos leitores um maior aprofundamento nos eventos que desencadearam a guerra no Universo Marvel e suas consequências.



Para quem não leu o gibi (recentemente lançado pela Panini em encadernado), trata-se de um marco histórico na Marvel por ser a primeira separação clara de dois grupos de heróis por ideologias diferentes e pontuais. Após uma trágica batalha que mata centenas de pessoas na cidade de Stamford, Connecticut, o governo norte-americano decide criar um registro para todos os super-humanos (heróis e vilões) que tornará público a identidade e os poderes de cada um. Esse cenário sem precedentes coloca em oposição o Homem de Ferro, supervisor da missão, e o Capitão América, herói rebelado. A partir daí, uma guerra civil é travada, resultando na morte de um super-herói. Repleto dos mais importantes personagens da Marvel, “Guerra Civil” vendeu, apenas nos EUA, mais de meio milhão de exemplares.

Além disso, o livro levanta questões contemporâneas importantes como o preconceito e a censura, discutindo também temas como democracia, tolerância e posicionamento político e/ou ideológico. Para além dos quadrinhos, os personagens apresentam enorme profundidade, instigando o pensamento crítico nos leitores. Cheio de referências dos quadrinhos, filmes e cultura pop em geral, “Guerra Civil” é um prato cheio para todos os que apreciam uma boa aventura, não sendo restrito somente aos fãs dos personagens.

Mas esse será apenas o primeiro lançamento dessa coleção que contará com títulos como: “Homem-Aranha: entre Trovões”; “Homem de Ferro: Vírus”; “Wolverine: Arma X”; “X-Men: Espelho Negro”; e muitos outros que ainda deverão ser lançados em 2015. É como dizem por aí, a Marvel esta realmente invadindo o mundo em todas as midias!

O livro será escrito por Stuart Moore, diretamente adaptado da obra de Mark Millar e Steve McNiven. Tivemos uma nova atualização desta matéria, agora com arte da capa.

Coveiro