sábado, 27 de fevereiro de 2021

Diretores lembram a 'luta' para a escolha de Tom Holland como novo Homem-Aranha

Durante uma entrevista para a GQ pra falar sobre Cherry, Joe Russo admitiu que a escalação de Peter Parker provou ser uma "experiência única" devido ao fato de que eles trabalharam com um estúdio 'rival'. E por um certo tempo houve até mesmo relutância pra de fato a Sony bater o martelo quanto a Tom Holland. Eis a história resumida pelos diretores aqui:

"Não consigo pensar em outro momento na história do cinema em que dois estúdios compartilharam um ativo tão valioso quanto o Homem-Aranha", explicou Joe. "Então, é claro, isso tornou o processo um pouco complicado do ponto de vista do elenco. Tipo, quem será o responsável pelo elenco desse papel? Anthony e eu somos extremamente opinativos e muito otimistas em nossas opiniões, especialmente quando se trata de elenco, porque valorizamos nossas opiniões com eles e temos um gosto muito particular no que diz respeito ao nosso estilo de trabalho. "

Os Irmãos Russo atribuem todo o crédito à diretora de elenco Sarah Halley Finn por encontrar Tom Holland, e aparentemente culpam a Sony por retardar o processo na escolha. Lembram como durou meses a seleção e as duvidas persistiam entre Tom Holland e Asa Butterfield?

“Conversamos com Feige na Marvel sobre Holland e ele ficou animado e então fomos para a Sony”, continuou Joe. "E eles disseram, 'Vamos pensar um minuto'. Dava para ver que estávamos encontrando resistência da Sony. Então trouxemos ele de volta [nas opções], trouxemos de volta, trouxemos de volta e fomos implacáveis ​​em nossa busca para enfia-lo na garganta do estúdio que possuía a IP do herói. Foi uma luta, mas a Sony continuou arrastando seus pés. "

Questionados sobre o que eles acreditam que impediam as coisas, os Russos explicaram que parecia que o estúdio estava "reticente, nervoso, sobre entregar algo que poderia custar centenas de milhões de dólares, senão bilhões de dólares no futuro." Isso é compreensível; A Marvel Studios entregou incontáveis ​​sucessos em 2016, mas se eles escalassem o ator errado para o Homem-Aranha, isso atrasaria a franquia ainda mais depois da decepção de Espetacular Homem-Aranha 2.

Anthony acrescentou a conversa: "As reservas da Sony eram: 'Estamos emprestando? Ou estamos dando a eles para nos ajudar a reinventá-lo de uma forma que agregue valor para nós?' Foi a primeira vez que o Homem-Aranha foi escalado como um adolescente de verdade, certo? O que foi muito importante para nós; havia um nervosismo distinto de escalar uma criança. "

Tudo deu certo no final, é claro, e Holland passou os últimos seis anos no papel do lançador de teias. O que o futuro reserva para ele além do Homem-Aranha: Sem Caminho pra Casa ainda está para ser visto, mas sabemos que há pelo menos mais uma aparição no UCM reservada para seu Peter Parker nos próximos anos além deste filme.

Coveiro

comments powered by Disqus